Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

VIZINHA CARENTE

Vizinha carente



Caros leitores, este é o meu primeito conto postado, espero que gostem pois, é um prazer poder compartilhar experiências tão marcantes com vocês. Realmente espero que tenham átimos momentos com esta leitura.

A histária é verídica, entretanto os nomes foram trocados por descrição.

Meu nome é Marcos, e estes acontecimentos ocorreram em 1995. Eu tinha 24 anos nesta época.

Fazia um ano que eu morava naquele condomínio, era cheio de pessoas idosas e crianças. Certo dia a minha vizinha de frente, Dona Marilda abriu a porta para uma loira alta e magra (estilo manequim), aparentemente com uns 30 e poucos anos (34anos como pude descobrir mais tarde), e com um casal de filhos pequenos. Era a filha dela, que estava em processo de separação e acabara de se mudar para a casa da mãe.

Eu estava sentado em minha sala, vendo TV e vi esta cena de chegada, pela minha janela, e pensei, "humm, bah esta loirinha bem que poderia me dar mole...", mas continuei com a minha vida sem mais pensar nisto.

Umas duas semanas depois eu e mais uns amigos estavamos em uma cervejaria da moda quando, lá pelas 3:30AM, quando todos já estavam mais estimulados pelo efeito das cervejas....

Tava rolando um pagodinho, e eu ainda estva sozinho na festa, aí resolvi partir para o ataque. Assim, me virei e fitei uma loira magra e alta, e fui falar com ela.

Chengando com aquele papinho de festa mesmo, ela olhou bem nos meus olhos e falou o meu nome e falou que sabia onde eu morava epeguntou se eu não a conhecia. Minhas pernas tremeram, mas aí ela com muita simpatia falou que se chamava Débora e que era a minha vizinha de frente, e ato continuo, falou:

- Vamos dançar então, garotão?

No que já me enlacei em sua cintura fina e fomos para o meio do salão curtir a dança. No que já senti seu corpo grudado no meu. Nás iamos dançando e ela se esfregando sutilmente em meu corpo, já me oferecendo sua boquinha para ser beijada...

Ficamos na festa até umas 4 e pouco da manhã, quando ela me falou que tinha que voltar para casa, pois ela tinha filhos e poderia ficar "falada" no condomio.

Eu como estava de carona com meus amigos e ela estava de carro, pedi uma carona pra casa, já que moravamos "bem pertinho".

No que ela falou, então vamos de uma vez, senão minha mãe fica preocupada. Pagamos a conta no bar, ela avisou as amigas que estava cansada e estava indo embora.

Ela pegou o carro e lá mesmo no estacionamento começar a nos sarrar.

ela estava com muito tesão, pois se debatia a cada toque nos seus seios e em cada passada de mão em sua xoxotinha ainda que por cima de sua saia... e sá me falava que tinha que ir embora...

Foi aí qeu eu falei,(me fazendo de irritado) então vamos embora !!!

e fomos, sá que no caminho de casa tem um drive-in !!! um pouco antes de chegarmos ali eu comecei a torturá-la, afastei sua calcinha, que já estava ensopada, e fiquei passando o dedo. Quase batemos... Falei, entra no drive-in ali na frente....

Ai nao, nao posso chegar de manhã cedo em casa, ainda mais acompanhada.

- ENTRA AGORA !!!

Ela entrou, e ligou pra mãe dela dizendo que iria largar uma amiga em casa e sá mais tarde iria para casa. Agora sim, o caminho estava limpo para liberarmos nossos instinhos....

Mal ela desligou o telefone, pulo para cima de mim, arrancando minhas calças e abocanhando meu pau que nessa altura estava duríssimo e querendo saltar das minhas calças....

Ela chupou, lambeu, esfregou na cara, estava com uma saudade de vara que sá vendo mesmo. Enfiava até o fundo da garganta e tirava, uma loucura, continuou assim por um tempo e quando falei que iria gozar ela sá fez um sinal de positivo com a cabeça e mandei ver !!!

