Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PRIMINHA AMARRADA E VENDADA

Prima Vendada



Tudo começou em uma Sexta à noite, era aniversário de minha irmã; estavam todos os meus tios, tias, primas, etc presentes, inclusive minha prima (Michelle) que mora em uma cidade vizinha, ela é loira, 19 anos, 1.64 mts, uns 60 kg, ohos verdes e um conjunto de pernasbundas de enlouquecer qualquer um.

Todos estavam curtindo a festa de 19 anos de minha irmã, cantamos o famoso parabéns, comemos o bolo e todos começaram a ir embora; o pai de Michelle tem uma chacará aqui em minha cidade, onde eles passam todos os finais de semana. Nessa mesmo final de semana estava começando toda a nossa família iria para a chacará de meu tio fazer mais um de nossos churrascos, e meu tio me convidou para ir até a sua chacará e passar a noite lá para que no dia seguinte eu pudesse acordar cedo e dar uma geral na piscina e no campo de futebol, porque ele e minha tia iriam trabalhar no sábado de manhã. Eu achei um pouco de forgação da parte dele, mais aceitei, fui até o meu quarto, catei algumas roupas (já que iriamos passar o sábado e o dimingo por lá) e fui para a chácara.

Na chácara existem dois quartos, onde um é de minha prima, o outro é de seus dois irmãos menores (um de 9 anos e uma de 8 anos) e meu tio tinha uma suite. Eu fui dormir no quarto dos mais novos em um colchão colocado no chão entre as duas camas. Minha prima tem um namorado e por isso não vinha dormir tão cedo, eles iriam dar uma volta de depois iriam para a chácara. Como na sexta eu tinha acordado muito cedo para trabalhar, quando eram umas 4:00 hs da manhã eu já estava sem sono, fui ao banheiro tirar uma água do joelho e no caminho vi pela aresta da porta do quarto de minha prima que ela já havia chegado. Voltei para o quarto e comecei a matutar; será que se eu bulir com a minha prima ela vai acordar ?

Pra que, desse momento em diante eu não conseguia pensar em outra coisa a não ser um jeito de mexer com a minha prima. Foi então que tive uma idéia.

Meu tio e minha tia levantam lá pelas 5:30 para ir para o serviço (eles são proprietários da empresa) então eu tenho pelo menos umas três horas apás meus tios sairem para fazer alguma coisa (5:30 às 8:30); deram-se então 5:30 e eles levantaram, tomaram um breve café e foram-se embora. Pronto, agora eu estou livre para o que bem entender. Fui até um comodo fora da casa onde meu tio guarda umas ferramentas, selas de cavalos e outras bugigangas em geral; lá eu encontrei uma corda de uns 19 mts que ele usava para amarrar a lona na Pampa, foi ai que eu pensei, vou amarrar minha prima na cama, dar muito prazer a ela e não tem porque reclamar disso, certo.

Peguei a corda, uma faca e fui para o quarto de minha prima, entrei sorrateiramente e tive a bela visão de ver a minha prima de sortinho daqueles bem curtinhos e largos tipo pijama e uma camisetinha de alça; entrei, deixei a porta um pouco aberta,o suficiente para clarear o ambiente durante o tempo que iria amarra-lá, cortei dois pedaços de dois metros da corda e comecei a amarrar suas mãos na cabeceira da cama que era uma cama de casal, até ai tudo bem, ela nem se mexeu, ai eu cortei mais um pedaço de uns três metros e passei em baixo da cama e na junta dos seus joelhos, sendo assim ele ficou totalmente escancarada na minha frente. Estava tudo pronto para começar, faltava apenas arranjar um modo de tampar a sua boca para caso ela acordasse ela não gritasse, fui então até a oficina de meu tio e achei um rolo daquelas fitas bege que se usa para lacrar caixas de papelão. cortei um pedaço de uns 19 cm e coloquei lentamente na boca, e que boca, de minha prima. Agora sim estava tudo pronto.



