Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SEM QUE ELA SOUBESSE, EU REALIZEI MEU SONHO

Depois de 19 anos de casamento a rotina toma conta das nossas vidas e penso que isto deve ser normal em todos os casais. Durante as nossas transas, eu e minha mulher fazemos de tudo para torná-las mais excitantes, até que comecei ter imaginações dela dando para um outro homem com a minha presença e comecei a falar com ela, cuja reação sá se tornava positiva, enquanto estávamos transando, aí ela concordava. Com o passar do tempo o meu desejo era transformar isto em realidade, mas ela sempre recusava. Então, o jeito foi bolar um plano arriscado, sem que ela soubesse das minhas intenções. Faríamos uma viagem de fim de semana e os nossos filhos ficariam com os pais dela.

Chegando no nosso destino, deixei a minha esposa no hotel e sai. Fui abastecer o carro e, enquanto isso, observei um dos empregados do Posto, ele podia vir a ser o outro na nossa transa. Desci do carro e me dirigi a ele e, assim, coloquei o meu plano. Mediante uma gratificação ele logo aceitou. De cor escura, aparentava ter por volta de 25anos e, apesar da simplicidade era bem apresentado. Combinamos que, naquela noite, ele iria na recepção do hotel e mandaria me chamar pelo telefone. Enquanto minha mulher tomava seu banho eu autorizei que ele subisse até o apartamento. Minha mulher sai do banheiro enrolada numa toalha, sedenta de amor e vem logo me abraçando. Nisso a campainha toca e eu, despistando estar surpreso, vou abrir a porta e volto com ele me abraçando por trás e uma arma apontada pra minha cabeça. Ao ver aquela cena minha mulher fica espantada, ameaçando gritar, no que eu peço para ficar quieta. Ele me solta e me manda sentar na cama, enquanto fita com seus olhos o corpo de minha mulher. Confesso que fiquei apavorado, mas o plano já estava armado e o jeito era tocar em frente. Eu pergunto qual era a dele e, a seu modo, ele diz que não era pra gente se preocupar. Assim, na maior cara de pau, me pergunta se eu sentiria prazer se minha mulher transasse com ele e nisso já foi tirando a sua roupa, mas antes disso amarrou eu e Maria Rita em volta de uma cadeira e, bem como havíamos combinado, se dirigiu ao banheiro e entrou num banho, voltando logo em seguida já despido e com o seu pau já querendo entrar na brincadeira. Desamarrou Maria Rita, que ficou de pé, enquanto eu ficava olhando aquela cena, intrigante e excitante. “ Eu não vou fazer nenhuma violência com vocês, desde que sua mulher colabore”! Nisso, abraçou minha mulher por trás e deixou cair a toalha, com o foco da luz no corpo de Maria Rita toda nua. Ela olhou pra mim e eu, disfarçando estar surpreso, dei com os ombros. Foi o sinal para ele avançar em cima de minha mulher, empurrando-a para a cama e começou a beija-la e a chupa-la todinha. Foi aí que ele percebeu que ela não demonstrava nenhuma reação de recusa e, enquanto a minha mulher permanecia deitada, ele se levantou e colocou o seu pau já mais do que duro na direção da boca da minha mulher, que ameaçou virar o seu rosto. Ele a pegou pelos cabelos e ordenou que ela o chupasse. Que prazer senti vendo aquela cena, minha mulher com o pau de um negro na boca e, ainda, gostando do que estava fazendo. Então, ele se sentindo dono da situação, fez com que minha mulher ficasse de quatro com a bunda voltada para mim e ela continuava chupando o seu pau. Assim, como também combinamos, ele diz pra ela se virar e ir até a minha direção, colocar o meu pau pra fora e ficar me chupando, enquanto ele a comia por trás. Na primeira estocada dele eu sá pude ouvir um gemido dela, como se estivasse consentindo aquilo tudo. Enquanto ela me chupava aquele negro comia a minha mulher. Ela estava gostando, eu sei disso, mas não dava o braço a torcer. Então, falei pra ele me desamarrar que eu não mais me importava e que ela iria dar para nás dois de uma maneira mais confortável. Assim, ele perguntou se ela concordava e ela, num ar displicente, balançou afirmativamente a cabeça. O que aconteceu a partir daí foi a realização completa do meu sonho. Enquanto eu comia a minha mulher, ela chupava aquele pau escuro, sem qualquer pudor. Invertemos de posição várias vezes, até que nás três gozamos. Eu virei de lado, abracei a minha mulher, enquanto aquele negro saia do quarto. Não falamos nada a respeito e na manhã seguinte fizemos amor como nunca fizemos antes e quando eu a comia pedi que imaginasse que era um outro e gozamos alucinadamente.