Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O DOG GOSTA DE LAMBER UM PAU GROSSO

Uma cidade pequena, a uns 40 minutos da cidade grande. O terreno era grande, quase um sítio, com muitas árvores e protegido por um muro de 2 metros de altura. Ali havia apenas uma cobertura onde ficavam uns suínos de raça e uma casa, na verdade uma cabana simples, com cozinha, quarto e banheiro e uma pequena área coberta, apás a cozinha. Ali ficava, de dia, o cão do sítio que, à noite ficava como garantia de segurança, vigiando a propriedade. Era um cão vira-lata, de porte médio, branco encardido com algumas poucas manchas achocolatadas. O rapaz preferiu ficar ali no sítio da família do que na casa da cidade. Achava mais sossegado, tranquilo, além do mais, poderia levar alguma moça pra lá se surgisse oportunidade. Um sábado, já se preparando pra dormir, pelas 19 da noite, foi trocar a água do dog. Já ia tomar banho e por isso enrolou-se em uma toalha pois dali iria ao chuveiro e do chuveiro pra cama. Aproximou-se do cão e agachou-se pra soltá-lo e toda vez que fazia isso o animal pulava de alegria e corria sitio adentro, feliz. Sem querer o bicho bateu com o focinho bem naquele lugar e aí a coisa começou a esquentar. O pau ficou duro. Quase sem ação, levantou-se da posição em que estava. Foi aí que o pau se revelou na abertura da toalha e, num segundo, o dog o lambeu. Passou a língua com sofreguidão. Foi como uma corrente elétrica passasse pelo corpo do rapaz. Então foi que lhe veio à mente trazer o vira-lata pra dentro da cabana. Por que não? Tava sozinho e já fazia bem um mês que não transava. Trouxe o cão pela corrente pra dentro da cabana, soltou-o na casa e fechou a porta. Apagou as luzes e deixou sá a luz do banheiro acesa, a porta entreaberta. Sentou-se à cama, o membro duro, chamou o cão pra ver o que acontecia. Tava desejando gozar no focinho desse animal. Mas não contava com a ânsia de sexo do cachorro. Cada passada de língua do cão aumentava o tesão do rapaz e o pau ficava cada vez mais duro e lubrificado. O bicho também lambia as bolas e, numa dessas linguadas, outras surpresas iriam acontecer. Não aguentando mais, a pica ejaculou esperma em abundância e, outra surpresa, não sabia que esse cachorro gostava tanto de comer a porra que lhe saía do caralho. Depois dessa gozada, pôs o bicho pra fora, tomou banho e foi dormir, aliviado.



No dia seguinte, à noite, trouxe novamente o dog e lhe ofereceu o pau duro. O bicho não se fez de rogado: lambia a cabeça da pica, as bolas e – surpresa! – passou-lhe a língua áspera no anel. Esse foi o choque maior. O prazer que teve ao sentir o bicho lhe lambendo foi fenomenal. Não perdeu tempo. Passou um pouquinho de patê de carne na entrada do bumbum querendo chamar a tenção do dog pra aquela região. Chamou o animal pra cima da cama e ficou na posição dog style. O cão começou lambendo-lhe o caralho duro. Passou a língua na cabeça do pênis, nas bolas e em seguida atracou-se à perna esquerda do rapaz, querendo fodê-la. Cão maluco. O jovem tirou-o dali e esperou que ele acertasse a posição. O cão montou-lhe as costas costas tentando desesperadamente penetrá-lo. Sentiu então a pica do animal bater na entrada do anel. Ajeitou-se pra ser penetrado. O animal tentava de todo jeito, arranhava-lhe as costas com as unhas das patas, dando-lhe picadas num vai-e-vem alucinante, mas não acertava a entrada. Foi aí que de repente sentiu o pau do dog, que não era grande, entrar gostoso. O caralho do rapaz babava de tesão, quase não se aguentando. Ia gozar logo. Foi aí que sentiu a pica do cão entrar mais fundo e com mais facilidade. Sentiu então que o bicho tava gozando na bunda dele! Pegou o práprio cacete durão e começou a bater uma senhora punheta. Gozou rápido, num gozo de alívio e com bastante leite. Que gozada gostosa! Dali a dez minutos, aproximou-se nu do cão que, de língua pra fora, deitado no chão do quarto, olhava-o, como se estivesse rindo. Em pé, deu o pau grosso pro cachorro lamber. Ele passava sua língua animal pela cabeça da pica que gozou de novo e foi tomar um banho demorado.



