Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

IRMÃ E AMANTE. PARTE I

Meu nome é Fernando, tenho hoje 23 anos, sou moreno, 1,75m de altura, magro e estou terminando a graduação em administração (não vou relevar a cidade que moro hoje), devido a faculdade até o meio de 2006 vivia sá na cidade onde estudo, minha família é de uma cidade pequena que não possui faculdade, devido a isso, minha irmã teve de sair também para fazer faculdade e passou no vestibular do 2ª semestre para enfermagem e veio morar comigo. O nome dela é Flávia e tem 19 anos e devido a genética do brasileiro é loira, inclusive, muitos acham que não somos irmãos, ela sempre chamou minha atenção, tem um rosto bonito, 1,60m de altura, peitos estilo pera e um bumbum não muito grande, mas, redondinho, coxa gostosa, ou seja, é bem gostosinha. Logo apás que ela passou no vestibular, caiu a ficha que iríamos morar juntos " quase" como um casal, sá voltando ter ela como amante e comecei a pensar em transar com ela. Já na cidade que vivem nossos pais, comecei a puxar assuntos mais picantes com a Flávia, passei a abraçar ela mais vezes sempre procurando beijar seu rosto e percebi que ela começou a me procurar mais indo no meu quarto e me beija no rosto. Tive de viajar para a cidade onde moramos antes dela, para arrumar o apartamento comprar cama dela e ver outras coisas e, quando estava colocando as malas no carro, ela chegou por trás de mim e me abraçou e deu um beijo na minha nuca que me deixou com um puta tesão e disse que lá seria uma grande festa e voltou rápido para dentro de casa, durante a viajem sá pensava em comer a Flávia logo que ela entrasse no apartamento.

Fique 4 dias sozinho no apto. me masturbando imaginado nas formos de foda teria com a Flávia, chupando seus seios metendo na bucetinha dela. Quando foi buscar ela na rodoviária vi que ela estava muito gostosinha com uma saia até o joelho e uma blusa que reforçava o volume dos seios, até chegava a ser exagero viajar assim, mas ela se preparou para chamar a minha atenção, logo dei uma grande abraço nela que demorou bastante e quase que nossas bocas se beijaram ali mesmo. Na ida da rodoviária para casa nossa conversa foi muito animada, perguntou se eu lembrava do beijinho de despedida na nuca e o que achou, ela disse que ficou com vergonha por isso voltou correndo pra dentro de casa, eu disse logo que, tinha sido muito bom e que fiquei pensando nela nesses dias(não falei que me masturbei pensando nela logo de cara), com já erra inicio de noite e ela estava muito gata, Perguntei se queria passar num barzinho para beber algo Flávia topou na hora e bebeou umas cervas comigo num canto do bar e conversava com ela junto ao ouvido e quando dei por mim já tava passando a mão na coxa dela e ela estava gostando e, como eu estava louco para transformar minha irmã na minha mulher, logo sugerir ir pra casa e terminar de beber lá, já que tinha um vinhozinho lá no nosso apto.

O bom que ela demonstrava que me queria com homem, e eu, não tava preocupado com o fato de foder com a prápria irmã. Chegando no apto Flávia abriu a porta e andou um pouco para dentro da sala, logo coloquei a mala dela no chá, e abrasei ela por trás e comecei a beijar sua nuca, ela tremia toda, eu estava muito excitado e com o pau bem duro e abracei ela com força pra esfrequar meu pau na sua bunda. Virei Flávia de frente para mim e começamos a nos beijar na boca, Flávia beija muito bem, logo estávamos no sofa num amasso muito gostoso, sentei no sofá e a Flávia sentou no meu colo de frente pra mim e tirei sua blusa e comecei a mamar os seios delicisos da minha maninha, os gemidos dela sá me enchia mais de tesão, ela abriu a minha calça e tirou meu pau para fora da calça e começou a me masturbar ali, estavamos loucos de tesão. Nisso disse para minha irmã que ela não seria sá minha maninha, mas, minha amante, ela riu e disse que, o meu pau era dela também a partir de agora.Fomos para o meu quarto, eu fiquei em pé e ela sentou na cama, já estávamos sem roupa, ela começou a chupar o meu pau, a visão da minha irmã engolindo minha pica sá me deichava mais doido, já tava quase gozando na boca dela, logo, minha maninha subi na e madou que eu deitasse na cama ela subiu em cima de mim e colocou a buceta na minha boca e comecei a chupar, ela rebolava devagar com minha língua dentro dela. Dai para ela foi para o meu pau, sentou em cima da minha pica que estava super dura e começou a cavalagar, e ela muito bem fazer isso, estava louco e ela pareceia que tava no cio, adoro quando a mulher me cavalga, mas, gosto de terminar a foda metendo com força de quadro e foi isso que fiz, coloquei Flávia de quadro com o rosto junto ao colchão, numa posição que acho subimissa, e enfieni com força como se ela fosse uma mera vagabunda, e ela gosta de levar uma pica assim, cada vez que bombava ela queria socar com mais força queria que cada milímetro do pau tivesse dentro dela. Quando senti ela tremando e gozando, não aquentei mais e enchi sua boceta de porra.

