Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

UMA CUNHADA TARADA POR ESPERMA

Esta Histária que eu agora contarei faz parte de um grande acontecimento em minha vida e pôr isso devo manter os nomes das pessoas envolvidas em sigilo, Meu nome é Johnson (Fictício), namoro com uma garota de 21 anos a mais de três anos e nos damos muito bem, ela tem uma irmã mais velha do que ela 05 anos, e é um tesão de mulher e, que eu já tive a escassa oportunidade de vê-la nua, pôr algumas vezes, pela porta do quarto aberta, ou quando eu dormia em sua casa, eu acordava primeiro, e enquanto ela tomava banho, eu esperava acordado, ela se trocar de roupa em minha frente achando que eu estava dormindo. Meu pau latejava de tesão, quando eu pôr várias vezes me imaginava estar possuindo aquela divindade. Quando no dia anterior do meu aniversário ela propôs que fossemos comemorar o dia seguinte na casa de praia que o irmão dela acabava de comprar, e que éramos para fazer as compras naquele mesmo dia, quando estávamos retornando, ela propôs que fossemos logo para casa de praia, já que era pra fazer os preparativos prá dia seguinte, chegando lá, entramos, e arrumamos a casa, hora ou outra eu esbarrava nela, pra causar um clima de tesão, e eu acho que consegui, quando acabamos de arrumar a casa, ela propôs que dormíssemos lá, pois já estava tarde e ainda faltava algumas coisas para terminarmos pela manhã bem cedinho. Quando fomos surpresos pelo relágio da sala que despertava 0 horas, ela então me desejou os parabéns com um abraço que não era muito tipo daquela mulher pura e tímida, então eu preparei uma caipirosca e ofereci a ela, Ela esboçou uma reação de prazer imensa ao saborear a caipirosca, e disse que ia tomar banho. Quando aquele tesão em forma de gente saiu do banheiro, eu vi que o melhor ainda estava porvir, ela usava uma camiseta branca que realçava com delicadeza aquelas lindas tetas que eu já havia admirado inúmeras vezes e um shortinho que mostrava abundantemente a polpinha da bunda deliciosa daquele mulherão, que rebolava como uma vagabunda pedindo pica. Então ela foi até a cozinha pegou o jarro da caipirosca, acendeu um cigarro (coisa que eu fiquei impressionado, pois nunca a vi fumando, percebi que a gatinha estava expressando a sua liberdade e que também tava afim de onda) sentou no sofá e começou a assistir TV, e começamos a beber, (ela acendia um cigarro atras do outro) quando eu disse que iria dormir, ela me desejou boa noite, e eu fui para o meu quarto. Meia hora depois fui surpreendido pôr um grito, que vinha do quarto de onde ela estava dormindo, quando eu cheguei ela esta em cima da penteadeira, fugindo de duas baratinhas que estava no chão, eu matei as baratas e então ela pediu que eu dormisse no quarto com ela pôr que ela estava com medo, eu fui pegar o meu colchão no outro quarto, quando ela disse: "não precisa, agente dorme na mesma cama", e reparando na mesinha do quarto tinha percebido que ela tinha detonado a caipirosca toda, então fomos dormir, eu virado para um lado e ela para o outro, mas no meio da noite senti a sua bundinha encostando na minha, e aos pouquinhos fui me virando e apontando o meu pau pôr baixo do calção que eu usava sem cueca, para ver as suas intenções, quando eu logo percebi uma rebolada, no meu cacete, que a esta alturas já estava quase rasgando o calção, quando senti a sua mãozinha alizar o meu cacete, e continuei a me fingir que estava dormindo, quando ela então começou com uma deliciosa punhetinha que logo me fez lançar os jatos de esperma que encheram sua mão, que gozada gostosa, mas até agora não estava entendendo nada, quando uma cena linda me surpreendeu, ela levava a sua mão a boca e bebia a minha porra toda, lambendo os dedos, foi quando eu não me aguentei e perguntei pra ela: "Então você gosta de Porra né?", ela respondeu: "pra mim depois da água, é o melhor liquido do mundo, você pode me dar mais?". Confesso a vocês leitores que eu não aguentei aquela carinha safada me pedindo aquilo e logo disse: "claro, com muito prazer", ela então se levantou e pediu pra eu fazer mais caipirosca, porque queria chupar meu pinto tomando caipirosca. Imediatamente fui a cozinha fazer a tal bebida, quando eu volto pro quarto vejo aquela gostosura tragando um cigarro e me dizendo: "vem meu gostoso bota esse pau na minha boca", então prontamente fui satisfazer o deseja daquela putana, que até então pra mim era uma moça bem recatada, pêlos poucos namorados que teve, tirei meu pau pra fora, ela pegou, deu uma lambindinha na cabeça (fazendo ele levantar automaticamente), jogou um pouco de caipirosca e começou um vaivém, revezando a chupada no meu cacete, uns goles na caipirosca e umas tragadas no cigarro, e dizendo sempre: "ai como é bom chupar um pau assim, fumando, bebendo, isso que é puitaria", quando eu ia fazer um carinho na bocetinha dela ela dizia: "não, sá quem goza aqui é você", sentindo meu pau latejar, e se aproximar da Segunda gozada, ela parou, acendeu outro cigarro e recomeçou a chupeta, eu avisei que iria gozar de novo, ela começou a chupar com mais força e velocidade, e na hora da gozada ela tirou o meu pau da boca e começou a punheta-lo fazendo eu gozar gostoso e aparando todo o esperma no copo da caipirosca. Olhou pra mim e disse: "feliz aniversário", bebendo o meu esperma com a ultima golada da caipirosca, então fui pra cima