Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

GOZANDO PELO CUZINHO

Faço academia com regularidade e também pratico natação. Na academia observo sempre aqueles exercícios que as mulheres fazem para modelar o bumbum. Em casa, fechado no meu quarto, procuro fazer esses tais exercícios. Dessa forma ganhei mais mobilidade nos quadris e fiquei com uma bunda mais arredondada do que o normal. Aprendi a rebolar, mexer e a gemer, brincando e imaginando uma foda gostosa sozinho na cama.



De um tempo para cá, menos de dois anos, comecei a experimentar a dar o cuzinho, coisa que não faço com frequência, porque tenho namorada e faço sexo com mulheres também. Mas quando estou a fim, faço sexo com homens e daí procura fazer muito bem feito. Seleciono muito bem o parceiro, primeiro passo por um período de observação, imagino, penso e daí dou o bote. Ou melhor, eles dão bote, claro a partir de uma abertura minha.



Faço exercício de contração do cuzinho. Desenvolvi a sensibilidade nos lábios e na língua. Aprendi a chupar um pau, sentir o pulsar dentro da boca, sugar, passar os lábios, sentir o sabor de um pica. Gozo chupando, mas não engulo o líquido. Gosto de ser enrabado com prazer. Tenho e dou prazer. Coloco uma calcinha enterradinha e me transformo. Nesse momento, dar o cuzinho para mim é uma grande realização. Não tanto pela penetração, mas pelo fato de ser enrabado, mexer, rebolar, falar e ouvir besteiras. Sentir, contrair, receber uma vara no rabo. É a minha porçao mulher.



Passado o período de observação e depois de tanto insistência, visitei o quarto do segurança do prédio onde moro. Um moreno alto, simpático e abusado. Sempre me impressionou suas mãos grandes, dedos longos. Tomei banho, me preparei e pus aquela calcinha fatal. Ao abrir a porta foi logo me abraçando, apertando minha bunda e pressionando sobre seu corpo. Pôs a mão por dentro do meu agasalho e sentiu que eu estava de calcinha. Ficou louco de tesão. Virou de costas,puxou e ficou ali simulando uma foda. Eu me soltei logo, mexendo, rebolando e cedendo aos seus apelos.



Tirou minha roupa, me deixando sá de calcinha. Eu empinava a bundinha, me fazia de menininha bem sensual e “louca” pra dar. Tire minha roupa agora, ordenou. Fui tirando, peça por peça. Quando cheguei na cueca, soltou um grosso e cumprido pau, lembrando um pouco seus dedos. Peguei, apalpei e imaginei o que faria com aquela delícia, ou o que ela faria comigo. Ele veio por trás e me apertou, puxando, pressionando com força. Vou te comer inteira sua puta safada. Empinei a bunda, abri e encaixei o rego no seu pau. Ele empurrava e eu pressionava contra o seu corpo, rebolando, mexendo. Coma, coma.



Peguei seu pau duríssimo e longo feito uma vara. De joelho comecei lambendo, sentindo o gosto da vara. Sugava a cabeça e descia até onde a garganta suportava. Sobrava vara. Tirava da boca e passava os lábios da cabeça a base. Ele gemia de prazer. Me deu mais tesão. Voltei para a cabeça, enfiei na boca, sugando, apertando a língua e movimentando. Que delíciaaaaaaaaaa. Fiquei fazendo assim uns 19 minutos. E gozei. Em seguida ele gozou espalhando porra pelo chão.



Sentamos, ele continuou pegando nas minhas pernas e elogiando a calcinha e meu desempenho labial. Ou lingual. Ele foi tomar banho, voltando rápido. Fui ao banheiro também. Ficamos um pouco mais sentados conversando. Agora quero comer esse cuzinho com calcinha e tudo, posso? – Pode, coma, quero sentir esse pauzão. Fomos para o quarto. Fiquei de bruços. Ele veio por cima, mordendo minha bunda, até chegar no cuzinho e enfiou a língua. Lambia, chupava. Reacendou a minha tesão, mas o meu pau estava mole. É a hora de gozar pelo cuzinho, pensei.



Tirou a língua e começou a introduzir o dedo gigante. Me soltei, relaxei e escancarei para ele, mexendo, rebolando e empinando a bundinha. Goze no meu dedo, goze puta safada, goze. Levantada e baixava a bunda. Gemia, rebolava mais, estremecia de tesão com aquele dedo. Ele colocava, enfiava até o fundo e tirava e repetia tudo novamente. Goze no meu dedo, goze. Quero ver você gozar sá no meu dedo, fazia tempo que eu queria fazer isso. Aiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiaiiiiiiiiiiiiiii, que delíciaaaaaaaaaa, eeeenfia mais, enfia mais, tudo, tudo. Gozei pelo cuzinho, de pau mole.



Meu cuzinho estava todo molhadinho. Eu extasiado. Ele cuspiu mais e disse: chupe, molhe bem que vou comer esse cuzinho agora. Molhei bem com a língua, cuspi também. Ele veio por cima. Empinei mais. Abri. Escancarei o rego para receber aquela maravilha. Pôs a cabeça e entrou. Tremi. Ele me abraçou, se posicionou bem e disse quer dar esse cuzinho? Quero, enfie, mas devagarinho. Ele brincou um pouco na portinha, mas não me atendeu. Enfiou tudo de uma vez. Aiiiiiiiii, uiiiiiiiiiiiiiii, uuauaaaaaaauuaaaaaaauuau, não dizia coisa com coisa. Senti lá dentro, mas bem nas profundezas no anus como nunca tinha sentido, tal era o cumprimento da pica. Senti as bolas batendo nas minhas bolas. Estava inteiramente à mercê daquele macho. Perdi o controle, o cu invadido inteiro.



