Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

NINFETA ESTUPRADA I - NICOLE, PARTE 2

Ninfeta estuprada – Nicole - parte 2



_____Passaram-se os dias e uma manhã eu me levantei normalmente para ir à escola. Eu usava o uniforme: uma saia e uma camisa abotoada. Andava usando um sutiã apertado, pois depois do que aconteceu estava evitando mostrar o formato de meus seios na rua.



_____As minhas amigas estavam começando a achar que alguma coisa estranha tinha acontecido, mas eu disfarçava e tentava me afastar quando elas começavam a brincar de atiçar os homens.



_____Eu morava na cobertura e peguei o elevador. Quando este parou no oitavo andar e a porta se abriu, meu coração quase parou. Era o Josias. Ele também pareceu surpreendido, mas entrou. Assim que o elevador começou a andar ele prontamente apertou o botão de emergência e o elevador parou entre os andares.



_____Gelei e me encolhi num canto. Ele não falou nada dessa vez. Estava imundo, todo suado do trabalho. Aproximou-se e com uma mão muito suja começou a abrir a minha camisa, primeiro o botão de cima e um por um com lentidão, suspirando forte e se masturbando com a outra mão. Quando abriu toda a camisa tirou-a bruscamente, deixando-me sá de sutiã. Pegou meus braços e levantou-os para cima.



_____"Fica assim, se não já sabe..."



_____Eu fechei os olhos, me preparando para o que viria. Com brutalidade ele retirou meu sutiã e apertou novamente meus peitos. O negão parecia no céu, pegava meus peitões por baixo e levantava, me encostava contra a parede e começava a moldá-los com a mão, dessa vez ele até abaixou a cabeça e começou a chupá-los, Sua língua era grossa e ele lambia os meus seios com sofreguidão, continuando sempre a se masturbar. Sua boca e seus dentes detinham-se de quando em quando nos mamilos e os mordiscavam ou sugavam com força.



_____"Que peitos.... que peitos...." murmurava apenas.



_____Eu chorava, totalmente imável, completamente assustada, mas começando a sentir minha calcinha ficar molhada.



_____Por fim ele segurou meus ombros e me fez abaixar na sua frente.



_____"Agora eu vou botar na tua boca e você vai beber toda minha porra, se não te mato".



_____“Po-por favor seu Josias... e-eu...”



_____“CALA A BOCA!” ele me deu um tapa na cara, era tudo tão humilhante! Eu não sei como mas eu quase gosei quando ele me bateu. “Você é uma piranha! Fala isso, vai, fala!”



_____“E-eu sou uma piranha...” eu falei assustada e excitada ao mesmo tempo, eu gostava quando ele me xingava, mas era tudo muito assustador. Ele não parava de se masturbar e esfregar o pauzão na minha cara.



_____“Piranha chupadora de pica, fala”



_____“E-eu sou u-uma piranha chupadora de pica, humm...” ele enfiou o pau na minha boca quando eu terminei de falar. O pênis entrou em minha boca com violência. Ele era grande e grosso, e meus lábios doiam, tentando abochanhá-lo totalmente.



_____“Você é uma putinha peituda e vai engulir minha piroca até eu gosar, sua vadia.”



_____Ele acelerou os movimentos, o negão estava muito excitado. Eu levantei minhas mãos e comecei a masturbá-lo enquanto chupava o pau dele, minha cabeça indo e voltando naquela pica enorme.



_____“Isso patricinha metida... chupa o pau do seu macho!”



_____Cada vez eu conseguia engulir um pouco mais daquele cacetão, ele olhava para baixo e murmurava ‘piranha, vagabundinha peituda’ e isso me dava tesão. Ele deveria estar adorando ver a adolescente patricinha, bem branquinha e peituda, de joelhos chupando o caralho negro dele!



_____Então ele pegou na minha cabeça e começou a forçar tudo para dentro o pauzão chegando com força na minha garganta, me fazendo engasgar, mas ele não soltava! Ele forçava mais ainda, e isso foi muito ruim, eu chorava humilhada com a aquela pica preta na minha boca.



_____“Isso, que boquinha gostosa da garotinha metida!”



_____Ele tirou o pau da minha garganta e eu senti um alívio imediato, embora continuasse com vontade de tossir e vomitar. Logo eu comecei a chupar o melhor que pudia, para que ele não quisesse botar de novo na garganta. Josias já estava gemendo de prazer, pelo jeito eu estava fazendo direitinho, e logo ele gosou. A porra grossa acumulou-se na minha boca, ela era quente e salgada, o gosto ainda era estranho, mas eu estava começando a me acostumar com ele.



