Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A CABRITINHA

A Cabritinha



Tinha apenas 1... aninhos, pele bem clarinha, olhos pretos e cabelos lisos e castanhos claros, os seios começavam a apontar, dois carocinhos, biquinhos estufadinhos, clarinhos; mas o que tinha que chamava a atenção era a bundinha, muito arrebitada e bem feita.

Ainda não sabia nada, era inocente, mas já sentia tesão, já esfregava a bucetinha quando ficava sozinha de manhã ainda na cama, sentia vontade de coisas que não conhecia.

Morava no mesmo bairro que meu avô, pertinho e passava as tardes com ele,vendo tv e conversando, ele viúvo e sozinho. A tristeza de viver sá o fez adoecer e seu irmão caçula veio da Bahia passar uns tempos com ele. Mas a depressão o mantinha na cama, os remédios fortes o faziam dormir o tempo todo.

Foi assim que conheci vô Jorge, alto e forte, 55 anos, tão diferente do meu avô. Era carinhoso também,mas era diferente. Baiano arretado,como ele dizia, cabelos grisalhos e uma barriguinha que eu achava um charme, pelos por tudo quanto é lado,pernas,peito, braços. No início eu o observava direto, ficava olhando seu corpo e ele ria e falava o que olhava tanto, eu ficava com vergonha e tentava disfarçar e nem sabia porque gostava tanto de olhar suas pernas, os braços peludos, os pelos escapando da regata...

Fomos ficando mais práximos, passávamos as tardes juntos e ele dizia que eu era uma lindeza, que daria muito trabalho pra minha mãe.

Lembro direitinho da primeira vez que sentei no seu colo, estávamos vendo um filme triste,onde um cachorrinho ficava doente e chorei, ele me pegou com carinho e pos no seu colo, fiquei quietinha ali,até o filme acabar. Ele alisava meus cabelos e me dava tapinhas nas costas: “não chore cabritinha, tudo vai dar certo”.

Adorei ficar no colo,sentindo o calor e o corpo dele, ele despertou meu tesão de menininha. Quando cheguei em casa naquele dia tomei banho e mexi na bucetinha, esfreguei pensando no vô Jorge,imaginava beija-lo como nas novelas e filmes.

à noite sonhei que ele me beijava e acordei querendo estar com ele, mal prestei atenção na aula, voltei da escola tomei banho,almocei e me arrumei pra vê-lo, sainha curtinha e blusinha branca de alcinhas.

Cheguei na casa e o abracei e disse que estava com saudades, sentamos na sala e assistindo tv, perguntei se ele tinha namorada,ele disse que não,também era viúvo e sozinho, levantei e fui até ele, sentei nas suas pernas e perguntei se queria namorar comigo. Ele desatou a rir, gargalhar, e disse que era velho e feio e eu uma lindeza novinha,que eu devia namorar um menino bonito e novo. Comecei a chorar e disse que ele não gostava de mim e me achava feia. Ele me abraçou e me consolava... você é linda,mas eu sou um velho feio e não posso namorar você que é apenas uma menininha. Eu o abracei, fiquei coladinha nele e falava “mas eu gosto de você e te acho bonito” e comecei a dar beijinhos no rosto dele, até chegar na boca e dar um selinho. Ele me afastou, sem tirar do colo e falou que aquilo era errado e pediu que eu fosse embora, me agarrei no seu pescoço e disse choramingando que não, que queria ficar com ele e ser sua namorada. Ele ficou quieto um tempo e não me tirou do colo.

Depois começou a me fazer perguntas, se já tinha namorado alguém, se já tinha beijado algum menino, se algum menino tinha me passado a mão... Eu falei como assim, passado a mão, ele fez com que eu ficasse mais deitadinha e passou o dedão no meu peitinho... assim cabritinha, já mexeram nos seus peitinhos... não tio,nunca... o dedão passava pra lá e pra cá, alisando meu peitinho, depois ele beliscava bem de leve,fechei os olhos e fiquei sentindo, ele alternava num peitinho e no outro e os dois estavam durinhos agora. Senti sua boca no meu pescoço e arrepiei,depois perguntou no meu ouvido, se era gostoso.. é tio, é gostoso... Quer mesmo namorar o tio, cabritinha? .. quero tio.. Mas ninguém pode saber, viu? Sá o tio e a cabritinha, senão tua mãe nunca mais te deixa vir aqui e não vai ter namoro.. A língua dele passeava no meu pescocinho e me arrepiava eu virei o rosto e comecei a dar beijinhos de novo, até dar um selinho na boca... e ganhei meu primeiro beijo,um beijo molhado de língua, que me fazia gemer baixinho, os dedos no meu peitinho apertavam com mais força e eu estava molinha de tesão, ele,sem parar deme beijar me ajeitou no colo e senti uma coisa dura na minha bundinha,me esfregava sem parar naquilo e me beijava gostoso, a mão soltou meu peitinho e desceu passando na barriguinha e entrou debaixo de minha sainha, encontrou minha bucetinha molhada e brincou por cima da calcinha, esfregando meu grelinho ... eu fiquei doidinha e esfregava a bunda no pau,sem saber.. beijando gostoso .. até gozar..

