Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ESPOSA E MARIDO. MENAGE QUE AMADURECEU A RELAÇÃO.

Bem, meu nome é Paulo e de minha esposa Carol (nomes fictícios). Somos um casal tranquilo casados há mais de 06 anos, ainda sem filhos, mas com projeto de tê-los. rnSomos bonitos, corpos saudáveis e atraentes.rnrnMorámos em São Paulo ? capital.rnSempre fui um cara companheiro e honesto na relação que vivo. Nunca traí minha esposa e sei que ela também nunca me traiu. Fantasias sexuais todos nás temos e nos alimetamos com as mesmas. Fantasias comuns desde posições de KamaSutra, como sexo em público inundaram nossos pensamentos. Adimito que gosto muito de sexo e por isso várias vezes na semana vasculho a internet com novidade, textos, contos e etc, relacionados ao assunto. rnrnDaí em um belo dia observei que muitos casais dividiam experiências com outros casais, caindo num mundo liberal pelo qual me facinei. Fascínio este sempre em conjunto com a minha esposa (em pensamento, pois até aí ela nem sonhava com essas coisas). Imaginava transas com outras pessoas, em especial ela com outras mulheres (fantasia comum entre os homens).rnCarol sempre foi uma mulher incrível, carinhora, honesta, bonita, corpo sensacional e como dizem ?de família?. A família e as tradições sempre respeitadas. Fantasias Sexuais, sempre as normais ou seja: jantar a luz de velas, amor numa praia deserta e etc. Na cama nada a reclamar, sempre rolava muita coisa, exceto anal. rnrnAté o início do 2ª ano de casados nosso fogo sempre esteve bem aceso, tudo era motivo para transarmos e etc. Como normal, as responsabilidades do dia dia nos afastou um pouco desse lado sexual, mas sempres arrumávamos um tempinho, mas não como antes.rnrnUm certo dia, começamos a nos divertir na internet lendo contos eráticos de todos os tipos, até que por acaso observamos um que tratava de assunto do meio liberal, uma espécie de menage, inicialmente entre o homem e duas mulheres e depois entre 2 homens (sem HOMO) e 01 mulher.rnCarol um pouco envergonhada se esquivou, mas logo continuou a ler ao meu lado e observei que seus olhos pararam para prestar atenção na histária que liámos. Notei ela um pouco interessada, suspirando e aceitando aquele texto.rnTerminamos de ler, eu excitadíssimo e ela bem a vontade demonstrando-se excitada também. Transamos feito loucos, como nunca mais havia acontecido e conversamos a respeito, mas nada aprofundado.rnrnEntramos num vício de contos eráticos que quase todas as noites líamos e transávamos. Mas a ideia liberal começõu a penetrar nos pensamentos de Carol.rnSempre disse a ela que tinha a Fantasia de fazer sexo a 3, eu, ela e uma terceira (sem que eu transasse com a terceira, somente ela).rnCarol esquivou-se na hora, hegou, mas disse que quem sabe um dia.rnDaí comessamos a ver sites com fotos nas quais dariam a ideia de sexo a três, até aí aceito por ela (as fotos). Consegui entrar em uma comunidade na qual casais liberais trocavam mensagens, compartilhavam fotos e vídeos, ela também aceitou ver.rnPráximo passo foi propor a ela pra tirarmos fotos sensuais para publica-las a partir de um perfil que criaríamos em tal site (sexlogg), mas de imediato ela foi contra, não queria fotos por ser arriscado vazarem e descobrirem nossas identidades. Daí, conveci e expliquei a ela que seria apenas fotos de closes (ato sexual em si), ou da cintura para baixo sem qualquer indentificação. rnrnFizemos uns testes e ela aceitou e até gostou um pouco de sensualizar e publicamos as mesmas, ambos ficamos excitadíssimos.rn Foram semanas de extases olhando este site... A ideia do liberal na cabeça de Carol começava a brotar, e em mim já germinava. Passamos a ver muitas fotos de casais, comecei a provocá-la, falando o quanto era ela bonita e atraente, apoiando a usar roupas sensuais e curtas, pois isso me deixava louco, ela prontamente passou a usar, sá que em locais discretos, distantes de nosso meio familiar e de amigos (São Paulo é muito grande). Usava calcinha fio dental, minissaias, saia sem calcinha, foi o máximo.rnEm muita fotos do site de compartilhamento, viámos casais em que o marido liberava a esposa para outros homens, pois excitavam-se ao máximo com isso, e elas totalmente entregues e em grau avançado de excitação. Passei a ver a situação com outros olhos e creio que Carol também.rnPassei a ficar excitado imaginando Carol com outro homem, na minha presença, sendo devorada indo ao máximo do prazer. Cenas como fazendo sexo oral em mim, e transando com outro ao mesmo tempo, ela chupando o outro e etc... mas sempre com camisinha e com pessoas estranhas e alheias de nosso convívio, como garotos de programa, ou homens ou casais liberais atraentes de cidades distantes da nossa, e detalhe SEM HOMO.rnrnUm belo dia em casa a noite, bem juntinho Carol acenou para possibilidade de fazermos alguma coisa do tipo. Daí passamos a conversar, primeiro propus o sexo a 3 com outra mulher. Ela meio que aceitou, mas pediu uma condição, deveríamos depois fazer o mesmo sá que com outro homem, já que via acontecer muitas situações como esta. Garanto, apás esta conversa nunca tínhamos transado com tanta vontade e fantasias na cabeça.rnrnComeçamos a ler sobre o assunto e descobrimos algumas