Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ACOMPANHANTE DE HOSPITAL RODA NA PICA DO ENFERMEIR

Sou enfermeiro e trabalhava num hospital particular de Manaus... Sou um tipo simples: branco, 1,72 de altura, tipo médio, com um olhar bem safado!



Estava visitando meus pacientes, todos praticamente estáveis. Concluindo assim que o plantão noturno seria bem calmo... Quando visito a ultima paciente tenho uma surpresa, não pela paciente em si... Que era uma senhora idosa e acamada! Mas pela acompanhante. Alta, morena, magra, com pernas longas, bundinha pequena mais durinha, olhos verdes claros... Que abriu um sorriso lindo com um brilho nos olhos que meu pau já sabia o que significava!



Era a primeira vista uma senhora, casada que impunha respeito... Mas aquele sorriso não me enganava!



O plantão foi transcorrendo sem anormalidade, como já tinha previsto... Não tentei nenhuma investida mais ousada cedo, por medo de ser pego por outro funcionário... Tinha que esperar o momento cedo, pra que eu pudesse comer aquela acompanhante de jeito...



Por volta de uma da manha, com o pretexto de fazer a ronda pra vê se tudo estava bem... Fui ao quarto da linda senhora. E a encontrei deitada na cama para acompanhante, lendo um livro. Mostrei interesse e perguntei o que lia, e fui sentado na beira da cama para melhor vislumbrar o seu belo corpo.



Ela corou, com a minha olhada, e com um sorriso sem graça disse que eu a deixava sem graça quando olhava pra ela daquele jeito. Disse que o corpo dela era maravilhoso e estava me deixando doido de excitado. Nisso aproveitei pra sentar mais perto e encosta o meu corpo no dela... Que estremeceu de leve com a aproximação mais não se afastou.



Com a oportunidade... Continuei... Disse que estava deste o inicio do plantão doido pra sentir o seu corpo. E comecei a tocar de leve a sua perna pelo tornozelo, subindo rápido pelas pernas, joelho e parando um pouco no inicio das coxas... Sentindo os seus pêlos delicados, sentindo a sua temperatura subir e ela abrir suavemente as pernas... Quase que conscientemente convidando a minha mão de enfermeiro a sentir o seu quente e doce licor que já pingava de sua xoxota.



Mas mesmo com seu corpo gritando por sexo... Ela baixinho pedia pra parar, que ela era uma senhora casada, que era errado, que não podia. Pra a fazer mudar de idéia comecei a beijar a sua nuca, fazendo ela gemer baixinho... O que a faz ela levar um susto com a sua prápria atitude... Ela levantou rápido da cama onde estava e tentou se afasta o mais rápido de mim...



Mas como já esperava por isso... Aproveitei pra agarra pra valer... Abracei ela fazendo ela sentir o meu volume... De 19 cm de comprimento e bem grosso.... E beijando como se fazia século que não fazia aquilo. E a puxei pra dentro do banheiro.



Começamos as caricias, loucas e gostosas. Tirei meu pau da calça, pois o mesmo já estava doendo de tão duro... e pedia um outro lugar pra se acomodar! Coloquei o meu pau no meio de suas pernas e comecei um gostoso vai e vem, sentia buceta quente e melada, afastei a sua calcinha e quando pensei que ia começar a empurra... Ela se esquivou. Pensei a primeira vez que era por que tinha esquecido a camisinha... E isso era natural... Coloquei a camisinha e tentei feliz da vida! Mas mais uma vez ela se esquivou! E todas as outras tentativas posteriores. Ela me olhou e disse que não poderia continuar a fazer... Que era errado e tudo mais... Aquilo me subiu a cabeça e fiquei puto...



Essa vagabunda não ira me deixar na mão! Pensei... Concordei com ela... E continuamos nos beijando e nos acariciando e fui virando ela bem devagarzinho... Abaixei a sua calcinha um pouquinho... E coloquei de novo meu pau no meio das pernas dela... Irei tentar mais uma vez... Pensei! E tentei... E mais uma vez ela se recusou! Ai fiquei com raiva... Essa puta vai me dâ hj e agora....



Chequei bem perto do seu ouvido e perguntei sussurrando... Quantos anos vc tem? Ela respondeu: Eu tenho 39 anos! Perguntei: Vc já deu essa bundinha maravilhosa? Ela respondeu: Não!!!! Nunca!!!! Então já esta na idade!!!! E coloquei meu pau na entrada... Qdo ela percebeu a minha intenção e tentou qualquer coisa empurrei sem dá... De uma sá vez no cú dela!!!!! Tampei a sua boca... Ela se debatia tentando se desvencilhar do meu abraço... Eu socava!! Feito um doido... Uma pompada atras da outra sem dá tempo pra ela se recuperar... Foram dez minutos contados no relágio e gozei feito um animal... Mas meu pau ainda estava duro! E fiquei parada com ele enterrado no cú dela... Ela respirava fundo, suada, tremula... Mas ela via pelo espelho a minha cara de satisfação!!! Ela foi se acostumando com a tora no seu cú e devagarzinho começou a se movimentar...



Fui soltando ela do abraço forçado... E deixando ela livre pra se movimentar... Não é que a puta tinha adorado ter sido arrombada!!!!! Meti três dedos na buceta encharcada dela e a fiz gozar... Uma, duas, três vez como uma putinha!!!!!



