Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SOBRINHO REALIZA SUA FANTASIA COMIGO UAU

Bem vou começar desde o inicio como transei com meu sobrinho leo que tem 19 anos bem era dia 25 de março estava bem calma em casa com raiva de algumas coisa quando Vim para o pc mexer um pouco para me relaxar do estress e da canseira da vida pq meu marido ja nao estava mais comigo estava a trabalho numa predio na frança fazendo a instalaçao da rede de la quando ligo o pc tudo certo derrepete o monitor desliga fiquei puta da vida liguei para a casa da minha mae derrepente quem em atende e leo depois das perguntas tudo normal chamei ele para a minha casa ver meu pc quando ele chego estava de short e uma regata olhei para ele vi que eles estava un gato mais tinha medo de me ofereçer a ele entao pensei comigo mesmo vo tentar provocalo fui athe meu quarto dizendo pera qeu vo me troca ele disse tudo bem fui a meu quarto tirei minha calça qeu era minha calça en qeu eu malho na academia a calçinha era preta estilo fio dental socada no cu tirei a calçinha e recoloqui a calça olhei para minha buceta estava bem amostra tirei a camisa e coloquei uma blusinha fina preta voltei a sala aonde estava o pc vi leo tentado achar o defeito eu falei e ai meu lindo acho o defeito ele disse nao estava dificil ele pergunto se a tomada estava liga eu disse acho que sim sim so eu uso neh ele disse tem geito de voce olha eu disse deicha que comigo me abaixei fiquei de 4 para leo e entrei quando eu lembrei que estava sem calçinha pensei e agora ou nunca enfie a mao na tomada e tum o monitor apareceu ele disse olha ai o problema estava na tomada pensei nossa ele nen olho eu disse fica mexendo no pc enquato vou a padaria entrei no banheiro lavei a mao fui ao quarto trokei de roupa toda e la fui eudemorei praticamente uma hora quando olhei no relogio nossa voltei vuando pra casa leo estava normalmente na sala fui ateh meu quarto quando vejo a calçinha estava mexida pensei qeu seria o melhor momento peguei a calçinha pra lavar cherei ela nao estava com a porra dele entao pensei ele so cheiro peguei a calçinha passei na frnete dele parei e perguntei e ai o pc ta ele disse ta otimo cheguei masi perto dele e começei a fazer uma massegem en seu onbro ele aparento nao gosta entao parei fui ateh o quarto novamente e coloquei a mesma roupa quando tirei a calçinah qeu estava usando nossa tava toda molhada entao flaei e agora peguei a calçinha rpeta e enfiei no rego e fui ateh a sala quando vi leo com a mao no saco fui logo dizendo olha aki a tia ele fico muito vermelho tirie a calçinah e disse vem aki chupa ela chupa na hora ele se viro e disse tia ta doida eu disse vem logo depois nao vo dar mais pra voce aproveita agora na hroa ele me agarro por tras começei a a abaxia o short dele tirei o pau dele rpa fora e disse se quer que eu chupe ele disse sim chupa vai falei antes bate ele na minha cara nao era muito grnade nen muito pequeno devia ter uns 16cm e 3cm ele bateu aquele pinto na minha cara começei a chupar tirei seu pinto da minah boca e disse quando for gozar avisa pra nao goza na minha boca viu ele disse ta na hroa en qeu voltei a chupar ele epgou minha cabeça suavemente levando a seu pau derrepente agarrou com força e comeu a fazer o via e vem rapido eu estava quase vomitado quanod vem um jato quente na minha garganta seguindo de outro 3 pensei que fosse urina mais tinha gosto de porra fiquei louca levantei e fui vomitar voltei e deilhe um forte tapa en sua cara e disse ta me achando com cara de puta ele disse nao to achando a senhora e fiquei muito revolta com ele começei a bater nele com odio ele me agarro e disse voce e tao safada que da a bunda pro seu sobrinho eu disse ou voce para ou ligo pro seu pai ele me agarou forte e disse vai ligar rpa quem sua vadia começei a chorar ele me agarro e miro no meu cu estava com muita raiva e disse seu bastador nao vai me comer nao nunca me arrenpedi tanto de dizer akilo ele me bateu furiosamente na minha bunda chorei de medo e de odio quando ele soco no meu cu estava quase doendo muito ele me batia no rabo e disse vai cu largo nen e apertado mais neh safada nao era meu sobrinho aquele comerdor de cu furioso me batia e comia meu cu socou uns 19 minutos nunca tinha ido tanto assim derepente sinto um liquido sair eu pensei dever porra dele ele disse olha que puta isso aidna sagra ele socou amsi forte eu dava berros ele tapou minha boca e socou no meu cu mais 3 min utos depois gozou dentro do meu rabo 6 jatos muito fortes tirou seu pau lambuzado de sangue e porra sentou no sofa e disse vem chupar cadela e ser moder apanha qeu nen uma puta denovo eu tentai controlar a situaçao dinovo dissndo nao tomei o maior tapa da minha vida na bunda fico a marca da mao dele corri chupar epsnado qeu ele iria me bater mais se eu nao chupasse fiqui com muita vontade de vomita mne segurei an hora en qeu terminei ele em abraço e disse qeu tinha realizado uam fantasia dele mee rabo estava muito vermelho masi foi umas das melhor transa da minah vida

