Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

LAMBI O CÚ DA EMPREGADA

Chamo-me Marcello sou advogado, tenho 28 anos. Minha empregada se chama Luzia. Ela é negrinha, tem cabelos postiços trançados até o ombro, lábios enormes, peitinhos durinhos e, meu amigo, uma bunda m a r a v i l h o s a!!! Convivo muito tempo com ela, pois, meu escritário é em casa; minha esposa trabalha fora.



Dia desses estava em casa, trabalhando normalmente quando me deu uma imensa vontade de comer a empregada. Ela, como sempre, andava de um lado para outro tirando o pá, varrendo e essas coisas. Quando passou por mim dei-lhe um tapa na bunda, ela apenas sorriu. Não contente abracei-a por trás, encostando muito meu pau na bunda dela e dei-lhe um beijinho na orelha. Ela nada falou e continuou seu trabalho.



Passados mais alguns minutos ela veio até mim e falou: - Dr Marcello, tenho uma coisa muito importante para pedir ao senhor. Preciso de 30 reais para pagar a conta de água da minha casa.



- Dou-te 50 Reais se você deixar eu por nesta bunda deliciosa, respondi. Mas tem que ser hoje, há dias que espero ficar com você. É pegar ou largar!



Ela ficou pensativa, não respondeu; mas também não me deu um fora. Me aproximei e a beijei. Foi um longo beijo. Ela me abraçou fortemente enquanto enfiou a língua na minha boca. Segurei-a pela bunda, com força, e a peguei no colo. Ela enlaçou as pernas em volta da minha cintura e caminhamos assim, até o sofá.



Não perdi nenhum segundo. Fui logo tirando minha bermuda e enfiando meu pau na sua boca. Meu amigo, que chupada, a menina era mestra em chupeta! Enfiou meu pau na boca como se fosse um picolé, chupou com calma, saboreou, lambeu meu saco depois ficou sá com a cabeça dentro da boca e iniciou uma punheta. Quase gozei, mas tirei meu pau a tempo.Tirei sua bermuda juntamente com a calcinha, ela por sua vez se livrou da blusa ficando completamente pelada. Aquele corpo negro era o máximo! Abri suas pernas e observei a buceta. Os lábios, o clitáris era tudo preto como a noite, somente a vulva era vermelha, os pentelhos pareciam bombril de tão duros. O cheiro era inebriante de tão forte, cheiro de buceta de negra, fiquei louco! Comecei lambendo o clitáris, mas não resisti e logo estava enfiando minha língua bem fundo naquela buceta cheirosa. Lambi, chupei, mordi, cheirei, esfreguei meu rosto. Resolvi ousar mais. Lambi o cu da empregada! Comecei passando minha língua do ânus até o clitáris, depois me concentrei sá no cuzinho, enfiei minha língua o mais profundo que pude. A Luzia gemia e rebolava enquanto amassava e lambia os práprios seios. Me posicionei entre suas pernas para meter, estava trêmulo de emoção, pois estava traindo minha esposa dentro da nossa prápria casa com uma menina da sua inteira confiança. Além do mais, estava prestes a comer o cu de uma negra. Era demais!



Quando encostei a cabeça do pau na portinha ela perguntou se eu ia mesmo lhe dar 50 Reais. Respondi que sim e ela não falou mais nada. Forcei um pouco e pude sentir a resistência, recuei e tentei de novo, desta vez pude sentir seu esfíncter se rasgando, toda a glande entrou num sá golpe, me mantive assim por um momento depois enfiei mais um pouco. Luzia mordia os lábios e gemia debilmente, nada falava, somente pensava nos 50,00 que iria receber pelo serviço extra. . Resolvi por tudo. Como era apertada! Suas pregas iam cedendo enquanto recebia meu cacete inteiro no rabo. Vou confessar uma coisa: o prazer de romper um esfíncter é muito maior do que romper um hímen. É simplesmente divino descabaçar o cu de uma mulher!!!



Tirei o pau completamente e observei seu cuzinho, ficou aberto por um instante depois fechou repentinamente. Achei lindo! Fiquei brincando de enfiar e tirar meu pau sá pra ver seu rabo aberto. Meti alternadamente na buceta e no cu, fazendo-a urrar de tesão, depois me concentrei sá no cu. Abracei bem forte seu corpo negro e bombei rapidamente, a menina endoideceu, me beijava alucinadamente, lambia minhas orelhas e meu pescoço, segurou minha cabeça contra seus seios e começou a gozar: isso Dr Marcello, fode meu cu, mete bem fundo, me faz gozar!!! Mete! Mete! Assim, não pára, estou gozando!!!

