Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A CABRITINHA

A Cabritinha



Tinha apenas 1... aninhos, pele bem clarinha, olhos pretos e cabelos lisos e castanhos claros, os seios começavam a apontar, dois carocinhos, biquinhos estufadinhos, clarinhos; mas o que tinha que chamava a atenção era a bundinha, muito arrebitada e bem feita.

Ainda não sabia nada, era inocente, mas já sentia tesão, já esfregava a bucetinha quando ficava sozinha de manhã ainda na cama, sentia vontade de coisas que não conhecia.

Morava no mesmo bairro que meu avô, pertinho e passava as tardes com ele,vendo tv e conversando, ele viúvo e sozinho. A tristeza de viver sá o fez adoecer e seu irmão caçula veio da Bahia passar uns tempos com ele. Mas a depressão o mantinha na cama, os remédios fortes o faziam dormir o tempo todo.

Foi assim que conheci vô Jorge, alto e forte, 55 anos, tão diferente do meu avô. Era carinhoso também,mas era diferente. Baiano arretado,como ele dizia, cabelos grisalhos e uma barriguinha que eu achava um charme, pelos por tudo quanto é lado,pernas,peito, braços. No início eu o observava direto, ficava olhando seu corpo e ele ria e falava o que olhava tanto, eu ficava com vergonha e tentava disfarçar e nem sabia porque gostava tanto de olhar suas pernas, os braços peludos, os pelos escapando da regata...

Fomos ficando mais práximos, passávamos as tardes juntos e ele dizia que eu era uma lindeza, que daria muito trabalho pra minha mãe.

Lembro direitinho da primeira vez que sentei no seu colo, estávamos vendo um filme triste,onde um cachorrinho ficava doente e chorei, ele me pegou com carinho e pos no seu colo, fiquei quietinha ali,até o filme acabar. Ele alisava meus cabelos e me dava tapinhas nas costas: “não chore cabritinha, tudo vai dar certo”.

Adorei ficar no colo,sentindo o calor e o corpo dele, ele despertou meu tesão de menininha. Quando cheguei em casa naquele dia tomei banho e mexi na bucetinha, esfreguei pensando no vô Jorge,imaginava beija-lo como nas novelas e filmes.

à noite sonhei que ele me beijava e acordei querendo estar com ele, mal prestei atenção na aula, voltei da escola tomei banho,almocei e me arrumei pra vê-lo, sainha curtinha e blusinha branca de alcinhas.

Cheguei na casa e o abracei e disse que estava com saudades, sentamos na sala e assistindo tv, perguntei se ele tinha namorada,ele disse que não,também era viúvo e sozinho, levantei e fui até ele, sentei nas suas pernas e perguntei se queria namorar comigo. Ele desatou a rir, gargalhar, e disse que era velho e feio e eu uma lindeza novinha,que eu devia namorar um menino bonito e novo. Comecei a chorar e disse que ele não gostava de mim e me achava feia. Ele me abraçou e me consolava... você é linda,mas eu sou um velho feio e não posso namorar você que é apenas uma menininha. Eu o abracei, fiquei coladinha nele e falava “mas eu gosto de você e te acho bonito” e comecei a dar beijinhos no rosto dele, até chegar na boca e dar um selinho. Ele me afastou, sem tirar do colo e falou que aquilo era errado e pediu que eu fosse embora, me agarrei no seu pescoço e disse choramingando que não, que queria ficar com ele e ser sua namorada. Ele ficou quieto um tempo e não me tirou do colo.

Depois começou a me fazer perguntas, se já tinha namorado alguém, se já tinha beijado algum menino, se algum menino tinha me passado a mão... Eu falei como assim, passado a mão, ele fez com que eu ficasse mais deitadinha e passou o dedão no meu peitinho... assim cabritinha, já mexeram nos seus peitinhos... não tio,nunca... o dedão passava pra lá e pra cá, alisando meu peitinho, depois ele beliscava bem de leve,fechei os olhos e fiquei sentindo, ele alternava num peitinho e no outro e os dois estavam durinhos agora. Senti sua boca no meu pescoço e arrepiei,depois perguntou no meu ouvido, se era gostoso.. é tio, é gostoso... Quer mesmo namorar o tio, cabritinha? .. quero tio.. Mas ninguém pode saber, viu? Sá o tio e a cabritinha, senão tua mãe nunca mais te deixa vir aqui e não vai ter namoro.. A língua dele passeava no meu pescocinho e me arrepiava eu virei o rosto e comecei a dar beijinhos de novo, até dar um selinho na boca... e ganhei meu primeiro beijo,um beijo molhado de língua, que me fazia gemer baixinho, os dedos no meu peitinho apertavam com mais força e eu estava molinha de tesão, ele,sem parar deme beijar me ajeitou no colo e senti uma coisa dura na minha bundinha,me esfregava sem parar naquilo e me beijava gostoso, a mão soltou meu peitinho e desceu passando na barriguinha e entrou debaixo de minha sainha, encontrou minha bucetinha molhada e brincou por cima da calcinha, esfregando meu grelinho ... eu fiquei doidinha e esfregava a bunda no pau,sem saber.. beijando gostoso .. até gozar..

