Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TUDO EM FAMILIA - PARTE I

O que eu vou narrar aqui é totalmente verdadeiro, por isso não vou entrar muito em detalhes em datas, locais e os nomes serão fictícios. Vou dizer que o meu nome e Júlio. Tudo se passou quando eu tinha meus 15. Foi a idade em que comecei a descobrir o sexo vendo revistas de mulher pelada no banheiro do colégio junto com alguns colegas, eles ficavam com o pinto duro e tocavam punhetas... quando eu gozei pela primeira vez tocando uma foi a glária... passei a tocar punheta quase diariamente, não podia ver cachorro trepando na rua que ficava de pau duro. Passei a ter uma amizade mais constante com um colega do colégio que tinha a mesma idade que eu, frequentando sua casa descobri que ele era viadinho e passei a comer seu cuzinho de vez em quando. Mas foi em casa que começou meu martírio, minha irmã (Vera), na época com 19 anos, belíssima, gostosa pra caralho, onde ela passava chamava a atenção dos homens, tinha o corpo realmente de violão, sá que era chatíssima, vivíamos brigando por motivos banais, ela tinha um namorado (primeiro e único até a época), feio, gordo (eu o chamava de SHREK), sá que era filhinho de papai e tinha grana. Minha mãe (Marli) não ficava pra trás, 41 anos e também tinha com corpo de fazer inveja a muitas menininhas, coxas muito grossas e bumbum bem arredondado, cintura fina e seios volumosos e firmes. Minha mãe ficava em casa normalmente vestindo um short de lycra que deixava a testa da sua buceta bem saliente. Minha irmã deitava no sofá vestindo camisola onde de vez em quando deixava transparecer parte da sua calcinha e até dos seus lindos seios. Eu dentro de casa vendo as duas ficava de pau duro, imaginando-as peladinhas corria pro banheiro pra tocar uma punheta em homenagem a elas. Mas quando eu já tinha 19 e minha irmã 19 anos, ouvi Vera dizer pra minha mãe que ia no cinema com o namorado e em 3 horas estaria em casa novamente. Antes dela sair me pediu se podia emprestar a pilha da minha maquina fotográfica porque a dela estava descarregada, emprestei mas estranhei dela ir ao cinema e levar câmera fotográfica. No dia seguinte, domingo, ela saiu pra ir na sauna do clube com minha mãe... fui até seu quarto e remexendo nas gavetas achei a máquina. Fiquei estarrecido com as últimas fotos gravadas... era ela e seu namorado trepando num motel duma cidade vizinha; descobri pelo nome gravado no lençol da cama. Eles procuraram não mostrar o rosto, mas eram closes dele metendo na sua bucetinha, na sua bundinha e até de uma boca chupando um pau; dava pra perceber que ele coitado, tinha um pinto bem raquítico. Joguei as fotos pro computador e gravei num CD. Naquele mesmo dia eu disse pra minha irmã o que tinha descoberto... ela ficou puta e quis até me bater, eu então falei que se ela não ficasse boazinha comigo eu ia mostrar pro nossos pais e ela não ia poder negar, pois os anéis e o cordão que ela usava apareciam nas fotos. Vera passou a me tratar bem melhor, preocupada me perguntou o que eu queria em troca das fotos.... eu na maior cara de pau falei que nunca tinha visto uma mulher nua e que gostaria de vê-la peladinha... Vera ficou chocada com o meu pedido, a princípio disse que não ia tirar a roupa na minha frente, mas concordou de me mostrar seus peitos. Trancamos a porta do meu quarto e ela sentada na minha cama levantou a blusa e o sultiã... quando eu vi aquele par de peitos redondinhos e duros minha boca encheu d´água, pedi pra ela deixar eu colocar a mão... ela concordou e eu alisei e logo senti os bicos ficarem durinhos... Vera fechou os olhos demonstrando estar gostando de seu práprio irmão estar lhe bolinando os peitos... aproveitei e caí de boca... Vera se assustou tentando me empurrar, mais logo foi relaxando e reclinando o corpo na cama me deixou chupar bastante aqueles biquinhos rosados... liberei meu pau já duríssimo e fiz ela segurar... ela