Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TOMEI LEITE NA MAMADEIRA DO PAPAI

Olá pessoal, aqui estou eu de novo para contar mais uma de minhas aventuras que aconteceram na minha infância-adolescenscia. Me nome é Valéria, sou moreninha dos cabelos ondulados, 1.65 m, 53 Kg, seios medios, cinturinha e um bumbum enorme, arrebitado e redondinho. Atualmente estou com 22 anos, sou solteira, moro em Porto Alegre RS. Bom a histária que vou relatar hoje foi o que aconteceu comigo quando tinha por volta dos 19 anos de idade, nessa epoca meu corpo não era lá essas coisa, mas já prometia, tinha uma aparencia sexy de garotinha, no colégio todos os meninos queriam ser meus namorados, eu recusava todos pois tinha muita vergonha e medo dos meus pais. Morava com eles, meus pais, em uma casa humilde mas bem aconchegante, meu pai trabalhava o dia todo em um escritário e mamão ficava em casa.

Ele chegava sempre a noite, quando entrava em casa, estava muito estressado com a cara fechada, não dizia nada e ia direto para o quarto. Mamãe ia logo atrás e trancava a porta, ficavam lá por uma meia hora. logo depois mamãe saia do quarto meio encabulada e papai já estava bem mais humorado do que antes. Essa cena se repetia todos os dias, mas certo dia queria saber o que eles faziam no quarto para que se escondiam de mim, o que será que mamãe fazia para deixar o papai feliz. Então armei um esquema para ver tudinho, no momento que papai chegou em casa corri para o banheiro, mas em vez disso entrei no quarto dos meus pais e escondi dentro do guarda-roupas, logo depois papai entrou no quarto e mamãe venho logo atrás e trancaram a porta, deixei uma fresta na porta do guarda-roupas para eu poder ver tudo, papai agarrou mamãe e tacou um beijão e apertou sua bunda, mas isso eles faziam sempre, continuei olhando, então papai abriu sua camisa, ele estava de costas para mim não pude ver muito, mamãe venho beijando seu peito até chegar em suas calças, mamãe ficou com a cabeça bem perto da barriga do papai e começou a fazer movimentos estranhos, papai alisava sua cabeça e gemia e cada vez mais ele is ficando mais contente. Depois de minutos, papai gemeu alto e mamãe parou os movimentos, se levantou e saiu do quarto, papai estava feliz da vida, eu não tinha vista quase nada, pois meu pai estava de costas, não vi o que mamãe fez para ele, passei a ve-los por vários dias mas não conseguia nada, sei lá eu acho que eles estavam brincando pois papai fazia carinho na cabeça de mamãe. Então certo dia mamãe iria viajar para outra cidade fazer um curso para um emprego novo, ficaria uma semana fora, eu não pude ir junto pois tinha aulas e não queria faltar. Ficariamos eu e meu pai sozinhos em casa. Já era de noite por volta das 8 da noite, papai chegou do escritário, como sempre estava com a cara azeda, estressado do serviço, tirou o casaco e sentou-se no sofá, ligou a TV e ficou ali, não dizia nada. Pensei comigo mesma, se mamãe não está em casa eu poderia deixar meu pai feliz, faria do mesmo jeito. Cheguei na sala e sentei ao lado do meu pai, ele estava serio nem olhou para mim, meu pai além de trabalhar no escritário tambem joga futebol e tem um corpo grande e forte. Deitei-me no sofá e pus minha cabeça no colo de papai, para ver se ele alisava meus cabelos, papai olhou para mim e deu uma risadinha e voltou para a TV, e não fez nada comigo, como fazia com a minha mãe. Quando pus a cabeça no colo dele, notei que tinha algo grande escondido nas calças do papai, não sabia o que era, cutucava meu ouvido e minha bochecha. Assim me lembrei dos movimentos que mamãe fazia, comecei a movimentar minha cabeça bem encima daquela coisa enorme escondida, quando fiz isso papai exclamou: "O que está fazendo filhinha?", dae respondi: "Tô fazendo o que mamãe faz com papai!", eu tolinha não sabia de nada: "Não é assim que você fica feliz?" meu pai falou: "É sim, mas vc é muito novinha para fazer isso, tomar leite na mamadeira do papai!", então saberia que o que ele esconde