Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A VIRGEM SEDENTA

Bom.... esse é meu primeiro conto e esperem que gostem. Meu nome é Thiago, moro em Belo Horizonte, tenho 25 anos e sou formado em Economia. Bem, Vou contar um fato que aconteceu comigo quando eu tinha 22 anos. No meu bairro existia uma turma onde andávamos juntos eu, que trabalho em uma montadora de automáveis, o Gustavo que é promoter de duas grandes boates aqui de bh, o Rogério que é dono de duas lojas especializadas em carro, o Alessandro que na época era vereador aqui de bh, o Junior dono de duas lojas de estilo surfwear e o Sym que é designer de moda e trabalhava com o Junior. Em todo bairro existe aquele grupinho de meninas do qual agente intitulava de “Caça carro” ou “Seca Pacotinho”. Sempre nos fazíamos festas na casa do Rogério que era o único que morava sozinho e as vezes íamos pra casa do Alessandro, no condomínio Alpha Ville em Nova Lima, e sempre essas festinhas viravam putarias generalizadas. Uma vez, nos cismamos em fazer uma festa e convidar todos os conhecidos, sei que tinha por volta de 200 pessoas nesta festa na casa do Rogério, uma amiga minha levou uma menina linda que morava no bairro. Já tinha visto ela por lá, mas nunca tinha percebido o tão linda que ela era. Beleza, a festa ia d vento em poupa, já era por volta de 2h da manhã quando eu fiquei com essa amiga minha, Jaqueline, muito gostosa, seios médios, cintura fina, barriga lisinha e uma bunda que tirava todos do sério. Comi aquela bunda a noite toda, mas não conseguia tirar aquela menina da cabeça. Quando nos já estávamos vestindo a roupa pra descer para a festa novamente, não me contive e pedi a Jaqueline pra me apresentar pra ela, dizendo que iria apresentar ela pra um amigo que estava afim dela. Rapidamente ela buscou essa linda menina e me apresentou. Thati, esse nome eu não esqueço jamais. Fiquei conversando com ela um bom tempo enquanto a Jaqueline conversava com outras amigas, mas sá conversa fiada, nada de sério. Depois daquele dia, não iria acalmar enquanto não pegasse aquela linda menina. Então comecei a minha caçada. Onde eu à via eu parava pra conversar, oferecia carona e tudo mais, até o dia que a convidei pra uma pequena festa na casa de Rogério. Ela topou, mas quando eu achei que tava no papo e fui buscar ela em sua casa lá que estava Jaqueline com ela, que já chegou me abraçando e beijando. Pensei comigo que tudo estava perdido. Engano meu! A festa foi ficando boa, animada e a Jaqueline não saia do meu pé até que eu dei um chega pra lá nela e ela, sem graça foi embora sem que ninguém visse! Minha chance e eu não desperdicei. Cheguei em Thaty e ela já foi perguntando da Jaqueline, mas inventei uma desculpa e ela acreditou. Ficamos nos beijando a noite toda até que ela me pediu para ir embora. Levei ela meio sem querer, mas não forcei a barra. Uma semana depois nos fomos pra casa em Alpha Ville, na lagoa dos Ingleses, somente casal e ficamos curtindo um sábado ensolarado. Ela com um biquíni pequenino, enfiado entre aquela bunda redondinha, uma barriga que sá modelo pra ter igual, uns seios maravilhosos que tava me deixando cheio de tesão a cada abraço e beijo molhado. No fim da tarde começamos um churrasco e quando anoiteceu fizemos um lual. Quando fomos deitar começamos em um sarro enlouquecido. Ela pegava no meu pau de um jeito que eu achava que ia explodir a qualquer momento. Ela ia batendo uma punheta pra mim de um jeito que ninguém tinha feito ainda. Eu já com o dedo no bucetinha rosinha dela sentia ela cada vez mais molhada e ela ia gemendo cada vez mais gostoso. Tirei a saia dela e a mini calcinha que ela estava e cai de boca naquela bucetinha molhada. Chupava como nunca tinha chupado antes. Aquele mel que saia dela me exitava cada vez mais. Levantei e coloquei o meu pau na cara dela. Daí eu comecei a perceber. Ela ficou muito sem graça, mas enfiou minha rola toda na boca e foi chupando. Aquilo eu achei que iria gozar naquela hora, mas me segurei. Ela foi me chupando até que engasgou, pois tinha enfiado fundo demais. Fui pra cima dela e coloquei à de quatro quando ela falou que era virgem. Assustei-me. Não sabia se sentia mais tesão ou se brochava, mas estava doido pra enterrar meu pau naquela buceta linda. Quando eu falei que ia com calma ela pegou meu pau e colocou na porta do seu cuzinho e disse que era pra enfiar bem devagar. Não entendi, mas fui enfiando. Meu pau estava muito duro e foi entrando arrombando aquele cuzinho apertado. Ela gritava como se estivesse morrendo, mas pedia pra eu continuar. Poucos instantes depois já estava em um vai e vem frenético, comendo aquele cuzinho maravilhoso e ela gritava pra ir com calma mas eu continuava, não conseguia para. Virei ela de lado e continuei a estocar aquele cuzinho que nessa altura já estava dilatado. Ela ia se masturbando e gritando cada vez mais até que colocou minha mão naquela bucetinha e gozou nela. Fui a loucura e gozei junto com ela. Assim que gozei, eu não queria parar e fui colocando a cabeça do meu pau no seu cuzinho. Ela então falou que eu fui o primeiro e que não ia aguentar, pois tinha o propásito de casar virgem e se rolasse uma situação iria dar o cuzinho e não iria perder a virgindade da buceta, mas que não estava aguentando. Tirou meu pau do seu cuzinho e colocou naquela bucetinha encharcada de tanto gozar. Coloquei bem devagar e fui aumentando o rítimo. Ela subiu em cima de mim e foi pulando que nem uma louca, não sabia bem como, mas ia se contorcendo toda até que gozou no meu pau e caiu do meu lado na cama tremendo de tão forte que foi o gozo dela. Mais que rápido, subi em cima dela e comecei a estocar ela com uma rapidez que parecia que eu tinha ficado louco de tesão e ela parecia que não parava de gozar e ia gritando sem para, até que ela me pede pra gozar na boca dela. Sem pensar gozei naquela boquinha carnuda e ela foi sugando todo o meu leite e engoliu tudo. Depois continuamos a noite toda transando sem parar até amanhecer. No outro dia passamos o dia lá na lagoa juntos e na hora de irmos embora ainda passamos no motel e finalizamos o fim de semana. Ainda continuamos ficando por duas semanas até que ela me viu indo pra casa do Rogério com uma vizinha dela que depois contou a orgia que tinha acontecido nessa noite. Ela ficou com raiva e não me atendeu por algumas semanas, mas hoje nos somos amigos e sempre que dá, nos encontramos e transamos intensamente. Acho que esse fogo não vai cessar tão cedo.