dela, para retribui o carinho, quando fui surpreendido pôr ela dizendo que não estava afim e que era para ir dormirmos. Fomos dormir, e ao acordar, percebi que ela não estava na cama, me levantei e fui a cozinha, me deparando com aquele tesão de mulher que me recebeu num abraço caloroso de feliz aniversário, quando ela percebeu a dureza entre minhas pernas e disse: "Você pode me dar mais leitinho " eu disse claro e fui sentando na cadeira da cozinha e ela abaixando minhas calças e se deparando com meu pau que já estava duro ela começou aquela chupada maravilhosa, lambendo toda a extensão do meu pau, inclusive as bolas, me punhetava enquanto chupava ferozmente minhas bolas, até que em uma reação animal, eu levantei, segurei a sua cabeça e comecei um vaivém delicioso gozando dentro daquela boquinha maravilhosa, fazendo o leitinho escorrer pelo cantos da boca, pois eu gozei fartamente e ela não deu conta de todo o leitnho, mas a putinha gostava mesmo da porra, e lambia tudo até deixar meu pau limpinho. Umas 09:00 da manhã o pessoal da festa, inclusive minha namorada, já estava chegando, a galera adorou a arrumação da casa, e o restante do dia foi assim, bebendo, conversando com uns amigos, e de vez enquanto eu ia no banheiro bater uma punheta pra encher o copo da minha cunhada. Bati umas seis o dia todo, derramando num copo que depois ela completava com coquetel e bebia, sem ninguém perceber nada. Por favor gatas que gostaram do conto e adoram uma esguichada de esperma no rostinho, me procurem meu e-mail é [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos gay tio e sobrinhocontos incesto engravidando a propria tiasexo com tiabateno um poentacontoseroticosdesvirginandoo garoto me fode sempre conto gayconto erótico fui flagrado de calcinhaContos eroticos das periferiasContos eroticos de policiais sacanacontos eroticoa arronbada pelo titiovídeo pornô mulher casada fica cheia de tesão com a venda em Jarinucontos eroticos sou viciada na pica do meu filhoa massagista negao contosmua mulhes supano amiga abuseta pigano galaContos eroticosmenina de dez anos fazendo sexoContos eroticos encontreia uma calcinha da minha filha babadinhaembebedei minha irma e a comi conto eroticoxv nao aguetei e dei a buseta a meu enteadoContos eroticos cofrinho pique escondeconto erotico gay fui no baile funk e dei o cu pro travestisempre fui safadinha contos Contos de shemales taradas e safadas do pau gostosos.meu sogro me escravizou contos erotiçosusando uma calcinha pequena e morrendo de tesaimoramoa no litoral eu e minha esposa e recebemos um primo dela para pasar um fim de semana conoscoConto gay comendo a porquinha zoofiliaContos eroticos de filho encoxando a mae na cozinhacontos de coroa com novinhocontos de encoxada em mulheres passivasContos eróticos bdsm Ele costurou minha bucetacontos elas gostam de chupar e punhetaContos erotico comendo meu cachorroadoro menino sacudo contoscontos aliviando as tetas de minha irmacontos eróticos e fetiches paguei boquete no meu irmãooque falar quando um menino fala pra voce "quero lhe fuder"??contos porno sou putinha pra minha mae no puteiro da familiacontos eroticos com enteadacuriosidade da minha filha no meu pau contoscontos com a visnha casada escondido oaokinawa-ufa.ru chantageadacontos eroticos casada em casa sozinha com enteado fazendo massagemgostosao aguenta doi pipinos no cúMeu namorado me comeu com um pepino contosru e a amiga da minha esposa contovoyeur de esposa conto eroticocontoseroticosviolentadaContos excitantes sou gaúchafui bolinada na.mesa junto.com.o marido.contoscomo fazer pra minha sogra ter tezao por mimMendigo chupou meus peitoscaralhudo contocontos eroticos gay meu tio de dezessete anos me comeu dormindo quando eu tinha oito anoscoroa coxuda gozando contosirmã irmão estudando lá no exterior não tinha feito ela com tesão ele com tesão meteu a rola nela bem gostosocontos eroticos esposa me deusadomasoquista gozando com garrafa enfiadacontos de primas dando pro cachorrovoyeur de esposa conto eroticovídeos porno metendo na minha tia depois do carnavalcontos eroticos de incesto mae massagista faz massagem no filho adultocontos-contraindo o cuzinho no teu paucontos eróticos mulheres mais vadiastransando com meu brothercontos eroticossobrinha brincando com bonecaContos eroticos dei pro leke magrelo chamado Ricardocontos eróticos minha tia virou p*** do seu sobrinhocontos mulher infiel marido atento incestocomi minha irma q nei peitos tem ainda contoscontos erroticos deixei o cu da minha prima todo abertosubrinha fica com medo e obedece o tio ela da pra ele na cosinhaconto cinema porno casalcontos mae obrigada a foder com o filhodepois de mais de 20 anos casados minha esposa topoucontos eróticos surpresa travesticontos eroticos minha mulher apanhaconto minha tia tesuda peladacontos de incesto tios kerem fuder suas sobrinhascasada tarada por caninocontos eroticos na bundinhacontoseroticos anal brital no acampamentomeu aluno bate punheta olhando minha bundacontos erotixos petde minha virgindade na escolacontos eroticos comi a mulher do pastorcontos homem casado chupa picq homem casadomão amiga trêm metrô onibus show contos eróticosconto com coroas negras casadasporno éla dis méche que eu vou gozarmarido chupa rola do ricardao apos sua mulher dar o. cu pornodoido.comver entiado forçou a madrasta a tranza com eleminha tia travesti contos