Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

DESCOBERTAS DE COLEGIAIS

Vamos a mais uma historinha da série zoovoyeur, esse eu não tenho como confirmar a veracidade, mas que é bem gostoso é! Estava eu, Andrea, nos tempos de colégio ginasial e tinha uma amiga muito íntima, contava tudo para ela, quer dizer, quase tudo, e ela para mim ou eu achava que era assim até o dia que ocorreu o fato que passo a relatar.

Era uma sexta feira e eu fui para a casa de minha amiga depois da aula pois iria passar lá o final de semana. Já havia ido lá várias vezes e já tinha reparado no cachorrinho dela, um Boxer misturado com Dálmata, ele era manso e brincava comigo mas sempre preso. as poucas vezes que o vi solto minha amiga passou muita vergonha pois ela chegava da escola e ele corria e tentava subir na perna dela, as vezes já com a pontinha vermelhinha do piru aparecendo, minha amiga disfarçava e dizia que ele estava ficando velho e maluco, Eu como já tinha experiência no assunto tratei logo de maldar e sempre achei que ela era uma cadelinha das boas, como eu!

Chegamos na casa dela e fomos tomar banho, lanchar, essas coisas. à noite, estavam todos já em seus aposentos e nás duas e o Mancha (esse o nome do cachorro) vendo tv quando o papo começou a ir, como sempre para o lado do sexo, lamentávamos que não houvesse nem um filme para assistirmos. foi quando comecei a falar de uma certa revista que eu tinha visto do meu irmão, papo arrumado propositadamente por mim para chegar aonde eu queria, Que amostrava mulheres transando com animais minha amiga ficou com o rosto vermelho e fingiu desinteresse, quando comecei a contar de talhes ela começou a ficar incomodada e tentava disfarçar o Tesão que ela sentia com minhas palavras. Foi aí que eu perguntei a ela o que achava de gente assim, ela me disse que achava Que as pessoas deviam fazer o que tivessem vontade desde que não prejudicassem ninguém. Era o que eu queria ouvir, perguntei a ela sobre o cão dela ela me olhou com os olhos arregalados e me disse que ele era um cão muito limpo, acho que ela estava começando a me adivinhar, eu conhecia o tratamento que o cão recebia e por isso levantei da cama, fechei a porta do quarto com o pretexto de que iria dormir de camisola e não queria que ninguém me visse assim de manhã e disse a ela que então iria fazer uma coisa que tinha vontade a tempos. Ela não conseguia pronunciar uma sá palavra, sá me olhava com aquela cara de susto e felicidade por estar encontrando alguém que pensa como vc.

Caminhei até o cachorro que se colocou rapidamente em pé, ajoelhei em frente ao seu focinho e afastei minha calcinha para que ele sentisse o cheirinho que emanava de minha boceta, a esta altura muito mais que molhada. Ele não se fez de rogado e começou a lamber....ahhhh, que língua maravilhosa, fechei os olhos, retirei a minha camisolinha e comecei a massagear meus peitinhos......virei de costas e fiquei de 4 a frente do animal, ele me lambia a boceta e o cuzinho ao mesmo tempo, a língua áspera e molhada me faziam rebolar e rebolar, escutei um barulho atras de mim, quando olhei, era a minha amiguinha que já estava nua alisando o pau do cachorro que já se apresentava de fora, perguntei se ele já estava acostumado, ela me olhou nos olhos, deitou-se embaixo do cachorro e engoliu aquela vara sem nada me responder, ela parecia em nada com a minha amiguinha de colégio. Virei me para frente e continuei sentindo aquela língua na minha boceta e no meu cu até gozar.

Saí da minha posição, minha amiga continuava a chupar o Mancha, fui para perto dela e comecei a chupá-lo tb, é ábvio que com esta proximidade toda minha amiga me beijou.

Pedi para que ela ajudasse o mancha a me penetrar, ela disse que não, ela seria a primeira e eu a ajudaria, eu nunca tinha sido a ajudante, sempre fui a cadela mas foi átimo assim mesmo. Ela pegou um lubrificante, passou no pau do animal e ficou de joelhos com os cotovelos no chão e me disse:

- bota no meu cuzinho....

eu não sei o que me deu na hora mas meu grelo parecia que iria saltar fora do corpo, meus peitinhos doíam de tesão. Ela bateu na sua bunda ( a bunda dela é enorme, ele é gordinha mas muito gostosa) e o Mancha se posicionou, nervoso tentava enfiar e eu o guiei para o buraquinho negro de minha amiga, entrou fácil, eu nunca tinha visto assim, desse angulo, ele começou o vai e vem, minha amiga começou a gemer e disse que no cu era a primeira vez que estava doendo, para eu ajudá-la. Já fora de mim com aquilo tudo deitei-me em baixo dela e fizemos um 69.

