Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

GOZO NO ÔNIBUS COLETIVO

Meu nome é Caio, e o conto que passo a relatar para vocês aconteceu assim: Seguia de ônibus coletivo em direção ao trabalho, o calor de verão era intenso e como o ônibus estava cheio deixava os passageiros imprenssados. Eu viajava em pé, absorvido pelo pensamento de como seria o dia, de como era ir trabalhar com aquele calor imenso e o ônibus lotado. Mas eis que a vida me prega uma peça, e que peça, fazendo-me esquecer toda a situação em que viajava e até agradecer por ir trabalhar em um ônibus lotado.

Sá dei conta da morena tesuda de mais ou menos 1,70 m, lábios carnudos, olhos negros, cabelos compridos pretos sobrancelhas grossas, pele cor de jambo, seios de médios para grandes empinados, bunda carnuda, macia e empinada, quando senti algo macio roçando minha coxa, era a morena tesuda, cuja beleza e o perfume me atraíram de imediato. Maria, este era o nome da morena gostosa, vim saber mais tarde, estava com um vestido estampado, folgado e curto, de alças, com botões na frente, não usava sutiã e os seus seios quase saltavam para fora.

Olhei nos seus olhos e ganhei um sorriso cúmplice que ao mesmo tempo me deixou excitado e apreensivo. O ônibus cheio facilitava as coisas e outro toque mais a minha frente me deixou pasmo, era a popa da bunda da morena. Ela procurava aos poucos se encaixar à minha frente e já me brindava com uma banda de sua bunda carnuda e macia. Meu membro se pronunciou na hora e procurei encaixá-lo entre as suas nádegas, ela arqueava as ancas para trás, para sentir melhor o meu cacete duro e quente na sua bunda. Seu vestido entrava junto com o instrumento de seu prazer, bem dentro, bem fundo, no cavado de seu bumbum.

Maria estava com uma calcinha que de tão pequena ficava toda enterrada na sua bunda, dava para sentir, e depois pude comprovar pelo tato. A mulher era uma tarada. Suspirava e me balançava o corpo, pressionando aquele bolo de carne macia e quente contra o meu cacete enfurecido. Continuamos dissimuladamente aquele vai e vêm de quadris, aquele balanço libidinoso e alucinante, que ao mesmo tempo me deixava cheio de tesão e tenso, pois a idéia de que alguém poderia notar o que estávamos fazendo me deixou nervoso.

O tesão era tanto que resolvi ousar. Comecei a acariciar a sua bunda carnuda por cima do vestido. Fui alisando-a e sentindo como a sua calcinha estava enterrada na bunda. Desci um pouco a mão e depois fui subindo juntamente com o vestido, sentindo os pêlos macios da parte de trás das suas coxas e a maciez da sua bunda, que estava suada de tesão. Com a minha mão por baixo do vestido, alisava suas nádegas. Puxei a calcinha que estava enterrada na bunda e percorri o seu rego com os dedos, enfiando o dedo médio no seu cuzinho.

Maria estava ofegante. Seu rosto expressava o prazer que estava sentindo. Ela mantinha-se encostada em um banco. Como Maria usava um vestido com botões na frente, resolvi investir. Comecei a alisar a sua xoxota carnuda e gulosa por cima do vestido. Enfiei dois dedos pela abertura entre os botões e tive uma agradável surpresa, a sua xoxotinha estava raspadinha, o que me deixou ainda mais louco de tesão, pois sou tarado por uma xaninha depilada.

Percorri toda a sua extensão, detendo-me no seu clitáris durinho, massageando-o. Maria delirava de prazer. Sá não gritava porque estava dentro de um ônibus. Continuei alisando a sua xoxota raspadinha. Afastei a calcinha, que estava toda ensopada pelo seu néctar, enfiei um dedo na sua gruta molhada e fiquei fazendo movimentos circulares, entrando e saindo com um dedo, enquanto o outro massageava o seu clitáris.

Maria abriu um poço as pernas e começou a rebolar, não mais controlando o seu tesão. E assim com um dedo enterrado no cuzinho, outro na xoxota e outro no clitáris, ela se esfregando no meu cacete duro, atingimos um orgasmo delicioso, onde tive os meus dedos encharcados pelo seu mel. Gozei deixando a minha cueca toda lambuzada de porra. Foi um prazer indescritível o que tivemos.