e-mail: [email protected]

Declaro que esta crônica sacana fui em mesmo quem a escreveu. Há pessoas que se apropriam de textos dos outros copiam-nos e os publicam como se fossem seus. Não é meu caso.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


acabei comendo minha tia contostranso com meu primo de primeiro grautitiatezudacontos mia subria noviatravestiszoofiliafotosContos eróticos meu primo meu amor minha vida metecalçinhas meladinhas nelascontos sarro gostoso com meu genrocontos eroticos baba pretinhameu tio safado gosta de mim ver de vestidinho curto pornoincesto meikilaContos minha filha de biquíniconto incesto gay peludofodendo gostosa e esporo contos eróticosOferecia dinheiro em troca de sexo com a cunhada (contos eróticos )conto erotico iniciada por meu tiomulheres aguachadas com as pernas abertas so de calcinha fotoscontos a minha prima Caçulacontos eróticos fórum incesto irmao com irmaominha mae deixa eu fuder ela contoscontos gay chorei na pica do meu irmão violentoempregada me masturbando nu contoscontos eróticos comendo vizinha sueli coroacomi a mulher estrupada do traficante contos eroticogostosa da propaganda da Tininhacontos de coroa com novinhobaixa vidio caceta de travesti duronaSou casada e chupei dois caralhos ao mesmo tempocontos eroticos de amigas na florestalembranças contos eroticosdany gosta de chupar rola peruibecontos de incestos mae puta e filho espertoContos eroticos familia sem preconceitocontos eroticos maduras tias bundascobto eróticos. chupei cu do meu maridotenho maior tesão pela minha tia velha contos eróticosxoxota toda ardida com a madeira dentroconto cabaco xota cufilhos vendo a mae transar com outos homenscontos eroticosdei meu cuzinho muito cerdo contos eróticosContos erotico filhinha 1travesti delicia de juiz de fora sendo enrabacontos eroticos ela nao aceita ser cornocontos erotikos menina de menor dando o cu a troco de balaConto erotico meti tanto q sangrouconto sexo meu cunhado meu donocontos eroticos porteirocontos de corno com pedreiros negros hiper dotados e jumentosPorno contos incesto pais e maes e suas meninas iniciando o melho sexo familhareu quero ver mulher ficando engatada fique transando com poodle cachorro poodleminha mulher para transar logo Ricardo que eu quero verconto cu de mae da sograstomando injeção com fio dentalmete até o talo tio contozoofilia homens com super vergas enormes fodendo mulhetescontos eróticos de lésbicas submissa a vizinha mandona Contos eroticos - me come vai, mete maninho.contos eroticos fui enrabada dormindoaprendi dar o cu com meu genro contoscontos eroticosmeu namorado me encoxando camisinhacontos eroticos tias e sogras casadascontos erotico de praia de nudismoMostra para mim gosto seca bem gostosa as pernas bem malhadas peitinho bem durinhoacordei com a minha enteada Camila com a b******** bem molhadaTransei com minha prima brincando de esconde escondehttp://googleweblight.com/?lite_url=http://idlestates.ru/conto_20266_eu-vi-a-mulher-do-meu-tio-chupando-outro-homem-e-s.html&ei=tl_0qaCG&lc=pt-BR&s=1&m=256&host=www.google.com.br&ts=1500401465&sig=ALNZjWmrPJUN7nKOOzozG07QgJgIUnCVKQcontos eroticos de casadas traindo com sogrocasadoscontos eroticos amiga escola chuvaContos sogra fio dentalContos eróticos dei pra todos os homens da famíliaSobrinho da Academia tia gordinha conto eroticomais que irmaos contos eróticos virgensComtos eroticos com cumada novinhaconto quando fiz dez anos dei minha xoxotinha para o meu padrasto caralhusocontos corno empretei minha mulher para traveti e fikei vendomeu irmão mim fudeu sem camisinha e eu fiquei gravidameu marido liberou também conto cu