Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CONTO ÍNTIMO

****TEXTO EXTRAIDO DO CADERNO DE FACULDADE DA MINHA NAMORADA****



Numa quarta feira de julho do ano passado, no local onde eu trabalho deu um problema. Eu trabalho como gerente em uma loja de roupas num shopping aqui de Curitiba, um magazine que tem franquias e filiais pelo Brasil inteiro. Na loja, somos em 19 funcionarias, todas mulheres.

Bem, fui emitir uma nota fiscal e deu pane no sistema. Foi então que resolvi ligar para a matriz, em São Paulo. Atendeu-me ao telefone uma pessoa que pela voz parecia um senhor, aparentando mais de 45 anos.

–Pois não, em que posso ajudá-la?

Era fim de tarde, eu precisava emitir uma nota fiscal porque bateu fiscalização na loja e não poderia fazer nada errado naquela hora pra que os fiscais nao desconfiassem que ha algum tempo atras emitimos varias notas frias, então esse colega de São Paulo pra qual havia ligado me auxiliou. Porem, o 0800 da empresa estava em manutenção, e as ligações não se completavam. Com receio de dar pane novamente no sistema naquele final de expediente pedi a ele um numero de celular para o qual eu pudesse ligar para o mesmo me auxiliar. Ele respondeu:

-Ah! Se tu me der o teu numero te dou o meu!– tudo bem, disse a ele, anota ai meu numero.... (mas eu não senti que poderia rolar alguma coisa entre a gente.. isso nem me passou pela cabeça, enfim, eu estava sá, sem namorado.. então.... dei meu numero a ele... ).

Trocamos nossos números e à noite fui à festa de aniversario da minha melhor amiga. Aí recebi uma mensagem do celular desse colega perguntando se nao havia dado problema no sistema da loja. Respondi a ele que não, então aquelas mensagens foram pegando um ar mais intimo e a gente foi se conhecendo melhor através daquilo, até que ele me ligou e a gente bateu um papinho. Ele já me conhecia pessoalmente, pois já tinha me visto em uma reunião que precisei ir à São Paulo, mas eu não o conhecia, pois no meio de tanta gente, acabei não notando-o. Ele não era nadinha do que aparentava ser quando estava no expediente de trabalho.

O homem serio então era um tremendo safado, um come quieto cheio de malicia e me cantando como um bom galanteador. E com apenas 19 aninhos. 2 anos mais novo do que eu. Mas não levei ele muito a serio no começo. Comentei com minha amiga sobre ele, mas achava que não ia rolar algo entre a gente. Numa outra noite ele me ligou, acho que uns 4 dias depois do problema da nota fiscal. Nesse dia eu tinha aceitado um convite pra sair com outra pessoa, assistir um filme na casa da minha amiga, essas coisas e tocou meu celular. Que mico! Tive que atender porque ele estava muito insistente, entao disse a ele que não poderia falar com ele naquela hora, pois estava com outra pessoa. Não sei oque ele pensou na hora quando eu disse isso. Na verdade nao rolou nada entre eu e o carinha naquela noite alem de alguns beijos. Então depois disso resolvi me entregar aos encantos desse misterioso colega de trabalho que ao mesmo tempo em que era romântico tambem era bem atrevido, me mandava mensagens e fotos suas por e mail... e pelas imagens era muito bonito, despertava o meu desejo. Falávamos por MSN, pelo telefone e tambem pela webcam na internet.

Chegou até me pedir em namoro, pode?! Deixou-me louca de vontade, até então não tinha encontrado ninguém com tanto poder de persuasão, me dominava.



Ficamos nessa durante 4 meses, até que marcamos nosso encontro bem planejado de como seria. Já estava tudo arquitetado por ele, bastava a gente por em prática.

Mais 19 dias e fui em uma reunião da empresa em São Paulo. Como combinado, ele foi me buscar de carro no aeroporto. Depois de embarcarmos, pra ganhar o primeiro beijo ele olhou pra minha boca e elogiou-a dizendo que era muito linda, que dava vontade de provar, aí perguntou se podia.

–Que boca linda, da vontade de provar, posso?– Ele misturava um ar de menino inocente e ao mesmo tempo era atrevido, não conseguia decifrar direito a personalidade dele quando estava tentando me conquistar. Foi no estilo mais adolescente possível aquela frase, mas foi encantador, ganhou beijo sim. Claro que, antes do beijo a gente deu uma testada um no outro, (hehe), não lembro disso direito, mas ele afirma que sim.

Então me levou pra casa dele, os pais dele dormindo fomos pro quarto dele, aí fomos nos beijando, ele tirou quase toda minha roupa, me deixando sá de calcinha, beijando meu corpo todo, como alguém que estivesse medindo cada parte onde tocava com sua boca e ....;

Beijou, mordeu de leve meus peitinhos, minha barriga, tirou minha calcinha e me fez sentir a boquinha dele na minha bucetinha. Uaaaau!