Depois conto, outras histárias.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos meu sobrinho vei morar e casa do interior pra fazer facudadefraguei meu garotinho de seis anos mamando o pau do vizinho contos eróticos gaysogra pernas aberta eu vi a caucinha comtos contos de coroa com novinhoxvideo coroa adora comer as novinhas com o dedo chega agemercontos carona q virei cornoconto fazenda com mamaecontos eroticos chorou dormindocontos tava batando uma derrepente minha prima me pegaContos sadomasoquismo violentoFotos incesto espiando pai e mana familicontos minha garotinhacolo do velho. contoNovinha mamando no cinema contoseroticosfiquei com a buceta ardisa pela grossa rolame comeram novinha contosvidios reais tias curiosas punheteirasContos Comendo A filha da amigacontos eroticos gangbangbuceta toda escancarada putariaperdi meu cabaço para o patrao sobre chantagecontos dormi com minha irmãconto eróticos dei o cu novinhachupando a bunda da daniele enquanto ela dormia 2sou puta do padrasto-conto eróticoporno contos picantes de corno submissocontos eroticos de me fodram enquanto dormemeu pai e o amigo dele comeram minha namorada contos eróticosconto erotico tia putaconto incesto tô gozando na buceta e ela engravidoujogadora de pau pau de borracha na bucetinha da noraeu chupo hetero sempremeu pai fazendeiro ele meteu seu pau na minha buceta conto eróticomamando na velha contoscontos eroticos traindo marido na Sala ao ladoConto erotico dei no elevador e meu marido nem percebeuconto minha tia tesuda peladamuile fudeo nacaxueraporno nas baladas de contagem novinhasconro erotico gay meu tio alopradoconto de cornofoda louca na empregada até o orgasmobundinha com calcinha sensual da virgemna viajem de trabalho a mulher transa com o chefe e gostou contocontos eroticos seduzi meu cunhado e tomei sua porracontos eroticos tirando virgindade de netinhacontos eróticos italiano dominador come viadocontos chupando varios caralhos negroscontos eroticos estupro submisso f de semanaMendigo chupou meus peitoscolocando a prizilha na bucetacomtos arrobadacontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscontos eróticos de negros em carnavalcontoseroticos homem chupando pau sujo e bebendo mijoconto gay fui feliz em salvadorconto heroticom .quero te darPULAVAAI XVIDEOContos-esporrei na comida da cegarelato de donas de casa cavalaChupa meu cacete com barreiracunhada ariando a calçinha p mimnovinha da buceta lisinha dgnna de uma punheta cabiconto como tornar cornocontos eróticos de bebados e drogados gayscontos eroticos Araguaina Toconro erotico gay meu tio alopradofui roubada e comeram meu cucontos gozando primeira vez orgasmo 19 anoscontos erotico comeram minha bunda na festamenino gay inocência perdida pornoeu e a amiga da esposa contocontos comi a minha sobrinha filha virginhaContos gay perdi o cabaço com coroacontos eróticos da sobrinha toma leitinho na cama do tiovídeo de pornô do metendo vendo a sua beleza ela me chameporno de vizinha e fisinho