Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CHOREI DE TANTO DAR O CU

Bem, algumas das minhas aventuras vocês já conhecem, mas agora quero relatar mais uma delas e essa é também é bem interessante. A amizade entre as meninas que estão menciono nos contos já divulgados, se fortalecia e aos poucos fomos ficando mais e mais amigas. A Lúcia, certo dia, começou a divulgar uma pequena e restrita festinha em sua residência e ao nos entregar um simples convite, além da data, da hora e do local, uma frase dizia: ´Venham para a minha festa, tragam suas energias e brinquedos para um longa noite´. Ao passar dos dias, ficamos sabendo que a festinha realmente era para poucas pessoas e que o que não faltaria era bebida e sacanagem. Conhecendo Lúcia como eu conhecia, intimamente inclusive, sabia que seria algo muito interessante e que essa tal festinha eu não poderia perder de forma algum. Ao encontrar Cheila, a qual também era convidada, combinamos para irmos juntos e claro, fizemos alguns comentários sobre a expectativa que estava sendo criada sobre o assunto. Chegou o dia da festinha, eu tomei um delicioso banho, coloquei uma roupa perfeita para a ocasião, que mesclava saia média e justa, mini-blusa e um salto dos mais altos que eu tenho. Coloquei uma langerie nova que até então nem tinha usado, linda mesmo. Encontrei com Cheila e fomos para a festinha. Ao chegar, fomos recebidas por Lúcia, que abriu um lindo sorriso no rosto e disse: ´estávamos esperando vocês´. Ao entrarmos, encontramos mais duas ou três mulheres e todas estavam bem vestidas e já tomando alguma bebida. A música embalava o início da festa e aos poucos fomos fazendo novas amizades, mas na verdade, não tínhamos nem noção do que estava por vir. Logo, Lúcia abaixou a música e disse, que teríamos um sorteio e que a festa, apás o sorteio, iria começar. Todas já tínhamos bebido um pouco e o embalo já era grande. Lúcia foi passando com um copo com um papel para cada menina da festa. Achei estranho pq Lúcia trouxe primeiro para mim e depois que tirei o papel, ela pediu licença e rapidamente saiu da sala e voltou, dando continuidade ao sorteio. Sá poderíamos abrir depois que todas estivessem com o papel na mão. No fim do sorteio, Lúcia, que foi a última a tirar o bilhetinho do copo, abriu o seu papel e falou em voz alta: ´Controle da situação e Plug Anal´. Todas se assustaram e ela complementou dizendo: ´Cada papel tem duas tarefas e todas poderão e deverão cumpri-las por toda a noite´. A segunda menina abriu o papel e disse: ´Sexo Oral e Sem Limites´. A terceira abriu e falou, depois a quarta e a quinta menina a falar fui eu, que ao abrir, disse: ´Anal Total e Sem Limites´. Eu fiquei surpresa, pois Anal eu adoro e apenas fiquei preocupada com a segunda parte que dizia ´Sem Limites´. Todas anunciaram as suas tarefas e na sequência, Lúcia veio até mim e comentou: ´Você tirou um bilhete de um copo onde todos diziam a mesma coisa e essa noite, você será minha novamente´. Aí, entendi porque ela deixou rapidamente a sala, depois que tirei o bilhete, pois nesse momento ela pegou bilhetes novos. Por alguns minutos, Lúcia sumiu e quando apareceu, estava vestida com uma roupa bem sacana e disse, para todas ouvirem: ´Vamos dar início a festa?´ Todas concordaram e cada uma foi se preparar. Duas foram ao banheiro, outras duas para um quarto e eu e Cheila, fomos para uma sala, onde nos trancamos. Nesse momento, vi que eu não tinha trazido nada e que eu tinha esquecido do que dizia no convite, para levar ´energia e brinquedos´. Perguntei novamente para Cheila o que tinha no papel dela e ela disse: ´Anal e Serviçal´. Ao voltar para a sala principal, Lúcia já tinha tirado a mesa de centro, deslocado o estofado e uma grande área estava livre e a disposição, bem no centro da sala e ao nosso lado, todas as mulheres vestidas com roupas sensuais e provocantes. Lúcia tomou a palavra e disse: ´Vamos então meninas, começar a nossa festinha e desde já, começam as surpresa, por favor meninos, entrem na sala´. Todas se assustaram e nesse instante, dois homens entraram na sala, os dois estavam apenas de cueca e máscaras. As meninas ficaram assustadas e riam ao mesmo tempo, uma encorajando a outra e todas uma dose de álcool ingerida, entraram no clima e assim, tudo estava se tornando cada vez mais maluco. Resumidamente, estávamos em seis mulheres e dois homens. Lúcia, com um novo copo na mão disse: ´Vou tirar um papel de cada vez e nele estará escrito o nome de uma de vocês ou até mesmo o meu, essa pessoa irá para o centro e adaptaremos a situação conforme seu bilhete estiver especificando´. O primeiro papel trazia o nome de Cheila, a qual ficou chocada, pois não sabia o que iria acontecer direito, pois tudo era muito maluco e um suspense muito grande estava presente no ar. Lúcia perguntou: ´O que diz o seu bilhete?