Caralho! eu via aquele pau entrando e saindo logo acima de minha cabeça, via aquela bunda enorme arreganhada na minha frente, via aquela boceta carnuda escorrendo mel, como eu queria ser uma câmera fotográfica para passar para vc toda a visão que tive, ela arreganhou-se mais e forçou para trás o ná entrou, ela começou a chorar baixinho e morder minha boceta, me chamava de cachorra e dizia que a culpa era minha, gozei uma centena de vezes e vi aquele pau inchar e encher minha amiguinha de porra canina. Ela ficou grudada por pouco tempo e quando saiu lambuzou-me a cara e o cabelo, tive que sair para tomar banho, depois ela foi tomar banho, passou por mim e não me olhou nem falou comigo.....quando chegou no quarto de volta me encarou e perguntou se eu achava que ela era louca, dei-lhe um beijo e disse que era tão louca quanto eu, e passamos o final de semana trepando e trocando relatos de nossas trepadas.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos gays reais/a anaconda do meu primocomendo o cu da lais e amiga olhando conto erotico com amiguinho do meu irmaocomeu a tia da bunda grande contocrentes excurcoes contosmelequei a bucetabocetinha sem nenhum pelo e piquenininhcontos eroticos marido perdeu a apostacontos de coroa com novinhovideos porno pai afunda as tanga da filha virgemContos eróticos bdsm Ele costurou minha bucetaconto tia gostosa de microcalcinhacontos eroticos gang bang com os molequesprimeiro conto de aline a loirinha mais puta e vadiacontos cu virgem secretaria casada contoscontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosas rola de pratigo na bucetatem homem on line dar telefne pra foda com mulher casada chupa seu pau deixa chup bucetaminhasobrinhae sua amigacontosmulher tarada Senta no pau do boneco no Flávioninfeta chupa buceta e cospe a goza com nojomaravilha conto heteropunheta para sogra contostaboo estou apaixonada pelo meu filho sexo incesto contosПРОДАМ-БАЗУ-САЙТА-okinawa-ufa.ruporno nas baladas de contagem novinhascontos comeram minha mulher no colegioPapai e titio comeram minha bundinha contos eróticosnovinha sendo chantagiada. pra chupar rolacache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html vovo cruel conto eroticoConto minha esposa dando pro policialcontos eroticos sou puta os preto me comeram no matoconto erotico meu patrão i o gerente comeu minha esposacontos cachorro lambendo penis de homemContos eroticos forçada a dar para um.cavalo na fazendaImagem Carla danada na zoofoliacavalonas de casa disse apertadaxvidiocontos eroticos novinhacu atolado vestido voyeurmoranade bct Grande batendo um pra amiga meninas com bucetinhas piticas pornoMeu nome é Suellen e essa aventura foi uma delícia.rnSempre nos demos bem, erámos vizinhos e amigos. Eu tinha 18 anos, ele 16. Nossas casas são práximas, tanto que a janela do quarto dele dava pra janela do meu quarto. Eu sempre gostei de provocá-lo,potranca de mini saia fodendocontos eróticos virei cdzinha do vizinhocontos eroticos de enteada que transou aos cinco aninhos com padrastocontos eróticos minha esposa a bicicleta e o sobrinhoconto gay negro pediu o branquinho em namoroSo uso fio dental enfiado no cu.conto erotico femininovideos de palmadas fortes na buceta e na bunda peladaEncoxando tia da perua escolar contoscache:9sPphOOPSSEJ:https://idlestates.ru/m/conto_2200_corno-manso-e-viado.html comtus eroticu pai mai e filha brincandu de faser cocegacontos eróticos alunofui iniciada ainda pequena na zoofiliameu namorado me fez de putaContos eróticos tia deixa sobrinho gozar na bucetazoofiliacoroas boascontos eroticos festa a fantasiacontos eroticos irmaconto erotico marido convida amigo pra casa e nao tira olho das calcinha da esposa do varaljapinhas pirralhas fudendo a força.prima perguntou se eu era virgemcontos heroticos gay meu primo de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anosbundinha com calcinha sensual da virgemconto porno gay cinemameu namo puchou meus cabelos e deu vários beijos em mim o que significa isso?contos negao limpando quintal da casadacontos gozando pelo cuzinhoconto crossdresser.vestido de minha esposajato forte coroa vomitacontos eróticos punheta para afilhadaconto erotico espiando pelo buraco da fechaduraCu arregaçado.com/sadomazoquismoloiras fudendoconto eróticocontos relatados por mulheres que foram abusada e acabaram gozandoconto erotico sou casada eu ando de onibus de vestido e sem calcinha para machos desconhecidos me comeremesposa e filha de fio dental e eu contoscontos eroticos amigos heteroscontos fiquei com cu ea boceta arrombada 24cmcontos eróticos mulher de traficante dando pra galera todatravesti jhuly hillshistoria tia feis sexo com subrinlho na viajementreguei minha esposa de bandejaPolicial famenina dando a buceta pra seu cachorro em contoscontos cadelas no ciocontos gay comendo o muleke do orfanatoContos eróticos de tio sopinhasContos erotico de garotinha estupradas.esfrega conto heroticoEU TIRANDO FOTO MINHA BUNDA DE CALCINHA FETICHE OLHANDO ESPELHO MINH BUNDAvoyeur de esposa conto eroticocontos massagem incestocontos eroticos cdzinha quando era menino me vesti de menina e marquei pra dar eu queria ser meninacontos eroticos dentro do cine lidocontos weroticos comi minha sobrinha novinha de calcinha de rendacontos tias putas