Até preparar tudo já era umas 6:15 hs, me restavam então 2:15 hs. Comecei então a enguer a camiseta de minha prima tentando ver os seios dela. Com a camiseta dela no pescoço pude ver perfeitamente os seus belos seios, puxei o seu shorts para o lado e pude ver a sua calcinha, e fui chegando meu nariz mais perto de sua vagina e pude sentir o calor que este paraíso concentra. Comecei então a beijar a sua coxa na parte de cima e subindo, passando pelo umbigo, e chegando em seus seios, onde eu comecei a passar a lingua em volta da auréola bem leve. Soltei um pouco as cordas que haviam em seus joelhos e ranquei lentamente seu shorts e dei um beijo em sua vagina mesmo por cima da calcinha.

Peguei então e tirei sua calcinha, voltei a colocar as cordas, e pude ver os pelos já bem vastos, que cobriam a sua vagina, comecei a beijar aquele monte de pelos e a descer, beijei a parte interna de suas coxas e cheguei até os pequenos lábios, comecei a passar a lingua meio sem jeito, fui então que ela começou a ficar lubrificada e a respirar mais forte, subi então até seus seios e comecei a sugar os bicos que já estavam começando a endurecer, foi então que ela acordou e tentou me bater mas como estava amarrada não conseguiu, então eu cheguei perto do do ouvido dela e sussurrei "Não se preocupe, estamos sozinhos e não vou fazer nada que seu corpo não necessite e você não queira.";

Ela diminuiu a respiração e eu acariciei a sua orelha, seu pescoço, mas ela relutava, então eu coloquei minha cabeça entre suas pernas e comecei a chupar seu clitários, senti seus musculos sederem, parecia um prédio que estava desabando, suas pernas estavam moles, seguras apenas pelas cordas que as envolviam, senti que ela estava relaxando e começando a gostar da situação; e chupava sua vagina sem parar e com a mão esquerda ficava esfregando o bico dos seus seios, por um determinado instante eu desci com minha lingua até o seu rabo e ele extremeceu totalmente, voltei a minha lingua em sua vagina e comecei a sugar mais rápido ainda e ela gozou tão forte que eu pensei que ela ia desmaiar e tirei então a fita de sua boca com medo de ela perder o folêgo.

Fui em direção a sua boca e pude sentir pela primeira vez o prazer maior que é beijar a boca de uma mulher. Ela parou olhou fixamente em meus olhos e disse, "Vai me solta agora que pode chegar alguém." mas eu retruquei "Ainda é muito cedo e não é justo sá você ter prazer e eu não", Dito isso ela ficou branca, coloquei novamente a fita em sua boca, fechei a porta e abaixei a bermuda, liberando o meu pau, fui em direção a ela que começou a querer se soltar, mas em vão, comecei a passar meu pau em seus seios, seu pescoço e levei até seu rosto, e disse "Agora vou tirar a fita e você vai me retribuir a chupada que eu lhe dei !";

Tire a fita e levei meu pau até a sua boca, ela abriu a boca e eu enfiei meu pau, ela começou a chupar gostoso, já deveria ter uma certa experiência com o namorado, minhas pernas começaram a cambalear mas eu não queria gozar em sua boca tão já; tirei o pau da boca dela, peguei minha carteira, tirei uma camisinha, abri o pacotinho e ela disse "Você não vai fazer isso. pelo amor de Deus." eu disse "A tempos eu venho querendo te comer e agora que você já aceitou uma parte da brincadeira, vai ter que aceitar o resto.";

Coloquei a camisinha e fui até o pé da cama, fiquei olhando para minha prima que queria fechar as pernas de qualquer jeito, mas infelizmente era impossível, entrei no meio de suas pernas, ela estava aflita, comecei a passar o pau na entrada de sua vagina, comecei a penetrar, ela prendeu a respiração eu aproveitei e entrei tudo de uma sá vez, isso era maravilhoso, minha primeira penetração.

Fiquei meio sem saber o que fazer, beijei seus peitos, comecei o vai e vem, ela começou a chorar, eu bombava cada vez mais rápido, ela começou a gostar, tirei a fita de sua a boca e a beijei como se fosse a última mulher na face da terra (na realidade era a minha primeira), soltei a corda de seus joelhos e ela me entrelaçou as pernas por sobre a minha costa, eu continuava bombando; foi então que ela gozou novamente, sua pernas tremeram, ela queria gritar mais eu não deixava, sua vagina se contraia demais, parecia querer me sugar para dentro, eu não aguentei mais e gozei, gozei muito mesmo, desfaleci, fiquei deitado em cima de minha prima enquanto a soltava; assim que soltei, suas mãos começaram a acariciar minha costa, sai de cima dela, tirei a camisinha, ela virou de costas para mim, eu dei uma bela encoxada nela e ficamos ali durante uma meia hora em pleno extase.