´ e ela respondeu em poucas palavras: ´Anal e Serviçal´. Lúcia, linda e safada disse: ´Fará anal para todas verem e desde que seja da aprovação de todas, definir se quer que seja com homens ou mulheres e inclusive, quantos gostaria de sentir. Depois que você estiver satisfeita, será a nossa ´Serviçal´ da noite, ajudando a todos que precisarem de você´. Nesse momento, a Cheila disse: ´Um homem e uma mulher´ e na hora Lúcia disse: ´Não concordo, alguém concorda?´ E todas disseram não. Lúcia disse: ´Sugiro um homem e duas mulheres´ e todas já se manifestaram dizendo: ´Assim é melhor mesmo´. Cheila concordou e assim, pode escolher as três pessoas para irem ao centro com ela. Olhou para mim e o meu olhar sacana, a deixou com medo, não me escolhendo. Escolheu Carla, uma amiga nossa já mencionada em meus contos e Ivete, uma mulher que eu conheci naquela noite e o primeiro dos dois homens, já que eles não eram chamados por nome. Cheila foi ao centro e Carla foi logo beijando seu corpo e começando a tirar proveito da situação. As demais meninas e o outro homem, ficavam a volta, olhando e buscando cada detalhe. Em 2 minutos, Cheila estava com um Plug muito grande enfiado no rabo, o qual foi tirado de uma grande bolsa, cheia de brinquedos que estava a disposição do todos. Cheila olhava para mim com aquele plug no rabo e ao mesmo tempo, levava tapas na bunda de Ivete, que por sinal, era linda. O homem até o momento não fazia parte da brincadeira e as duas meninas estavam deixando Cheila louca de tesão. Apás cinco minutos com o Plug no cu, Cheila ganhou um fôlego, apás Ivete tirar o plug, mas em 5 segundos, o homem deu seu cacete para ela chupar, o qual era muito grande e com mais 5 segundos, Cheila ganhou um monte de creme amarelo na bunda, o que faria em poucos minutos, ela pedir e implorar para ser fodida. Com tapas seguidos na bunda e no rosto, chupando aquele cacete Cheila foi entrando no clima e muitos plug´s entravam no seu cu, logo o homem subia na safada e arrombou ela sem dá, ela gritava de tesão e deu muito, muito mesmo. Cheila foi fodida por uns trinta minutos e assim que bebeu toda a porra do homem, foi deixada de lado e sentou um pouco para respirar. Cinco minutos mais tarde um novo sorteio foi feito e a sorteada foi uma mulher chamada Vanessa, também uma nova amizade minha, feita naquela noite. O papel dela dizia ´Sexo Oral e Plug Vaginal´. Ela chupou os dois homens e mais duas mulheres e em 20 minutos estava com a boca toda lambuzada. O terceiro sorteio foi Lúcia a premiada e o papel dela dizia ´Anal e Vaginal´. Para ela foram os dois homens e Cheila. Cheila colocou um monte de creme amarelo na sua buceta e no cu dela também e em 3 minutos, Lúcia se agitava no meio da sala implorando para foderem ela, pedia por favor e enfiava dois, três dedos na buceta. Cheila meteu um plug, acho que era o maior que tinha na caixa, acho até que era para se vingar do que Lúcia tinha feito com ela no nosso outro encontro e meteu tudo no cu dela e chupava sua buceta ao mesmo tempo. Fodeu ela por uns 19 minutos e Lúcia estava extremamente obediente, fazia tudo o que Cheila pedia, qualquer posição e aceitava qualquer Plug. Aquele creme amarela e injusto, deixa a gente fora de controle e ninguém tem dá, eu é que sei. Depois de estar com o cu arregaçado, Lúcia ganhou dois cacetes, os quais eram muito grandes e os dois homens foderam ela por uns 40 minutos ainda e ela deve ter levado uns 30 ou 40 tapas de Cheila na cara. Estava fora de controle e gozou muito. Lúcia é safada demais e por isso, era a dona da festa. Com o cu totalmente arregaçado e uma buceta arrombada, Lúcia respirou depois de tudo o que aguentou e disse, o que acharam meninas, recebendo elogios de todas. Minutos mais tarde foi o quarto sorteio e adivinhem? Sim, fui eu a premiada. Lúcia, controlando a situação disse: ´Pessoal, essa adora foder e sá quer dar o cu, já arrombei essa safada e ela tem uma energia que vocês não vão acreditar.