Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COM A AMIGUINHA DE INFANCIA.

Num belo dia no parque municipal de minha cidade, eu estava andando apressado, quando trombei com uma mulher

que me aparentava familiar. Daí lembrei que aquela era a Kelly, uma amiga minha de infancia, que morava na minha rua.

Naquela época tinhamos trocados alguns beijinhos. Ela era uma menina magrela, meio desengonçada, mais tinha se tornado

um mulherão com seios grandes e fartos, um bumbum médio, tinha uma bela aparencia, era lora e tinha olhos castanhos

claros. Então sentamos proximo ao parquinho das crianças e começamos a puxar um papo... descobri que ela tinha acabado

de terminar com o namorado dela que é o meu melhor amigo, e também percebi que ela ainda chorava na minha. Não pensei duas

vezes e a convidei para sair, e fiquei surpreso pois ela aceitou na hora. Saímos do parque e fomos direto para o

estacionamento no qual eu tinha deixado meu carro... assim que entramos no carro e fechamos as portas ela se aproximou de

min e me deu um beijo de tirar o folego! e confesso que nimguem numca tinha me beijado com tanta intensidade...

parecia até uma cachorra no sio de tanta vontade... beijo pra lá, beijo pra cá, e logo percebi que ela ja estava suspirando

forte... isso me deixou com um tezçao enorme, e logo deslizei a minha mão pra bucetinha dela que já estava molhadinha.

Paramos num motel e fiz questão de solicitar uma suíte presidencial... quando entramos no quarto havia uma cama d'água

perfeita para meter, e logo do lado no criado mudo uma camisinha e um pote de vasilina líquida... Ela me pediu para es

perar na cama que ela ja vinha... enquanto isso tirei minha roupa e deitei novamente na cama quando eu escutei ela me

perguntando se eu ja estava pronto e disse á ela que sim... e lá saiu ela do banheiro, com uma fantasia de policial muito

sexy, que contornava cada peçado de seu corpo. Quando ela veio pra cama, peguei seu cacetete e começei á provocala deixando

ela cada vez mais louca á cada segundo... ela arranca o cacetete da minha mão e joga lonje... e novamente me pede para

esperar até que ela votla com uma latinha de leite condensado e

começa a derrubar em cima de min e me lamber todo... me deixando louco de tesão... depois do banho de leite condensado,

e de ser seco por uma lingua deliciosa meu pau já tava mais duro como numca e ela começa a fazer um boquete divino...

com o tesão tomando conta de min eu a ergui com as mãos e a posicionei de quatro na minha frente... ela já

jemia antes deu começar á penetrala, então quando encostei a cabeça do meu pau na sua buceta ela ja disse que

ia gozar e assim foi... depois de uns 19 minutos de foda, 19 cm dentro dela ela goza de novo, e eu quase gozo

junto e ela vira na minha orelha e fala: me chama de cachorra vai... me come inteirinha... vai vai vai...

faiz de min sua putinha... nesse ponto meu termometro de tesão ja tinha explodido, e começei a foder nela

com toda a minha força... assim gozamos pela 2ª vez e ela pede pra eu fode-la de frente... fui encaixando devagarzinho

pra ela sentir cada centímetro do meu imenso pau, e fui no rítmo do vai-vem cada vez mais rápido, passando pra clássica

posição mamãe e papai. Depois de metermos muito, o suor já estava tomando conta da nossa pele e decidimos ir para á

banheira e assim foi, ficamos uns 19 min nos beijando até ela pedir para min sentar na borda da banheira pois ela estava

louca para me chupar... ela começou a fazer o movimento com a boca que me deuxava loco. Com esse boquete maravilhoso,

fiquei ainda mais estigado, e chupei sua xaninha por inteira... e ergui ela e a puis sentada na minha frente e ela

começou a socar uma punheta para min... e eu uma siririca para ela até gozarmos pela 3ª vez e irmos para a cama durmir um pouco, por causa da exaustidão intensa... Acordei, e fechei a conta do motel. Levei até a sua casa, nos despedimos

com um longo beijo. A partir daí começamos a namorar, e cada dia era mais exitante do que o outro... por 2 longos anos,

até que um dia, quando eu chego em sua casa eu a vejo com o seu ex-namorado, o filho da puta do meu "melhor amigo"...