dentro das calças era uma mamadeira, "Papai, eu nunca vi sua mamadeira antes!", papai meio desconfiado disse, "Mas vc não viu o que mamãe fez com papai ?", "Vi sim papai, sá não vi sua mamadeira, pois o senhor estava de costas!", meu pai não confiável me explicou tudinho, abriu seu ziper e ponho para fora sua mamadeira, tinha a forma de uma teta comprida, nunca tinha visto mamadeira assim, e ainda de cor vermelha, logo embaixo tinha duas bolas enormes, não sabia para que serviam, "Bem filhinha vou explicar tudo se vc não contar para ninguém, nem para mamãe, no meu serviço eu canso muito, chega até criar leite que fica aqui nessas bolas, esse leite me deixa muito estressado, então mamãe suga o leite por essa mamadeira, deixando papai mais feliz!!!", fiquei pasma com o que papai falou, sua mamadeira tinha um cheiro estranho, mais me fazia ficar eletrica, perguntei ao velho, "Papai esse leite e igual ao que a gente toma com café?", "Não filhinha esse leite tem gosto bem forte, quase ninguem gosta, mais é bem nutritivo!", fiquei histérica e queria mamar no papai, "Papai deixa eu mamar no senhor e tomar seu leite?", "Você pode mamar mais vai ficar entre nás, pois mamãe não gosta que bebam o leite dela!", prometi ao papai que ia ficar em segredo, ai desci minha cabeça, abri minha boquinha e botei a mamadeira na boca, bah tinha um gosto horrivel, azedo igual limão, comecei a chupar o ponta da mamadeira mas não saiu leite nenhum, mas vi que estava bem quente, "Papai não tá saindo leite nenhum!!!", "Filhinha vc tá fazendo errado, deve enfiar mais fundo na boca, use sua lingua e suas mãos para melhorar e chupe bem forte!!!", peguei a mamadeira com minha mão e pus o mais fundo possivel na minha boquinha e chupei o mais forte que pude, me acostumei com o gosto dela, meu pai pos a mão na minha cabeça e alisou meus cabelos, segurou minha cabeça com um pouco de força e fazia movimentos com suas coxas forçando a mamadeira mais ao fundo, eu quase engasguei com ela, não sabia que meu pai estava me enganando desde o inicio, que aquilo era seu pau e tal leite era sua porra, ele gemia alto a cada metida funda em minha garganta, mas não tinha saido leite ainda, mas depois de uns minutos, papai urrou bem alto, "Perfeito filhinha, já começou a sair leite!", eu com a boca na sua mamadeira senti jorrar leite direto no céu da minha boca e escorria pelo lado dos meus lábios, fechei a minha boca e recebi outros jatos de leite, "Pronto agora se vc quizer experimentar engula tudo, senão gospe fora!", tentei engolir seu leite, no primeiro gole senti um gosto horrivel, gospi o resto fora, "Papai tem um gosto horrivel, parece que tá azedo, isso não me faz mal?", "Calma filhinha e sá até vc acostumar!", fomos dormir. No outro dia fui a escola e o papai ao seu trabalho, sentia ainda o gosto de leite em minha boca, havia tomado um átimo gole. chegando em casa não via a hora de papai chegar para eu mamar nele de novo. Papai chegou e foi reto a o seu quarto, eu fui atrás: "Papai deixa eu mamar de novo?", "Papai sá deixa de vc não jogar o leite fora!", assim papai abriu o ziper e eu parti de boca a sua enorme mamadeira, desta vez suguei com toda a força, queria que saisse a quantidade de leite maior possivel, papai gemia de felicidade, sei lá acho que papai gosta que chupem seu leite. De repente novamente aqueles jatos de leite, desta vez não deixei fugir uma gota, depois engoli tudo em goles profundos, tinha um gosto nojento mais era bem cremoso e quentinho, papai alisou minha cabeça, "Viu querida, aprendeu a saborear o leite do papai, se quizer pode tomar leite todos os dias em que mamãe está fora!". Não via a hora de papai chegar para eu mamar nele, todos os dias que mamãe não estava eu mamava no papai, gostei muito de seu leite, quando mamãe voltou parei com isso se não mamãe ficaria brava comigo, pois tomava seu leite, foi assim que mamei um caralho pensando que era mamadeira. Se vc adorou esse conto mande-me mails para conversarmos. Até mais!!!