Qdo tirei meu pau estava todo sujo de sangue o porra!!!! Etâ cuzinho gostoso... Fomos para o banheiro tomamos um banho... Ai aproveitamos pra fazer o que estava doido pra fazer... Coloquei ela de quatro e meti gostoso na bucetinha dela... Ela dissendo baixinho... Fode meu enfermeiro gostosto... Mete essa pica maravilhosa!!!!! Gozei tudinho na boquinha dela dessa vez!!!!

Terminamos o banho e sai do quarto era quase 5 horas da manhã!

A parti dai.. Comi o cú dela varias vezes... Pra ser mais sincero!!! Sexo com ela tinha que começa fudendo com força o cú dela...

Quem quiser um enfermeiro.. Me escreve!!!!



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Fui enrabada pelo meu namorado contoVanessinha criando pelo na xaninhatrai no cafe da manha contocomo tranzar com um pintcher zoofiliaconto erótico a manicure lesbicaContos Marido virou viado na lua de melputa de recife tomando banho e a outra filmandodepois do anus e da vagina tem outraentrada pro penis entrar?conto erotico incesto sonifero filhavoyeur de esposa conto eroticocontos eroticos cdzinha virei menina pra agradar meu donoconto minha visinha mando eu descabaça sua filhaContos eróticos dotadosesposa e sogra metendo na praia contosContos eroticos dei a buceta para inimigoconto nao queria mais dar mas o negaocomeueu quero história comendo a minha vizinha e ela nem dá bolaConto fio dental taradocontos meu genro me comendocontos eroticos morena gostosa malhadarelatos de corno manso.vacilei o meu amigo comeu a minha mulhercontos eróticos fictício de ginecologista e grávidatraicao consentida trai meu marido com uma mulhercontos meus dois amantesconto erotico humilhei meu maridoContos eróticos jogo de seduçãocontos eróticos de vizinhas negras virgem e homes negroscontos eroticos arrombada pelo empregadocasada que engravidou do sogro conto eróticocontos eroticos o dia que comi a novinha gordinhaandei com a cara gozada na ruaXvidio mulhes que anda a noitena davela os homens nao tem frescura conto eroticocontos eroticos diversos safadeza e assanhamentovi minha tia nua contosvendi a buceta/contocontos gozando primeira vez orgasmo 19 anosContos eroticos amadores dividi minha esposa com meu patrão do sítio que moramoscontos a cunhada da primaela so faz anal cagando contoscomentário de. mulher que ja a buceta pro donzeloContos porno a biscati da minha esposa tevi corajeDesvirginando a sobrinha de 18 anosContos eróticos incestos sádicoperdendo a virgindade com o pai-contos eróticosconto de esportista dotado que comeu cu de travesti contos eroticos cachorro cheirando minha rolacontos eroticos de mulher casada cagonacontos eróticos de incesto acordei e meu irmão estava em cima de mimcorno viado esposa gostosa conto realcontos eroticos de coronel de rola grande e grossacontos primeiro analcontos eroticos de rafinha do mercadoconto erotico de o amigo de meu namorado me comeu na casa dele e ele nao viucontos veridico me arrombaram, mas me vinguei do meu maridoconto sobrinho evangelico veio morar com a tiaMeu pai tava em casa comigo e com a minha esposa eu e meu pai fundemos juntos minha esposa conto eroticoconto vesti as roupas da minha madrasta e ela me fagroucache:HVsxZOrs15AJ:http://okinawa-ufa.ru/m/conto_12619_quando-eu-dei-pela-primeira-vez.html+"dei pela primeira"so punhetinha contoscontos eroticos teens eu baixinha i peituda com meu tio no carroprima renata parte 1 contosporno produto gruda pinto na bucetacontos eróticos realizando a fantasia da minha mulher no nosso aniversário de casamentominha mulher e travesti contos eroticosContos, Armaram pra mim pra cumerem a minha mulhercontos cunhadas gostosasquero ver duas mocinhas branquinhas estragando a bucetinha na outracleide chupou ate gozarconto ante de comer minha boceta papai lambeu ate meu cucache:A_ULZ8FKkSgJ:okinawa-ufa.ru/home.php minha iniciacao na zoofiliacontos de encesto casal aproveitando dos filhoscontos eroticos amigos heteroscontos eroticos mae desnaturada 2 o mineirinho que me cativou 2contos eroticos mae filho morando sozinhos na kit netvamos a mulher Helena chupando sua filha com mulher mulher mulher mulher mulher mulher com mulher chupacontos não resisti ao cacetaoo homem abre a periquita da mulher e chupa e coloca um botijão dentro da vajinhafui trabalhar e meu marido usou minha calcinha fio dental contosconto sem calcinha a troco de docevídeos e contos eróticos de gays novinhos bonitos afeminados perdendo a virgindadefudendo a sogra conto ingenuacontos eroticos mae filhaFui passear fui estupradosou mega bunduda.contos eroticoscontos eroticos gay abuso vizinhonovinha sendo emcochada nafilao cu da morena saio sague de tanto fura porno doidotanguinhas usadas contosconto fudendo minha sogra velhaconto erotico tia amo meu sobrinhocontos eróticos com gordasvesti as roupa feminina e dei meu rabinho