Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

1 PINTO DIFERENTE EM MINHA EPOSA

Casados há 6 anos, eu e minha esposa sempre tivemos uma boa vida sexual normal como todos os casais. O único detalhe é que ela não gosta de chupar meu pau, embora eu lave ele muito bem e quase imploro pra ela chupar (pois ela adora ser chupada e eu falo pra ela que também gosto) ela sá me chupou umas quatro vezes em 6 anos de casamento. De uns 2 anos pra cá tenho tido a fantasia de ver minha esposa sendo possuída por um outro homem. Como ela casou virgem e sá conheceu a mim, sempre quis proporcioná-la mais prazer. Ela com sua educação rígida sempre disse que não, que nunca iria dar pra outro, pois eu já a satisfazia muito, então ela não tinha necessidade. Ela sá permitia em nossas transas que eu a imaginasse (e até ela se imaginasse) sendo comida por um outro homem com pau maior e mais grosso que o meu sendo arrombada como se ainda fosse virgem, pedia a ela que me chamasse de corno e que eu tinha que aprender o que uma mulher realmente gosta, e ela falava “Olha seu corno, isso é que é homem, era isso que você queria ver? Sua mulher sendo fodida por outro pau? Isso é que é pinto não essa merdinha que você tem aí”. Mas sempre ficava sá na nossa fantasia. Um belo dia convidei-a para ir a uma casa de Swing, o que ela relutou muito mas acabou topando. Fomos num sábado e ela, que é muito bonita, magrinha e com um corpinho de adolescente logo despertou olhares masculinos (e até femininos). Quando fomos a uma sala onde casais ficam transando e outros ficam olhando por fora, notei que um homem estava passando a mão nela. No começo ela quis sair dali me dizendo que não estava gostando. Insisti que ficasse e aproveitasse um pouco. Ela foi relaxando e ficando com tesão. Percebi que sua respiração foi ficando ofegante e ela sem pensar virou o rosto para o belo rapaz que a bolinava e lhe deu um beijo como há muito tempo já não me dava. Vendo isso, meu pau parecia que ia explodir dentro da calça. Voltamos à nossa mesa e comentamos o fato. Ela disse que estava com muito tesão e queria que aquele estranho a possuísse. Então chamei o rapaz à nossa mesa e disse à ele o que pretendíamos. Saímos dali pra um motel. Chegando lá o rapaz foi tomar um banho e logo em seguida minha esposa também foi. Eles tomaram banho juntos e se beijavam e se roçavam muito. Eu me masturbava olhando aquela cena maravilhosa. O que mais me impressionou foi o tamanho do pintão do rapaz que era mole, o dobro do meu duro!!! Depois do banho, o rapaz a enxugou e ela à ele. Saíram do banheiro em direção à cama, ela passou do meu lado com um sorriso maroto, perguntando se eu permitiria aquilo mesmo sem ficar com ciúme, e eu disse que este era o meu maior sonho sexual. Aí o cara me olhou e disse: “Ela é muito gata e vai ver o que é sexo hoje. Muito obrigado por me dar esse privilégio”. O rapaz se dirigindo à cama deitou-se de costas e pediu que ela o chupasse. Qual não foi minha surpresa ao vê-la atende-lo prontamente, sem falar nada, pegou aquele caralhão na mão e foi direcionando ela à sua boca dizendo: “Isso sim é um pinto que dá prazer em chupar”. Naquele momento fiquei com mais tesão ainda, pois o meu ela não chupava e agora ela estava com o de um estranho na sua boca e chupava com muita vontade e maestria. Dizia que o meu ela não gostava de chupar, mas aquele era irresistível e não tinha como não faze-lo. Em poucos minutos o pau do cara estava duro enorme e grosso e já quase não cabia direito na boca de minha esposa. Ele disse que ia gozar. Ela então me causou outra surpresa. Deixou ele gozar na boquinha dela e ainda ficou chupando aquele caralho monstruoso depois de gozado. Ela dizia pro rapaz “Como você é meu segundo homem na vida, guardei minha boquinha sá pra você, meu marido nunca a terá”. Isso me deu muito tesão e ela me chamou e disse: “Vem me dar um beijo, seu corno, era isso que você queira? Então beija essa boquinha gozada” Beijei-a com aquele gosto de porra que ainda estava na sua boca enquanto o rapaz passava a língua em sua bucetinha. Ela ofegante dizia “Amor, esse cara chupa muito bem estou quase gozando...”. De repente ela para de me beijar e fala pro rapaz “Não para, não para que eu to gozando”. Depois ela se recompôs e pediu que ele à penetrasse, mas queria que eu pegasse o pau do rapaz e dirigisse à sua xaninha. Eu peguei naquele caralhão e fui dirigindo à portinha da xaninha de minha esposa que até então tinha sido sá minha. Comecei a pincelar a entrada massageando aquela grutinha molhadinha e ela pedia pra enfiar logo, pois não aguentava mais de desejo de conhecer o sabor de outra pica. Então me afastei e o rapaz começou a enfiar a cabeça na bucetinha de minha esposa. Ela pediu pra ir bem devagar pois aquilo estava arrombando ela, como se ainda fosse virgem. Dali a alguns minutos ela estava com a pica grossa de outro homem inteirinha dentro dela. Ela me dizia: “Ai que delícia de caralho, isso sim é que é um pinto de verdade, não essa merdinha que você tem seu corno, era isso que você queria? Se eu soubesse que era tão bom e o que eu estava perdendo já tinha realizado teu desejo há muito tempo”. Eu gozei sá de ver e ouvir aquilo tudo. Eu era um homem realizado. Ela gozou múltiplas vezes naquele pinto enorme e ele, como estava de camisinha gozou dentro dela, mas sua porra não ficou na bucetinha de minha esposa. Depois ele perguntou se ela queria levar atrás também. Ela disse “Claro que não, esse pinto é muito grande e eu não vou aguentar” Aí ele prometeu colocar sá a cabecinha e ela disse que se fosse REALMENTE sá a cabecinha que tudo bem. Passei KY no cuzinho da minha esposa e o rapaz foi colocando bem devagar. Ela deu um gritinho quando a cabeça entrou e pra minha surpresa e dela também, pedia pra ele enfiar mais, mas bem devagarinho, pois ela estava se acostumando. O rapaz delicadamente foi enfiando até as bolas começarem a bater na bucetinha da minha esposa. Ela dizia “Olha o cu da tua mulher sendo comido por outro homem seu corno. Estou arrombada na frente e agora também atrás. Nunca mais vou dar ele pra você. Sá pro meu outro homem. Você sá vai ter direito de comer a minha buceta”. Ela gozou muito e eu também. O rapaz gozou sempre de camisinha. Depois que saímos dali levamos o rapaz a um ponto de táxi e fomos pra casa lembrando o que acontecera. Minha esposa estava muito feliz e satisfeita e eu também. Ela me agradeceu por ter um marido como eu e eu lhe disse: “Amor, nunca preciso te trair, pois nossa relação é átima e aberta, não precisamos da traição”.



