Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ESTUPRADA PELO PADASTRO

ESTUPRADA PELO PADRASTO



Meu nome, Karinee, hoje com meus 24 anos, mulher linda, modéstia a parte, tomei coragem para contar como fui estrurpada pelo meu padastro muito nova, na época a minha mãe estava separada, quando conheceu o Ivan (nome fictício), um homem lindo, muito educado, que fazia tudo para nos ver felizes, fomos morar numa linda casa onde passamos lindos momentos, ele na presença da minha mãe me abraçava e me beijava, dizia que eu era sua filhona querida, que eu tava ficando uma moça lin- da, que ia dar trabalho para os rapazes. Estes elogios me deixavam radiante, toda hora que via o Ivan, corria e o abraçava, beijava, ele sempre disfarçadamente deixava a mão passar nos meus seios que já estavam bem crescidos, passava as mãos nas minhas coxas, pois eu usava saias ou shorts bem curtos. Quase sempre ele chegava antes da minha mãe, então era aquela pegação que ele parecia adorar, pois eu sentia aquele volume ao sentar no seu colo, como eu já o tinha visto no clube com short de banho, ele devia ter um pênis bem grande.

Como eu ficava sozinha na parte de tarde eu me esbaldava, o Ivan adorava aquelas revistas de mulheres (ELE & ELA) eu então descobri elas numa gaveta do

armário, eu via aquelas mulheres nuas, tão lindas, começava fazer como elas tirando a blusa, soutien, saia e calcinha, ficando na frente do espelho, olhando meu corpo que já estava lindo, os seios tamanhos médios, os biquinhos ráseos ficavam duros que nem pedra, a minha bucetinha já estavam com alguns pelos, mas muito pouco, eu ficava com uma mão nos seios e a outra alisava minha xana, até sentir um tremor no corpo e uma sensação de bem estar, com um liquido escorrendo na minha xana. Eu me sentia muito bem, voltava para as revistas, no FORUM, tinhas os contos eráticos, comecei a ler um sobre lésbicas, onde as duas se amavam freneticamente, usando objetos diversos, vibradores, cenouras, pepinos, então tive a grande idéia, fui à geladeira peguei uma cenoura média, daquelas que começavam finas e iam engrossando, lavei bem ela e fui pra frente do espelho, fiquei de quatro olhando meu corpinho formoso, aquela pele morena, o bum bum uma formosura, então passei a cenoura no liquido da minha bucetinha, então comecei a enfiar a pontinha

no meu cusinho até então virgem, fui fazendo um vai-e-vem bem de leve, até que comecei sentir um grande prazer, estava naquilo, quando o Ivan entrou me pegan- do naquela posição, nem eu nem ele sabíamos o que fazer.

----Pelo amor de Deus não fale nada pra minha mães, por favor

----Voce vem fazendo isto a muito tempo, Karinee?

----Sim, desde que descobri suas revistas......Voce não vai contar pra ninguém, viu? Eu faço qualquer coisa, por favor.

----Eu posso te ensinar, Karinee, a ter prazer, mas você também não pode contar pra ninguém, viu, segredo nosso.

Aproximou de mim, nossa como você é linda, que corpo maravilhoso, me abraçou por trás, beijando minha nuca, pegando meus seios, senti aquele volume, que já estava pra fora, me roçando na bunda, eu quase fui ao delírio, o primeiro homem me acariciando, gozei muito, quando ele levou uma mão lá embaixo, passando os dedos nos lábios vaginais. Como era bom, gozar assim. Levei a mão para trás pude sentir o tamanho do seu pênis.

----Isso menina, sente o tamanho do meu pau, ele é todo seu pode fazer carinho nele assim você aprende.

----É muito gostoso pegar nele, nossa como é grande e grosso......

----Vem cá minha gatinha safada, vou te chupar esta bucetinha linda, senta no sofá.

