Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

QUINTAL MOLHADO COM A MAMÃE II

Como eu estava contando, começamos a lavar o quintal, e meu pau nada de baixar o que tava me deixando mais encabulado, mas ja no terceiro copo de caipirinha, meu e dela, eu ja tava ficando mais relaxado, pois não sou de beber muito, alem de alegre comecei a prestar muita atenção na minha mãe, aquela bundinha maravilhosa, bunda de mulher não de gatinhas de 19 20 anos, e os movimentos dela parecia uma tigrela, felina mesmo, tava me deixando louco e com pensamentos mais obcenos ainda. Em determinado momento, eu estava esfregando o piso, e ela com a mangueira, começou a me molhar a perna, eu dando risada num disse nada, ela foi subindo até chegar no shorts e me ensopar, todo, o shorts, colou no corpo e meu pau voltou a ficar em evidencia, como estavamos brincando, agarrei ela pra tomar a mangueira, e interessante que tomei facil dela, e a molhei tambem, sua blusa alem de colar no corpo acendeu os bico do seios dela, que como ja teve filho era mais bicudo do que das meninas que eu ja tinha comido, fiquei simplismente louco, e o shorts todo molhado marcava a calcinha dela que era minuscula, enterradinha nas nadegas, e a bucetinha dela parecia que queria saltar pra frente, simplismente maravilhosa, meu pau ja tava começando a doer. a brincadeira com agua durou quase uma hora, e nessa brincadeira, dei uma encoxada nela, das grandes, que ela parou e me olhou nos olhos e disse, nossa filho, ta grande ai em baixo, daqui a pouco e a mamãe que vai esquecer que vc e meu filhinho, se eu tivesse 19 anos né. E eu olhando tambem nos seus olhos disse, mãe, vc ta mil vezes melhor que as de 17, vc. e muito gostosa bonita e sensual, e eu nunca tinha percebido, tudo isso que vc. e, e pelo jeito o papai esqueceu de te olhar tbm. Ela ficou seria e acho que encabulada mas disse. E verdade filho, mas eu suporto não sei até quando, mas to tentando. Como estavamos abraçados e encochados, meu pau no meio das pernas dela com o shorts separando nossa pele, eu subi minha mão pela suas costas, arranhando com as pontas dos dedos, percebi que ela se arrepiou, e se achegou mais ao meu corpo. Naquele momento, senti que ia rolar algo que nunca me passou pela cabeça, e acredito que na cabeça dela tbm não, mas com 3 caipirinhas estavamos mais ousados tanto na conversa como nos toques. E ela me disse, cuidado filho, com essa mão, alem de eu ta carente, vc. ta muito homem, e isso e perigoso, mas nem atenção dei pois minha mão na suas costas, e a outra tava decendo pra bundinha dela, quando consegui pegar inteira aquela bunda, apertei com mais força, ela deu um suspiro e me apertou mais, eu não tive duvidas, deci a outra mão tbm, so que por dentro do shorts dela, que apesar de justo na cintura era de elastico e se abria facil, apertei sua bunda de novo, so que direto na pele dela, ela então começou a roçar aquela buceta maravilhosa no meu pau, num vai e vem curtinho apertado, eu tava quase gosando, deci mais a mão e passei o dedo no seu reguinho, quando ela foi suspirar, levantou um pouco o rosto, eu num resisti, tasquei um beijo nela, e o sensacional, ela correspondeu, sua lingua era ligeira, as vezes lerda, mas uma delicia, fui baixando seu shorts, e ela num falou nada, beijei seu pescoço, fui me abaixando, passei por cima da camiseta molhada mordi um seio, com um pouco mais de força, que fez ela gemer de verdade, fui decendo, beijei o umbigo deci e enfiei a lingua naquela bucetinha maravilhosa, que tava toda encharcada, tirei todo o shorts dela, e a deitei no piso que tava molhado mas quente pelo sol. Ainda consegui pensar, e tenho uma filosofia, quando e a primeira vez, tem que comer logo pois elas podem desistir, chupei ela por um 19 min senti ela gozar, gozar muito, fui subindo beijei o umbigo, mordi o outro seio, e arrumei meu pau na porta da sua bucetinha, empurrei um pouquinho fazendo pressão e parei. Quando parei ela me pegou pela bunda com as duas mãos e disse, enfia filho, enfia tudo na mamãe que ela quer gosar muito nesse pau que e bem maior do que do seu pai. Ela falou e me puxou com força, e eu ajudei, empurrei de uma vez sá, ela gemeu alto, e eu comecei a bombar com violencia, senti ela me envolver com as pernas e começar a gosar, e eu gosei junto. Depois conto como acabamos este domingo.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