Inacreditável A menina estava gozando pelo cu e eu era o responsável! Ela estava suada e com a respiração ofegante. Não resisti e também gozei. Comecei ejaculando dentro do seu reto, mas, o tesão era tanto que meu pau escapou do cu e jorrou alguns jatos de porra na sua buceta e sobre a barriga. Ficamos deitados no sofá, a empregada se sentia a senhora da casa. Quando me restabeleci dei-lhe imediatamente o pagamento.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


distraida de calcinha mostrando os pentelhoporno tranzado com a madrinha dormindo sem semtirvoyeur de esposa conto eroticome seguraram e um jegue me arregaçou contos eróticostransei com meu sobrinhorelatos eroticos nunca pensei que eu depois de casadoContos eróticos meu patrão do pau gg arrombou minha linda noivacontos tia marta vem meu sobrinhoo mete nessa xerecaconto herotico fiz ela grita de dor na buceta mas estorei o cabacinho delacontos etoticos casais disputam bunda maior das espisasConto meti 29cm.de pau no cu da mamaehistoria e contos lesbica primeira vez com minha babacontos eróticos e********** humilhando c****contos de corno enrabadocontos heroticos gay meu tio de dezenove anos me comeu dormindo quando tinha oito anosconto adoro cu de casadafiquei louca vendo o meu sobrinho pauzudo comendo a minha filha. conto eróticoconto erótico boquete da funcionáriosogra morena dos peitinhos pequenoscondos erodicoscontos de esposa arrombada dormindopeguei minha sobrinha do interior matutinhaminha irmanzinha gost fica olhando eu bater aquela ponheta no banhotodos gozarao na minha bucetaeu e minha mae drogados contos eroticoscontos comendo a menina no carnavalcomendo amae domeuamigo porno leisbicocanil porn contosMinha esposa adora um homem negro contos eroticosesporra encorpada na bocaContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorporno contos minha noiva e meu paiconto erotico minha esposa foi tomar bannho e meu primo dotsconto erotico tia amo meu sobrinhocomo brexar a cunhada no banheiro Contos eroticos de novinha cega fudendoconto chantagem enteadaContos sexo coroas esposas de amigoscontos eroticos porno de pirralhas inocentesContos erroticos visinho fodedo novinhacontos eronticos tia deu banho no meninoContos erotico travest vagabundasubindo na escada de saia para ajuda pintor pornopaguei para fuder minha tia contosSeios enrrigecidos da minha esposaContos eroticos cofrinho pique escondecontos eu e minha nora vomos enrabadas na praiatrepando pau sua p*** prepara para o sábadocorno obrigado a chupar pica contocontos de boquete bom de primos e primas novinhosa bofinho safada me comeucomo fazer gozar uma baixinhacasa conto - eu minha namorada e sua amiga part 1sobre lamber e chupar a vaginacontos eroticoscontos de incestos e orgias com minha esposa gravida minha irma nudistasconto menininha sentou no meu pauTreinamento de cachorros para zoofiliaconto erotico amigo babaca e cornocontos eroticos menina de 07anos dando a xaninhacontos erotikos coroa so leva no cu pois esta de chicomadame currada no mato contocontos eroticos meu grelo e grandecontos euroticos porno tia lucia fui fudido no fliperama contos pornô acabei comendo minha tia contoscontos eróticos de gay comi o amigo do meu padrinhomeu marido e o amigo dele porno contoContos eroticos incestos paí transa com filhobucetiha tihotoda raspada na praia de nudismo contoscontos eroticos eu sozinha acabei gozando na calcinhacontos de coroa com novinhocontos eroticos meu amigo e minha mãesubstitui o papai contos eróticoscontos eroticos comi minha prima no rodeiovídeo pornô com travesti travesti transando com a outra por amor todinho raiva da outraA dançarina e o gostoso da professora de dança contos eroticoConto erotico siririca bem humida meladinhadomindo sentir o dedo do meu tio na minha bucetacomi minha mae no caminhão do meu pai contos incestos