Mexa putinha, mexa. Abra mais, abra. Empine essa bunda, empine. Rebole, rebole na minha pica. Tudo o que ele mandava eu obedecia, não dá para não obedecer um homem com pau enterrado na sua bunda. Naquele momento eu era sua mulher. Como eu não me dominava mais, meu cuzinho desandou a piscar, contrair, sentir os efeitos do pauzão comendo solto dentro. Tirava e colocava novamente. Eu ia ao delírio. Pressionava, mordia aquele pau com o as paredes e com o anel do cuzinho. Sentia a pica nas minhas entranhs. Assim, assim, mexa mais. Coma, coma a tua putinha, coloque mais, goze, encha meu cu de porra,encha, encha. Ta gostando, ta minha putinha. Tou, adorei esse pauzão. Sou tua putinha, meta, asssimmmm, assssssim, gozeeeeeeeeee, gostooosoooooooo, tesão, coma a tua putinaha, mais, mais. Gozei, gritei,estremeci naquela vara. Em seguida ele encheu meu cu de porra, urrando. Maravilha!





VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos de uma coroa safadacontos eróticos passando o pau no cuzinhopeguei minha sobrinha do interior matutinhacasa dos contos eroticos/Três é demaiscontos eróticos de virgens perdendo o cabaço a forçacontos eróticos eu como minha sobrinha na frente da minha esposafodi amiga da minha mae vai mete vou gozar cotoscomendo a boca da prima contoconto peguei meu marido estrupando a vizinhaquero sentir sua porra quente dentro no cuPau gigante.arrombando o cu da inocência. Jesbarrando na bunda da tia e rola sexoeu punhetei um estranhoContos eroticosComi minha irma na cozinhacontos eroticos os pedreiros negao comeu minha mulhercom fotoscontos eroticos gay dei o cu pro meu vizinho criminosocontos primeira vwr duplapenetraçãoporno contos pintando a cssa da casadaponou.entre.aesposa.io.marido.ia.buceta.peitanoconto eróticos sexo entre família gozando dentro da buceta engravida deleconto erotico comendo o cu da freirahttp://googleweblight.com/?lite_url=http://okinawa-ufa.ru/conto-categoria_2_114_gays.html&ei=e8yqT8MC&lc=pt-BR&s=1&m=564&host=www.google.com.ar&f=1&gl=ar&q=Contos+Fudendo+um+hetero+com+o+cu+sujo&ts=1485672497&sig=AF9Nedkia2TWDM2T0ozn41vBE5bkl1pQLAenrabada pelo meu filho especialconto erotico em familiacontos eroticos comi o cu da minha vizinha mendigaeu conto cunhada casada ver o cunhado de pau duro e fica loucasou cadela pratico zoofiliaContos namorada velho caminhoneirove molge dano cu mexeno no pau gozano no paigostosa.acarisiado.a.buseta.deibacho.da.mesacache:HVsxZOrs15AJ:http://okinawa-ufa.ru/m/conto_12619_quando-eu-dei-pela-primeira-vez.html+"dei pela primeira"www.porndoido.com.be/tio esfregando cabeça do pau na buceta novinha dormindoa gozada mais rapida da estoria pornodoidocontos erticos/garotinhasviuva fogosacontos me fuderam atraves de chantagenscontos eróticos gay com monstroscotos icesto mae e corninho aiii vai mete seu safado vou gozarcasadas safadas me deu a calcinha usadas contos eroticosconto eroticosde meninas q vai no baile funk sem calcinhae de vestidinhocoontos eroticosminha esposa fez eu comer sua amigacontos online sexo casal bi em familiaEncouxei a crentezueiras mais gostosas e fogosas da bunda grande e pernas grossaswww.contos de estuprei a gordinhacontos quase bimulatas do bundao e pitos caido gostosa.morena cor janbro deixan goza dentroporno contos minha noiva e meu paicontos eróticos mulher vai ate afazenda trepar com capatazcontos/ morena com rabo fogosomorro de tesão pela a minha madrasta/videoscontos eroticos gay tio e sobrinhojornalistas rabudas contosxvidio louco desejo vizinha mulata sainha mostrandocontos eroticos de padrasto pegando de jeito a enteadarelato conto: meu me incentiva a usar roupas provocantesfilha de diplomatas conto heroticoMe Estruparam No Banheiro da escola contos eroticos gayscontos eróticos mulheres mais vadiasdividindo a enteada teen com o filhover contos eroticos de empresários comendo o cu de.funcionárioscontos eróticos corno mansoContos erotico cdzinha onibusconto coroa chupando piroquinhaContos Deize pega rolaZoofilia com mais drenaconto erotico peguei as meninas do playgroundvisinhalesbicafui na casa de massagem e fui enrabada contos eróticoscontos eróticos enormes nadegasvendo a cunhada depilando a buceta contosminha professora me deu carona e pegou mo meu cacetecontos eróticos de gay e titio e amigocontos eróticos comendo ucontos eróticos mulheres casada adoram pau grandeconto erotico real meu marido me liberou dar o meu rabocontos eroticos gozando na boca do pirralhonao resisti a buceta da minha maecontos dona florinda chaves pau durocontos eroticos lesbica chineladasComtos erotico 6 com a casada.