dei pro mendigo contoscontos armei uu estupro pra minha sogra e pra minha esposaconto gay virei garota do sogrocontos eroticos com enteadacasada bate punheta pra garoto durante viajem marido bebado comtos eroticospassa manteiga no corpo e na busetaconto erotico fazia tudoque meu tio mandavacache:A_ULZ8FKkSgJ:okinawa-ufa.ru/home.php estoria porno o sonho do meu marido e cornoconto xotA cu filhinhocontos porno professora e a tiaminha filha chantagista contoscontos eroticos engravidei uma novinha faveladacontos eroticos amigos heterosgozando com testosterona contoscontos encoxada com o maridocontos erótico cunhada de resguardeContos eroticostio tiatrveco deicha o cu do mrmanjo escorrendo Leite conto erotico a boleiacontos novinhas gritando com pau no cuContos eróticos japonesameu namorado me fez de putacontos eróticos de bebados e drogados gaysver filme porno com massagista se a susta com o tamanho da piroca do clientes e pede para tocar uma pueta e pede para ela bater um pueta ele goza na boca de delacontos eroticos timidas coroascontos - menina safadinha IIIconto erotico filha carente e amiga peituda safada juntas com paiContos eróticos de mamãe ensinada a filha ser putacontos eróticos assaltantes me f****** na frente do meu filhocontos gay brincadeira de luta comi meu irmãozinhocontos de coroa com novinhoufa ufa ela senta fode e chupacontos fiz titio gozarfotos de relatos de fatos reais nora transando com sogro no Rio de Janeirocontos eroticos de negros na praia de nudismoContos erroticos com fotos eu e minha loirinha e um negro 32cm parte 2contos erotico eu minha esposa e meu primoporno comi dias amois veiaconto minha buceta e rasa mais aquela pica gigante fui tudoContos eroticos tia morado na minha casadeixamos ela bebada e comemos gostosoconto porno eu comi minha cunhada coroa de 69 anosconto esposa viu amigo nuconto fetiche apanhando da namoradacontos comi minha alunatiti do cu apertado emneu sou o viadinho do meu cunhado contos eroticoscontos eroticos peguei meu marido chupando os peitos da prima delecontos eroticos.os velhos meterao gostoso em mimContos eróticos velhinho seio gravida novinha home pelado com nome ketlynfui criado para ser gay Contoscontos de coroa com novinhocontos eroticosensinando o virgem de como metero macho frequenta mimha casae o dono contosemtiada fas sexo e masseje em padratoos nomes dos geladinho do ice lokoContos eroticos louca quando dois machos chupam gostoso as minhas tetasminha irmã no meu colo contiszoofilia co caxorros das rolas mas grosas mudupunheten o rabo da minha esposacontos brincando de casinha con minha prima virgemFilha babando pau do pai contoseroticoscontos eroricos de garotinhas estupradas por tarados safados.madame currada no mato contocontos eroticos comi minha esposacontos minha enteada minha amanteconto erotico dando minha bucetinha pro enfeemeiro da minha amigaconto erótico gay usei calcinha e sai na ruacontos eroticos dei pro meu inquilinoMeu colhado comeu u cu do meu maridomeu genro comedor de cucontosmeu marido quer fode meu cu mas to com medovideo porno enxergando uma buceta na outra ate gozar e mela todinhacontos porno traca troca amiguinhocontos de maridos que de tanto insistir viraram cornos e viados no mesmo diaegua.ficou com a buceta meladacontos eroticos gordafiquei excitada e dei para um mendigoconto peguei a coroa dona do cormeciosexe conto minha fia mideo o cu por 1.00 reausexo gostoso contosmulher dando pra piazada contos erpticodConto erotico papai alopradocontossexo minha mulher negro pausudotransando com a namorada mais perfeitachupadinha no xibiu contosconto erótico mulheres teve coragem sexo cavalosrelatos eroticos/traicao consentidacontos eroticos com absorvente