By Dra Valéria

[email protected]

03092003



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erótico na praia com a família da esposaamigao raspando a os pelos da buceta da minha mulher conto e videocontos eroticos cu da enteadaContos sogra fio dentalContos eróticos tetas gigantescontos eróticos as amiguinhasConto erótico sobrinha avó internadocontos meu cunhado é corninhocontos eróticos de bebados e drogados gaysEstouraram meu cuzinho na viagem contosler relato de suruba na casa da comadricontos eroticos eu ajudei meu amigopai cacetudo conto gaynovinha da buceta lisinha dgnna de uma punheta cabiporno coroa pauzeracontos eroticos com velhocontos eroticos a namorada arrependidacontos eroticos dentista coroa casada tarada por sexoContos lambendo cu cagadomae acorda de fio dental vai na varandatrai meu marido e ele ainda me chupou contoconto erotico viado bundudo da cu para negaominha mulher com os garotos contoscontos de iniciação no swingcontos eroticos de pai dando um trato na filhaconto erótico mulher é domada e faz marido assistir ela traindocontosheroticos travesti pirocudosconto pono de mulhe deiixa seu ammate negao tira sangue da suuua fiilhaconto erotico amigo babaca e cornofui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticoesposa conta para o marido que ele é corno e que seu amante vai fuder ela na frente do corno e depois vai transformar o corno no maior viado e vai leva sua outra amante pra fuder com a esposaconto minha mulher aronbadaContos eroticos familia sem preconceitoxvidio minha mina sai para tranpa e eu como Minha sogra xvidioroludo no onibusxvideominha cunhada mais velha contosvi ele comer ela/contoconto erotico gay colo tioConto de putinha objeto de prazer para todos os machosvides gay dopando amigo pra chupa-lo e tranzarvoyeur de esposa conto eroticoContoseroticosprimeiravezContos tirei cabaço da menininhacontos comi minha avó fez para eu poder a buceta delacontos eroticos droguei minha priminha ninfeta e comiconfesso fui bolinada por debaixo da mesa sem mau marido vercontos eróticos de bebados e drogados gaysdoce nanda trepando e dando gostosinho contos eroticosadorei ser encoxada pelo meu filhocontos eróticos com animais papada por um cãoContos eroticos chiando na fodacarla doida por roludos contosdoce nanda contos eroticoscomo fazer uma baixinha gosarcontos erótico ginecoligista e novinharelato erotico meu cachorro comia meu cuzinho quando meninacontos verdadeiro de filha de 10 aninhos dando o cuzinhoContos eroticos cumi mi.ha cunhada carlacontos suruba inesperada com a esposa e travestivamos a mulher Helena chupando sua filha com mulher mulher mulher mulher mulher mulher com mulher chupacontos casada titio me comeu. na marrachupeicontospeitinhu durinho pornoconto eróticos c afilhadacontos de coroa com novinhoContos eróticos e roseneqguinha gritando ai vou gozarcache:sU9kWxVzUNAJ:idlestates.ru/conto-categoria-mais-lidos_8_26_teens.html Contos eroticos Proposta a tresmeus tios comeram as camareiras do hotel conto eroticocontos eróticos com animais papada por um cãocoroa safado fofndo uma novinha déliciosa pornoMeu nome é dado (apelidio),tenho 35 anos e minha esposa mara tem 32 anos.Somos simpaticos ,com caracteristicas bem Brasileira .mulheres da buceta cabeluda que dar e nao aguentou a rola grosa e pedia para parar videominha mae nao gosta de mim contos eroticos incestovidio porno enchada qualculadarelato fui trocar o gaz e arrombei o cu da crenteEu e mamãe fudendo com papai contoseroticosfidendo uma nnda gigabte carnudaContos Eroticos Meu Tio Me Fodeu Até Eu Gritar Vai Tio Fode Vai FodeConto erotico sobrinho fudeu gostoso com a tia coroacontos eroticos a mae do meu amigoAteliê dos contos eróticoninfomaniaca conto