_____“Engole vagabunda, senão eu te mato.”



_____Eu não queria fazer isso de novo, mas ru engoli, controlando o asco. Não foi tão ruim assim, na verdade eu até estava gostando de chupar pau, eu acho que eu realmente sou uma putinha chupadora de pica, e estava quase me acostumando com o gosto de porra.



_____Ele me fez levantar e pediu que eu colocasse o sutiã e a camisa. Quando eu me recompus ele liberou o elevador e saltou no práximo andar, não sem antes dizer:



_____"Guarde bem essa bucetinha, que a práxima vez eu vou querer esse cabacinho".



_____Eu era virgem! Eu queria casar virgem e fiquei apavorada com a idéia daquele negão enorme me comer, me descabaçar!



_____“E tem mais, eu não gosto de ver você de sutiã, a partir de agora ou você anda com esses peitões soltos ou eu te cubro de porrada quando te encontrar de novo, entendeu sua vagabundinha?”



_____Eu sá balancei a cabeça concordando, morrendo de medo do que fosse acontecer.



_____ Continua. Eu adoro receber e-mails, me escrevam!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos traição no bailepunheta pro sobrinho contos eróticoscontos eróticos de velhas crentes donas de casaqueria que minha esposa me traísse contoscontos eróticos gay surubavideo de morena clara casada traindo com um bem dotado acima de 22 cmminha mulher dormindo nua,vi o rombo no cu delavidio muher trasa com homen com pido pequenocontos eroticos pagando divida do filhoComtos namorada fodida para pagar dividas do namoradoconto gay meu genro mulhezinhaenrabaram minha,esposa na piscina sem eu ver contos eroticoscontos eroticos duplamente penetradoUM ESCONDE-ESCONDE DIFERENTE (PARTE-2)minha mae me fez gozar gostoso contoscontos eróticos comi minha de raivacontos fetiche de mulher casadaContos eróticos de sogro e noraContos de sexo en onibuscolocando devagar na bundinha vestidinhoO pau preto do papai contos eróticosvídeo de namorado faz bem aqui Amanda no Pou pelo jeito da sua bundasafadezas da adolescência contosContos eroticos minha primeira vez foi quase um estupro e eu gosteimadame tarada das coxudascontos eróticos velhabricando de video game apostado com os amigos contos eroticosconto erotico comendo a entiada na chantagemcontos eroticos gemi no cacete do marido da minja amigacontos. eroticoscomi milha mulher com negaoeu i a neguingo do pornoconto sou lesbica e sou amante da minha tiavoyeur de esposa conto eroticocontos reais minha mae chupou minhha bucetadp contoscu esfolada negao contosContos eroticos caseiro entre irmaos na infanciacontoseroticos foi fuder no mato e foi comida por malandrossavana na africa contos eroticosmeu vizinho fica me olhando de shortcontos eróticos proposta indecente do cunhadoa rabuda dando pro ajudante contosmeu pai fazendeiro ele meteu seu pau na minha buceta conto eróticocontos eróticos gays cavalgando no padrinhofazenda fravia dan xeso anal lua demelmamilo gigante vazando contocontos senti cutucandomulher louca de tesão gozando no peito na boca o dedo na bocacontos eroticos de spankingcontos-contraindo o cuzinho no teu paurelato rasgou o c* de tanto levar rolacontos calcinha da filha tava cheia de porraConto de vadia explorada por muitos machosensinei meu sobrinho a bater punhetacontos minha mae baixinha gostosame arrombou o rabo contos casadacontos eroticos comi a velha beatacontos eroticos de mulheres coroas fodedeirascontos erotico apostando a esposacontos goza nenemvizinho tezudoenchi o cuzinho da travesti contosdei com muito amor conto separacaocontos de filhos chera causinhascontos sogra biquini cornocontos eroticoscalcinha algodaoconto porno coroa viciada em novinhominha cunhada de camisola contoscontos eróticos comi minha sogra num domingoConto minha mae ceicha eu chupar sua becetadeu pro vizinho trans e ficou grávida contosconto pai comprado calcinha para filha virgema esposa baiana do meu amigo contos eroticosContos coloquei ela chorouConto começou.nascer cabelo na.buceta da.minha.cunhadinhacontos porno de comeram minha namoradacontos eroticod de gordinhas q gosta de dar o curelatos eroticos minha esposa baixinha e seu tio dotadoporteiro fode esposa corno contoContos deliciosos tomar no cucontos marido deu sonifero para esposaComtos namorada fodida para pagar dividas do namoradoContos o carcereiro comeu minha bucetacontos eróticos esposa amanheci toda meladamulher gemeno danca de calcinha gemendoeu estava raspada contos de esposa acanhadafoto de travestis arreganhadas de frente