Ele tirou a calça com cueca e tudo, enquanto tirava a camisa, eu admirava aquele pau, como era grande, apás ficar nu ele agachou abrindo minhas pernas e caiu de boca na minha xana, passava a língua de baixo pra cima, enfiava a língua lá dentro, quando ele sentiu meu cusinho piscando como meu gozo, ele enfiou o dedo nele, aí fui a loucura, ele bebendo meu caldinho, chupando, mordendo. HHHaaaaaaaa como eu gozei gostoso. Ele levantou e quando vi aquele pau na minha frente não tive como sair.

----Eu nunca fiz isso, Ivan

----Vai aprender agora sua putinha, é como chupar picolé, vai chupa, chupa.

Eu arregacei a cabeça do pau, levei a cabeça dele na boca, com um certo nojo, mas logo comecei ver que era bom, então eu metia a pica até na garganta, tirava e punha e com a mão nos seus cocos, logo senti que estava gozando, senti meu liquido correndo pela coxa e meu cu piscando, percebi que o Ivan tava quase gozando na minha boca, ele pegava na minha cabeça e fazia que a pica entrar até na garganta, quase engasgando, quando senti seu pau pulsando, tentei tirar o pau da boca, mas ele segurou minha cabeça com firmeza, eu tive que engolir a suas primeiras gozadas mas era tanta porra, que começou escorrer pelos cantos da boca.

---Chupa tudo, não deixe desperdiçar nada, engula tudo, vamos, quero meu pau limpo, agora, isto lamba tudo até os ovos......você ta uma putinha perfeita, igual sua mãe. Eu ensinei tudo isso pra ela.

Eu segui suas ordens direitinho, fui passando a língua em toda a extensão daquele pau, que logo deu sinais de que queria mais, voltei então a chupar com vontade que logo ele tava duro de novo. Ele me largou e foi no quarto e voltou com uma latinha que depois descobri que era vaselina.

---Vire de quatro agora, você é novinha mas acho que aguenta esta rola no cu.....né? Eu meio aturdida, falei.

---Não Ivan, não aguento, é grosso demais, vamos para por aqui. Ta. Chega....

Saí correndo para o quarto, ele tentou me pegar mas escorregou, eu entrei no quarto, mas quando tentei fechar a porta ele colocou o pé. Empurrou a porta me derrubando na cama, eu debati, chutei, gritei para ele parar, mas quanto mais eu lutava mais ele se excitava.

---Pode gritar sua vadia, o dia que comi o cu da sua mãe, ela gritou também.

Como ele já tinha passado o lubrificante no pau, ele me pegou pela cintura e me colocou de quatro na cama, ficamos na mesma altura, logo ele enfiou o dedo no meu cusinho, lubrificando.

---Por favor, Ivan, pare, vai doer, para, para.

---Olha so vou comer seu cuzinho, se não ficar quieta, tiro o seu cabaço também, entendeu?

---Por favorrrrr, não, não,

Ele tirou o dedo e eu pude sentir ele forçando a cabeça do pau no meu cuzinho, ele forçou, eu cheguei pra frente, então ele segurou meu ombro com uma mão e com a outro encachou na portinha e deu um tranco, senti que a cabeça tinha entrado.

---Aiiiiiiiiiii, ta me rasgando, para Ivan, para, por favor.

---Fique quieta, minha putinha, você logo vai sentir ele todo de você e gozar muito.

Ele começou um vai-e-vem bem suave, fui sentindo aquela tora me rompendo, sentindo muita dor, como se tivesse me rasgando, eu uma menina, aguentar um homem de 39 anos. A medida que meu cuzinho foi cedendo, ele começou a socar com mais força, socava com tanta força que sentia os cocos dele batendo na minha xana, ele me comia, falando palavrões, como se fosse as putas que ele dizia que comia.

----Aiiiiiiiiii, ta me rasgando, ta doendo, para, mexe mais devagar, por favor.

----Quer devagar, sua cadela, eu quero é rasgar este cu, nunca mais vai usar cenouras nele, sá uma pica bem grossa, viu.

----Vou enterrar até os ovos, sente ele batendo nas sua xana....sente

Eu comecei sentir prazer com a sua brutalidade e seu palavreado, logo comecei a levar o corpo para trás, para sentir o pau lá no fundo. Quando senti que ele estava gozando, eu já tava pedindo:

----Vai, enfia tudo, Ivan, me come gostoso, quero gozar também, quero sentir sua porra no meu cuzinho. AAAAAahhhhhhhhhh. Gozei.

