Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CIGARROS, BEBIDAS E PERFUME

Era noite de sexta, feriado prolongado, não havia ido pra faculdade, queria o bar, queria me libertar. Chamei alguns amigos, e esperava encontrar outros, mas a cidade como sempre nessas épocas, vazia.

Havia posto uma camisa de gola alta preta, saia curta xadrez, um calcinha coz baixo e meia arrastão, lapis no olho, prancha no cabelo, meu maço de cigarros e bolsa no ombro, la fui eu.

O bar como sempre animado, cerveja, caipiras, muita fumaça, papos nada a haver, perfeito, mas como sempre de feriado, poucas pessoas vieram, a Claudinha, o Gui, Jefferson, Roberta e Luiza eram meus escudeiros, e eu o deles, a coisas estavam boas, a Robertas varia vezes ficou passando a mão de forma insinuante por debaixoa mesa na minha perna, juro que isso me despertou, fiquei atiçada, mas que queria um macho, com aquele cheiro forte, aquelas mãos me apertando, me guiando e aquela altura eu sabia que ou o Gui ou o Jefferson seria um dos escolhidos.

A noite no bar foi chegando ao fim, e a essa altura o Gui ja tinha sacado, saimos todos e fomos ruas adentro, cada um pegando seu rumo, chegamos na frente do meu prédio e ficamos em poucas pessoas conversando, vi que algumas pessoas não saiam dali, e esta ficando incomodo, mas logo acabaram indo, ficando somente eu e o Gui, subimos para meu apartamento, no elevador ele ja foi beijando minha nuca e elogiando meu perfume, eu esfregava meu bumbum naquele volumee empinava meu peito que ja estava com os bicos em chamas e apontando, ficando a mostra pela camiseta preta. entramos no apartamento, acendi um cigarro, o Gui queria por cd, mas preferi o vinil, pra sexo, nada melhor, pus Rolling Stones, meio cliche, mas servia, o Gui ja havia tirada a camisa e estava com uma garrafa de vinho na mão tomando no bico, peguei a garrafa dele, olhei com um olhar de safada, entreguei o cigarro e sai andando de forma sensual, jogando os quadris e tocando de leve as paredes da sala, fiz sinal que ja voltava e deixei a garrafa do lado do toca disco.

Demorei um pouco pra voltar, acertando uns detalhes, nisso ouvi o interfonee o Gui atendeu, não dei muita importancia, por que ninguem vinha a meu apê mesmo, quando voltei finalmente a sala, ja sema saia, vi o Gui abrindo a porta pro Jefferson, eu me espantei, mas fiquei mais atiçada ainda, efeito do vinho e das bebidas do bar.

O Jefferson sá me deu um oi e ficou olhando, cheguei no Gui e fui beijando aqueles mamilos daquele peito magro e nú, aquela coisa branca que não via sol a muito tempo, entre uma caricia e outra, ouvia as respirações ofegantes, entre um gole do vinho e outros, minha lingua com gosto de vinho melava a pele dele, logo senti aquele volume por tras,as mãos em minhas coxas e quadril, e logo o Gui me beijava com caliencias enquanto jefferson explorava meu pescoço puxando a gola alta pra baixo.

Fiquei louca com aquilo, dois machos me explorando, eles sabiam o que eu queria, ja haviam me comido em outras ocasiões, não sei dizer ao certo, mas alguem me tirou a calcinha enquanto eu de olhoso fechados sá aproveitava as sensações, depois veio a blusa,e sá fiquei com a meia arrastão, foram me levando pro meio da minha salao jefferson me virou a cabeça e me beijou por tras, me apertava os seios, o gui bebia e ia tirando o resto da roupa, foram me abaixando e fiquei de joelhos, quando olhei pra frente, vi aquele membro rigido, não tinha um tamanho gigante, mas tinha um cheiro forte e me dava agua na boca de imagina ele novamente em meu poder.

Sem a menor cerimonia ja fui no garganta profunda até o fim, facil de lamber, facil de chupar, com uma das mãos eu ja apertava aquela bunda lisinha, parecia pele me menina. Logo virei e chupei o Jefferson tambem, não era mais que o do gui mas era mais grosso, me doia a boca.

La pelas tantas, depois de muita chupação cai de costas no chão, os rapazes deitaram cada um de meu lado, ambos ja sem roupa alguma e perguntaram seu estava cansada, falei que não e as mãos e bocas ja começram a putaria, um me chupava os seios e o outro a minha grutinha, iam revezando e falando indecencias, eu simplesmente adorava.

Um dele me pos de quatro, o outro foi pegar mais vinho, juro que esperava um pinto vindo por tras, mas tudo que senti foi uma coisa molinha e quentinha, quando olhei vi o jefferson lambendo minha bundinha, e com um olhar de demonio safado, eu falei louca de desejo "me come" e ele colocou no meu buraquinho um dedo e com o outro na minha grutinha, eu gemi, sendo duplamente explorada por dedos, e de macinho ele veio na minha orelha, me chamando de putinha e as vezes metendo com mais força sá pra ver eu gemer com tesão, ficamos assim alguns minutos, o gui ja de volta ficava sentado assistindo e bebendo mais vinho, foi quando senti algo gelado, era a garrafa vazia invadinho meu mundinho pela porta da frente, depois de um tempo gostei,e fiquei brincando com ela, enquanto aqueles dois riam e suspiravam por mim.