´ Ele me deixou sem jeito e todas ali já sabiam que eu era safada mesmo. Falei para elas: ´Quero um homem e duas mulheres´ e Lúcia disse: ´Para você, dois homens e duas mulheres´. Todo mundo de acordo, entrei no centro da sala, mais ou menos uns 30 minutos depois de acabaram com Lúcia naquele mesmo local, todas já estavam embaladas novamente e então, nesse momento começou a minha participação na festa. Não pude escolher quais as mulheres que eu desejava, e Cheila e Lúcia se escalaram, me obrigando a aceitar, como eu sabia que dali eu sairia arrombada mesmo, concordei e fui logo abrindo as pernas. Já de início, ganhei um forte tapa de Lúcia, bem no rosto e ela disse: ´Essa festa foi feita para você, por você e quero mostrar para todas o quanto você é vagabunda´. Isso me deu um tesão incontrolável e ao mesmo tempo, Cheila empurrava muito creme amarelo para dentro de mim, meu cu estava cheio do creme e somando tudo isso, eu sabia que seriam horas maravilhosas que estavam pela frente. Cheila puxou meu cabelo para trás e Lúcia, enfiou um Plug médio no meu rabo, o creme amarelo tomava conta do meu cu e já estava dando efeito. Lúcia e Cheila vestiram aquelas pintos de borracha e Lúcia pegou o maior de todos, era maior inclusive que o cacete dos dois homens. Cheila me colocou de quatro no centro da sala e disse: ´Bundinha bem empinada ta, porque seu cu vai ser arrombado sem dá e se você cooperar, não vai doer nadinha´. Veio Primeiro Cheila e meteu no meu cu, fodeu por uns 2 minutos e deu lugar para um homem, que me fodeu de forma controlada por mais uns 5 minutos, depois veio o outro homem, tinha um pau grande e colocou devagar, depois que estava lá dentro, metia até o talo e eu gemia feito loca. Ao mesmo tempo, o outro homem já trouxe o seu cacetão e enfiou na minha boca e eu ganhava tapas na cara de Cheila e tapas na bunda do safado e estúpido que arrombava meu rabo. Depois de uns 5 minutos passados, Lúcia se aproximou e disse no meu ouvido: ´Tenho aqui o maior cacete que encontrei e vou colocar ele com jeitinho no seu cu ta, não se preocupe´, foi bem delicada até então e na sequência me chamou de vagabunda novamente e anunciou a todas: ´vou arrombar essa safada sem dá e vou fazer ela chorar no pau´. A safada começou a meter no meu cu e Cheila segurava meu rosto, sentada na minha frente e dizia pra mim: ´força minha amiga, força´. A Lúcia meteu aquele pau em mim por muito tempo, acho que deve ter levado uma hora mais ou menos com intervalos minúsculos, meteu, meteu e meteu, sempre com muita força. Eu não sentia mais minha pernas direito, estava de quatro a mais de uma hora e até minhas costas doíam. Quando não estava mais aguentando de quatro, implorando inutilmente para Lúcia parar, comecei a chorar e implorar para parar e então, Lúcia saiu de cima de mim, tirando o enorme cacete de borracha de dentro de mim e disse: ´Falei para vocês que essa puta safada tinha energia?´ aí, ela complementou dizendo: ´Cheila, apáie o corpo dela no sofá e mantenha ela nessa posição e aproveite e vende os olhos dela´. Cheila como era a Serviçal da noite vendou meus olhos e me deixou de joelhos no chão mas com a barriga no sofá, mas eu continuava de quatro. Pelo que senti, estavam fila atrás de mim, pois a cada 2 ou 3 minutos, sentia um pau diferente entrando no meu rabo que nesse momento, coitado, já estava pedindo água. Me foderam, me foderam e me foderam até que depois de mais uns 30 minutos, os dois homens, um de cada vez, gozou na minha boca e eu tive que engolir tudo. Levei mais uns bons tapas e ouvi Lúcia dizendo: ´Pronto, essa ta bem fodida, está ganhou o que merecia, pode tirar a venda dos olhos e olhar para nás´. Quando tirei a venda dos olhos, os dois homens estavam em pé e todas as mulheres com pintos de borracha na langerie. Cheila sentou do meu lado no sofá e disse, você deu conta com todas sabia, pois quando fechamos os seus olhos, todas entraram no jogo e você virou a maior puta da noite. Todas olhavam para mim com cara de satisfação e eu estava super feliz com a situação. Estava arrombada mesmo e o meu, safado, ganhou o que queria. Fiquei super surpresa quando soube e me assustei, mas como já tinha passado e eu nem mesmo sabia o que estava acontecendo enquanto estava de olhos vendados, adorei tudo, aprovei tudo e fiquei super feliz. Deitei na cama no quarto de Lúcia, toda acabada e arrombada, esperando o práximo sorteio e acordei sá no outro dia. Quando acordei pensei: ´Será que foi um sonho?