Fiquei deitadinha no colo,molinha e em cima do pau duro, ele esperou um pouco e me colocou no sofá e foi ao banheiro... voltou depois .. meio estranho e me colocou no colo de novo e falava baixinho.. cabritinha não pode contar isso pra ninguém,sá tu e o tio podem saber do namoro...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


cache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html Meu nome é Suellen e essa aventura foi uma delícia.rnSempre nos demos bem, erámos vizinhos e amigos. Eu tinha 18 anos, ele 16. Nossas casas são práximas, tanto que a janela do quarto dele dava pra janela do meu quarto. Eu sempre gostei de provocá-lo,fui putinho do padre gayContos Eróticos. de Minha Madrinha Veramurhler.abusada.estrupradosurra vaginal amordaçada contono acampamento enquanto eu dormia contos eróticosconto erótico teen virgemcontos eroticos nanycontos chupou meus peitinhos levantou meu vestido e puxou a minha calcinha e me rasgou e eu gritava de dorcontos eroticos, casada nova surpreende marido em cine pornoconto erotico bem picantesobrinho da um susto na tia gostosa e ela desmaia e ele mete oh pau bem fundo ne e gozar dentro dela e quando ela acorda ta toda gozadaConto minha filha so anda de fio dental em casavem ver meu corninho contocontos eroticos casada e comida por traficantesContos erotico com equilina da minha patroacontos eroticos priminha rabuda no coloGoiás borracheiro endereço conto gay de calcinhacontos eroticos sou casada mas adoro pica de cavalossai p festa com minha sobrinha e fudi ela na volta contosporno com tio acorda subrimha pra fufet com eletia machucando o penis do sobrinhoconto erotico amigo babaca e cornoele ela conto erotico japonesa casada e a reforma da casaamiguinha da minha filha me chupoucontos eroticos meu primo mauricinhoContos eroticos orgia forçadacache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html conto ele me comeu pelo buraco da parededando o cuzinho pro pintinho contoscontos esposa rebolou para,amigovideo porno cu virgem pau grande grosso aiiiii tira ta doendo sai paraContos flagrada fudendo outroConto erótico minha irmã me chamou pra ir ver a porta do guarda fato que quebrou e ela enpinou a bunda pra mimcontos eroticos esposa fio dentalcontos convenci minha avo velha a fuderconto erotico fodendo a michelemeu irmão me viciou em chupar pau conto gaynovinha peguei no pinto do cachorro relatosconto erotico japonesa da.do o cuandei com a cara gozada na ruagozando pelo cu contos eróticoscomo brexar a cunhada no banheiro Contos eróticos ele veio do interiorContos sou travesti muito puta mamarconto de quarentona a fuder com desconhecidoSWING - PLANEJADO E EXECUTADORelato de zoofilia dando o cabaço pro burrocontos meu marido nem percebeucomedo a aluna no motel contotravesti gemendo a ponta da pistolacomi minha cunhadinha contos eroticosContos pornos-esporrei na comida da ceganovinhas so gost de negraopornoComtos casadas fodidas na rua por camionistascontos eroticos fui fodida feito vadia puta e chingada de vadia pel meu primo e tioAsgostosa nudismoContos eroticos transContos erótico pombinha inchadaconto erotico perdendo a virgidade com o porteirometendo a rola nas pernas feichadas da novinhaContos eroticos minha tia anda so de calcinhacache:http://idlestates.ru/conto_5928_sou-julietana-van-levei-uma-surra-de-rola.htmlconto erotico pagou a divivida minha namoradaContos eróticos picantes pecadosconto de sogra dando para genrodesvirginando sobrinha"gozei tudo na boca"cdzinha na madrugada excitante conto eroticocontos eroticos eu menina engole porra do meu tioai meu neto rasga a buceta da vovo conto eroticpme insinuei contos eróticoscomtos bdsm de empregadacorno enrustidocontos eroticos o dia que comi a novinha gordinhaContos zoofila comi mia professoraminha netinha contos eróticosvídeo de sexo de duas mulher gulosa beijo gosmento