Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

AINDA VIRGEM AMARRADA E ESTUPRADA...

Eu tinha 19 anos, nada conhecia de sexo, mas morria de vontade de fazer. Sou ruivinha, branquinha, olhos verdes, seios grandes (beeem grandes) e duros, cinturinha estreitinha, bundão redondo e coxas grossas, tenho 1,65m e pezinhos delicadinhos que deixam muito peão de obra babando de tesão. Minha casa naquela época ficava numa região afastada da cidades, ladeada de terrenos baldios, longe de tudo. Naquela tarde calorosa de janeiro eu estava sozinha em casa, meus pais tinham saído e eu fiquei lavando a louça do meu almoço. Minha blusinha branca ficou toda molhada e eu estava sem sutiã. Não sá a blusinah tinha ficado molhada, mas também meu shortinho cor de rosa que quase mostrava meu bumbum redondinho e lisinho. Estava descalça por causa do calor e depois de lavar a louça fui para o quarto assistir um pouco de televisão. Era um dia chato. De repente, escutei alguns ruídos na cozinha e fui ver o que era, e foi quando levei o maior susto da minha vida. Dois caras estavam vasculhando tudo. Um era baixinho e barrigudo, todo suado e fedendo. O outro era um garotão ainda, forte e sadio, mas ainda sim fedendo e suando também. Quando me viram daquele jeito, toda gostosinha e assustada, correram na minha direção sem me da tempo de gritar. Me agarraram e foram me passando amão e mordendo o pescoço, os seios, onde a boca deles pegava eles mordiam. Comecei a gritar, mas eu sabia que ninguém ia me escutar. Então o garotão me levou para o quarto enquanto o gordinho vinah com uma corda que eles tinham trazido pelo visto. O garotão me jogou na cama com tudo e bati minah cabeça, ele veio por cima de mim e me segurou os bracinhos, enquanto o gordinho amarrava minhas mãos aos lados da cama. Eu gritava muito e pedia socorro e eles diziam:

- Grita, putinha, você vai ser estourada agroa mesmo... quanto mais você grita, mais meu pau cresce pra te rasgar... vai tomar rola, vagabunda!!

Eu estava desesperada e fiquei mais ainda quando eles tiraram minha roupa toda, me deixando peladinha. Minha bucetinha é lisinha lisinha, porque eu já nasci assim. Foi quando eles amarraram meus joelhos e passaram a corda por debaixo da cama, puxaram forte e de uma forma que minhas pernas ficaram arregaçadas, bem abertas. Eu estava totalmente sem poder impedir deles me estuprarem ali mesmo. Eu suava por causa do calor e o suor se misturava ao do garotão, que foi o primeiro a tentar me arrombar. Seu pau era pequeno, de uns10cm, fino, não ia doer muito, pensei eu. Mas eu era virgem e mesmo assim doeu um pouco. Como eu berrava e pedia por socorro muito forte, o baixinho resolveu me amordaçar com uma bola de meia e uma fita crepe que ele achou em algum lugar da casa. Fiquei totalmente imobilizada, amordaçada e eles podiam fazer o que quisessem comigo. Eu chorava e o choro se misturava com meu suor. O garotão socava na minha bucetinha, mas eu quase não sentia nada, porque o pau dele era pequenininho. Finalmente ele gozou:

- UUUUHHHHH!! MEEEU QUE GOSTOSA CAARAA!!! - e me deu um tapa na cara.

- Agora é minha vez.... se prepara, putinha, você vai ver o que é caralho... - disse o baixinho.

Quando eu vi o tamanho do pau dele, fiquei apavorada. Era enorme, tinha uns 26cm e 6cm de grossura. Era um descomunal cacete, que eu não ia aguentar. Esperneei, tentei gritar, me sacudi toda, mas ele colocou o caralhão dele na entrada da minha bucetinha e começou a forçar. Urrei de dor e mordi com força a bola de meia. Eu chorava, suava, apertava minhs mãos e tentava desesperadamente me soltar, mas eu estava imobilzada. Ele foi entrando e me dilacerando a bucetinha. Como se isso não bastasse, o garotão batia punheta e me dava tapas na cara, na bunda, nas coxas, e doeu mesmo quando ele pegou o cinto dele e começou a bater nos meus pés. A dor e a tortura eram insuportáveis. Finalementeo o descomunal cacete do baixinho entrou inteiro. Eu sentia cada centímetro do caralho dele pulsando dentro de mim. O baixinho se jogou em cima de mim e começou a socar o pau dele com força, enquanto ele ficava bem na altura dos meus seios e chupava, mordia e lambia os dois, que eram grandes já naquela época. Enquanto isso, o garotão batia em mim com a cinta dele. Eu estava quase desmaiando depois de 19 minutos do baixinho cavalgando em cima de mim, arregaçando com meus peitões e do garotão batendo na minha cara e nos meus pezinhos delicados com a cinta dele. Aquele baixinho não gozava, sá socava com muita força, arrebentando com tudo dentro de mim. Pareceu interminável aquela tortura, mas finalmente o baixinho gozou.