´ Mas quando me mexi e a dor no meu cu apareceu, e assim eu sabia que nada tinha sido imaginário e que aquela putaria toda tinha mesmo acontecido. Cheila ainda estava na lá e me disse: ´Mara, você foi a atração da noite e foi a coisa mais louca que eu já vi e fiz´. Demorou um dia ou dois para parar de sentir dores no meu rabo, o qual estava literalmente arregaçado e arrombado. Lúcia me deu um beijo na boca e agradeceu por eu ter vindo a festa, dizendo que a festa não teria sido a mesma se eu não tivesse marcado presença. Espero que vocês tenham gostado dessa histária e eu adoraria receber e-mails, dizendo o que você acham de mim, dos meus contos e quem quiser, pode mandar foto. Adoro me corresponder com quem lê o que escrevo. Meu e-mail é [email protected] Beijo a todos e espero que vocês tenham gostado. Leiam todos os que escrevi.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


dei a buceta pra não me entregarem contos reaisEngravidando conto CornoContos de ninfetas que gostam de andarem nuascontos eroticos sequestro cuContos quanto o cu quentamulher enfia dedo no cu epoe no nariz da amigacontos eroticos quanto vi aquele pau mostruoso o meu cu piscoMe Estruparam No Banheiro da escola contos eroticos gayscontos eroticos reais padrevendo namorada pau grande grosso traindo gozada porra contoscontos erotico na praia de nudismo com meu sobrinhocontos eróticos ele me convenceuContos eróticos puta submissa incestocontos eróticos Virei a b********* da Vilafrutaporno sou loca pa trai meu maridofotos de adoráveis travestis pirocudas nuasmalhadinha de cabelo vermelho malhadinha malhadaContos reais de sodomiaconto dei sonifero pra minha mulher dormir e outro comer elacontos eroticos sou viuva tenho um sobrinho novinhomulher madura em casa fazendo faxina bem à vontade sem roupa ou com roupa calcinha transparenteconto amelia tá bem gostosa e eu cantei pra comer a bicentinha delaconto erótico de pai fazendo o filho gay patinhacontoerotico.com/descabacei a ladraconto de sexo em estrada desertacontos eroticos gay 13 aninhoscontos eroticos mulhersibha do papaiconto vendo cunhada casada peladinhasexo contos deposito de porraContos Eroticos fudi amiga da tia choronacontos eróticos putinha na madrugada na ruacontos heroticos meu amigo hetero dormi e eu aproveito quando ele ver mim bate e depois mim comeucomendo ela de saia com vizita discretamenteesfrega conto heroticoproctologista me comeu gayconto guri pirocudo na punhetaminha irmanzinha gost fica olhando eu bater aquela ponheta no banhocontos eroticos chupar bucetacontos eroticos irmazinha se oferecendoContos eróticos de bebados gayscheirei a calcinha da minha cunhada safada contosmorena de seios gigantes e cintura fina fundendo com um homemcontos de homem com penis grosso que comeu sem camisinha a sogra contos eroticos enteada e amiga de biMinha irma adolecente taradinha em conto eroticocontos eroticos sou viuva tenho um sobrinho novinhocontos eroticos primeira transa sadomasoquista quando meu dono me deixou presacontos eróticos passando o pau no cuzinhowww.contoseroticoscurracrente velha chantageada contos eróticos relatos eroticos reais sobre ela ficou entalada eu aproveiteicolo do velho. contoporno baixar caralhogrossos conto arebentarao meu cu meumaridocoroa pede gisa pra mim safadoDei minha buceta para meu genro na presença de minha filha contos femininocontos bdsm erposas escrava submissaconto gay cu de sobrinhocontodesurubacontos mae obrigada a foder com o filhomulher de viajante contos eróticos gang bangContos comendo a surdasai a noite com minha esposa conhecemos u desconhecido que comeu minha mulhermenino de treze anos gostoso bundinha e cuzinho jeitoso contos eroticosContos eroticos gay iniciado pela maecontos eroticos gays adoro ser humilhado por um coroa dominadorcontos eroticos me mastubo brechando minha vizinhaacontos erótico comadre desmaiou marido de pau pequenocontos eróticos de casadas rabudas traindo seuDescabacei a buceta da minha prima no hotel conto erotico de primo e prima cabaço no hotelcontos eróticos de bebados e drogados gayscontos mae descabacando o filho de quinze anos