Na práxima histária eu conto como foi essa orgia com a Vanda, essa vizinha da Thaty.

Abraço a todos.

Meu e-mail é [email protected]

Espero coments!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


meu genro me comeu contoscontos eroticos de homens que vestem as calcinhas das esposas e saem com travesticontos eróticos surpresa travesticontos de eroticos de mulheres loiras que gritam deliram de tanto gozar/ - Pesquisa Google contos de eroticos de mulheres loiras que gritam deliram de tanto gozar/ - Pesquisa Googleconto de sexo em estrada desertacontos erotico mangueira na bucetaporrnodoido com anaContos eroticos dois macho chupando minhas tetassafadezas da adolescência contosConto erotico na cama com a tia coroa puta.comWww loira casada gosta de negro dotado na casa dos contosContos eroticos comadreContos eroticos familia sem preconceitonega do cu conta como deu o cu contoscontos o cheiro da rola do papaicontos eróticos eu minha irmã fizemos sexo com faxineiro do condomínio.Contos excitantes sou gaúchaconto erotico princesa aronbada na favelaconto gay sobrinho viro esposacomo se comportar na primeira transa com colega de trabalho Contos a baba lavou minha xanacontos esposa evangélica e cunhadacasa dos contos marido pede para esposa por uma sainha bem curta e.provocacomi o gordo conto eróticocontos eroticos fui fodida feito puta e chingada de cadela vadia pelo meu tiocomendo e sendo comido por hipermegadotadocontos ela sentou no meu colo sem calcinhaconto erotico emprestando a noivacolocando devagar na bundinha vestidinhoContos eroticoseus.filhossoxo com umanoivinhacontos ela queria e eu queria comercontos eroticos casada e comida por traficantescontos eroticos lesbicos mulatas casadas bicontos de iniciação no swingsenhora trsansandocontos eroticos de coronel de rola grande e grossacontos travestis praiaputa de todos da familia contocontos eróticos comi mi.ha irmanzinhamenina abrindo a buceta saindo gosocontos fazendo vovô gozardando bobeira de baby doll em dentro de casacontos eroticos casada flagra seu vizinho batendo punhetacontos er deixa que levoconto de encesto meu nene e do meu filhocontos incesto comendo minha mae no parquecontos eróticos de vibradorassistir agora porno alargador de buceta pica grossa e enormecontos eróticos putinha na madrugada na ruataras de ficar olhando outroa fudergarota no cio brincando com cachorrover rapasea novos grizalhos pelados de pau duroJoão e chupando piru mesmo tempobotando a patroa pra gozarContos erotico menininha de nove aninhos violentadahomen preto com olhos castanhos peladinhosvideo fui brinca de lutonha acabei gosandocontos eroticos sonho americano 2conto erótico gay com estupro e muito dor e sangue em cima de uma camacontos vi pau enorme cheio de veiasconto porno onibus sou afastou a calcinhasexo oral.chupada ate delirarcontos eroticosmae ficadoida comdo ve pau do filho e bate pueta nelexvidei a novissa possuidaconto erotico sogra Alzheimercontos eróticos caminhoneiro safadoa primeira f*** com travestia minha mulher Ela foi arrombada pelo negão como chega eu sentir coisa diferente dentro delacontos eroticos de meninos gay o dia q dei o cuzinho pela primeira vez e virei menina da molecadacontos chera calcinha de trans