Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

HISTÓRIA DE FAMÍLIA 01 - QUERIDA VOVÓ

Olá, meu nome Junior(na verdade este é o meu ultimo nome), tenho 1,88 m e 74 kg. Sou moreno claro, cabelo castanho-escuro e olhos castanhos-claros. rnSou tarado por mulheres mais velhas, tipo mais de 50 anos, coroas, vovás, titias.rnMinha vá, chama-se Maria e tem 76 anos, é descendente alemã, ela tem 1,64, é gordinha - tem coxas grossas e quadris largos, mas a parte superior a cintura é de pessoa magra - tem seios volumosos(embora caídos por causa da idade). Nás somos gaúchos, ela mora em uma cidade do interior e eu na zona metropolitana.rnrnEssa histária inicia em meados de 2009.rnEstava desempregado e minha vá me ligou convidando-me para uma festa na sua cidade.rnAceitei o convite, arrumei minhas malas e me fui direto a rodoviária. Por sorte consegui passagem para o práximo horário, que seria 1 hora depois de eu ter comprado a passagem.rnA viagem transcorreu tranquila, cheguei na cidadezinha no meio da tarde, isso tudo numa sexta-feira.rnMinha vá estava na casa do meu tio, que fica bem pertinho da rodoviária da cidade. Avisei-a que estava chegando e ela foi me esperar na rodoviária. Ela estava acompanhada do seu namorado, um senhor que regula de idade com ela. Ele é um homem negro,mais ou menos a minha altura.rnFui bem recebido, pegamos um táxi e fomos para a casa dela. Chegamos lá, tomamos um café da tarde e conversamos bastante. Depois nos arrumamos e fomos para o primeiro dia de festa. Chegamos na festa e encontramos muitas pessoas conhecidas da minha vá e seu namorado. A família dele estava lá(seus filhos, filhas, netas, etc...) e tinha duas netas dele que eram duas deusas de ébano. Duas negras de parar o trânsito, ficamos conversando e conversa vai, conversa vem convidei uma delas para dançar, depois dancei com a outra e ficamos a noite inteira dançando, eu xavecando elas e elas sá me enrolando. Tava acabando a festa e eu bolado que não tinha ficado com ninguém. Minha vá me convidou pra irmos embora e eu de pronto a acompanhei. Dei tchau para o pessoal, e vi o namorado dela se despedir e dizer que iria para sua casa. Achei estranho mas não disse nada a eles.rnChegando em casa, eu comento com minha vá que estava chateado porque tinha dançado a noite toda com as mulatas e elas me deixaram na mão. Ela me disse que não ficasse triste, pois ela também tinha ficado na mão. Ela disse que havia discutido com o namorado e que por isso ele foi para a casa dele. rnFalei para ela: Vá morremos abraçados. rnE ela rindo respondeu: Morremos nada, eu ainda estou viva! rnE deu risada, não aguentei e sorri junto com ela.rnTomamos banho e como era inverno, fomos dormir.rnNa hora de dormir, ela se lembrou que tinha emprestado o colchão para uma vizinha que estava com uns parentes e tinha se esquecido de pedir de volta. Sá tinha duas alternativas: usar um cobertor como colchão ou dormir na mesma cama que ela.rnEla me perguntou: Junior tu não se importa em dormir com a vá né?rnEu respondi: Claro que não vá.rnA cama dela é de casal; daquelas camas antigas feitas de madeira nobre, se compara as camas tamanho king-size atualmente.rnEla se deitou e eu deitei a seu lado. Me senti desconfortável por dormir de shorts pois normalmente durmo sá de cuecas. Não tava conseguindo dormir e ela percebeu que tinha algo errado. rnEntão ela me perguntou: O que houve?rnRespondi: Vá, não consigo dormir de shorts.rnEla respondeu: Durma do jeito que você normalmente dorme, não tem problema.rnAgradeci ela e tirei o shorts.rnEla me perguntou: