Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

A CABRITINHA

A Cabritinha



Tinha apenas 1... aninhos, pele bem clarinha, olhos pretos e cabelos lisos e castanhos claros, os seios começavam a apontar, dois carocinhos, biquinhos estufadinhos, clarinhos; mas o que tinha que chamava a atenção era a bundinha, muito arrebitada e bem feita.

Ainda não sabia nada, era inocente, mas já sentia tesão, já esfregava a bucetinha quando ficava sozinha de manhã ainda na cama, sentia vontade de coisas que não conhecia.

Morava no mesmo bairro que meu avô, pertinho e passava as tardes com ele,vendo tv e conversando, ele viúvo e sozinho. A tristeza de viver sá o fez adoecer e seu irmão caçula veio da Bahia passar uns tempos com ele. Mas a depressão o mantinha na cama, os remédios fortes o faziam dormir o tempo todo.

Foi assim que conheci vô Jorge, alto e forte, 55 anos, tão diferente do meu avô. Era carinhoso também,mas era diferente. Baiano arretado,como ele dizia, cabelos grisalhos e uma barriguinha que eu achava um charme, pelos por tudo quanto é lado,pernas,peito, braços. No início eu o observava direto, ficava olhando seu corpo e ele ria e falava o que olhava tanto, eu ficava com vergonha e tentava disfarçar e nem sabia porque gostava tanto de olhar suas pernas, os braços peludos, os pelos escapando da regata...

Fomos ficando mais práximos, passávamos as tardes juntos e ele dizia que eu era uma lindeza, que daria muito trabalho pra minha mãe.

Lembro direitinho da primeira vez que sentei no seu colo, estávamos vendo um filme triste,onde um cachorrinho ficava doente e chorei, ele me pegou com carinho e pos no seu colo, fiquei quietinha ali,até o filme acabar. Ele alisava meus cabelos e me dava tapinhas nas costas: “não chore cabritinha, tudo vai dar certo”.

Adorei ficar no colo,sentindo o calor e o corpo dele, ele despertou meu tesão de menininha. Quando cheguei em casa naquele dia tomei banho e mexi na bucetinha, esfreguei pensando no vô Jorge,imaginava beija-lo como nas novelas e filmes.

à noite sonhei que ele me beijava e acordei querendo estar com ele, mal prestei atenção na aula, voltei da escola tomei banho,almocei e me arrumei pra vê-lo, sainha curtinha e blusinha branca de alcinhas.

Cheguei na casa e o abracei e disse que estava com saudades, sentamos na sala e assistindo tv, perguntei se ele tinha namorada,ele disse que não,também era viúvo e sozinho, levantei e fui até ele, sentei nas suas pernas e perguntei se queria namorar comigo. Ele desatou a rir, gargalhar, e disse que era velho e feio e eu uma lindeza novinha,que eu devia namorar um menino bonito e novo. Comecei a chorar e disse que ele não gostava de mim e me achava feia. Ele me abraçou e me consolava... você é linda,mas eu sou um velho feio e não posso namorar você que é apenas uma menininha. Eu o abracei, fiquei coladinha nele e falava “mas eu gosto de você e te acho bonito” e comecei a dar beijinhos no rosto dele, até chegar na boca e dar um selinho. Ele me afastou, sem tirar do colo e falou que aquilo era errado e pediu que eu fosse embora, me agarrei no seu pescoço e disse choramingando que não, que queria ficar com ele e ser sua namorada. Ele ficou quieto um tempo e não me tirou do colo.

Depois começou a me fazer perguntas, se já tinha namorado alguém, se já tinha beijado algum menino, se algum menino tinha me passado a mão... Eu falei como assim, passado a mão, ele fez com que eu ficasse mais deitadinha e passou o dedão no meu peitinho... assim cabritinha, já mexeram nos seus peitinhos... não tio,nunca... o dedão passava pra lá e pra cá, alisando meu peitinho, depois ele beliscava bem de leve,fechei os olhos e fiquei sentindo, ele alternava num peitinho e no outro e os dois estavam durinhos agora. Senti sua boca no meu pescoço e arrepiei,depois perguntou no meu ouvido, se era gostoso.. é tio, é gostoso... Quer mesmo namorar o tio, cabritinha? .. quero tio.. Mas ninguém pode saber, viu? Sá o tio e a cabritinha, senão tua mãe nunca mais te deixa vir aqui e não vai ter namoro.. A língua dele passeava no meu pescocinho e me arrepiava eu virei o rosto e comecei a dar beijinhos de novo, até dar um selinho na boca... e ganhei meu primeiro beijo,um beijo molhado de língua, que me fazia gemer baixinho, os dedos no meu peitinho apertavam com mais força e eu estava molinha de tesão, ele,sem parar deme beijar me ajeitou no colo e senti uma coisa dura na minha bundinha,me esfregava sem parar naquilo e me beijava gostoso, a mão soltou meu peitinho e desceu passando na barriguinha e entrou debaixo de minha sainha, encontrou minha bucetinha molhada e brincou por cima da calcinha, esfregando meu grelinho ... eu fiquei doidinha e esfregava a bunda no pau,sem saber.. beijando gostoso .. até gozar..

