Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O NEGÃO DO POSTO

Meu nome e Fer. Tenho 23 anos, 1,90cm, 90kg, corpo branco queimadinho do sol, olhos e cabelos castanhos, 20cm de tora.

O conto que vou contar agora aconteceu comigo nesse final de semana mesmo, dia 19 de Janeiro. Bem, eu estou de férias e nesse dia eu saí de viagem para o interior do estado. Quando já estava viajando a mais ou menos 2 horas, tive que parar no posto pois estava com muita vontade de ir ao banheiro.

Parei no primeiro posto que apareceu. Era um horror aquele posto. Um monte de caminhão e uma cantina bem feia cheia de camioneiros.

Parei o carro e fui pro banheiro. Assim que entrei no banheiro tive uma visão surpreendente. Bem no canto do banheiro tinha uma ducha, e lá estava um jovem camioneiro tomando banho. O cara era um monumento: Devia ter uns 25 anos, Negro, corpo bem delineado e forte, uma bundinha arrebitada, e a melhor parte: a vara. Estava mole, e mole era quase do tamanho da minha dura(pra terem uma idéia, a minha dura tem 20cm) sem exagero nenhum.

Eu fiquei parado, sem conseguir me mover, olhando aquela coisa linda tomar banho. Ele ensaboava aquele corpo escultural, aquela rola grande e eu fiquei flagrando acho que por quase um minuto. Daí ele percebeu e olhou pra mim e disse: boa noite. Eu respondi, disfarcei e fui para o miquitário.

Enquanto eu mijava, eu dava uma olhadinha pra trás, pra voltar a ver o negão. E toda vez que eu olhava, ele tava olhando pra mim. Daí, fiquei com medo de dar na cara, lavei as mãos e tava saindo do banheiro, quando o cara falou comigo: Ei, você. Por que você tava me olhando?

Daí eu, assustado, respondi: eu? Não estava não. Engano seu.

- Estava sim que eu vi. Pode falar, o que foi. – disse ele.

Daí eu resolvi falar: você me desculpe eu ter ficado te olhando, mais seu corpo é perfeito, que eu não resisti em olhar.

- Então você é viadinho? – pergunto o cara.

- Digamos que eu gosto das coisas boas da vida. – respondi.

Pra minha surpresa o cara disse o seguinte: á cara, meu negácio é mulher. Mais faz quase um mês que não dou uma boa foda, por causa das minhas viajens. Se você quiser me fazer uma chupetinha, eu aceito.

EU fiquei até sem ar. Quando olhei pra rola dele, já estava meia dura. Nem conversei mais, ajoelhei no chão imundo daquele banheiro e coloquei aquela rola dentro da minha boca. Conforme fui chupando, ela foi crescendo até ficar completamente dura. E sem exagero foi a maior rola que já vi na vida, devia chegar perto dos 30 cm e bem grossa, acho que uns 15cm.

E o negão encosto na parede e eu chupava, chupava. Lambia todo o corpo daquela rola linda. Enquanto eu chupava, eu apertava com vontade aquela bunda escultural, chupava e apertava com vontade. Depois me concentrei sá na cabeçona da rola. Também chupava, mordiscava. E o negão, encostado na parede, gemia de prazer. Uma hora ele pegou minha cabeça e e puxou contra a rola dele, daí foi até a garganta. Nisso eu engasguei, e toci um pouco.

Daí, ele riu e falou: será que você aguenta essa rola no cú?

Eu nem respondi, sá balancei a cabeça.

E ele continuou zuando: a putinha já ta querendo levar no cú, né? Se tiver tudo depiladinho a bundinha, desce as calças aí, que você vai ver o que é um homem de verdade.

Eu sem exitar, tirei as calças e a cueca, encostei na parede e arrebitei a bunda pra trás.

Nisso ele deu um tapa forte na minha bunda. Eu gemi de dor e arrebitei ainda mais a bundinha. Nisso ele riu e abriu minha bunda com a mão e colocou a rola na entradinha. Teve um pouco de dificuldade de entrar por que era muito grande.

Mais eu falei: vem sem medo, me fode, gostoso.

Daí ele estoco de uma vez a vara dentro de mim, sem dá. Chegou a sair lágrima de meu olho de dor, de tão grande que era, mais eu aguentei firme, porque sei que depois ficaria bom.

Daí, ele começo a me comer que nem um cavalo come uma égua; Depois, mesmo eu aguentando aquela vara enorme dentro de mim, ele arrumo as bolas de modo a entrar até elas dentro de mim. E conseguiu. Daí eu sá rebolava, e sentia aqueles pêlos da virilha dele raspando na minha bunda.