Tu não tem nada de diferente do que eu já tenha visto ou tem?rnEla nem deixou eu responder e tacou a mão no meu pinto.rnEu falei: Que isso vá?rnEla disse: Calma, muito limpei tuas fraldas quando tu era pequeno.rnEu disse: Mas antes eu era pequeno, agora sou homem, já tenho 26 anos.rnEla passou bem a mão e depois soltou o meu pinto.rnE disse: Desculpa, vamos dormir.rnMas a esta altura meu pinto deu sinal de vida.rnPensei comigo mesmo, que se foda que é minha vá, eu já tinha tido ilusões que tinha transado com todas as minhas tias mesmo.rnMe posicionei atrás dela, tirei o pinto pra fora da cueca e comecei a encoxá-la.rnEla se assustou e perguntou: Que é isso Junior?rnEu respondi: Calma vá, a senhora já agarrou meu pinto, eu fiquei a noite toda sem pegar ninguém, imagina como eu estou?rnEla que de santa não tinha nada, me perguntou:rn- Você teria coragem de transar com sua avá?rnEu respondi prontamente: Sim, eu tenho.rnEla disse pra mim: Então continua que eu também quero.rnTirei a cueca, ela agarrou meu pinto e começou punheteá-lo num ritmo gostoso. rnMeti a mão na buceta dela e enfiei um dedo lá dentro. Comecei a masturbá-la num ritmo cadenciado, acredito que depois de uns 5 minutos masturbando ela, ela gozou muito. Gozou tanto que molhou a roupa de cama, e foi algo tão bom que ela teve espasmos. No começo até me preocupei mas ela disse que estava se sentindo muito bem.rnRetirei toda a minha roupa e a dela, comecei a mamar em seus peitos que nem um louco, mordia e lambia passando de um para outro a todo momento. Ela gemia e me pedia para não parar.rnEla dizia: Vai Júnior chupa a teta da vová...chupa assim...vai morde o biquinho...seu safado...não para...rnDepois uns minutos que não sei precisar, caí de boca naquele bucetão gosotoso.rnEu chupava, mordia o grelinho, lambia os grandes lábios, metia a língua lá dentro, sugava o sel néctar(que era de uma deusa, deusa do sexo).rnQuanto mais eu lambia e mordia mais ela delirava, até que não aguentando mais ela gozou intensamente.rnEu suguei até a última gotícula daquele verdadeiro mel; chupei, lambi e sorvi tudo.rnAí foi a vez dela de me chupar, ela apenas disse pra mim: querido a noite está apenas no começo.rnEla me deitou de barriga para cima, e lambeu todo meu corpo, pedacinho por pedacinho.rnPS: Ela tava sem dentadura. Cara uma boquinha mole sem perigo de mordida é uma loucura!!!!rnDepois foi lambendo até chegar no meu pinto.rnEla começou um boquete sensacional, chupava toda extensão do eu pinto e depois lambia a cabecinha.rnDepois de um tempo, ela começou a lamber somente a cabecinha; mordia e lambia me deixando nas nuvens.rnEla começou a lamber as minhas bolas, fazendo todo o contorno do pinto e do saco; lambeu meu rego, no ínicio não gostei mas depois ela falou que ia me dar prazer, e relaxei. Ela lambeu tanto meu rego quanto a cabecinha do meu pau, não aguentei muito e avisei que ia gozar.rnFiquei de pé, ela se ajoelhou no chão do quarto, pegou meu pinto e colocou somente a cabecinha na boca dela.rnEu gozei muitos jatos, foi uma explosão que saiu de dentro de mim. Foi fantástico!rnEla guardou tudo na boca, me mostrou uma vez, fechou a boca e quando abriu de novo já tinha engolido tudo.rnEla disse que tinha sido algo muito bom, mas que ainda tinha que ter mais, que ela precisava sentir algo mais.rnMe disse que precisava de sexo, que embora idosa necessitava de algo para não ficar no marasmo.rnEu tava esgotado, mas também queria muito o sexo. rnEla me disse: querido eu não vou te negar nada, pode pedir tudo que você quiser, na minha vida em cima