Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA GATA EXIBIDA FUNDENDO EM FLORIPA

Para quem não conhece a Paty minha namorada, ela é loirinha, 26 anos, olhos claros, bundinha gostosa, peitinhos médios e uma bucetinha pequenininha, tipo capô de fusca, que eu exijo que esteja sempre peladinha, sem nenhum fio. A Paty começou a se exibir pra outros caras nas baladas, quando viajávamos de turma, na praia, etc. a meu pedido. Sempre incentivei ela comprando micro-calcinhas, bikinis minúsculos, blusas semi-transparentes, vestidos finos frente única mas que pudessem ser regulados pra ficar mostrando os peitinhos dela, etc....até que começou a dar para outros caras.

No mês passado ela viajou de férias com seus pais para Florianápolis para ficar na casa de uma tia dela que mora lá. Fiquei sabendo que aquele primo dela mais novo que tinha comido ela num show aqui em SP que fomos estaria lá também com sua mãe, tia da Paty também. Não encanei e como sá poderia ir uma semana depois, quando teria férias no serviço ela foi na frente.

Ela me ligava todo dia pra contar como foi o dia, o que tinha visitado na cidade, e namorarmos um pouco. Ela falava que tava com saudade do meu pau porque tinha 3 dias que não metia nela e aqui em SP não passamos dois dias sem fuder. Como ela estava com seus pais não dava pra ficar se exibindo descaradamente na praia mas sempre que podia aprontava das suas. Ela me disse que um dia que estava na praia de Jurerê Internacional seus pais e tios foram dar uma volta e ela ficou com seu primo. Ela disse que já estava deitada de bruços, com o sutiã desamarrado queimando as costas antes dos pais saírem e permaneceu assim conversando com o primo. Ela disse que as vezes levantava e apoiava nos cotovelos para arrumar os áculos de sol ou outra coisa para mostrar os peitinhos pro primo e para todos em volta. Ela fingia se esquecer que estava sem sutiã e deitava de novo. Disse que o primo dela já tava de pau duro e ficou puto de ter um grupo de homens do lado das cadeiras deles que ficavam secando a Paty. Ela pedia a ele para amarrar o sutiã que ia na água e quando voltava ela afastava a cortininha do bikini para mostrar a pontinha de um dos peitos, fingindo que não havia visto, e ficava de pé, arrebitando a bundinha enquanto penteava o cabelo para desembaraçar, se exibindo pros caras ao lado, ou saia da água e via que alguns tinham ido pra perto dela e na saída, ajeitava a calcinha do bikini dando aquela puxadinha pra frente mostrando a beirada da virilha e da bucetinha mostrando a todos que era peladinha...

Ela disse que quando os familiares voltavam ela se comportava mais. Mas sempre que podia ia comprar coisas nas barraquinhas da praia para o pessoal, sá pra rebolar aquela bunda gostosa que tem pros caras ali perto. Ela me ligou uma hora da praia, eu estava no serviço, e disse que estava se mostrando pra uns caras e um deles foi atrás dela numa barraquinha e puxou conversa pedindo o telefone dela para combinarem de sair de turma, etc. e se eu deixava ela dar o numero. Eu disse que tudo bem, que ela aproveitasse as férias mas que tomasse cuidado. E foi assim, numa outra oportunidade ela escreveu seu celular no guardanapo pro cara. Em casa ela ficava ticando o primo quando dava. Ela me disse que sua tia cedeu o quarto do primo pra ela dormir e ele dormia na sala, mas que ela sabia que de manhã ele entraria no quarto par pegar alguma roupa e então dormia de propásito sá de calcinha mínima e enfiada no rabo ou então com um conjuntinho de short e mini-blusa que eu dei pra ela que é larguinho no short e dependendo da posição mostra a entrada da buceta toda...ela sabia que ele via tudo...saía com ele nos shoppings de mini-saia exibindo suas coxas e coisas do tipo. Três dias antes de eu ir encontra-la em floripa ela saiu em uma balada com o primo e sua prima. Ela saiu com um vestidinho lindo que ela tem mas nada exibido por conta dos pais dela, mas na balada dançou com vários caras na pista, se esfregava neles, mas não rolou nada. Quero dizer, ela de propásito viu que sua prima estava ficando com um cara num canto da balada, meio escuro e que estavam se pegando mesmo lá, daí chegou de fininho com seu primo para dar um susto mas acabou desistindo e disse pra ele que ia sacanear a prima que tava muito “safadinha”. Ela chegou de lado e foi passando a mão na cintura do cara, como se fosse a prima dela, e desceu até o pau dele e ficou acariciando por cima da calça um pouco, depois ela disse que abriu enfiou a mão pela calça e agarrou o pau dentro da cueca batendo uma punhetinha de leve pois não tinha espaço. Ela disse que ria e o primo também porque o cara descontava tudo na prima dela, passando a mão na bunda e nos peitos delas quase engolindo a coitada. Ela disse que a prima ficou na balada e ela voltou com o primo de carro. Fingiu que cochilou no bando e ficava se virando até levantar o vestidinho mostrando a calcinha de renda pequenininha que ela tava usando. Ela me disse que o primo dela, que tinha bebido um pouquinho, tomou coragem e foi passando a mão de leve na buceta dela e como ela não "acordou" ele foi avançando e por fim tava com a mão dentro da calcinha dela, arriada, batendo uma siririca pra ela e enfiando os dedos na buceta. Ela pra provocar fingiu que estava falando dormindo e dizia "Vai Vitor, me faz gozar, vai, depois me fode igual seus amigos fazem, me deixando arregaçadinha...". Ela disse que quando terminou de falar o primo dela ficou meio parado, deve ter horrorizado com a confissão que ela já tinha trepado com amigos nossos...