[email protected]



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


mamae linda e brava/contosmuller comesando a goza gostozoconto estagiaria chefecontos coroas as quetasprofessora novinha e senha resolvi dar o c******porno éla dis méche que eu vou gozarcontos eroticos gang bangporno pulando carnaval com a tia o corpo da colegial tem que ser magro fetichecontos eroticos de prima chupando sacoconto ela deu e se fudeucontos eroticos espadinho com o pau Contos de deu o cu por drogasminha mãe transando contosConto porno de marido e sogrovamos a mulher Helena chupando sua filha com mulher mulher mulher mulher mulher mulher com mulher chupaConto minha mulher pegou eu dando o cuAdorei meu primeiro anal contos eróticoscontos anal coroa putinha com varioseu minha namorada e uma amiga carioca conto eróticoConto erotico a vaca do papanovinha andando de camisola dentro de casa so pra provocar pornoconto programa de putaPorno contos avo's maes lesbicas iniciando suas novinhas em orgiascontos dei para meu neto pauzudoenrabada pelo meu filho especialcontos eróticos amigo comendo mulhernamorado embreagou a namorada para foder o cuzinho delacontos eróticos no carro com meu paiconto trepei filinha amiguinha 11aninhoscontos menage peitoes vaicontossexo minha mulher negro pausudocontos eróticos solitáriocontoserticos.com icesto mae filho minha mae de 80 anoscontos papai ajudou meu cavali mim fuder e gisar ba bucetacontos heroticos de rapazes que foram comidos e descobriram que eram gaysEstorias eroticas comadrecontos eroticos morena na garupa da motoconto gay iniciado parente sozinho cuzinho leitecontos dei um beijao na boca do meu tiocontos eroticos minha sobrinha meu amor part1contos arrombei o cu dela no pique escondeconto erotico meu patrão i o gerente comeu minha esposacontos eroticos a tia que mijoContos eroticos, meu rabo tesudo e buceta cabeludaguado o cavalo tramza a rola dele fica detro da eguaConto erotico meti tanto q sangroume puxou pra sentar no colo dele - contos eroticoscontos er tioContos eroticos gosto que minhas tetas estejam vermelhas de tanto macho chupandomulher barte na bunda matrupado xvideomeu tio vez eu beber toda sua porra e viciei quando eu era novinhocontos de esposa estrupada por coroa bem dotadocontos eroticos tia da esposa dormiu em casacontos eroticos festa a fantasiaconto erótico sonífero na sobrinhacontos eroticos pivetesminha irma seu cu cheiroso contossonhador contos eróticos i****** mãe e pai f****** a b***** da filhacontos eróticos gay encarado na escolacontos eróticos meu comeu esposa dele e a minhacontos eroticos fui arrombada.pelos mendigosFui passear fui estupradofilho delicia contoSexu.com.busetas.de.7anuscoroa dona de banca em teresina dando bucetacontos mia subria noviacontos de coroa com novinhocontos minha mulher deu na frente de casacontos eróticos de bebados e drogados gayscontos devassos meu marido geme para eu chupar seu cuzinhocontos coroas as quetasinjecao na bunds porno contoacampamento com aluninhas 2 contos eroticos