Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

UMA HORA-EXTRA DIFERENTE.(DANDO PRO BOY)

Meu nome e Fer. Tenho 23 anos, 1,90cm, 90kg, corpo branco queimadinho do sol, olhos e cabelos castanhos, 20cm de tora.

A histária que vou relatar aconteceu numa segundona deste dezembro de 2.007.

Eu trabalho em uma grande empresa no setor de rh. Neste dia meu encarregado chegou e disse que eu teria que terminar naquele mesmo dia uns relatários atrasados e que para isso eu teria que fazer hora extra. Disse que o oficce boy ficaria me ajudando.

E lá estava eu, enfiado naqueles relatários, não tendo idéia do horário que eu conseguiria terminar, e o Rodrigo(boy) tirando umas cápias pra mim na máquina de xérox.

Naquele momento acontecia uma coisa que iria mudar aquela noite.

O Rodrigo chegou pra mim, pálido, quase chorando e me disse:

- Fer, que quebrei a maquina de xérox.

- Ta zuando, muleki? – eu respondi.

- Sim; - ele me disse.

E começo a chorar. A dizer: to ferrado cara, vou perder meu emprego, e ainda vou ter que pagar essa máquina não acredito.

Foi nessa hora que a sacanagem passou pela minha cabeça. O Rodrigo era um mulekinho gostoso. Tinha 19 anos, era alto, magro, uma boquinha deliciosa que eu sempre cobicei mais nunca imaginei que poderia te-la. Ele tava quase pra fazer 18, mais tinha cara de mais novo, leki mesmo.

- Eu posso quebrar seu galho. Assumo a culpa por você e pago o concerto da maquina. Você sabe que ganho bem aqui, e sou funcionário antigo, isso pra mim não seria problema. – eu falei pra ele.

Ele ficou eufárico, levanto, veio e me deu um abraço me agradecendo, dizendo que não ia ter como me agradecer.

Daí eu o interrompi dizendo: Ei, mais peraí. Isso tudo não é de graça não. Eu não vou pagar uma conta enorme dessa e ainda levar uma advertência à toa.

- O que você vai querer em troca – pergunto o muleki.

Eu disse: você.

- Como assim? – ele falo assustado.

- Se vocÊ quiser que eu livre a sua cara, você vai ter que ser meu homem agora. Vai ter que deixar eu te chupar, vai ter que comer, e me deixar dar pelo menos um beijo nessa sua boca gostosa. – eu respondi prontamente.

Nisso ele deu uma risada alta e disse: essa foi boa cara, quase que você me pega.

EU respondi: não é brincadeira não cara, é isso, ou pagar a máquina e perder o emprego.

Ele falo: não acredito que você é gay, cara, nunca percebi. Mais você ta loco, eu não sou cara. Eu nem transei com uma mina ainda. Como vou começar com um gay.

Daí eu disse: bela maneira de começar, e aposto que nunca ninguém vai te chupar como eu, e alem disso vai demorar pra uma mina te dar o cu. Mais tudo bem, se você não ta afim beleza. –e voltei a mexer nos relatários.

Ele ficou uns 5 min parado ali em silencio. Derrepente me disse: beleza, eu topo.

E eu falei: o que?

Ele repetiu: te como. A única coisa que não topo é o beijo. Estamos combinados?

Eu topei, achei que era melhor isso do que nada.

Nisso ele tava de frente pra mim, eu sá virei a cadeira pro lado dele, e desabotei a bermuda jeans que ele vestia, abaixei o zíper, e a retirei. Nisso comecei a acariciar o pau dele por cima da cueca, que rapidim fico duro.

Quando percebi que fico duro, eu abaixei a cueca e tive minha primeira surpresa. O pinto do muleki era grande paca, um pouco maior que o meu ainda, sá que mais fino. Nisso comentei: a mulherada não sabe o que ta perdendo, que jeba grande e gostosa essa sua.

E ele sorriu com cara de safado.

Daí eu punhetei um poco aquele pinto, e logo comecei a xupa-lo. Primeiro, a glande, xupei, xupei, mordisquei, e já pude ouvir uns gemidos e ver uma cara de prazer.

Daí parti para a garganta profunda. Chupei todo o corpo da vara dele, até ele gemer alto de prazer. Daí parei, se não ele ia acabar gozando, pois muleki agente sabe como é.

Daí sentei ele na minha mesa, e tirei o tênis dele, e comecei a lamber seu pé, a xupar seus dedos.(ele urrava de prazer) Daí tirei a camiseta, lambi a barriga e o peito quase sem pelos e mordisquei os mamilos.

Depois disso eu disse: chegou a melhor hora.

