Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CIGARROS, BEBIDAS E PERFUME

Baseado em historias de uma amiga minha :



Era noite de sexta, feriado prolongado, não havia ido pra faculdade, queria o bar, queria me libertar. Chamei alguns amigos, e esperava encontrar outros, mas a cidade como sempre nessas épocas, vazia.

Havia posto uma camisa de gola alta preta, saia curta xadrez, um calcinha coz baixo e meia arrastão, lapis no olho, prancha no cabelo, meu maço de cigarros e bolsa no ombro, la fui eu.

O bar como sempre animado, cerveja, caipiras, muita fumaça, papos nada a haver, perfeito, mas como sempre de feriado, poucas pessoas vieram, a Claudinha, o Gui, Jefferson, Roberta e Luiza eram meus escudeiros, e eu o deles, a coisas estavam boas, a Robertas varia vezes ficou passando a mão de forma insinuante por debaixoa mesa na minha perna, juro que isso me despertou, fiquei atiçada, mas que queria um macho, com aquele cheiro forte, aquelas mãos me apertando, me guiando e aquela altura eu sabia que ou o Gui ou o Jefferson seria um dos escolhidos.

A noite no bar foi chegando ao fim, e a essa altura o Gui ja tinha sacado, saimos todos e fomos ruas adentro, cada um

pegando seu rumo, chegamos na frente do meu prédio e ficamos em poucas pessoas conversando, vi que algumas pessoas não saiam dali, e esta ficando incomodo, mas logo acabaram indo, ficando somente eu e o Gui, subimos para meu apartamento, no elevador ele ja foi beijando minha nuca e elogiando meu perfume, eu esfregava meu bumbum naquele volumee empinava meu peito que ja estava com os bicos em chamas e apontando, ficando a mostra pela camiseta preta. entramos no apartamento, acendi um cigarro, o Gui queria por cd, mas preferi o vinil, pra sexo, nada melhor, pus Rolling Stones, meio cliche, mas servia, o Gui ja havia tirada a camisa e estava com uma garrafa de vinho na mão tomando no bico, peguei a garrafa dele, olhei com um olhar de safada, entreguei o cigarro e sai andando de forma sensual, jogando os quadris e tocando de leve as paredes da sala, fiz sinal que ja voltava e deixei a garrafa do lado do toca disco.

Demorei um pouco pra voltar, acertando uns detalhes, nisso ouvi o interfonee o Gui atendeu, não dei muita importancia, por que ninguem vinha a meu apê mesmo, quando voltei finalmente a sala, ja sema saia, vi o Gui abrindo a porta pro Jefferson, eu me espantei, mas fiquei mais atiçada ainda, efeito do vinho e das bebidas do bar.

O Jefferson sá me deu um oi e ficou olhando, cheguei no Gui e fui beijando aqueles mamilos daquele peito magro e nú, aquela coisa branca que não via sol a muito tempo, entre uma caricia e outra, ouvia as respirações ofegantes, entre um gole do vinho e outros, minha lingua com gosto de vinho melava a pele dele, logo senti aquele volume por tras,as mãos em minhas coxas e quadril, e logo o Gui me beijava com caliencias enquanto jefferson explorava meu pescoço puxando a gola alta pra baixo.

Fiquei louca com aquilo, dois machos me explorando, eles sabiam o que eu queria, ja haviam me comido em outras ocasiões, não sei dizer ao certo, mas alguem me tirou a calcinha enquanto eu de olhoso fechados sá aproveitava as sensações, depois veio a blusa,e sá fiquei com a meia arrastão, foram me levando pro meio da minha salao jefferson me virou a cabeça e me beijou por tras, me apertava os seios, o gui bebia e ia tirando o resto da roupa, foram me abaixando e fiquei de joelhos, quando olhei pra frente, vi aquele membro rigido, não tinha um tamanho gigante, mas tinha um cheiro forte e me dava agua na boca de imagina ele novamente em meu poder.

Sem a menor cerimonia ja fui no garganta profunda até o fim, facil de lamber, facil de chupar, com uma das mãos eu ja apertava aquela bunda lisinha, parecia pele me menina. Logo virei e chupei o Jefferson tambem, não era mais que o do gui mas era mais grosso, me doia a boca.

La pelas tantas, depois de muita chupação cai de costas no chão, os rapazes deitaram cada um de meu lado, ambos ja sem roupa alguma e perguntaram seu estava cansada, falei que não e as mãos e bocas ja começram a putaria, um me chupava os seios e o outro a minha grutinha, iam revezando e falando indecencias, eu simplesmente adorava.

Um dele me pos de quatro, o outro foi pegar mais vinho, juro que esperava um pinto vindo por tras, mas tudo que senti foi uma coisa molinha e quentinha, quando olhei vi o jefferson lambendo minha bundinha, e com um olhar de demonio safado, eu falei louca de desejo "me come" e ele colocou no meu buraquinho um dedo e com o outro na minha grutinha, eu gemi, sendo duplamente explorada por dedos, e de macinho ele veio na minha orelha, me chamando de putinha e as vezes metendo com mais força sá pra ver eu gemer com tesão, ficamos assim alguns minutos, o gui ja de volta ficava sentado assistindo e bebendo mais

vinho, foi quando senti algo gelado, era a garrafa vazia invadinho meu mundinho pela porta da frente, depois de um tempo gostei,e fiquei brincando com ela, enquanto aqueles dois riam e suspiravam por mim.