Me levantei, me vesti, guardei as cordas, joguei no mato a camisinha e voltei para o quarto mas ela já estava tomando banho e deixou a porta aberta, eu entrei e dei um belo banho nela, as curvas bem definidas, uma loira linda, minha prima, imagina como é um cara com 19 anos, que nunca tinha estado com uma mulher em toda a sua vida agora estava dando banho em uma deusa loira, isso deve ser demais.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos erotico gay carroconto erotico esposa olhava por marido e gemia com cara safadacontos eróticos com mulher baixinhahetero batendo punheta conto gayContos eroticos comi a força a minha tiaContos eróticos papai me quercontos eroticos com a tia    chupei o grelo da minha amante contos eroticoscontos eroticos sadomasoquismo com putasconto erotico meu genro comeu meu rabo na marraminha prima me seduziucon erot vendo meus amigos estoura esposinhaRelato minha mulher no shopping sem calcinharealizei meu sonho comi minha tia perdi a virgindade conto eroticocomendo ela de saia com vizita discretamentecontos erótico de coroas casados trancando com novinho BA baladasSe masturbando conto com fotomeu vizinho deicho o filho pra mim cuida fudi o rabinhocontos eroticos minha mulher me castiga apertando minhas bolasContos eróticos de noraconto real casada gravida na surubacontos filha se fode pra aguentar a geba do pai no cuconto erodico de entiada evangelicacontos eroticos fui comida pelo cara que conserta sapatosa bumda que sempre sonhei comecontos eroticos convenceu sua mulher a da abuseta para seu sogro com fotoslevantou a saia e relou na calcinha no buzaovirei putinha do fedelho contocontos eroticos seduzi uma mulher e roubei elacontos linguada homemconto erotico fui pra fazer um teste pra trabalhar e voltei pra casa cm a buceta ardendo de tanto darpapai socou a rola na minha bundinhacontosDe repente...minha mulher fodeu com todoscontos clara minha putiacotos icesto mae e corninho aiii vai mete seu safado vou gozarPorno sauna com loira e a namorada ciumentacontos fui brincar amoite de esconde esconde e dei o cu pra todos mulequesapavorrou gostosasconto erotico sogra Alzheimerpai t***** acariciando a bundinha da filha e goza sem pararamor olha o estrago ! Falou minha esposa com o cu inchado que o amante comeuConto minha enteada safada se insinua pra mimas mais linda esguichada na punhetacontos eroticos minha mae peludapornó vaginal emcima da arvoreMamando rola na escola contoseroticoscomi minha criada boazudacontos minhamulher ea minha filha fudendo comigocontos eroticos assistiu escondidovideo porno lindinha de guatorze ano contos eróticos comi o cuzinho da larinha distraida de calcinha mostrando os pentelhodoce nanda trepando e dando gostosinho contos eroticosContos com belas picasincesto Minha mãe e o meu paucontos eeroticos peguei minha sogra no flagramorena goza se esfregando e/apanhando contosContos comi a menininhacontos eroticos rabomeu pai tem ciumes de mim contos eroticosmurhler.abusada.estrupradoconto moreno heterocontos eroticos com minha empregada nordestinacontos siririca com docecontos eroticos gang bangConto eroutico espora come maridocontos eróticos relatados por maridos chegando em casa e pegando o fraga interracial 2Conto erotico sobrinho fudeu gostoso com a tia coroacontos eróticos manauscontos eróticos arrombadameu cliitores fica marcando a calcinhatrepo desde pequenaconto xota cu irmãzinhacontoa cu pra o velhocomi minha afilhadinha contossocontos eroticos de traicao com vizinha gostosacontos eroticos na escola vi o viadonho emfiamdo um lapis no cuamigas gostam de passar margarina no corpo nuvideo de presediario comeido buseita na cadeia no dfContos gay saindo de carro a noite vestido de mulherconto erotico casal dominadoconto putinha do amanteconto erotico olhando a bucetinha da minha irmazinha dormindocontos eróticos de bebados e drogados gaysporno produto gruda pinto na bucetaa casada gostou tanto da gosada dentro q quer bizcontos eroticos homem casado dando para o primo