Transamos tipo papai e mamãe, de ladinho e depois de quatro, me fez gozar muuito! Eu sentia cada centímetro daquele delicioso pau me envolvendo, todo dentro de mim. Ele gozou muito tambem, deu pra sentir o melzinho dele na minha boca. Hummmm! Ficamos abraçadinhos um pouco. Aí, como o lugar que eu trabalho não aceita namoro nem paquera, achamos melhor manter em segredo e entao ele teve que me levar até o hotel onde a empresa reservou pra eu ficar. No outro dia estavamos os dois na matriz, eu e ele.... pensando na sacanagem que tínhamos feito a noite, nossaa... muito bom correr risco assim, acho que deve ser porque gosto de aventura. Tambem gosto de aprender coisas novas, gosto de me sentir igual uma puta quando to com ele. Sá com ele!

Depois da primeira noite a gente foi se vendo mais seguido e estamos namorando. Gosto do jeito dele. É sensível, mas na hora do tesão ele tem cada idéia, que faz eu gostar, desperta os meus desejos mais sacanas. Tudo de bom! Cada encontro é uma coisa nova que a gente faz. Apesar de eu ser o primeiro namoro serio dele, aprendi muita coisa com ele, até falar bobagem quando to com muito tesão, como agora. O jeito quieto dele esconde a malicia deliciosa que ele tem. Me conquista, me deixa como ele, como uma adolescente buscando novas experiências, contudo não é uma perversão total porque assim nem eu nem ele gostamos. Mas é uma coisa muito excitante que me faz sentir desejo de fazer, o desejo de ser sá dele. Nos meus relacionamentos anteriores não fazia oque faço com ele pois acho que tinha vergonha, não sei, mas com ele tudo é bom, é muito fora do sexo convencional, muito mesmo. Por isso e por nossa química ser muito forte é que o amo muito e pretendo me casar com ele, e poder transar todo dia.

Uma vez ele quis de presente de aniversario uma noite num hotel comigo e quis que usasse cinta liga. Dei esse presentinho a ele. Me amarrou na cama e vendou meus olhos, beijou meu corpo inteirinho, passou mel na minha bucetinha e deu uma chupada muuuito gostosa e bem demorada.

Qual a mulher que não gosta de uma chupada que deixe-a de perna bamba? Foi muitooo bom!Ele me comeu varias vezes naquela noite.



Numa outra vez, saímos do hotel onde estávamos e fomos fazer umas comprinhas no supermercado. Acabamos comprando uma lata de brigadeiro. Idéia dele. E depois que voltamos ao quarto ele rasgou minha meia calça, e minha calcinha e passou brigadeiro naquele pau delicioso dele e meteu na minha buceta, me pos de quatro e me fez gozar tipo uma puta, foi uma melação, mas muuuuito deliciosa, por fim acabei lambendo todo aquele cacete lambuzado com chocolate. Ah! Que idéia maluca e gostosa!

Ele é um maluquinho mesmo! Mas pra mim ao menos ele é muito gato e gosta de inovar, por isso me atrai. E na hora do tesão todo mundo sai de si, faz coisa maluquinha. Pelo menos já nos acostumamos com isso. Adoro dar pra ele! O homem da minha vida! Uma vez reservamos hotel e marcamos um fim de semana em um clube aquático de águas termais em outra cidade, sá que no dia fez o maior frio, mesmo assim ele quis ir, e chegando lá sá tinha a gente e algumas meninas na portaria do clube. Foi então que ele teve a idéia de a gente ir pra piscina coberta. Humm! Ele me comeu dentro dÂ’agua quentinha comigo de costas pra ele, esfregava seu corpo ao meu, metia bem forte me segurando pela cintura e pelo quadril sentindo o meu bumbum roçar na barriga dele e me fazendo gemer de tesão e gozar duas vezes, depois de ter me comido pediu pra eu bater uma punheta pra ele no banheiro comigo ajoelhada na frente dele. Me senti uma gatinha bebendo tanto leitinho quando ele gozou.

Voltamos pro hotel, tomamos banho juntinhos, fomos comer uma pizza e dar um passeio, quando voltamos pro quarto de madrugada estava passando um filme pornô na tv, assistimos o filme e depois disso ele ficou tão excitado que pediu pra comer minha bundinha, quis saber se eu já tinha dado alguma vez, respondi que não, nunca tinha feito sexo anal.