Até então esse foi o ultimo dia que nás nos vimos, e que tenho certeza que ela

e nem eu numca vamos esquecer o tesão que sentimos juntos !



Espero que gostem. Obrigado !

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto seduzindo meua mulher do meu irmao putinhacomendo aenteada de cbelos cachiadosconto minha tia pelada no quintalincesto contos filho se separa e volta a morar com mae coroadoce nanda trepando e dando gostosinho contos eroticossambado se caucinha pra da pra pau grande e se deu maupotranca de mini saia fodendocontos eroticoscomi a moca da auto escolaconto grelo duro xxx piercingconto eróticos a cumhada q eu tinha raivacomi a adilhada novinha loira olho azul contoContos eroticos da lele alessadracomtos de incesto com subrinha na caxuera no carromeu patrao cacetudo contoscontos eroticos tiaacordei com a minha enteada Camila com a b******** bem molhadacontos eróticos caminhoneiro seduziucontos eroticos esfrega esfregaconto erótico duas rolar na velhaencoxador no tremContos.encesto.mae.de.lutadosou a cris, e esses fatos aconteceram quando eu tinha 20 anosJaponesa de salto conto eroticominha tia e a minha puta casa do contoesposa soltinha e seria com amigos em casa contocomparando paus contoscontos eróticos de casadas evangelicas vagabundas dando tudo por tesãoContos eróticos dei em nova iguaçuvídeos porno novinha chora pq ela fala qui toi muitotrai meu marido sem querer contos eroticosrapaz muito gostoso transando com outro rapazbonitoconto trocando as filhasA melhor foda da minha vida, contosContos de mulheres que pegam marido com travesticontos eroticos de avôq p* gostoso ham hamdepilano a buceta dela io cara comi elacontos eroticos dopando primascontos eróticoseu sou bem dotadocontos eroticos baba pretinhasuruba dios cachorro macho dando o cu casa do conto rabao da mae e irma nao aguentei com baby dolcontos de mulheres casadas com travesti na camaComtos perdendo cabaco meninaseu conto Meu marido saiu meu cunhado me comeuContos eroticos chantagiei minha enteadacontos gay 3 mendigosencostou o cotuvelo no meu peito fiquei loca conto eroticoconto arrombando namoradaminhaesposa numafesta-contos reaiscontos eroticos fiz amor c minha mae na primeira vez que fui pra cama c elacontos eroticos nas prostitutas com mendigosconto erotico minha prima dedando meu pruquito a noitefui estuprado e adorei dar o c******casa dos contos eróticos camila a namorada gostosa do cunhadoconto erotico minha mae chupava minha bucetianha deus de pequenacontos de coroa com novinhocontos de esposa dando pro cunhadocontos eroticos minha mulher apanhacontos eróticos gay - jogadores fudedoresconto ertico adivogada traindo com mendigocontos eróticos relatados por maridos chegando em casa e pegando o fraga interracial 2contos incesto mãe fofinhameu marido viu os amigos dele me comerem contosconto eroticos picantes com homens mais velhosesposa raspada contoscontos esfrega buc gozada corninhocontos eroticos o empregado me bolinou e gosteieu minha esposa demos carona o cara era um pintudoele falou que ia me deixar se nao me entregasse virgindadeContos eroticos gratis de estagiarias lesbicaascontos eroticos de senzalascontos mulher alta bunduda ggContos de ninfetas que gostam de andarem nuascontos eroticos tirando virgindade de netinhacontos eróticos só no cu das coroas crentescontos eroticos com meninas deficientescontos eróticos chupa querido aiiiiArrombei a casada crente contoscontos eroticos tapou a bocacdzinhas contos reaiscontos eróticos de brigas e submissão travesti onibus contos eroticoscontos gays amigos heteros bebadosconto comenndo a tianinfeta cintura fina bunduda belo par de seiossexo gostoso contosmadrinhas branca da bunda empinadacumi a bucrtina contos eroticosconto erotico espiando mama no zoocontos erotico gay dei pro amigo do meu pai e comi a cachora dele sorfilawwwporno negras aregacadas por negoesconto damdo p o comedoramigas pegao mendigo na rua da banho e depois/punheta/eleboquete no casado conto