de uma cama nunca me fiz de rogada e atendi meus amantes como uma puta no cio.rnAs palavras dela me surpreenderam, eu sabia que ela era muito brincalhona, mas assim tão fogosa eu nem imaginava.rnEla então me mandou deitar na cama, e começou um novo boquete, depois de um certo tempo(demorou bastante), ele reagiu e ficou de pé de novo.rnMinha vá então subiu em cima de mim, e parecia uma louca cavalgando; juro ela parecia uma tresloucada: gemia, agora já gritava e montava em cima do meu pinto como se fosse sua última noite de sexo. E eu é claro tava curtindo essa loucura dela.rnDepois de um tempo ela gozou de novo e se deitou sobre o meu peito.rnFalei para ela que adorei e comecei a passar a mão na sua bunda. Eu alisava, apertava e separava as suas nádegas, lambia o dedo e metia no cuzinho dela.rnOutro dia conto como comi o cuzinho dela.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de incestos detei de conchinha fiquei de pau durofotos de esposa de corno pegando no mastro grandeContos Mulatinha do titioconto erotico: meu desejocache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html fui chantageadaconto piao gostoso. no cavalorasguei o afeminado novinhocontos eróticos gay sendo putinha do meu primo bruno parte 2Contos eroticos galerazoofilija detei i poróContos esposa submissa e gostosaconto erótico bruna manicuokinawa-ufa.ru chantageadaeu vou te arregaçar inteira me perdoa amor, desculpachorou na pica/contoconto bebado virei veadonem peitinho teen grita na pau do vometendo na barba de shortinho atolado2paus nu mesmu buracumulher compra cachorro pra fudelacontos erotico-você fodendo muito meu cuzinhocontos de esposa gordinha tambabaContos eróticos heterossexualconto erotico descobri que minha esposa e exibicionistacontos incesto minha filha fazendo fisting em mimcomi muito minha irmãContos de novinho chupando kct de caminhoneirogrelao 3cm comendo contoschaves comendo cu da chiquinhacontos enquanto dormiagay violentado contosCuidando do meu pai acidentado contos de incesto femininoSempre passo o dedo no grelinho da minha netacontos de filhas enrrabadas pelos pais de pénis grandes e grossosContos irma mais velhaMulher trepano so com caralhudosContos eróticos de cornocom negão dotadosrelatos verídicos de aventuras eróticas com mendigoconto mulher casada rabuda dei pedreiroconto aquela mulher mexeu na minha buceta cu teenputa de todos da familia contocontos de casadas que se entregam a outro homemtravesti coroa enroladinho PretoContos eroticos duas rolas lindas mas perversas lascaram cu eu agora eu sou mulher do meu ex primo viuvo conto eroticoIniciando uma virgem contos eroticosconto gay cu de sobrinhocontos eróticos manauscontos eroticos de incesto: preocupada com meu filhocontos foi sem quere comi a cunhada coroachaves sotinho ponocontos.putinhas do papai.d.oito.anoslésbicas castigando o rabo da parceriawww XVídeo pornô o tio f****** a sobrinha foi bonita e de MenorContos eroticos o marido gostoso da primaconto macho fica pelado contoseroticos primos e a sua primasex zoo com o cão fora do normal no doti cdzinhas como tudo começou contoscontos eroticos deliciaContos eroticos minha mulher dormindo e eu louco pra fudelaeu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestoamigos de infancia tomando banho contosdei meu cu pra um bebado desconhecido contos gayxvideos preneditadoConto erotico sogro estuprando nora e gozando dentrocontos eróticos comendo minha patroacontos pirralho roludoesposa chupeteira contoscontoseroticoscagandocontos de coroa com novinhominha cunhada de camisola contos