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico minha esposa ficou pelada na frente de outro homemvistorias eroticas de zoofiliafoda gostosa com amigos contos contos eróticos - dando carona pra duasvoyeur de esposa conto eroticoconto erotico marido pega no flagraConto de cadelinha depósito de porra dos machos no barContos erotico dei pro meu amigo ra comer a namorada deleconto xupei o pau do meu amigo pq perdi apostacontos eroticos ele insistil que deixei tira camisinhacontos eroticos troca casais com gravidezmotoboy gay contoxvideos gay mostrando a rola pra sala interiracontos eroticos/narrafos safadod/gemidosviadinho de cuzinho apertadinho contos eroticosfortisinhocontos eu e minha nora vomos enrabadas na praiacontos eroticos flagrei minha namoradafui trepada pelo jegue di meu sogro. conto eróticoo cu da minha esposa e meu contoconto dei sonifero pra minha mulher dormir e outro comer elatransando com meu brotheraregasando a b da nhistorias eroticas fudendo a madrata crentecontos eroticos minha namorada virgemcrente fudendo o cu contos eroticosvedio de puliciais revistando os bonitois e chupando o pau delisContos eróticos mae do meu amigocontos eróticos italiano dominador come viadominha sogra falou que tem dificuldade para gozarposisoes para transa no acanpamento conto eróticogozei gostoso e tive que ir pra casa com a buceta cheia de porra. contos eróticosminha tia querida bota roupas curtas e eu fico com tesão doido pra comer ela mais tenho vergonha o q façoconto erótico ela sento piga grossa e gozou nelacontos sexo inversaocontos eróticos chantagem cunhadaconto erotico real sobrinhomenina abrindo a buceta saindo gosomacho coñoca calcinha e da o cuconto o jovem roludo comeuu a.buceta de esposacontos sexo a ninfetinha tarada e virgemContos eroticos home xupno xanaso puta e dei gostoso a xana contos eroticosImagem Carla danada na zoofoliaregasado a xota vizinha istoriasContos eroticos minha primeira vez foi quase um estupro e eu gosteimeu amigo pediu pra eu comer sua namoradaaudios da minha safada gozandocontos eroticos minha mulher me mandou pra farraContos : namorada dando pra passarcontos eroticos de mulher casada cagonacontos das danadinhas perdendo cabaçinhoconto de marido e esposa e velhovideo de subrinho a proveitando a brincadeira para encochar a tiacontos ela sentou no meu colo sem calcinhaContos eróticos - já ficava agarradinho na minha bunda - desde novinhocontos heroticos fransei com meu sogromalandrao dando o cuzinho pra boy malhado contocontosminha enteada gosta de dar a bundsConto começou.nascer cabelo na.buceta da.minha.cunhadinhaContos eroticos de esposa na estradahistorias de meninas q foram estupradas e gostaramcom doze aninhos estrei na vara contos eróticos gaycontos eroticos fudendo a mae travesticontos eróticos inversão bêbadocontos com travestifui comida peloamigo transexual contoshistorias pornos virando mocinha encoxando minha filha na viagemcontos heroticos gay meu primo de dezessete me comeu dormindo quando eu tinha oito anosConto erótico gay caçamba de carro de madrugadaContos eroticos fudendo a passageiracontos erotico travesti vai mete vou gozarcontos sodomizada por dinheiroorando outros peitões da bundona gostosacomi a mulher estrupada do traficante contos eroticocontos sexo família bicontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anosconto erotico nane loira