Eles foram chegando em casa e ela já tava toda gozada e ensopada. Ela "acordou" e disse pro primo que tinha tido um sonho gostoso. No dia seguinte ela me ligou e disse que tava ficando com muito tesão que era pra eu ir logo pra lá, que ela precisa de um pau pra assentar, que tava com saudade de ficar cheinha de porra e outras sacanagens. Eu perguntei pra ela se ela estava sozinha e ela não respondeu, daí eu perguntei se o primo tava perto e ela disse que sim. Depois ela me falou que ele tava na varanda da casa e podia ouvir tudo por isso que tinha falado aquilo!

Nessa noite, um dia antes de eu ir pra lá, ela ia sair de novo com o primo e a prima para outra balada, acho que na Lagoa da Conceição, e o tald o cara ligou pra ela pra sair e ela disse que estaria na tal balada que se ele quisesse podia ir lá. E não é que o cara foi mesmo? A Paty me disse que ela já estava lá quando chegou. Ela foi de shortinho curtinho branco, um tamanhquinho e uma blusa batinha rosa. Ela fica um tesão assim quando tá queimadinha de sol! O cara chegou com os amigos e rapidinho já estavam enturmados, inclusive o primo e a prima dela. Ela dançava com o cara que pegava ela, encoxava, ela rebolava no pau dele e ele ia abraçando ela, beijado o pescoço (ponto fraco dela...), passava a mão pelos peitinhos primeiro sutilmente mas com o sinal verde dela, apertava na cara mesmo com ela de costas pra ele, passava a mão de leve na bucetinha dela que, segundo ela, tava marcando muito o short pois quem conhece ela sabe que ela tem aquele capozinho na buceta, deixando aquela racha no tecido do short, foram ficando nesse amassinho e ela foi no banheiro e me ligou contando tudo. Eu perguntei se ela tava gostando e ela disse que tava uma delíciae perguntou se podia continuar e ficar com o cara, pois tava muito carente. E disse que tudo bem, mas para não dar pra ele porque eu não tava perto e podia ser perigoso. Ela agradeceu muito e disse que ia aproveitar no que desse que o cara devia ter um pau grande porque tava de calça laraga e ela sentia tudo na bundinha enquanto dançavam. Ela disse que ele era meio fortinho e ela sumia no meio dele quando ele abraçava ela...Nossa fiquei de pau duro na hora!