Enchi sua boca gulosa de porra bem quente, e como gozei, ela enguliu tudinho. Aí a chupei, toda depilada, e a essa altura, toda melecada de gozo, chupei um pouco e ela acabou gozando feito uma louca, quase desmaianod no capô do carro.

Abri sua pernas e mandei tudo, bem no fundo daquela buceta sedenta por sexo, nem 19 estocadas e ela já estava gozando novamente. Incrível !!!

Ela ficou paralisada por alguns instantes e logo apás fomos embora para casa, antes de me largar um rua antes do condominio, ainda tomou mais um pouco de leite, não disperdiçando nenhuma gota.

Depois ela me falou que não transava com um homem já fazia 2 anos.

Era tudo isso que eu precisava, ela estava completamente ao meu dispor, falou também que depois da separação sá vinha mantendo relacionamentos sexuais com uma amiga...

Mas isto é uma outra histária......



Contatos: [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


[email protected]meu padrasto fica excitado comigoAi tira tira, aguenta sua cadela so vou parar quando eu quiser e quando eu tiver satisfeito piranhacontos er irmas vizinhaamiga da buceta e bunda grandes contos eroticosNunca desconfiei do primo da minha namorada. Contoscomendo ela de saia com vizita discretamentecontos eroticos putinha pagando a conta do paiclassificados evangélica procurando cornocontos eroticos levando dedada do vovoconto gay tirei o atraso do meu primocontos erotico levwi minha esposa numa suruna de suprwsagostosa.encoxada gozo nela q rla nei viotravestesmamandocontos eroticos gay meu tio de dezessete me comeu bebado quando eu tinha oito anosconto. falei que queria ver ela com um dotado sequestrada e arrombada a força contoContos eroticoss adoro trepar sem camisinhaconto sou. chupeteiraboquete no casado contocomo o cheiro da maça contostraveco dominando e excitando macho em banheiro, contos com fotoscontos eroticos reais minha cunhada me seduziu e eu comicontoseroticosbernardocontos de xoxutuda dandoENFERMEIRA  filme aconzinha porncontos gay na marraDividi namorado comeu buceta contoszoofilia tesouracontos de crentisinha cusudacontos. papai da leitinhometi minha esposa no porre contoscoloquei a madame pra gritar no meu pau contosfui me encontra com o cara ele tinha um pau deliciosohistorias eroticas fudendo a madrata crentesandra trasano com amigo na casa delecontos eroticos descobri que era gay e não sabia parte5adoro dar para o nosso cachorro contos eróticoscontos minha esposa grávida chupa pautenho namorada e fui arrombadocontos eróticos crimecontos eróticospagando minha primeira dívidao ocu e bucetaMeu sobrinho me fez gozar no rio contos eroticos de gayso pipiu do papai contoscanil porn contosescurdo bucetona arreganhada foto delasporno contos casada comprando mandiocamulher fazebdo conids dr shortinho e marido psu duroPornodoido passistascontos eróticos minha esposa e os dois n***** africanoschantagiei minha irmã parte 2muile fudeo nacaxueracontos eróticos perdeu aposta e teve que dar para traverticontos eróticos vendadaconvenci minha irmã fuder comigo e gozei dentrocontos eroticos comi a enfermeira no hospitalmeu compadre tem fantasia herotica cm migo o q devo fazersó um pouquinho contos a posição cavalgada pode machucar o útero.?'contos eroticos minha mulher apanhacdzinha dando bundinha vestida de sainha rosa gosando gostoso sem tocar no pauleitinho do padrinho contos gayContos eroticos:cunhada bobinhacontoseroticos foi fuder no mato e foi comida por malandrosContos eroticos engravideicontoincestocoloContos eroticos orgia forçadacontos minha filha enrroscada na minha picacontos eroticos ai me mete me fode primo fodecontos eroticos pauzudo comendo professora lindacontos eroticos tios gordinhos tirando o cabaço do cu do sobrinho novinhocontos com sogras acima de 50anos pornôporno de tia cabelo cachaedo loira meia idade peluda com sobrinhoconto de zoofilia de uma dona de casafrutaporno sou loca pa trai meu marido