demonstrando ser bem safada percorreu com a mão pra sentir a extensão do meu pinto e curiosa procurou olhá-lo bem de perto... disse que eu tinha um pau bem grande pra minha idade (claro... em comparação com o do seu namorado tinha mesmo,pensei comigo). Eu pedi e ela tocou a melhor punheta da minha vida...Vera saiu do meu quarto sem pedir o CD com as fotos. Na manhã do dia seguinte apás meu pai sair pra trabalhar e minha mãe ir fazer umas compras, Vera ainda de babydoll foi até o meu quarto pra pedir o CD... eu disse que tinha até sonhado com os seus peitinhos... ela então me perguntou se eu queria novamente chupá-los antes de lhe entregar as fotos... tirando a parte de cima do babydoll me ofereceu os peitos... depois de chupar por uns minutos, Vera disse que ia fazer uma coisa comigo sá pra eu devolver o CD pra ela... puxou meu short do pijama e fazendo com que eu sentasse na beira da cama, segurou minha pica já dura e abocanhou rapidamente... com meu pau quase até a garganta Vera começou a subir e a descer a boca no meu pau.... fui nas nuvens e voltei... voltei explodindo em gozo dentro da sua boca, Vera engoliu tudo e insatisfeita continuou a me chupar até meu pau ficar totalmente mole... resolvi lhe entregar o CD com as fotos. Dias depois, assim que ficamos sás em casa, Vera novamente foi ao meu quarto e me perguntou se continuava a sonhar com ela... eu disse que sonhava com ela peladinha... Vera tirou o short (já estava sem calcinha) e perguntou. – É assim que eu sou nos seus sonhos????.... Quase perdi o fôlego com aquela visão. – Nossa mana!, você é muito gostosa, sempre fui doido pra ver sua bucetinha bem de perto...... Ela chegou bem perto da cama. – Assim!!???, passa então sua mão nela!.... Levei a mão no meio de suas pernas e percebi que sua xoxota já estava molhadinha..... Pedi pra ela me mostrar sua bunda, ela virou e inclinando o corpo abriu suas nádegas com as mãos me mostrando seu rego com aquele cuzinho apetitoso no meio. – Olha mano!, como você foi bonzinho me devolvendo o CD vou deixar você me comer por trás, você quer?????... Eu dizendo que sim Vera ficou de quatro na cama com aquela bunda fenomenal à minha disposição. Como um cachorro tarado em um segundo já estava com a minha pica enterrada até o saco no cú da minha irmã. – Isso meu irmãozinho gostoso!... agora mete no meu cu com vontade.... – Oh mana!... que bunda linda... que cuzinho gostoso.... sempre sonhei com esse momento.... Ela movimentando os dedos na prápria buceta. – Então aproveita!... mete bastante e goza no meu cú.... Soquei bastante até gozar muito no cuzinho da minha irmã. Dias depois Vera colocando ela prápria uma camisinha no meu pau, pediu pra meter na sua buceta... Minha primeira trepada numa buceta foi rápida, logo gozei.... Vera então deitou comigo e me beijou na boca... mordiscou minha orelha.... lambeu minha barriga.... mexeu no meu saco e chupou minha pica até ficar dura novamente.... a segunda já foi bem melhor, Vera conseguiu gozar praticamente junto comigo. Ficamos viciados em sexo, pintava uma oportunidade e a safada logo me procurava pra gente transar. Sá que um certo dia minha mãe dizendo que ia até a casa de uma nossa tia, Vera tomou um banho e saiu enrolada na toalha e indo até a sala onde eu estava assistindo TV... ela provocante tirou a toalha e esfregou a bunda na minha cara dizendo que estava com vontade de tomar do cú, eu sentindo o perfume de sabonete exalando naquele corpo fui ficando louco de tesão. Mas quando Vera sentada no sofá e eu com a cara enfiada no meio de suas pernas chupando sua buceta, eis que sem que percebêssemos minha mãe entrou pela porta pegando-nos naquela situação.... Foi um Deus nos acuda... ficamos como baratas tontas tentando pegar qualquer coisa que pudesse cobrir nossa nudes... Vocês não podem imaginar o constrangimento de nás três. Quando minha mãe se recuperou do susto veio uma enxurrada de esporro... (CONTINUA).