Ele tinha levado áleo na bolsa dele já pensando em tentar ganhar o que pediu pra mim. Se ele não fosse carinhoso como é não aceitaria dar meu cuzinho pra ele. Peguei áleo na bolsa dele, passei no pau dele todinho, fiquei de quatro e ele foi penetrando de leve,.... ele disse que era a primeira vez dele tambem....pedi que metesse mais forte ele estava com medo de me machucar, disse a ele que estava gostando e que a sensação era muito deliciosa, nessa hora eu estava explodindo de tesão e pedi que me tratasse igual a uma vadia, uma puta, que é oque eu sou quando estou transando com ele. Perguntei se ele tava gostando de me comer daquele jeito, respondeu que sim, que era melhor comer o meu cuzinho do que a buceta e que depois daquele dia sempre iria comer minha bundinha toda vez que eu quisesse dar. Deixei ele louco de tesão.

Depois ele me pôs de bruços e continuou a meter bem gostoso me puxando pelo cabelo e me beijando até gozarmos juntinhos. Foi uma sensação única ser envarada por trás e gozar pela buceta igual a uma putinha. Posso dizer que foi muito bom mesmo! Depois fomos tomar outro banho e transamos no chuveiro.

Meteu na minha buceta sem dá me dando muito prazer. Metendo cada vez mais forte, me pegando de jeito.

Deve ter se sentido mais homem por ter comido algo que a minoria dos homens come e que eu nunca tinha dado a ninguém.

Já que nos vemos em media uma vez por mês, gosto de me masturbar de vez em quando, quando estou no telefone ou no msn com ele. Tambem às vezes quando estou muito excitada e sozinha no meu quarto e fico relembrando as coisas que a gente já fez, como por exemplo, ele foder a minha boquinha como se estivesse metendo na minha bucetinha.

Quando ele me come na rede ou a noite deitada na grama do quintal da casa dele, ou em cima do telhado da garagem fazendo amor e olhando as estrelas. Uma vez ele me ligou, num sábado de manhã que eu estava trabalhando. Eu tinha aberto a loja a pouco, era bem cedinho quando recebi ligaçã no celular.

Ele tinha acabado de acordar e havia me dito que estava de pau duro deitado na cama quentinha.

Tava sá eu na loja, atrás do balcão. Eu fiquei bem excitada ouvindo aquilo e nessa hora ele pediu pra eu abrir o zíper da minha calça e meter o dedinho na buceta que já tava bem molhadinha. Não hesitei e fiz oque ele pediu, ele falava besteiras, coisas bem sacanas no meu ouvido que eu já estava maluca, pronta pra me masturbar e gozar ali mesmo dentro da loja, atrás do balcão, no meu trabalho, antes dos outros colegas chegarem.

Comecei a me masturbar e logo chegou lá na frente, na porta, a Viviane, minha colega de trabalho, tive que fechar o zíper bem rapidinho e esconder o telefone no bolso de trás da minha calça.

Então pedi à colega que chegou para cuidar da loja que eu estava com vontade de ir ao banheiro. Depois disso, entrei no banheiro, e disse a ele que tinha chegado alguém mas que ele podia continuar com a conversinha dele que eu tambem iria me masturbar.

Porem depois tive que ficar quietinha, sem falar nada, louca de tesão, ouvindo aquelas coisas, me chamando de cachorra e perguntando se tava bom, fazia eu imaginar uma transa entre a gente que me deixava nos meus cinco minutos, na minha excitação máxima. Na hora de gozar comecei a gemer baixinho, pensando que era o pau dele que estava me fodendo. Depois que ele me fez gozar, me despedi dele falando baixinho e quando sai do banheiro minha colega brincou comigo por causa da demora ao banheiro. Fiquei um pouco sem graça, mas depois passei rindo o dia todo, pensando no que tinha feito, algo bem excitante! Coisa que eu nunca tinha feito na minha vida. Coisa que mexe comigo. Fora dos meus padrões. Que faz eu descobrir coisas novas de mim mesma. Gosto de coisas bem diferentes com ele, muita aventura.

Gosto quando ele bate com o cacete na minha bunda, no meu rosto, hummm! ou põe entre meus seios com eles bem apertadinhos, fodendo eles, ou entre minhas coxas, como um aprendiz.

Gosto de ver ele bater uma e gozar no meu bumbum, nos meus peitinhos, no meu rosto.... gatinho punheteiro. Sei que isso ele faz seguido quando não está me comendo.

Já filmamos um monte de coisas sá fazendo sacanagem. Hummm! Tenho vontade de mostrar pra outras pessoas os nossos filminhos.Talvez pra alguém que guarde segredo e que goste ou tenha curiosidade em ver esse tipo de coisa.

Foi demais uma vez que fomos num motel numa cidade aqui ao lado da minha depois da gente ter ido a um casamento e filmamos tudinho!

Por confiar nele, a idéia de filmar foi minha. Eu dando pra ele! Uaau!

Tem uma porção de outras coisas bem sacanas que já fizemos e que ainda já combinamos de fazer.

