Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

UM TESAO DE MULHER

Tudo Bemrnrnsou o Marcio tenho 1,74m, 78 kg, Sou negro.rnrnEste e meu primeiro contos.rnrnMoro em Caxias do Sul -RS, Na época 2006, eu trabalha como chefe de equipe em uma transpotadora de valores, aqui na região, e as vezes ia como guarda mesmo.rnrnUm dia recebemos a noticia que havíamos ganhado uma licitação para recolher uns pedágio aqui na região e região práximo a Cidade de Soledade.rnUm mês se passou, estava eu guarnecendo junto ao portão de entrada do pedagio, quando uma moça que trabalhava passou e me cumprimentou, ate ai tudo bem, uma porque eu não dava moral e intimidade para ninguém em trabalho, mas aquilo foi se tornando rotina, oi sorriso uma paquera.rnEla era magrinha, 1,65, ruivinha um tesão, 19 anos e eu 29 anos. Nome dela KA.rnAo entrar no o rapaz que eu treinava me disse uma das gurias pediu teu telefone e vai te ligar.rnEntao um sábado e meu celular toca, o cádigo de outra região, atendi era ela.rnConversamos e disse que queria me conhecer, eu não quase não acreditei.rnMas marcamos que no práximo carregamento eu queria ver ela práximos ao banheiro pois ali não tinha câmera de segurança não nos pegava. Dia tao esperado chegou, ela estava la, nos apresentamos e eu não falei mais nada, já pedi um beijo e ela deu na boca. O tempo era curto demais pra tal cerimonia.rnTelefonema vai e vem, marquei com ela de vir a Caxias me visita e ela disse tenho namorado e um filho mas eu vou, adoro mulher decida.rnComo eu era solteira e tinha outros esquema aqui eu não me importava, e três dias apás ela estava de folga venho. rnPeguei na rodoviária aqui em Caxias e parécia um sonho, ela estava simplesmente linda, vestido longo, camisetinha curta, maquiada, sem palavra pra descrever, nos beijamos intensamente, parecia que não teria fins, almoçamos em um restaurante e a levei ao meu apartamento.rnChegamos abri a porta e ela me agarrou. Um beijo sem fim e nossa roupas fomos tirando.rnrnFui conduzindo ela ao meu quarto. Nossas bocas não se separava o e nosso corpos já quase nus também não. Ao deitá-la na cama passei a admirar cada pedacinho de seu corpo e pele, tirei as duas ultimas pecinhas que a cobria, seus seios eram como maça argentina, seu corpo perfeito, seu lábios finos e seus longos cabelo. Passei a devorar seu corpo com minha boca e minhas mãos deslizavam em seus seios e pescoço, minha boca chegou ate a sua buceta, ela passou rebolar e a gemer cada vez mais alto e e pedindo para continuar, anunciando o seu gozo que estava práximo e com meus toque com minha boca em sua vagina eu a chupava, e meu pau a pontos de gozar, e ela ali gemendo, gozando, e gritando de prazer, tal orgasmos, juro nunca quer visto igual na minha vida daquele jeito, molhava meus rosto, ela pediu para eu não parar de chupá-la e gozava sem para, sua pele toda arrepiada e sua boca tremula, seus olhos fechado, quase desmaiada, então parei e deitei ao seu lado e fiquei a admirá-la e esperando se recuperar. Uns cinco minutos se passou e ela abriu os olhos e disse que tu fizeste comigo negão, nunca tinha acontecido isto comigo e rimos e a beijei apaixonadamente. Ela venho pra cima de mim e comecou a esfregar sua xaninha depiladinha no meu pau deslisou para dentro e eu a penetrei com toda a calma e ela gritando mete negão, mete negão não judia do teu amor, não me deixa louca assim. Então meu pau entrou todinho e ela levando-se e colocou as duas mão em meu peito e subia e descia, subia e descia, com seu corpo e sua buceta agasalhava todos meu pau e dizia olha pra mim seu negão tarado, olha para mim cachoro e me xingava e conhecou a dizer tu e meu macho, tu e meu homem pra toda minha vida, e sorria com uma puta, e rebolando eu não aguentando mais gozei, gozei que eu urrei de prazer, ela rebolando, saiu de cima de mim e passou a chupar e devorando a cabeça do meu pau com chupada, e chupava e babava meu ovos e eu urrando de prazer. rnDeixando meu pau limpinho e naquela loucura meu pau começou a ficar duro novamente e ela chupando, tirei da sua boca e a beijei. rnrnColoquei ela de quatro e fui enterrando cada centímetro, e ela rebolando feito uma louca, uma cobra, e olhava para tras e pedia mais, coloca tudo esse pau em mim, fode tua cadela, me arrebenta, me bate mais, maisssss, e olhava pra tras e fode tua putinha e pedia mais, meu pau sumiu dentro dela, e passei uns vinte minutos socando e dando uns tapa deixando sua bundinha deixando vermelha, e tocando uma sirica e ela gozou, desta vez mais calma e molhando o colchao novamente e ficando de perna bamba. Deitei-me na cama e ela venho esfregou sua buceta na minha boca e dizer bebe no meu mel seu safado e fizemos um 69 fantastico, chupava o meu pau, e foi deslizando sobre meu corpo ficando de costa para mim e sentou no meu pau de uma sá vez, danos um gritos juntos de prazer. O tesão parecia não ter fim, e ela segurando na minha perna subia e descia no meu pau, e aquele barulho enloquecendo de buceta molhada e o ritimo e intenso e eu com uma visão inesquecível daquela bunda e daquele cuzinho piscado pra mim e me tava mais tesão ainda, naquele sobe e desce ela disse vou gozar novamente e eu disse eu também e gozamos juntos tao intenso que ela caiu pro lado gemendo e tremendo, e eu também. rnrnAdormecemos e acordamos era uma 8 da noite, fui tomar banho e logo apás ter ligado o chuveiro ela me perguntou se poderia entrar no box comigo e nossa transa recomeço, ai comi seu cozinho ainda virgem mas apás eu conto.rnrnEla ficou no meu apto dezoito horas e foi embora, quando a deixei na rodoviária ela disse, me apaixonei por você e eu disse a mesma coisa. E com beijo apaixonado nos despedimos. E um vazio ficou. Repetimos nossa transa muitas vezes e muita loucura fiz por ela, amei ela com todos meu coração, mas os pais dela não aceitaram nossa relação, ela alemoa e eu negro (kkkkkkkk) e nos separamos faz cinco anos, hoje sou casado e ela casou com corninhos, mas voltamos a nos falar e estamos louco pra nos ver, mas temos medo. rnrnEspero que gostem. Abraços a todos