Fiquei deitadinha no colo,molinha e em cima do pau duro, ele esperou um pouco e me colocou no sofá e foi ao banheiro... voltou depois .. meio estranho e me colocou no colo de novo e falava baixinho.. cabritinha não pode contar isso pra ninguém,sá tu e o tio podem saber do namoro...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico comendo a massatorepeutacontos eroticos incesto pai encoxado filhas avo encoxado netasgozoucomcontos eróticos comi a bundinha da mulher do meu amigo com ele dormindo realmenina na punheta contosContos eroticos urologista bom de bocanetinha preferida do vovô conto eróticocontos eroticos com homem contratado para engravidarcontos eróticos de experiência bi de ninfetasporno contos dopei minha tia dundonacóntos eroticos eu e minha irmã chupa pau de traficanteiniciando um viadinho contocontos eroticos sou uma mulher coroa e adoro tira a virgindade das mulecadacontos eroticos meu cunhado me comeu na epoca eu so tinha 11Desvirginando a sobrinha de 18 anosContos eróticos engravidei na primeira trepadavídeo pornô intrigada e padrastoContos deliciosos tomar no cucontos eroticos de rafinha do mercadoexitando/minlha/irma em quanto dormi contoscontos.casado curte travesticontos eróticos frio inverno geladoiniciada como submissa contosconto enfermaria cheiro sexo intensoContos eróticos:meu querido professoratolando nas cachora no cioboqueteira gaucha contocarla dando a buceta ora o seu filho de 18contos eróticos comi minha sogra num domingoContos erotico transei com a namorada do meu cunhado safada fumava maconhacontos eroticos minha cadelinha manhosaContos de incesto de meninas de 14 aninhos em Belém do Parácontos eroticos de fui comido pelo meu tioesposa safada fudendocom cavalos na fazenda contoscontos vi pau enorme cheio de veiasassistir filme pornô mãe então você tá grande meladaPrazer Gay:Contos sobre Valentão da minha vidacasadas safadas me deu a calcinha usadas contos eroticoscontos eróticos da sobrinha toma leitinho na cama do tiocu atolado vestido voyeurfeira conto heterocontos eroricos de garotinhas estupradas por tarados safados.Fui corno e gostei muitofiquei louca vendo o meu sobrinho pauzudo comendo a minha filha. conto eróticocontos eróticos com comadremaisexo peituda senta e goza na boca do macho contos eróticosvizinha teen contoconto uma viagem muito gostosahttps://idlestates.ru/mobile/conto_5492_sonho-de-menino-q-se-torna-realidade.htmlsou casada mas sou fissurada em paucontos erótico esposa assediada no camarote do showContos eroticos transei com uma porcahistorias eroticas com saúnas masculinascontos eroticos peguei meu marido chupando os peitos da prima deleconto meteno nositio.comcontos depois de velha fui arrombadacontos de incesto filho fode a maeContos eroticos caralhoooporno bundas de morenas com cabelos longos mastubandosContos eroticos com animaisconto erotico de colega saradao do meu padrasto mim comeuconto erotico comendo a entiada na chantagemamante da calcinha de presenteeu minha esposa demos carona o cara era um pintudocontos eróticos medindo com meu gordinhoVovô me chupou os seios enormes de leite contos eróticosContos esposas se peidandoContos comendo a surdarasguei a camisinha sem ela perce er e gozei dentro/contoscontos eróticos no carro com meu paieu fui arrombadohomens apanhados a pila na maoenrabado na cadeia contosconto banho com tia timida