Fiquei deitadinha no colo,molinha e em cima do pau duro, ele esperou um pouco e me colocou no sofá e foi ao banheiro... voltou depois .. meio estranho e me colocou no colo de novo e falava baixinho.. cabritinha não pode contar isso pra ninguém,sá tu e o tio podem saber do namoro...

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


www.meu filho mim comeu com doze anos contocontos eróticos comendo vizinha sueli coroaPadrinho iniciando afilhada novinha contos eroticosContos gay novinho que foi rasgado por varios homenscontos eróticos gravou tia dando pra doismeu padrasto viu minha buceta contos eroticosconto sou casada e meu vizinho come mwu cuwww contos eroticos carinha de anjomeu aluno cacetudo contosContos rabuda gosta d picacontos eróticos dei o cu ea buceta da cunhadinhaassaltantes me estupraram contos eroticosMeu irmão mandou eu deitar com elecontos gay sou submisso ao meu irmão mais velhoconto erótica- meus amigos fuderam minha noivacontos eroticos gay dei minha bunda pro filho da vizinhagostosa.acarisiado.a.buseta.deibacho.da.mesaminha esposa raspadinha e puta contocontos eroticos velhos e novinhas santinhascomedo a filha de fio dentalDei meu cuzinho- conto ii relatospivete de penes de fora e tocando puietaContos eroticos de irman eirmaocontos corno humilhado beija pésmeu maridinho dormiu trepei rolonatravesti contos cimeu cu vizinhocasado."achei estranho" "deixei rolar" contos eróticoscumil minha vizinha gostoza fimepornoconto erótico as duasme tarandocontos de putaria em familiavidios reais tias curiosas punheteirasconto eu meu filho e meu pai cumemos minha esposa rabudacontos eróticos narrados sogro comendo a noracontos fio dental perto da amigacontos de sexo com novinhas trepando com advogadosmamae linda e brava/contoscontos eróticos minhas afilhadinhas da bocetinha bem novinhacontos eroticos meu primo mauricinhocontos eróticos de comendo a tia e ela entregando as filhas gostosascuzinho guloso contoContos gays amante do tio velho desde de pequeno adoro vpu casar com eledespedida de solteira as amigas seguram pra ela toma rola na bucetinhaContos eróticos comendo uma travestir lindaContos eroticos comendo a mae e a tiaconto corno sondei ela tava debaixo delefoda louca na empregada até o orgasmoconto erotico meu pai me fudeuContos erotico como minha cuinhada mais velha de 45anos.Contos eroticos novinha desmaia de tanto gosacontos eroticos de casdas taradas traindoContos eróticos dei pra todos os homens da famíliacontos a travesti e minha mae fudendowww.contos de incesto deixei meu tio chupar minha bucetinhacontos soldados estruparam minha esposacachorro engatado até o talo cavadinhajoice cavalo deu o cucontos eroticos porteiroNinfetas mamando rola no cinema contoseroticosmete até o talo tio contocontos eroticos de de me tinhas conquistando os avós incestocontos eróticos de gay e picudo pedreirosmoca.no.forro.cemcalcinha.cabeludaconto uma viagem muito gostosaminha mulher me comeucontos eróticos gay eu e mais um amigo brincamos com novinhogostosas com mini calsinha saindo o beisinho da buseta de ladamulher madrugada contos eróticoscontos de sexo depilei minha bucetaxerequinha juvenil de perna abertacontos eroticos syrubascontos eroticos chamei meus amigos pra ver jogo em casacontos de coroa com novinhocontos eroticos algemada e sentindo um tesao e eles ainda me torturava mexendo na minha buceta quelegal vouponhacomendo o primo e olhando pela janela porno meu primo e um jegue minha mulher adoroucontos eroticos virei puta de travecomelhores contos eroticos de incestos flagrados