- OOOOOOOHHHHHHHH!!!!!!! UUU UUUU UUUAAAAAHHHH!!!! MEEEEUUUU!!! UUUUUUHHH!!!! PUUUU UUUU UUUUTAAA!!! NINFEEEE EEEETA GOSTOOSA!!!!!

Senti todo o jato forte dele no meu útero e era tão forte que até a gozada dele doeu dentro de mim. E não parava de gozar, até que senti a porra dele esguichar da minha bucetinha toda arregaçada pelo pau dele, como o pau dele ainda dentro!!

O baixinho saiu de cima de mim. Eu estava sem força e a ponto de desmaiar. O garotão lambeu meu rosto, deixando uma baba fedida e disse:

- Se vc contar pra alguém, a gente volta e mata você. Pra garantir que você, puta do caralho, não vai contar nada, toma uam lembranã nossa. - e me deu uma cintada tão forte na buceta que com a dor eu acabei desmaiando.

Acordei sem ninguém em casa, desamarrada. Rapidamente fui tomar um bom banho e arrumar a casa, porque minha vergonha era muito grande para contar pra alguém. Foi nesse instante que eu resolvi me vingar dos homens todos e eu virei a Linda Virgem.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos anal paraensecontos eoroticos sobre enfermeiras de montes claros mgfotos de loira sapeca abrindo as pernas a abrindo a xana rosaSiririca contoscontos eroticos fui enrabada dormindome fode jb. contospornoc/japonesasetravestiswww.comto de esposa damdo a buceta eo cu para o marido e os amigoscontos eroticos lesbicas cintamulher sentando na embragem com o cu e buceta conto erotico de tanto eu insistir em engravidei a minha professora eu era um meninogabriel o hetero proibido conto eroticos gayhome acordo de manha com uma bela chupada do paucontos de casada rabuda fiel e fogosa cantadameu lobo gostosotenns gemeno e gritanoContos gay carnaval em Veneza homens q gosta d ve sua mulher com uns roludos novos contosContos.encesto.relacha.maeContos eroticos orgia forçadaloira resebi anal depois de treinamentocontos eróticos, esposa safada, puta dos patrõesquero ver buceta do pigele gradevisão dos sonhos dos cornosconto faco o que quiser corno perdoapadrinho comer afilhada cem pentelhocontos eroticos encoxando minha mae na salaContos eroticosComi minha irma na cozinhaconto erotico homem andando fay de cueca pela.casaConto puta fode com o vizinhocontos eroticos carnaval sai de cuzao e shortinhocontos de coroa com novinhopadrinho cuida da afilhada contos eróticosContoseroticosgreludalésbicas esfregando pernas de rã veridicomuitus contus estupro na favelaContos.eroticos.me.dava.banhoconto erotico comendo a entiada na chantagemcontos eroticos como meu irmao me comeu o meu cucontos eroticos o faxineiro comeu minha mulher parte 2contos porno eu amo caga na picasou branca e sempre quis da aum mulato mas sou casada contos contos eróticos sobre tia bucetudaconto eurotico eu fui viajar e minha esposa saiuputa do irmao contosbucetudas com caralhudos/fotos e contosxcontos eroticos.com peguei minha cunhada vendo revista de homens do pau grande vou contar pra meu irmaominha bunda grande contochupei mas nao dei que pena contoscontos eróticos fragei meu tio comendo minha tiaContos eroticos caralhooocontoseróticos loirinhado hotelcontos de primas dando pro cachorrocontos de putinhas casadaatolando nas cachora no ciocontos meu marido notou que eu estava arrombadametendoo con vpontadi pornoconto erotico eu estava tao bebada que nao sei quem me comeu me encheu meu utero de leitecontos eróticos com o genroconto erotico sou vaca leiteira eu gostoContos eróticos à força de negros brutoscontos de rasguei o cuzinho do moleque novinhocontos dando para minha familia parte 2Contos erocticos aaaai papaicontos eroticos Minha namorada me contou como perdeu a virgindade com seu ex e fiquei exitadocontos gay cdzinhacontos eroticos categoria estrupada por mas de umconto erotico d menino dando a bj da por uma apostaconto erotico minha esposa com o pateaocontos primeiro anal