Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CHANTAGIADO, VIREI A VADIA DO VÉIO

Sempre gostei de ser passivo e submisso. Adoro ser usado e abusado por um Macho Dominador. Este conto reflete muito de meus desejos e fantasias.

Sou filho único e durante muito tempo morei com meus pais no mesmo prédio - esses com vários apartamentos por andar, tipo blocão. Eu tinha 19 anos, estava na faculdade e ainda morando com meus pais. Tinha tido algumas experiencias homo na adolescência com meu primo, mas nada de mais, tipo um batando punheta pro outro, ou tirar sarro na bunda do outro mas sem penetrar...enfim, até então eu nunca tinha dado a bunda e chupado um kct. Durante todo tempo q morei nesse prédio, eu e meus pais eramos vizinhos d porta d frente do Sr Waldemar - um coroa viúvo, com cara de pouco amigos, careca, moreno jambo, peludo, sempre com barba por fazer, cerca de 185cm de altura, bem gordo com um barrigão d cerveja e, aliás, ele sempre estava semi-embrigado (xeirando a cerveja) e fumando cigarros. O Sr Waldemar nunca se ensinou p durante todos meus 19anos sendo seu vizinho, apesar de sempre estar d olha na minha rotina e as namoradas que eu trazia em casa, pois ficava sempre em casa e qdo eu tinha 19anos, ele tinha 58anos. Bom, deixa eu me descrever: tenho 1,76m, 90kg (tipo parrudinho, meio malhado), cabelos negros e olhos castanhos, coxas bem grossas, alguns pelos no corpo, bunda bem carnuda e um piru de 15cm.

Bom, minha vida mudou extremamente apás o Sr Waldemar resolver mais do que observar... como falei aos 19anos estava na faculdade e meus pais se aposentaram e resolveram ir morar no litoral e deixa o apto comigo enqto fazia faculdade. Assim, q meus pais se mudarm comecei aproveitar minha liberdade: fazia festas no apto direto e trazia garotas lá, etc... passado uns meses, não sei porque comecei a me lembrar de minhas "bricadeiras" com meu primo na infância e minhas fantasias começaram a se desenvolver comigo pensando em ser passivo e tudo mais...

Até que um dia, tomei coragem e entrei num chat decedido que naquela noite iria dar meu rabo... achei um cara de 30anos, q se dizia casado e q tinha experiencia em disvirginar viadinhos... pensei: casado, deve ser discreto, então, dá p trazer aki em casa. Fiz a proposta para o cara e ele me disse q tiraria meu cabaço com uma condição: eu teria q vestir umas lingeries q ele havia dado pra sua mulher, porem ela mto conservadora não aceito.... adorei a idéia e combinamos.

Me encontrei com Renato perto de casa, conversamos e decidi leva-lo pro apto. Foi tudo mto legal: ele me descabaçou legal comigo vestido de cinta-liga e tudo mais, entrei no personagem e incorporei a mulherzinha e até bebi o leitinho dele. Transamos no quarto q era dos meus pais, que eu tinha adotado como depois q ele se mudaram.

No outro dia, era sábado, eu não tinha faculdade e acordei tarde (não me sentia até arrependido to q tinha feito)...qdo passei da sala p cozinha vi um envelope deixado no chão. Abri e dentro tinha um dvd e um bilhete: "Assista e venha até as 13hs no apto da frente, se não quiser que este dvd chegue aos seus pais e amigos e namoradas". O dvd era uma compilação de todas as farras q fiz no apto desde que meus pais se mudaram, mas a transa do dia anterior com o Renato. Me pavorei qdo e vi e olhei pro relágio e faltava três minutos pras 13hs....corri até a porta da frente (o apto do Sr Waldemar) e na porta tinha um aviso escrito "entre bixinha do 405 (meu apto) que a porta está aberta", me apovorei pensando q alguem mais tinha visto o bilete e entrei indignado tirando satisfação com o Sr W., qdo ele se levantou da cadeira e berrou dando um bofete na minha cara: "Cala boca sua bixa antes q ti espulse daqui e mandi esse dvd pra todo mundo q conhece", eu gelei e fiquei quieto. Sr W santou calmamente na poltrona e disse pra me ajoelhar na frente dele e perguntou: "vc quer mesmo q a existência desse dvd fique somente entre nás dois, então me escute q tenho uma proposta...". Estava mudo e quase chorando de medo e o Sr W. começou a explicar: "a sua performance d ontem foi gravada com câmera escodidas q coloquei no seu apto qdo estava na faculdade e apás seus pais sairem daqui, não vou dizer onde elas estão e vc está proibido de tira-las pq vc sabe q fico em casa o tempo todo e vou controlar vc lhe vigiando. Bom sua transa d ontem me convenceu que és uma bixinha daquelas mais biscate..." tentei argumentar, mas qdo tentei falar, o Sr W deferiu mais uma bofetada dizendo q se falasse novamente sem a sua autorização, iria me expulsar aos pontas pés e divulgar o dvd. Fiquei quieto e ele continuo: "Bom, como ia dizendo, vc é uma bixa sem vergonha e eu penso q Machos como eu tem todo direito de explorar bixas como vc, portanto, vamos fazer um acordo. De agora em diante durante a semana vc sá vai da faculdade pra casa sempre sozinho, irá estudar por 2 horas todos os dias e dormir sozinho no apto. Aos findi será minha vadia, eu irei lhe castigar, humilhar, lhe usar sexualmente e ainda vais limpar minha casa; em troca eu não digo o o dvd. Agora, vc diz sim ou não, não qro saber d nada apenas se aceita o acordo ou não". Apovarado e com ele gritando dizendo pra responder, falei alto q sim, ele novamente defere um bofete no meu rosto e dizendo: repita com voz dácil "Sim Sr W. serei sua vadia com mto orgulho e lhe agredeço por isso". Lagrimejando e chorando eu repito.