Antes de chegar no ponto em que ia descer, aproveitei para cheirar os meus dedos lambuzados e sentir o aroma daquela xoxota saborosa. Mas a sensação de termos sidos observados estava presente. Descemos no mesmo ponto, nos cumprimentamos e fizemos comentários sobre a loucura que havíamos feito. Maria estava perplexa, aquilo nunca tinha acontecido, mas disse ter podido totalmente o controle. Prometemos um novo encontro para terminar o que havíamos começado, dessa vez sem ninguém por perto. As pessoas que acharem esse conto interessante e tiverem o desejo de realizar alguma fantasia sexual, entrem em contato comigo. Terei um prazer imenso em fazer contato com vocês. Caio. E-mail: [email protected] Caixa Postal 1664 CEP 59078-970 Natal-RN.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos aventura em resendecontos aprendendo o que e uma buçeta com a mamaesenta aqui sua safada contos eróticoseu confesso meu sobrinho me comeutia bate uma pro sobrinho contoscomo arrombar um cu virgem ticanovinha pauzera trepandoconto mandaram esposa toda espprradamorena cabelos pretos seios durunhos e aureulas escuras deliciaconto erotico enteadaContos eroticos seduzi a mae do meu amigo uma coroa bem recatada e dona de casaminha tia e a minha puta casa do contover vidio porno puxando berada da buceta dela pra doecontos eroticos comi minha prima dormindovi minha namoradinha perder a virgindade contos eroticosconto erotico as pregas da empregadaconto meu tio encheu a b********contos eroticos enganosou rabuda viajando.contos eroticoscomendo e sendo comido por hipermegadotadoconto erotico sou enfermeiro e nso resisti e comi a novinha dopada no hospitalgordo xupador de bct conto eroticos pornomulek chupando no peitinho da primaleitinho no copo. contosassisti vídeo porno de mulher de chortinho curto depano fino ela dentro de casafui iniciado conto realporno de tia cabelo cachaedo loira meia idade peluda com sobrinhocontoporno enfiei bananaConto erotico um travesti me algemouo cavaloenfiou seu pau com tudo no meu cu gritei de dor videos pornover vidio porno puxando berada da buceta dela pra doeconto erotico descabaçando garoto dortia e sobrinho transando quandi ela esta malhandoconto erotico paraense en salinas parapapai no cuzinho de mamãe contosComendo a amiga de da mamãe uma coroa casada conto eróticoManinho me arrombou gostosoHistorias porno minha vizinha na academia depois tranzei com ela e ela engravidosentando na rola do meu pai contos. eróticoscontos de professor e alunaconto erotico comendo o cu da professora e sua filha juntade Deus que cavalo inteiro transando ai ele tem pinando amolecer botar a mão na orelha Ela empinaconto erotico hetero fudando com mecânicos no trabalhocontos eroticos gordinha ferantemulheresporno da baladasContos erotico uma cadela para toda matilhaincesto real mãe gostosa da coxa grossa e quadril largoesbarrando na bunda da tia e rola sexocontos de vizinhasfome de pica.contos de incestometi minha esposa no porre contossenti o pau dele duro quando chamei de cornovidio porno mulher coloca vibrador de 53 cemtimetro todinho dentro da bucetacontos eróticos contei que fiz dp com negroscontos eróticos sai de casa de vestido sem calcinhaContos de travestis pauzudosporno agiota estouranda a buceta da mulher do devedocontos sexo minha esposa amigacontos eróticos e********** humilhando c****conto a velha bundudaadoro dar para o nosso cachorro contos eróticoscontos de casada rabuda fiel e fogosa cantadavendo a cunhada depilando a buceta contosContos de sexo sogro acima de 70 anos e noraTravesti fode duas coroas safadas na idade de 55 anosContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcontos/o cu da sogra era virgemcontos eroticos estuprada pelo primo da minha amigasogro saradosoxo com umanoivinhafilho tirando a calcinha da mãe . ...mas mesmoursao tio roludo contocontos eróticos casal Passei a noite no autorama no Ibirapueraananzinha contos erotcocontos eróticos de bebados e drogados gaysConto erotico flagrei meu vizinho comendo uma cabritaeu sou casada e amo zoofiliavideos de cornos que chuupamFodida no baile funk a força contosmeu aluno bate punheta olhando minha bundacontos eróticos de amigos com mts mamadasxvideos pai mete lolcamente em filha pagina1transparente e coladinha bucetinhacontos deixa tioContos eróticos menininha novinha e putinhacontos eroticos familia camping nudistacontos.virei travesti pela drogacontos eroticos depois de jenjumcasei com um homem mais velho e me satisfaço com o sobrinho dele contos eróticoscontos eroticos traindo marido na Sala ao ladocontos corno empretei minha mulher para traveti e fikei vendoPus ate ela chora conto pornogoza na minha mulher contocunhadinha de 10 sem calcinha conto eroticocontos exitantes de aline bebada com varioscomo mama um pau o bofe reclamo que eu tava sucandotoda raspada na praia de nudismo contosmeu padrasto viu minha buceta contos eroticoscontos erotico, dei pro dois amigos do meu filhocontos eroticos de incesto selvagem