Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MINHA QUERIDA CUNHADA

Minha cunhada querida



Bom deixa eu me apresentar primeiro, me chamo Danilo tenho 26 anos, sou casado a seis, e tenho uma cunhadinha que é um sonho, um sonho que eu consumei.

Quando comecei a namorar minha esposa minha cunhada tinha apenas 19 anos de idade, então como era muito criança naquela época não se importava em andar na minha frente entre trajes mais íntimos, como de camisola, baby dool, ou até mesmo sá de calcinha, foram poucas vezes dessa ultima, mas aconteceu e todas foram de surpresa, sá de calcinha ela não tinha o costume de ficar na minha frente. Bom acontece que com 5 meses de namoro minha esposa engravidou e acabamos nos casando em 20 dias, foi o tempo que o cartário demorou pra correr com os papeis.

Já em nossa casa minha cunhada ia muito lá, e dormia muito também lá em casa, e ver ela de camisola e às vezes de calcinha aumentou e como estava em casa e gosto de liberdade em minha casa comecei a ficar sá de cueca na frente dela, no começo minha esposa começou a reclamar dizendo que sua Irma estava em casa e essas coisas, ai tive que dar uma engrossada com ela dizendo que estava em casa e gostava de ficar assim, se ela não quisesse que falasse pra sua Irma não dormir mais La em casa. Isso nunca aconteceu e quando minha cunha da estava em casa andar de cueca na sua frente era normal.

Acontece que ela cresceu e quando estava com 19 anos engravidou de uma carinha ai, e no começo eles não sabiam se iriam se casar ou não, e pra piorar ela não queria mais ficar na casa dos pais com medo de represarias, então sobrou a casa do cunhadão aqui. Ela ficou quase um mês em casa morando conosco e pra mim tudo mudou. Como visita ela ficava um dia sá e ia embora, agora morando em casa já mudava muita coisa.

Como gosto de liberdade em casa, muitas vezes ela me viu pelado, pois entrava no meu quarto se bater, mesmo por que a porta sempre ficava aberta, e me via pelado La, pra mim super normal, pois não tenho vergonha, mas ela sempre pedia desculpa.

Uma vez entrei no banheiro, a porta não estava fechada e tinha acabado de chegar da rua, e peguei-a peladinha no banheiro tomando banho, ela deu aquele gritinho que as mulheres geralmente dão quando são surpreendidas e pediu pra eu sair, mas antes dei uma olhada de cabo a rabo e depois sai. Depois que ela saiu do banheiro e estava sá de camisola (safada ela) fui conversar com ela e pedir desculpa, ela disse que tudo bem que também já tinha me visto um monte de vezes pelado e que eu não tinha gritado. Disse pra Ela que não tenho vergonha e por mim eu andava pelado em casa, ela disse pra eu não exagerar.

Bom acontece que ela se entendeu com o namorado e resolveram se casar, e ela voltou a morar na casa dos pais até sair o casamento. Passou se três anos depois desses acontecimentos ela já com seu filho de um ano e meio e morando com o marido. No ultimo sábado dia 28072007 nos tínhamos uma casamento de um primo deles para irmos, e recebemos vários parentes de fora para hospedarmos em casa, sá que já estava dando a hora de sairmos e tinha muita gente ainda pra se arrumar em casa e minha esposa ligou pra minha cunhada perguntando se eu poderia ir até lá tomar banho, pois ainda tinha muita gente em casa pra se arrumar, ela disse que sim e que ela estava acabando de entrar no banho que se eu fosse pra esperar um pouquinho. Minha esposa me dizendo isso disse que então já iria sair, pois passaria na minha sogra antes pra ver como estava às coisas por lá e depois iria pra casa da minha cunhada, mas não fiz isso fui direto pra lá. Chegando ela atende o interfone e diz pra eu entrar e esperar na sala, pois ela estava acabando seu banho. Entrei e esperei na sala ai vejo sair do banheiro enrolada na toalha e me diz assim:

- Se vc quiser pode ir tomando banho, mas estamos sem porta na casa, pois levaram elas pra envernizar e eu disse que tudo bem, pois ela já estava acostumada a me ver pelado, ela deu um sorrisinho e foi para o quarto.

Me levantei e fui pro banheiro, antes fui na porta do quarto dela, que também estava sem porta, pra perguntar do meu cunhado, e ela já estava sem toalha e estava nua em pelo, ou melhor, sem pelo, com a xaninha depiladinha, volto sem ela me ver e pergunto do banheiro mesmo cadê o corno, ela diz que ele esta na casa da mãe dele com seu filho, pois não vão no casamento, pois ele não gosta desse nosso primo que vai se casar.