Depois ele voltou a meter com força mesmo, sem dá. E eu gemia, alto, não aguentando de prazer.

Depois eu me ajeitei, ficando em posição ereta, daí ele me abraçou por trás e me comeu de pé, sem dá.

Eu encostei na parede, explodindo de prazer, não acreditando q aquilo tava acontecendo;

Derrepente, ele tirou o pau do meu cú, me deixando mais que arrombado.

E disse: senta aí que vou gozar.

Eu sentei no chão e ele colocou a rola dentro da minha boca, encostou minha cabeça na parede, e fodeu minha boca sem dá. Sá deu umas três estocadas e gozou;

Era tanta porra, mais tanta porra, que eu não consegui engolir tudo e até vazou um pouco na camiseta.

Depois ele me mandou limpar a rola dele com a boca e eu obedeci. Inclusive colocando a língua na abertura do pinto dele. Até deixa-lo sem nenhum vestígio de porra.

Daí ele disse: agora some daqui viadinho, que eu não gosto de bichas. E deu uma risada gostosa.

Quando eu levantei pra me vestir, tinha um moleque no mictário se masturbando, enquanto via agente ali. Eu me vesti e saí correndo do banheiro com vergonha.

Daí eu voltei pro carro pra seguir viagem. E fui feliz, com muita dor, no meu cuzinho e na minha boca(que chegou a rasgar), mais estava mais do que feliz!

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


sexo e esganaçaover conto veridico minha baba abusado por minha babavides gay dopando amigo pra chupa-lo e tranzarcomo tira pedra da teta sem para de tanto se matusbarcontos eróticos engatada e arrastada pelo cachorroContos eróticos sarrado minha tiacontos eroticos cdzinha virei menina pra agradar meu donoconto erotico fui cagar e o cachorro me comeu nao resisti e dei pro cavalo tambem zoofiliame fez de puta e me estrupkcontos... me atrasei para casar pois estava sendo arregaçada por carios negoestranquei minha filha e comi com força contos eróticosconto viuvo virei veadoremedio para durmi contoseroticosContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcontos eroticos tios gordinhos tirando o cabaço do cu do sobrinho novinhocontos erotico de freira com padre velhotirei o cabaco do garotinho mimado de onze anossexo com as amigas e as filhas contoscontos etoticos meu marido faz eu dar para trasseminha esposa me contou suas aventuras sexuaisconto erptico na mesapunheta para sogra contosmeu pai batendo punheta.eu foi fala com ele e ele madou eu bate pra eleminha tia travesti contosfui roubada e comeram meu cuminha cunhada me convenceu a ser cornowww.goroa nis Sogra fudendoeu minha esposa demos carona o cara era um pintudocontos eroticos gays bem recentes ocorridos no rio de janeiroMelhor amiga da minha mulher na minha rolaContos eróticos dotadoscontos minha filha e puta desde pequenatirando a calcinha no banheiro toda meladinha visgandocamila da o cu ao pedreiro contoscontos eroticos querendo uma rapidinhapapai me come porfavor contos eroticospediu pra ver a buçeta da aniginhacontos eroticos (homens que pagam as dividas com a mulher)comentário de. mulher que ja a buceta pro donzelopapai enfia no meu cuzinhonovinha deixou lamber sua xana contos heroticoshistorias eroticas comendo a irmãconto erotico arrombamentocontos eroticos mamo nele até dormirContos pornos novinhas em gang bang c negros dotados de penis grande e grossoContos eroticos pais liberais.commorenonas muito gostosas de rabao enormes e arrebitados dando o cucomendo a cunhadinha lindinha contos eróticosContos eróticos brincando de esconde esconde com o inocenteinvadiu minha casa e comeu meu cu na marra conto eroticodeu o c* não aguentou o cilindrocontos chineladas da empregadaConto erótico de tio e sobrinhacontos eroticos quanto vi aquele pau mostruoso o meu cu piscoContos eróticos de bebados gaysvideos de cabacinhos juvinis fudendocontos eróticos evangelicasColégio.IncestocontoCONTO ERROTICO EU ERRA FUDIDA PELOS MEUS AMIGOS NA ADOLECESIAgay fica frocho cu com duas rola gradi no cuminha bucetinha chego a sangra na rolona do velho contosa patroa e a filha. conto eroticominha prima e uma jebafodendo cu da vizinha no matopornodoidochupando coroa contomulheres com dhorte branquinho com cuzaoconto erótico na praia com a família da esposacontos eróticos velhoconto erotico teen gy saradinhoconto erodico de entiada evangelicaminha sogra e meu sogro me convidou pra sexo a tres verídico conto