Levantei tirei a minha calça junto com a cueca, e fiquei de quatro no chão do escritário e disse: vem muleki, me come. Mais não goze.

Daí ele veio, e começou a me comer, com facilidade porque eu tava suado.

Daí ele bombava com vontade e gemia. Dava pra ver que tava gostando.

E eu pensava que a noite que eu pensei que seria uma droga tava sendo átima.

Mais muleki é foda, bombo sá algumas vezes e disse: ow, vo para se não eu gozo.

Daí, eu virei de frente, fiquei em posição de franguinho assado e mandei ele voltar a penetração. Nisso ele rapidamente coloco, e naquela hora pra minha surpresa, me deu um beijo de língua iper gostoso.

Aquele era melhor que tudo, porque a boca dele era o must. Pequininha, gostosa.

Daí nos beijamos um poco enquanto ele bombava em mim.

Daí paramos, eu voltei a chupa-lo até ele gozar na minha boca. Que porra delicosa;

Depois no final, ele ficou deitado estirado no chão, enquanto eu comecei a bater punheta. Mais pra minha surpresa, ele disse deixa que eu faço isso. E bateu uma pra mim.

Daí ele se trocou e foi embora. Eu terminei os relatários e também fui.

Ele fico uns dias sem falar comigo.

Mais nessa semana ele chego e disse: precisamos fazer mais umas horas extra. Sá que desta vez vocÊ vai ser homem também

Bem, quando acontecer eu escrevo pra contar!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


cruzando o cu fechadinhoamei ser estupradacontofudi minha cunhadamulher tranzndo com ponei realContos porno de mulheres casada que traem com pau grande e choramgozou nela e espirrou porra em mimvirando femea do macho roludo contoConto gay sendo a femea do titiocontos eroticos fui comida feito puta e chingada de vadia pelo meu sogroconto erotico comi a cunhadinha nos fundos e na frente da namoradacontos gay transformado em putaXvideo aguentando paenormedesenho porno dos flinstons cadamento.da pedreitaConto erotico esposa baixinhaporno novinha pijama acorda com pinto na bocaconto casado dei pra travesticontos eróticos para ler a sograporno quando o home empura o cacete no egua ela gozaContos eróticos de cornocom negão dotadosconto erótico meu padrinho me estuprouver enfermeiras mostrando a calcinha no hospital de Minasconto erótico mulher trai o marido com filho e dar seu anus virgemmulher acima d 90kg crente contoscontos.veridicos erabando uma,.pretinhacontos eroticos.de coroa.de 47anos.fudendo com gordinh.de.20conto gay fui abusado no alfanato pelo os fucionariocontos eroticos minha esposa eo porteiroConto de sexo me venderamconto e foto da Branquinha casada e g*****asgostosas ticoscontos de putaria gay o garoto e o vigiaconto erotico gay: transando com um japonesContos eróticos de arrombadascontos eróticos frio inverno geladocontos eroticos escritos incesto vovô e eu.contos de mulheres viuvas sendo pelo penis grandecontos eroticos de mulher casada que gosta de trair o mardo com negoes e levar tapas na cara na frete do corninhocontos comendo mulher do amigo meia noiteContos eróticos meu primo meu amor minha vida metevarios me comero s calsinha contos gaytoda loira gosta de um negão contos eroticoscontos eróticos minha esposa ficou pelada na frente do sobrinhocontos gay violentadoPedi que ela trouxesse amigas pois eu queria porra...guais sao as deusas da punhetaengravidei conto eroticoconto viuvo virei veadomamãe chupava minha xotaTenho 60 anos e minha bunda ta se mais contosContos eroticos gordinha gostosaContos eróticos picantes-padrasto e sobrinhaconto gay metemos.o dia todocontos eroticos de putas viciadas em porra gang bangcontos eroticos maes de amigosContos eróticos de viados que berraram nas rolasConto ertico familia sexocontos heroticos fransei com meu sogrocontos irmãzinhacontos eroticos..comi a mulher do pastorConto erotico veia safada 65anosContos encesto mae gostosa sapcontos catinga de cúMeu filho socou seu pau na minha bucetasou uma putinha gostosa da familiaContos eroticos de patricinhas trasando com os ficantesrelatos comi a gorda na marracontos eroticos (homens que pagam as dividas com a mulher)contos eroticos meu filho me fez gozar zoofilia com gozadas e enguatesa filha da minha empregada vive me provocando contoscontos eroticos dando para um caoContos erotico menina de nove anos no bosqueempregada fodendo jardineiro pornodoudooPai filha chuva dourada contos euroticoscomendo aenteada de cbelos cachiadosxxvideos vídeos porno doido entre cunhada