Sr. W era meu Macho Dono então, me transformou numa vadia: fomos ao meu apto e o Sr. W retirou todas minhas cuecas trocando por calçinhas, confiscou talheres e pratos, substituindo por uma tigel canina onde faria minha refeições no chão, ordenou q em casa eu ficasse sempre apenas de calçinha (ele saberia por causa das cameras) e somente dormisse no chão, meu chuveiro elétrico tb foi confiscado, televisor e cds, ficou um cd player com um cd de funk onde todos os dias eu dançaria como vadia no meu quarto antes d ir dormir. Portanto, o Sr W tinha completo controle sobre minha rotina e extranhamente eu começa a gostar. Naquele dia mesmo, o Sr W. me depilou todo e disse q manter meu corpo liso me depilando as 4ferias d cada semana num salão d beleza. Meus finais d semana começaram a então ser dedicados ao Sr W sofrendo todo tipo d humilhações - engolindo seu mijo, cuspe, porra e inclusive tendo meu rosto sendo utilizado de papel higienico, além, de lamber seus pés, axilas e corpo sempre suados e fedendo a cerveja e cigarro, volta e meia chupava seu kct com queijinho. O Sr W era bem dotado 21cm extremamente grosso q sempre me enrabava sem ky apenas usando como lubrificante manteiga, sempre sentia dor ao ser enrabado e o Sr W não ligava, mto pelo contrário ria do meu sofrimento, me estapeava e fudia mais forte, cuspia na minha cara e me xingava e dizia q nunca mais iria usar meu pinto ridículo q ele mantia amarrado p pedir minha ereção e aos poucos fui apredendo gozar como uma vadia como o Sr W dizia: d pinto mole e sofrendo na vara do Macho. Sr W aplicava surras constante na minha bunda de chinelo, cinto eou chibata, sempre comgo agradeçando a cada golpe na minha bunda, tb o Sr W adorava pegar suas meias ou cuecas sujas mija-las e surrar minha cara com ela ainda enxarcadas na sua urina. Outras forma q o Sr W me castigava era derramar cera de velas em mim especialmente no meu piru inutil como dizia, colocando predendores no meus mamilos ou narina para dificultar minha respiração enqto o mamava, ajoelhar no milho durante horas, ou ainda colocar plug anais lubrificados com gelol no meu rabo e mandar eu dar várias voltas de 4 no seu apto, apagava seus cigarros na minha bunda ou lingua (alias o Sr W volta e meia gozava em um cinzeiro cheio de cinzas e mandava eu engolir rindo). Nos serviços domésticos o Sr W me explorava: todos os serviços na casa eu fazia com um aventalzinho de empregada e um plug na bunda q deixa um pompom de rabo de coelho pra fora. Eu lava louça, lavava suas roupas a mão no tanque, passava, limpava d 4 o chão mtas vezes com minha camiseta, engraxava seus sapatos, lhe servia comida e cerveja, arrumava a cama, limpava o banheiro sendo q a latrina com minha lingua, lavava e encerava seu carro, buscava e as vezes comprava com meu dinheiro comida, cigarros e bebidas pra ele - tudo isso com o Sr W me xingando, me punindo por erros na faxina ou me sacaneando p ex mijando no chão recem limpo.