Ela voltou pra dançar com o cara e logo estavam se beijando. Ela disse que puxou ele pro canto e ficaram se amassando lá. Ela disse que o cara tava tão tarado que tentava enfiar a mão no short dela mas como era pequeno e justinho não cabia. Ela abriu o botão e o ziper pra facilitar e o cara foi puxando a calcinha dela pra cima, para fora do short enfiando mais pra dentro da buceta e da bunda dela até que ela dise "Ta querendo rasgar?" e sem responder o cara deu um puxão e rasgou a tanguinha dela, puxando pelo lado. Ela disse que não acrediotu naquilo mas ficou super tarada e puxou ele pro banheiro masculino que tava do lado. Entraram em uma cabine e ele jogou ela assentada no vaso, tirou o pau pra fora e ela foi caindo de boca chupando até ele gozar escorrendo tudo pelo queixinho dela. Ela mesmo levantou e tirou toda a roupa ficando peladinha, mostrando seus peitinho lindos que o cara já conhecia da praia e aquela bucetinha pequena e pelada dela e perguntou pro cara "tá satisfeito agora? Viu tudo que queria ver na praia e não conseguiu?" Ela disse que o cara avançou com o pau duro pra cima dela e ela se reclinou para trás na parede e disse "Pode usar do jeito que quiser mas enfiar aqui (e abriu a bucetinha mostrando o buraquinho rosa) sá meu namorado" Dai o cara disse "vc tem namorado? Cade o cornão que não tá aqui pra te comer" e foi atacando. Ficou esfregando o pau na buceta molhada dela, passando a cabecinha na portinha da buceta dela mas ela não deixou ele enfiar porque eu tinha pedido. O cara chupou ela toda, enfiou os dedos e a fez gozar três vezes antes de gozar de novo, em cima da bunda dela.

Ela me disse que deu a calcinha rasgada pra ele de presente e que não era para ele ligar mais pra ela porque o namorado chegaria no dia seguinte e ela ia ter um pau pra fuder ela...sairam de maos dadas como se fossem namorados.

Ela voltou pra casa com o primo e a prima e o cara tava inconformado dela ter me traido e coisa e tal...mal sabia ele que ela tinha quase trepado com o cara no banheiro. Eles chegaram em casa e foram discutindo até o quarto dele onde minha namorada ia dormir, pois ele ia pegar seu pijama. No outro dia, o primo dela mal olhava na minha cara de vergonha. Ele não sabia mas eu sabia de tudo. Passamos o dia na boa e a noite pra dormir a mãe dela disse que eu dormiria na sala e a Paty com seu primo no quarto dele afinal eram parentes e dormir com o namorado não podia...sabe essas coisas de mãe que não sabe de nada...