Mas o que eu queria mesmo era um pau, o Gui e o Jefferson se tocando, se exibindo pra mim, não aguentei e fui até eles, sentei bem firme no Gui que reclamou um pouco, estava louca de tesão e nem tava ligando muito.

Rebolei, pulei, cravei as unhas neles, gemi de tesão, enquanto o entrava e saia ficava mais gostoso a cada minuto, alguns instantes depois senti pressionada por tras, o Jefferson veio se esfregando em mim, gelei por um minuto mas logo depois de uma estocada bem dada no gui, não liguei mais, sá sei que minutos de esfrega esfrega depois, o jefferson me arrombou a bundinha, doeu bastante no inicio, mas logo entrou gostoso, e aqueles dois então me comeram como nunca, depois que o Gui gozou, o jefferson me joguol de volta no chão e terminou com o meu buraquinho, sentia aquela coisa quente e melada vazando de ambos os buracos fiquei um pouco de joelhos esperando a dor passar passa.

Logo fomos ambos ao banho, onde o esfrega rolou a doidado, e depois, mais começão, sá que na minha cama, e dessa vez eles revezando quem comia minha bundinha, os dois, em dois, pelo jeito gostaram, pois transamos naquela noite mais 2 vezes.

Não sei que horas acordei, mas aquele dia nem pra aula e nem pro estagio eu fui, dolorida das pernas, somente o jefferson ficou dormindo comigo, estilo namoradinhos, mas sei que perto da hora do almoço ele pegou de jeito de novo e assim meu sabado a tarde começou a render.



fim

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


meu tio arregacou minha esposinha casa dos contosconto marido do ladoconto minha cunhada me surpreendeucontos eroticos promessafilme porno novinha diz tio deixar eu chupa seu pirulito cabeçudoContos eroticos mae inociando filho novinho conto realconto trocando as filhasquero assistir pornô negra da bundona na Muralhaxamo dotado pra come cu da esposa no dia d niversariominha amiga me comeucontos eróticos para ler a sograconto gay sou macho me encoxaramcontos arrombei o cu dela no pique escondeContos eróticos boca maciaconto pai comprado calcinha para filha virgemconto titio me fudendoMinha esposa é muito gostosa mais eu entreguei ela para outro homemcoloquei o dedo no cu da minha namorada ela endoidocontos eróticos frio inverno geladomeninas não percebem de shortinho com a x******** parecendo ladoMulherbrasileira ensinando a filha, meter contosconto erotico eu com a rola de outro infiada no cu falado com meu marido ele nem desconfiaxvidio negro do pau grande ofereci diero pra minha mulher troca sexocontos eroticos gozando dentro da novinhaTo ferrada fiquei.arrombada contos eroticosFetiche pelos pezinhos da minha amadacontos eroticos com cavalo zoofiliafoda gostoza mulher caszada tro cano omaridodoce nanda contos eroticoswww.acordada por papai videos incestozoofilia googleweblight.comconto do tarado que se fazia de bonzinho para comer as meninaschantagiei minha sobrinha contosEncouxei a crentecontos eroticos com sobrinhasdoce nanda contos eroticosmknha tia pediu pra passar protetor solar contos coroas de buceta quadril e coxas enormes dando para cachorroContos eroticos quero ver essas tetasmasturbando com as amigas contoconto porno mulher gosta pau 25cmContos eroticos galeracontos interraciais contados por mulheresContos eroticos de filhas adolecentes e papai com rola grossaxvedeo foi brincar com a prima efreguei pau nelahistoria quadrinho eroticos de sexo na chuva biMenina q ta tezao encosta no irmao ddespistadoesposa deu o cu no camping contosmeu vizinho fica me olhando de shortEu fui trabalhar numa empresa eu comi minha patroa japonesa no motel conto eroticoMeu pai tava em casa comigo e com a minha esposa eu e meu pai fundemos juntos minha esposa conto eroticoContoseroticosdesolteirascontos de traicao anal,postados no facebookconto erotico estudandoele grito e choro enquanto dava bucetaContos eroticos com cunhadascontos mandei um roludo foder minha maeContos cm o vizinhorelatos eróticos dando a b***** na lua de melcontos gay a noite foi intensa gozou rios porra no cuzinho do novimhocasadasna zoofiiliaminha noiva com porra dos macho pra mim contoscontos eroticos entre jovens irmaos gemeosconvidei o Celso para enrabar minha esposacontos eroticos priminha rabuda no coloconto gay daniel e murilo me.comeramContos casal pelado na praiacontos eroticos estuprada pelo vizinhoconto minha irmanzinha gue dormia comigobotamos pra fuder contoscontos eróticos de bebados e drogados gaysa primeira f*** com travestividios mulheres pelada mais o amigo e diz a ele pra bater ponheta na boca dela e derama galacontos cornos forumcontos eroticos de como meu amigo me comendomulher mostrando partes intimas meladasexo com renata crentinhacontos eroticos namorado e amigo mesma camacontos eróticos amostrando fotos fudendo