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


sexo com renata crentinhacontos eróticos com animaiscontos eróticos com animaisconto cdzinhacontos eroticos zoofilia com a cachorra a noitecontoseróticos metendo com o bebê no coloContos eroticos no acampamento com minha maemulher madrugada contos eróticosFui violada por pirocao contos eroticoscumendo a prima vingwmconto aquela mulher mexeu na minha buceta cu teenamigas pegao mendigo na rua da banho e depois/punheta/eleQuero transa com minha prima que estar gravidaConto me chupa minha buceta me goza ai ai ai dp swing buracoamigao raspando a os pelos da buceta da minha mulher conto e videocontos eroticos com mae e tia dando cucontos cunhada crenteas gozadas mais lonjesFotos putinha com amigos no menagemoramoa no litoral eu e minha esposa e recebemos um primo dela para pasar um fim de semana conoscoxvidiominha pica é maio doque a do seu maridoconsultora pega a cliente e a faz gemer de prazerconto como tornar cornovidios pornu mulhe qUe gota de trasa vetida com fataziaporno quente doido cara lasca buceta com cuvirei amante do meu pai contos veridicoscontos traição no bailecontos eroticos bia fabriciocontos eroticos fui comprar cerveja e.comeram minha esposanovinhos fodeno apremira veizporn corno contos eroticos amarrada e usadaviuva darlene fudendo muitoaquele pau era quase o dobro do de meu maridotransando pela primeira vez no boa f***Contos eu d travesti meu fazia eu pagar suas dividasdanada da minha cunhada louca pra darcontos eroticos comi minha prima no rodeiocontos eroticos eu e meu padrastocontos erotico encesto femino eu cgupo minha filha desde os 2 aninhisMinha bucetinha não aguentaria aquela grossura todaContos erotico nora na piscina com biquini minusculo mostrando os pentelhosconto erotico de esposa de bunda grande com o gordomamae e meu irmao contosduas irmas gozando juntas conto eroticocontos eroticos casada em casa sozinha com enteado fazendo massagemcontos eroticos transando com a cuhada branquinha da boceta peludaContos eroticos recem nascido (a)praia guaratuba contos sexoa travesty gordinha me fez gozar sem tocar no pau comtos eroticoscontos minha irmã minha putacontos bebi com meu tio e acabei transando com eleconro erotico gay meu tio alopradocontos podolatria irmameu policial chupou meus seios gostosocontos fudi minha cunhada emplena lua de melcontos perdendo a virgindade dormindoconto uma viagem muito gostosafilha pelada contoscontos-gays sou gay e fui arrombado pelo pauzao grosso e grande do meu patraominha mae me iniciou em zoofiliacontos erótico estuprada po bardidosogro saradoContos peguei uma velhagorda meti a varaver contis eroticos de incesto passando oleo na maeincesto realidade fantasias contoContos-esporrei na comida da cegacontos eróticos babá garotinhominha mulher pegou eu dando para o piscineiroconto prima casada evangelicaContos minha filha de biquíniconto erotico traveco e casal o mineirinho que me cativou 2conto erótico eu tentei resistirlego na dano a buceta dormindocontos comi a mha filha novinha virgemporno contos picantes de corno submissocomendo cu da sogra da minha sobrinha contos