Aos poucos o Sr W foi aprofundando seu controle sobre mim: as faxinas tb passaram a ser feitas em dias da semana (pra isso o Sr W me ordenou fazer poucas cadeiras na faculdade para demorar mais ainda no meu curso), além de me depilar o Sr W começou a mandar a fazer brozeamento artificial com marquinha d bikine, deixar meu cabelo crescer, furar orelhas umbigo e lingua, fazer aulas d dança d axé p adquirer trejeitos, fazer a sobrancelha até o ponto q ficou evidente q era uma vadia, a consequencia: tive q sair da faculdade, meus pais me expulsaram de casa e tive q morar numa casinha d cachorro na area d serviço do apto do Sr W. Nessa condições, o Sr W. me marcou com ferro quente um W na minha nádega esquera mandou tatura abaixo do meu umbigo "sem serventia" com uma ceta apontada pro meu piru, no lado esquerdo do peito "I Love e o desenho de um kct" e na minha nuca "vadia". Agora tinha q paar pra servir o Sr W me prostituindo pros seus amigos e em cines pornos, mtas vezes comia apenas os restos do Sr W...

Esse é um conto extremo, mas muitas coisas gostaria q uma Macho fizesse comigo: se vc é um Macho de Porto Alegre que tem desejos como o Sr W, me mande um e-mail ursinhosubmissors @ yahoo. com. br

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


transei gostoso com minha aVò insertoscontos eroticos cornos de primasconto erotico olhando a bucetinha da minha irmazinha dormindoso mrninas na mastubando n causinha toda melada video mobilbucetinha contosfodi amiga da minha mae vai mete vou gozar cotoscomi a prima do meu pai com mais de 50 anos contos eroticos publicadoscontos eroticoso cu da cadelinhacontos erotico irmao cafetao da irmamenino gay inocência perdida pornocomi minha tia no escuroloiro trepando com a faveladaconto de o negao pirocudo rasgou meu cu sem docontos eróticos de noraContos eroticos no onibuscontos eroticos a tres corno mesma camaflogdosexo.compauloelizabethContos.eroticos traindo marido na.sala ao ladocontos de coroa com novinhoConto erotico siririca bem humida meladinhacontos tirar leite eróticoscontos eroticos chorando com o pau enterrado no cu arrancando bostacontos eróticos e********** humilhando c****Contos eroticos/minha sogra cavalonaas.anoa.cimasturbando.ir.gosando.muitoComto erotico picanti de Padre lanbendo xanavovo cruel conto eroticoo que sua esposa achou do menage femininobuceta gegadeContos eroticos minha mulher dormindo e eu louco pra fudelacontos sexo a ninfetinha tarada e virgemcontos ,chuparam tanto meu pau até ru gozar na bocacontos bi minha tia me pegou dando pra o meu tioler contos de sexo de mulheres sendo chantageada na estrada por dotadoscontos eroticos minha irmã e minha primarelatos eroticos tornado femeafrutaporno adoro bater punheta na calcinha da mamaecontos eróticos seios devem ser mamadoscontos eroticos mamaram meus seios em quanto eu domiaa posição cavalgada pode machucar o útero.?'Porno conto casa abondonada eu e o viadinhoconto erotico mulher fodendo escondido no pomarconto comi uma buceta muito apertada que doeu meu pauconto ertico adivogada traindo com mendigocontos eróticos assediada por minha amigaas coroa metendo a casa do corpo da pulsocomtos eroticos meu.marido. me fez ultrapassar.todos.os.limitesconto erotico homem andando fay de cueca pela.casaTia de xana peluda e sobrinho metendo conto eroticomostra como fuder bem gostoso e a pica entrendao na bucetamae short filho conto incestocontos eróticos de traição de casadas testemunhas de Jeovárabinho impinadinho em fio dental da irmacontos eroticos homem barbudo e peludo fudendo bucetaficou de short e foi chantageada contos eroticocontos erótico paizão enrabar filho gayarranquei o cabacinho de 11 aninhos contosbolinei a safada que amou....videoscomo e que aimha vagina abre na hora do sexo?contos eroticos sou casada sobrinho prediletocontos gay gordinho calcinhacontos erotico.esfrequei minha pica ne outraminha sobrinha me chupou enquanto eu dormiacontos eroticos:esporrei na maeencesto mae envagelicaconto erotico chantageado namorada do meu amigo"relatos eroticos" piscina "cunhadas"Rex dando o cucontos eroticos fui fodida feito puta e chingada de vadia putaNovinha de shortinho partindo a buceta no táxivirgem tendo um orgasmo contos eroticoscontos de transando com o genro timidoconto pono de mulhe deiixa seu ammate negao tira sangue da suuua fiilhacontos eroticos assistiu escondidocastigando a patroa na ruaContos estupros esposa e maridocontoseróticos, chantageadaeu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestoum negao pegou minha mulher contomorena de seios gigantes e cintura fina fundendo com um homemconto ru e minhas filhasmeio das pernas uma pica dava inveja grossura esposacontos eroticos adoro ver ele dando leite pro meu negaocontos eróticos por categoriacontos eroticos gay enrustido