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


comendo uma velhinha de 90 anos contos eróticoscomi minha filha no carro contocontos de mulheres casadas que colocaram o dedinho no rabinho de seus maridos e eles adorarammeus tios uma historia real 1tanguinhas usadas contosmeus tios uma historia real 1bucetas no bairrofazendinhachantageada e humilhada pela empregada negraFuderan meu cu e minha esposa ajudou os carasmae e filha de fio dental na praia e do padrasto contoContos eroticos novinha virgem sendo arrebentada pela mulecadasContos eroticos mostrando a xota na livrariaContos heroticos esposa quer muitas picascomo fuder com banana verdeJamanta comeu meu cuzinho a forçanegoes jegudos na punhetaconto gay eu e meu irmao viramos veadoe bom de maismete na minha vizinha gordinhacontos eróticos-leite condensadoContos eroticos casais e pintudos fantasiascontos pivete negro faz casada urra na varacontos genro me comeueu sou de bauru sou casada e gosto de encoxadas nos onibus minha iniciacao na zoofiliaContos eroticos noviça virgemconto porno teen gay free mulato favelacontos eroticos meus primos me arregacaram o cuCasa dos contos eroticos gay amarrade e emrabado por quatro amigos taradosFudi minha filha, contoscontos eróticos crueldade com cornocontos eróticos me obedece putinhacontos necessitava de rolacontos esposa evangélica e cunhadaconto erotico cachorro lambe paumeu namorado pediu um tempo fiu pra balada e aprontei conto eróticosEu homem casado fui cadela de cachorro contos eroticoscomi a madame na fre.te do marido. experiencias sexuais.cavalo mangalar goza na boca da coroa resen separadameninas com bucetinhas piticas pornomasturbando com as amigas contocontos eroticoscomi a moca da auto escolaconto esposa pelada na frente do meu paicontos exitantes estava muito triste e carente meu cunhado chegou na minha casana casa de swing recife contoconto erotico confessei para o meu maridocontos novinha e o velho roludocontos gays cheirando paucontos horoticos verdadeiras pelotasconto eu e meu sobrinho metendo vai fode o rabo da titiaa patroa e a filha. conto eroticocontos eroticos comi toda a familiameu coninho deixou nosso filho mim fode gostoso contotirando as pregas do cu da joycebuceras com paj giganti dentrofazendeiracontoseroticoscunhadinha gordinha novinha naum aguentou e mi deu xvideoscontos eroticos. traicontos eroticos de primos q ficaram com primasMinha esposa é muito gostosa mais eu entreguei ela para outro homemConto namorado da minha mãecontos eróticos locador com comeu a inquilinaContos filho namorado "pintinho"contos sexuais de jessica no carrofoda interracial dezenho foda com a sinhaXvideo aguentando paenormecontos eroticos de padrinhos e afilhadas que engravidamcontos comiminha primacoto erotico transex e novinho teenConto erotico gay rasgaran meu cucontos eroticos de comi minha. sogravideo porno de anos gozando dento e escorredocontos sexo família bicontos de uma morena malhada do rabao casadaeu e minha sogra coroa conto eroticovi meu filho na punheta