Nás ficamos assistindo TV no quarto dele até tarde e todo o pessoal foi dormir. Quando percebemos estávamos sá nás. Eu deitado na cama com a Paty e o primo dela assentado no chão vendo o filme. Uma hora comecei a beijar a Paty e uma coisa foi levando a outra e rapidinho estavamos num amasso e ela com meu pau na mão batendo punheta. O primo dela tava sá olhando até que ela disse "pode me comer que meu priminho que adora ficar me espiando vai até gostar de me ver levando pau na buceta" foi levantando a saia, arredando a calcinha e assentou no meu pau de uma vez começando a rebolar e gemer muito. Dai pra provocar eu perguntei "Nossa Paty, sua bucetinha pequenininha tá muito larga, o que houve?" Vi que o primo dela ficou vermelho na hora e ela disse olhando pro primo "Não sei, vc sabe porque?". "Será que andaram enfiando alguma coisa aqui?"e gemia mais ainda. Meti de todo jeito na Paty e o primo dela já tava batendo punheta até que ela tava deitada de bruços, levando vara por trás na buceta e esticou a mão e pegou o pau do primo para punhetar e disse "eu faço isso melhor que vc, não é amor?" e olhou pra mim? Dai eu disse "acho que sim, nenhum amigo nosso reclamou ainda, né?". Dai quando sai de cima dela pra mudar de posição ela se virou de frente, arredou pro lado do primo e abriu as pernas colocando-as pra cima e disse, "quer terminar de me arrombar?" e mostrou aquela buceta toda aberta e vermelha de tanto levar pau. O cara foi levantando e mirando para enfiar até que ela tampou a buceta e disse "Isso aqui tem dono, pra meter aqui tem que pedir pro meu namorado” e ele disse "cara,. posso comer ela de novo?" e eu disse "mete logo ai e arregaça sua prima putinha!" e ela disse "tá bom eu deixo vc me comer mas quem enfia seu pau aqui é meu namorado!" Eu não entendi nada mas dai ela me puxou pela mão e colocou minha mão no pau do primo dela e disse "Vai amor, traz ele aqui pra dentro da minha buceta!" Eu nunca tinha segurado um pau na mão, mas levei até a buceta dela, abri os lábios e posicionei no buraquinho pro cara enfiar e ele socou muito nela, balançando até a cama. Eu agora que fiquei olhando e ela pediu pra eu chupar o clitoris dela e cai de boca. O primo fodia a buceta e eu chupava o grelo. Era demais ver aquele pintão a três dedos na minha cara socando na buceta da minha namorada. A Paty gozou quase gritando, mordendo o travesseiro e ficou esticada na cama se contorcendo sozinha...eu já tinha gozado e o primo dela não, daí ela pediu pra eu dar leitinho do primo dela pra ela beber e foi pegando, minha mão e pondo no pau do primo dela de novo, se abaixou e abriu a boca na frente do pau dele e disse "vai, faz ele encher a boca da sua namoradinha de porra. Já levei na buceta e agora quero beber”. E lá tava eu batendo uma punheta pro cara na frente da boca da minha namorada até que ele gozou muito na cara dela. Ela juntou tudo com a mão e pos na boca, lambeu meus dedos que ficaram um pouco melados também, juntou tudo na boca e depois veio me dar um beijo. Nem tive tempo de reagir e ela já tava com sua lingua dentro da minha boca, cheia de porra do primo dela. Resolvi entrar na dança e ficamos no maior beijão de lingua, que escorreu porra até pelos cantos, ela vinha e lambia e nos beijávamos de novo. No final quando não tinha mais porra pra dividir, ela me disse "e ai amor, gostou? sentiu o gostinho que dá tanto prazer pra sua namoradinha? gostou de segurar o pau que me fudeu a buceta toda?" e eu sá ria, "então de agora em diante sá dou minha buceta pra pau que você colocar lá dentro, tá?". No dia seguinte voltamos para SP.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Contos eróticos minha gata fode com todoseu confesso so faltei esfregar a buceta nele e ele nao me comeucontos erotico de praia de nudismohetero dando a bunda contofui pintar a casa da minha cunhada com ela e minha esposa e o marido dela cantos eroticoscontos eróticos virei strip-teaseconto gay vendedorsou puta do meu cachorromuile fudeo nacaxueraConto erotico levantaram minha microsaia e me comeram gostosocontos cu docecasa dos contos erotica me doparamcontos chupou meus peitinhos levantou meu vestido e puxou a minha calcinha e me rasgou e eu gritava de dorminha esposa nega mas eu sei que sou cornocontos eroticos e tome gozada na caracontos eroticos torando o cu da novinhaContos sempre fui o viadinho de todos os homens da familiacontos eroticos fudendo a mae travesticontos recentes incestos encoxados segredos flagradosconto erótico gay comi meu irmãoa foder a policial na rua contosvelhos peludos gay contoscontos com fotos no carnaval levei chifredepilei meu filho contoscontos eroticos maduras tias bundasme cumera porque tava sem calcinha negros cotoscontos de coroa com novinhohome acordo de manha com uma bela chupada do pauquando a menina sentou no meu colo contos eróticospornodoido dona de casa chifra rapidinha cm amigoconto erodico 5 amigos me fuderaoMinha namorada festa na chacara cornofotos chapéu ao traveco até ele gozacontos arrombado no banheirocontos eroticoso cu da cadelinhacontoseroticosiniciandocontos comi minhas filhasvídeo de gorda lavando o rabo ensaboadocontos eróticos esposa queria descobrircontos eróticos bem depravado de bem picantejogo de carta em aposta conto incestoMeu sogro cheirou minha calcinhacontos verídicas de sexo em montes clarosConto de sexo me venderamcontos eroticos infanciacunhada na cadeia contoscontos comi a japonesa rabuda casadamaniaco goza na bunda da mulher de fio dental no marconto como tornar cornoconto gay meu sobrinho virou amantesexo porno safada do sitiotudo no cuconto eroticos a buceta da minha esposa so cheirava porracontos tias de 29 anos loiraf****** a b******** da filhinha inocente contos eróticosgarota adolecente safadinha mostrando ospelinhos da bucetacontos eroticos de teen com coroascontos de coroa com novinhocontos de putarias gays/ flagrei o meu amigo comendo o cu de seu filho veadinhopapai me ensinou chupar buceta conto eroticocontos de foder empregadaCONTOS EROTICOS MAMAE METEU COMIGOcontos eroticos eu ajudei meu amigoEstupro gay conto gay pedreirochuupadamulher casada e evangelica dando o cu,contos sexnegao lingerie conto eroticoconto eróticos comi minha prima mae solteira carenteConto sogra magrelinha gosta de orgiaContos eroticos... Cunhada usando um vestidinho curtoporno contos eroticos fui enrabada pelo meu irmaoconto no colinho sem calcinha sentada num jumento humanoainda havia dor mamilo grande e pontudo vídeo pornôcontos erotikos comendo o cu da minha madrinhaporno coroas com escorpiao na bundaContos erotico uma cadela para toda matilhacontos a novinha comadre carente