----Como é gostoso comer um cuzinho virgem..........

Ele se jogou por cima de mim na cama, ficamos grudados, sentindo aquele pau pulsando no meu cu. Foi dolorido, mas valeu.

Fiquei dolorida uns três dias.

Tivemos algumas aventuras loucas, que contarei na práxima.



e-mail: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


relato de mae dando a buceta para o filhochantagem mãe contominha mae enfiou o dedo no meu cucontos erotico esposa propoe procumil minha vizinha gostoza fimepornotica dani buceta gistosacontos espiava travesti no banhocontos eróticos comi a bundinha da mulher do meu amigo com ele dormindo realmeu tio me comeu meu cuhttp://max prime gay vibrado cosolo esga no cu na hora vidiotroca troca de homens adultos contoscontos eroticos gay acordado na noite pelo meu paiConto erotico puta de merdaContos de mulheres que pegam marido com travestigarotinha contos eróticosconto eroticos com a namorada e minha irma acampandocontos eróticos fiz tesoura ate doer a bucetaconto erotico comviadinhocontos gay gozando pela primeira veza minha mulher engole me o pauLoira de itanhaem mostrando os peitoscontos eróticos comi minha amiga skatistacontos eroticos meu sobrinhocontos eroticos comi duas professorascomendo a prima linda do cabelo super comprido e muito vadiaconto espiando transa do tiocontos vizinha feiaminha esposa nem desconfia que eu gosto é de rola contos gaycontos eroticos gay meu tio de dezenove me comeu dormindo quando eu tinha oito anoscontos eróticos coroas na casa de repousoesposinha submissa apanhando na bundacontos perdendo a virgindade dormindobumbum arribitado na rolabucetinha esposa ccbcomo e que aimha vagina abre na hora do sexo?conto gaucha carinhosa safada com seios grandesmanteiga cu froxo cunhada bunda g contoshistórias de sexo o meu padrasto cominnha a mãe ea enteadacontos eróticos papai e mamaeesposa taradadpIrmã cuidando do irmão acidentado contos de incesto femininogozou nela e espirrou porra em mimcontos eroticos ousados com muita excitacaomeu amigo cumeu minha mae e minha irma.historias eroticasna frente a mamãe motel sábado padrastocontos eróticos procurei meu irmão si ele mastubavaminha irma seu cu cheiroso contosconto do negao velho e pirocudover videos porno com sogronasai meu cu porrnodoidocontos esposa rebolou para,amigogozei nas coxas da filha contosmeu tio me dava a mamadeirao menino da pro velho no parquinho conto eroticomulher melancia de cinta liga e espartilhoporno coroas com escorpiao na bundaque enteada pernadaa minha primeira vez com sexo canino contosfoi da aboceta vije e a romboContos eróticos jogo de seduçãocontos de tias punhetando sobrinhoscoleguinha liberal gay contoscontos excitantesde sexoconto erotico de despedida de solteiro com orgiacontos eroticos o faxineiro comeu minha mulher parte 2contos erótico filha pai e o maridoGay com mulher contozoofilia ela casou com negao mais quando viu o tamanho do pau enorma dediu ajudaa maecontos eroticos papai gozando na minha bocaadoro ser estuprada contosConto gay dei meu cu primeira vez depois da farracontos feminino vacilei e me entregueicontos de coroa com novinhocontos eronticos de mulher chupado rola no cube eronticos das cabineBuceta cabeluda em contosmeu amigo falou que quer comerminha esposacontos eroticos no consultorio medico tomando injeçãoconto menininha sentou no meu paucontos eróticos bondage bdsm mulheres que gostam de ser estupradas torturadascontos de primeira vez com meu cunhadovídeos de lésbicas com grandes mentes se massageandoprometeu dar o cuzinho virgem contos eroticosmulher emsabuando bucetaconto erotico tomando banho com minha amigavideos porno meu professor taradao me de uma carona