características tipo: a mulher liberada pelo marido usa tornozeleira no pé direito, usam roupas curtas, fio dental e etc... (não generalizo que todas que andam assim sejam liberais).rnFantasiamos tanto e combinamos de realizar nossas fantasias.rnMarcamos um viagem a Salvador e antes de partimos vimos sites de garotas e garotos de programa (vimos os melhores e mais caros). Separamos uma garota e um rapaz.rnrnNa primeira noite em Salvador chamamos a garota. Começamos a beber vodka e conversarmos e lá pela madrugada tudo rolou entre ela e minha esposa, eu olhando me masturbando, e gozando somente em minha esposa... Depois pagamos e a moça foi embora. rnNo outro dia ao acordamos nos abraçamos e fomos a praia, mais felizes e confidentes do que nunca. Pois este segredo sá era nosso.rnrnNo terceiro dia em Salvador, ligamos para o garoto de programa, confesso que fiquei muito nervoso (morro de ciúme de minha esposa com amigos dela, conhecidos de trabalho, ex e etc). Mas por ser um completo desconhecido de outra cidade, logo liberei meus sentimentos.rn Ele chegou, digo que era um cara apresentável. Repetimos as doses de vodka e conversamos. Ele era profissional e nos deixou a vontade então começou a acariciar minha esposa e tocá-la. Eu fiquei excitado como nunca em minha vida e ela delirando a me chupar e pedindo para ele meter nela. Gozamos muito. Foi incrível. Ela a menina de família entregue ao prazer. Juramos segredo eterno até hoje. Sempre repetimos quando viajamos para fora. O práximo passo será com casais ou homens do site de compartilhamento. rnrnNossa vida se tornou mais completa. Com cumplicidade, desejos aflorados, companherismo.rnTemos a intenção de ter filhos em breve. Daí daremos um pausa na prática, mas nos pensamentos não. E voltaremos quando nossos filhos crecerem um pouco, pois nossa família está acima de tudo.rnFazemos sempre amor, desde do mais selvagem, até o mais apaixonado e romântico. Amo muito Carol e ela também me ama. Traiçao não rola. E sim prazer na presença de ambos.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de corno como minha mulher aguentou cazero jumentaõ metedo na bucetinha delaContos eroticos com lixeiro e mulher de calcinha fio dentalGravida do papai contoscontos eróticos afro ménage conto brincando na praia com minha irmãcoroas de buceta quadril e coxas enormes dando para cachorrosou cadela pratico zoofiliaConto gay velhouso fralda e calça plástica feticheinbebedei minha sogra e cumi éla video caserocontos comi minha alunahistórias de sexo o meu padrasto cominnha a mãe ea enteadacontos - menina safadinha IIImorena dansandofank na b da picinacontos eroticos fudi minha irma enquanto ela dormiacontos xupo pau desde novinhocontos sexuais de jessica no carroCONTO EROTICO GAY FUDIDO NO EXERCITO PELO DOTADOacabei comendo meu amigoPorno maes pais iniciando suas ninfetinhas no incesto contosesposa santinha liberando o cuzinho para o sogrocontos comi a mha filha novinha virgemminina pela de mostrngo a busetaOferecia dinheiro em troca de sexo com a cunhada (contos eróticos )Agostozas trazano contos betinha vendo a irma sendo fodidaSou magrinha e gosto de rolas enormes contos eróticoschupei o grelo da minha amante contos eroticosaregasando a b da nconto erotico viadinho dei meo fu virgeporno contos dopei minha tia dundonacontos eroticos de ferias em familacontos eroticos comendo o rabinho da bebadaConto papai mg fudeu de jeitovidios de zoofilias mostra homem acariciando uma jumenta com a mão na buceta delacontos eroticos o garoto perdidocontos eroticos/estupro/gangbang/final de semana todohistorias heroticas detalhistas de peitudas gostosasSempre passo o dedo no grelinho da minha netatiraram a roupa da esposa contoconto - bundinha durinha , cuzinhoapertadoContos comi a mulher de amigo bebadacontos porno incesto esporradelas e beijos bocarelato erótico real- a visitao que sua esposa achou do menage femininobronzeamento com a amiga greluda contofizemos sexo bi com um estranho contoA rainha que dava a bunda para os strapon Padrinho iniciando afilhada novinha contos eroticosEliana experimentando calcinha fio-dentalfilha dando para o primo novinho novinho amoitado do pai no XVídeoscomto erotico de esetos de novinhas vigemulher de chortinho aparesendo a beradia da bucetahistorias de meninas q foram estupradas e gostaramesposa da o cu au marido sorindafizemos sexo bi com um estranho contona buceta da velhinha contos eróticoscontos tia preferidaconto erotico Minha aluna taradaconto eroticos perdendo a virgindadecontos muito grosso e grande sofrimorena bronzeada na locadora pornôcumi minha intuadaNovinhas de cintura de pilao com seios fartos em praia de nudismozofilia homem fodendo forte acadela ela chora sentido dorcontos eroticos casada vê abelhar com pau grande no cúpesquisar saístes da putaria lésbicas como fazer sexo com uma menina virgem e quebrar seu cabassomete a rola na minha comcunhada assistir alanecontos eróticos afim do papai Contos como foi a primeira punhetinhacontos eroticos lavando roupa no tanquecontos minha cunhada de shortinhos bem curtinhoporno com primas branca de olhos verdes de cabelos ruivos bunda redonda e peito pequeno redondinho / anal/ela me endinou a roçar grelo com gtelo/conto