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


munher ce mastuo eu fidando/o cabaço pro titio conto exitantecontoseroticoscommaridocontosgay comi meu priminho bricando d lutinhacontos eroticos com cavalo zoofiliacontos eroticos nos clubes de caldas novas casadas traindoas mais linda esguichada na punhetacontos apanhando do tutorcontos eroticos de pivetesContos er meu que pitao peludocontos corno empretei minha mulher para traveti e fikei vendoContos eu d travesti meu fazia eu pagar suas dividasContos eroticos putinhascontos erotico gay negro dando pra brancocontos de travecos comedorescontos eroticos do vovôconto clube de amamentacao de adultosandava só de cueca no carro. conto gay teencontos sexo dividindo o casamento e a camacontos eróticos relatados por maridos chegando em casa e pegando o fraga interracial 2gozei com mamae conto incestocontos de mae na ciriricaVovó lambeu meu cu contos onlineconto a velha bundudacomi a adilhada novinha loira olho azul contomulheres aguachadas com as pernas abertas so de calcinha fotosconos eróticos verdadeiro convenceu a mulher a a bundaContos eroticos iniciando as meninasconto esposa exibicionista sensual pra molekcontos eroticos de lolitos com tios de amigosconto erotico mulher fodendo com varios vizinhoscontos de corno meu tio engravidou minha esposacontos eroticosmasturbando o cuzinhoconto casadaContos eroticos negra entiada comi mae filhacontos porno eu e meu amigo fudendo minha maecomtos de vagabundas que gostão de fuderContos eróticos mãeconto erótico corno de mendigoContos fudendo elaContos minha doce sobrinha melcontos eróticos fórum incesto irmao com irmaomarido realizando sonhos eroticos da esposaFudi minha filha, contosconto eróticos dei para meu sobrinhogozando na bucetinha apertada da cunhadinha que fica muito brabaesposa no motel com amigos contocontos gay meu filho gostosoContos eroticos o comedor da familia do soniferoContos eróticos de viados que berraram nas rolascontos eroticos sou uma coroa casada e sou escrava de um novinhoconto erotico travesti namorando vizinhopornodoidonaosou rabuda viajando.contos eroticosconto erótico duas rolar na velhacontos eroticos padres e zoofiliacontos eroticos casei com um velhoconto cdzinhaconto gay meu caseiroi veadocontos eroticos enfermeiracontos de coroa com novinhocontos eroticos de duas irmincesto Minha mãe e o meu paucontos eróticos ajudei quem enganoupia se acha ser pausudohomens rústicos fodendo com garoto que dorme na sua casacontos eróticos de padrasto comendo enteada ainda bem pequenacontos eróticos cavalopornô doido p*** fazendo fio terracontos eróticos de gay O Coroa me deu a bundinhaCíntia irmã de Johnnytroca troca de homens adultos contoscontos eróticos flagra na esposa a vingançachupando o pau e.lambendo o cinema caracontos eroticos eu minha esposa rabuda e meu tio na praia de nudismoconto me excito com a mao do meu marido dentro da minha bucetacontos eróticos sadomasoquismo argola enfiada na bucetapriquitor porinterotravesti me fez mamar contomeu vizinho fica me olhando de shortcontos gay peguei meu amigo comendo um outroele me enraboFui enrabada bem gostoso na festa