Eu entro no chuveiro e começo a tomar meu banho quando ouço ela perguntado se pode entrar um pouquinho no banheiro, pois precisar acabar de se arrumar, e diz que não vai nem me olhar, eu digo que pode. Alguns segundos depois ela me pede um creme que está na prateleira dentro do Box do banheiro, eu digo que não posso pegar agora, pois estou com a cabeça ensaboada ela diz então eu vou pegar posso, digo sim ela entrar no Box e vê meu pinto duro e diz assim; - Nossa Danilo nunca vi ele assim, é bem maior que o do corno, eu digo quer experimentar, ela não diz nada, mas como estava com os olhos fechado sinto uma Mao em cima do meu pinto massageando ele, eu digo vai em frente, enxáguo minha cabeça e quando olho ela estava peladinha ainda e já iniciando um boquete maravilhoso. Me chupou muito e eu também chupei ela, o gosto da buceta dela é maravilhoso muito cheirosa. Pego ela nos braços e a levo pra cama, onde acabei de chupar sua bocetinha. Depois coloquei ela de quatro e mandei vara dentro, ela gozou sá com minha estocada, devia ta na seca, metemos de todos os jeito até que o telefone tocou e era minha esposa perguntando por que estava demorando. Depois desse dia nunca mais comi minha cunhada, também faz pouco tempo da primeira, mas quem sabe não consigo de novo.







VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


fui toma uma no bar da coroa safadinha e acabei comendo seu rabinhobricando de video game apostado com os amigos contos eroticoscontos zoofilia eu ela engatada cao praia desertavoyeur de esposa conto eroticoDesvirginando a sobrinha de 18 anoscontos de marido bonzinhos melequei a bucetacontos cu apertado da obesapai quero atencao contos eroticosdeixa eu botar meu pau na sua bandeirinha conto eróticoesposametenocomoutrocontos erótico festa com a filhacontos er passando em casacontos eroticos 9 aninhoscontoseroticosiniciandocontos eroticos extremofiseran eu comer minha sogra eminha conhada contoConto erotico sogro estuprando nora e gozando dentroContos erotico Minhas mamas doem muitoContos eroticos forçada a dar para um.cavalo na fazendaContos eroticos de amigos q fuderam as amigascontos de coroa com novinhoContos eróticos gay comeu menininhocontos eroticos casada pau pequenoC ok contos eroticos submissa fazendo um dp com o vizinhoFilha babando pau do pai contoseroticoscontos reais eroticos na formatura casaiscontos zoo mastiff taradoconto noiva liberadacontos eroticos ajudando uma amiga e suas duas filhas adolecenteconto gaguei mas gostei de dar o cuconto erotico de faxineira casada safadacontos e vídeos faturei minha irmãcontos eroticos tio sobrinho gaymenino de treze anos gostoso bundinha e cuzinho jeitoso contos eroticosfiquei bem machucada por fuder com cachorro enorme contos de zoofiliaMinha namorada ela mandou minha cunhada abri bem suas pernas ela disse pra eu tirar o cabaço da buceta da minha cunhada conto eroticoDei meu rabo e não me arreoendoconto esposa no cinepuro sexo sou muito deliciosa viajei com meu filho conto incestocontos gays ordenhando papaicontos marido deu sonifero para esposametendo devagar na buceta da minha irma dormindo no escuroIncesto com meu irmao casado eu confessoamigocome casal conto eroticocontos eroticos de estrupamendocontos eroticos.os velhos meterao gostoso em mimconto erótico de primo cdzinhaesposa ruiva f***** pelo negão contosComtos namorada fodida para pagar dividas do namoradocontos eroticos comi a biscatinhacontos lesbicos de carceleiracontos incesto mãe fofinhapelada e o cu melado de manteiga no corpo inteiroconto gay "punheta pro seu macho"contos tia de 57 anoscomi minha sogra rabuda q meu sogro nao comecontos ex com amigosconto erótico fui chantageada pelo meu primo Fernando que comeu a minha mulherlesibica xupa sua filha adotiva co.contosmeu cu aberto e ardido de picarasguei a camisinha sem ela perce er e gozei dentro/contosperdi minha mulher no jogo contos eroticosconto rebolo pau meu cunhadosogra mijona contosvo dando gostoso pro neto gosa dentrominha primeira punhetacontos reais punheta gozadascoroa me fudeucontos de travecos comedorescontos eróticos genropagode porno grelo gosadocasada desfilado de calcinha contos eroticoMulher transano de quatro com um homen xe pau grandeconto gay zoofilia com galinhacontos eroticos fui cuidado meu sogro e ele viu meus pritosmeu cuzinho desvirginadotrepo com a enteada dormindocorno obrigado a chupar pica contocontos eroticos priminha rabuda no colochupando mamilos com sofreguidaocontos eróticos porno primeira vez com a namoradadei minha bucetao mestruada e ingravidei contosp*** da bunda grande deixando seu c* todo arrombado com peito bem grandemknha tia pediu pra passar protetor solar contos Contos eróticos teens tomando banho com meu irmãocomo brexar a cunhada no banheiro Contos eroticos meu sogrocontos dei o cu e saiu merdaconto esposa caralhudomadrinhas branca da bunda empinadaconfesso fui bolinada por debaixo da mesa sem mau marido vercontos eroticos flagrei minha namoradaconto erotico comendo o cu da professora e sua filha juntadMenina da pracinha, contoconto estrupada dormindocontos eroticos Minha namorada me contou como perdeu a virgindade com seu ex e fiquei exitadocontos eroticos envangelica marido e pai roubaram o chefe