Acho que a unica coisa que sempre marcamos de fazer e sempre esquecemos é fazer amor à noite na varanda da frente da casa dele depois que os pais dele estiverem dormindo e quando não estiver passando mais ninguém na rua. Hummmm!

Quem sabe, na práxima vez que nos encontrarmos a gente faça isso.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


esposa seria bebada de biquini com o sogroporno patricinha chupando cunhado ao lado da irmãCasa dos contos eroticos gay amarrade e emrabado por quatro amigos taradoslesbicascoroascontoscontos no cu da esposacontos fui criada na pica do vizinhodei a bunda para o torcedor contoscontos eroticocos de gay casados com mulher fulera conto erotico peguei as meninas do playgroundA primeira vez q dei meu cuzinho michelecontos com filha da esposahttp://googleweblight.com/?lite_url=http://okinawa-ufa.ru/conto-categoria_2_114_gays.html&ei=e8yqT8MC&lc=pt-BR&s=1&m=564&host=www.google.com.ar&f=1&gl=ar&q=Contos+Fudendo+um+hetero+com+o+cu+sujo&ts=1485672497&sig=AF9Nedkia2TWDM2T0ozn41vBE5bkl1pQLArodolfo era meu vizinho me chamo ana contos erótico conto erotico tudo aconteceu na cachoeira com meu maridoComi minha prima safadinha contocriola no cuinho nao e nao guentocontos eroticos fui com meu sobrinhobrincadeiras com irmã-contosrelatos reais minha eaposa pediu pro amigo comer o cu virgem delaminha esposa asistindu filmi de sexocontos eroticos casais falando putaria fantasiando outromarido pega mulher f****** com sogrão contos eróticosconto chupei a coroaminha esposa tem 1.60cm d bunda enorme contosconto erotico engoli 1 litro de esperma no vestiariopriminhos gay loirinhos fazendo safadesarelatos eroticos reais sobre ela ficou entalada eu aproveiteicontos gays chupei o vira latacontos de chupadascache:lzLFg49SSUgJ:biz-kon24.ru/conto_1039_fim-de-semana-com-titia-e-empregadas.html adoro menino sacudo contosOsdesenho fam fudendo com tudocontoseroticomenininhawww.porno chupado os peito ate fica roxo.comgostosa de olho bendada e trançadaEncoxando tia da perua escolar contosArromba essa puta soca essa rola na minha buceta me fode contostenns gemeno e gritanoVer vidios porno de exetos e contos eroticos somente de pai chupando a bucetinha propria filha, pequenininha da filinha caçula que e pequena de tudo que nem tem penugem na bucetinha ele chupa na mara:) contos tomei no cu gostosocontos eroticos de mulheres flagradasaquelas olhadas safadasconto herotico engravidem uma branquinhacontos tirei sua ropa bem de vagar pra ela nao se acordaviadinho japones dei pro negao do caminhão contos eróticosconto seduzindo meucontos gay senta na minha piroca mulekecontos eróticos com vizinhacontos eroticos traindo marido na Sala ao ladocontos erotoco sograconto gay troquei cu por empregocontos de mae sedutoracontos eróticos mamãe deu o cu eu viconto monte de calcinhas sem lavarmarido falou p esposa nahora da transa q dar o cu era bomcontos eróticos caseiros com o filho rapaz do patrãoContos erotico me exibi pro taxistameu tio arregacou minha esposinha casa dos contoseu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestocontos eróticos mulher bundudacontos erótico proibido na net chatagiei a sobrinhacontos eróticos de gay comi o amigo do meu padrinhocontos eroticos espertinhaconto erotico tia putaconto eroticos lesbicas machinhosdei o cu no campig homoxesuaisminha esposa meteno com outro q delicia comtos de incesto com subrinha na caxuera no carrocondos erodicos prima perdedo cabacoMamando rola na escola contoseroticoscontos de corno na sua lua de melcontos gay cuzinho frouxocontos eróticos com velhacontos erotico mendigoConto erotico aos 60 anoa dei a buceta para o garotoMostra para mim gosto seca bem gostosa as pernas bem malhadas peitinho bem durinhosou uma loira muito puta e liberada para os negros pauzudos contoscontos eroticos fio dental minusculocontos gay chupei o pau do borracheirotive que comer ela /contocont erot recem casada um velho mecontos corno arregaçadas no cinema pornôsite onde posso encontrar contos eróticos com retrato conto erotico esposa e sograConto sogra e nora esfregando a buceta na buceta da filhafui encoxadaContos comi a menininhacontos trazei com a amiguinha da minha filha dormindomulheres aguachadas com as pernas abertas so de calcinha fotospiquinique em familia contos eroticoswww.finhinhas.pornmeus tios comeram as camareiras do hotel conto eroticoContos eroticos chamo vitoria dei pro meu cumhadoconto do tarado que se fazia de bonzinho para comer as meninascontos eroticos a tia que mijo