Mas o que eu queria mesmo era um pau, o Gui e o Jefferson se tocando, se exibindo pra mim, não aguentei e fui até eles, sentei bem firme no Gui que reclamou um pouco, estava louca de tesão e nem tava ligando muito.

Rebolei, pulei, cravei as unhas neles, gemi de tesão, enquanto o entrava e saia ficava mais gostoso a cada minuto, alguns instantes depois senti pressionada por tras, o Jefferson veio se esfregando em mim, gelei por um minuto mas logo depois de uma estocada bem dada no gui, não liguei mais, sá sei que minutos de esfrega esfrega depois, o jefferson me arrombou a bundinha, doeu bastante no inicio, mas logo entrou gostoso, e aqueles dois então me comeram como nunca, depois que o Gui gozou, o jefferson me joguol de volta no chão e terminou com o meu buraquinho, sentia aquela coisa quente e melada vazando de ambos os buracos fiquei um pouco de joelhos esperando a dor passar passa.

Logo fomos ambos ao banho, onde o esfrega rolou a doidado, e depois, mais começão, sá que na minha cama, e dessa vez eles revezando quem comia minha bundinha, os dois, em dois, pelo jeito gostaram, pois transamos naquela noite mais 2 vezes.

Não sei que horas acordei, mas aquele dia nem pra aula e nem pro estagio eu fui, dolorida das pernas, somente o jefferson ficou dormindo comigo, estilo namoradinhos, mas sei que perto da hora do almoço ele pegou de jeito de novo e assim meu sabado a tarde começou a render.



fim

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos com sobrinhascontos eroticos comendo o cuzinho da minha esposaconto erotico engoli 1 litro de esperma no vestiarioContos erótico de cdznha verídicoContos peguei uma velhagorda meti a varaconto erótico as duasme tarandofotos de loiras com meia-calça arrastão dando o bundãoContos ajudei o meu amigo a comer minha filhacontos casada cago no pau do negraocontos eroticos ninfeta detalhadocontos eróticos dando o cuzinho no swingconto sou rabudacache:9sPphOOPSSEJ:https://idlestates.ru/m/conto_2200_corno-manso-e-viado.html idoza caseta toda gozadacastigando a patroa na ruaZOOfilia minha sogra gozandocontos senti cutucandocontos a mulher do meu amigo queria um pau grandeXupano apiroca doirmao sentada novazo dobanherocontosflagasContos eroticos de netas novinhas teencontos er matagalvoyeur de esposa conto eroticocontos eroticos cornospornô mobili com coroa e vamos até gozarconto erótico mulheres hermafroditascontos eroticos humilhadabuceta deespecialcafetao metendo na minha filha conto eroticoscomendo ela de saia com vizita discretamentecontos eroticos espiritopintinho durinho molequeotitiu comendo a sobrinhaDeusa mulata levando pica branca na bucetairmatezudacontos de corno esposa com dois e comendo cu do esposocontos de incesto de maes treprando com filhoscontos de sexo gostosa deu pra mim na a baladacontos eróticos mamãe titia e meu primomuile fudeo nacaxueraAteliê dos contos eróticocontos tias putasContos chupando o cu do gordinhominha mãe irmã na fazenda ,conto eróticoquero ver contos eroticos tias e sobrinhos dando cuconto erotico de orientadoras gorads dando cuconto erotico coroa catadora papelaosem querer fraguei minha cunhada no banheiropegando filha bunduda contos eroticosconto erotico: meu desejonegao deu o cu contos gayenquanto eu dormia ele botava o cao pra me chupar incesto e zoofiluaContos comi o garotinhoconto erotico dominando mãe e filhaconto transformado travestilua de mel da esposa do corno e o amante contospai cacetudo conto gaycontoseroticos fissurado no cu da esposaConto eroticxo gozando na boca do paiconto erotico comi a cunhadinha nos fundos e na frente da namoradavideo de porno o cara foi concerta o icanamento e comel elaConto ertico. Minha adrasta. Bebiacoroas enxutas se masturbando com tocas na cabeçaorgias/contosConto de putinha que adora ser cadela de muitos machoscontos eroticos de sogra carentemulher do meu amigo fudeno comigo na casa deleo contos eroticos feminino cunhadocontos patrao chantageia funcionário pra comer a mulher gostosa do funcionárioCadê acabou comendo cunhado cadê aquela vezconto gay camisolinhaacademia eroticacontos eroticos com minha empregada nordestinacontos erotico minha patroa faz nudismodesabafo sou casada trai meu marido com eletricistacontos velha casada fudendo