Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

TRBALHO 23

No meu trabalho... foi demais!!!



Tudo começou á exatamente 3 meses, faço parte do grupo gerencial de um grande supermercado onde temos mais de 40 funcionarios, entre homens e mulhers, ou melhor jovens de no máximo 26 anos, de minha sala posso ver tudo o que passa no deposito, tem vidro fume onde me possibilita ver sem ser visto, sempre vem pra fazer reposições de mercadorias jovens que empresas mandão para organizar seus produtos, bem vamos ao inicio falo hoje da jovem paula, ela com no máximo 23 aninhos, e expositora de uma outra empresa, sempre sai comentários do pessoal que ela é uma das mais mais educadas e organizada no que faz, foi onde comecei a observa-la um certo dia por volta das 3 00 horas, vi que ela passou e demorou pra retornar, e levantei e com cuidado fui ver o que andara fazendo, cheguei e fiquei olhando de cima, e me deparei ela de quatro e um jovem também expositor lhe cravando por trás e o que me deixou mais intrigado foi em ver que tinha um outro rapaz do outro lado se masturbando, foi onde voltei pra sala e tentei descobrir o que se passava naquele local... bem é claro que vi um casal transando o que eu não consegui entender foi ver uma outra pessoa entre eles vendo e sendo visto e se masturbando... isso passou mais de duas horas fiquei na minha sala resolvendo o meu trabalho mais minha cabeça estava no deposito, quando de repente vem á moça, e bem arrumada e cheirosa como se nada tivesse acontecido, deixei passar uns 5 minutos e fui ver lá no deposito se descobria alguma coisa, e cheguei lá e vejo os 2 jovens trabalhando como se nada tivesse passado, voltei e fiquei intrigado, passaram-se 19 dias e mais uma certa vez vejo uma linda morena clara em um bonito uniforme conversando com o grupo gerencial da empresa em uma das sessões do supermercado me aproximo e fiquei ligado na conversa, e não aguentei e entrei no assunto, perguntei sobre á degustação que estava sendo feita pelos produtos que ela representa-ra, se estava tendo uma boa aceitação e ela muito educada respondeu que sim e que não esperava que faria tanto sucesso, ela ainda não me conhecia mais logo fui apresentado, por um dos gerentes, este é o sr. ( danilo ) que também faz parte do grupo gerencial da empresa e cuida da propaganda da rede, e prontamente me foi muito atenciosa, e notei que enquanto eu era apresentado pude observa que em sua mão esquerda tinha uma linda e grossa aliança, e não aguentei e perguntei voce é casada, ela disse que sim que era casada com o gerente da empresa que ela trabalhava que por sinal é muito meu amigo e carinhosamente vamos chama-lo de marcos, e tive um susto pois estava conversando com uma mulher que além de muito gostosa e linda era também uma das mais safadas que eu tinha visto, pois se tratava da tal paula que eu conhecia de nome e de perfil quando ela passava na minha sala, e isso aumentou meu interesse em saber que ela se portava de forma profissional e educada no trabalho, diferente da forma que a vi de quatro e com outro observando e se masturbando, fiquei ali por mais uns 5 minutos e voltei nervoso pra minha sala e chegando lá fiquei pensando uma forma para descobrir de fato o que realmente aconteceu naquele dia.

Tive uma idéia por algumas vezes se foi comentado em reunião de pessoal que iríamos colocar umas câmeras internas nos depásitos, mais isso é claro que não tínhamos colocado, e lembrei de falar disso para inibir os funcionários, e comentei com o proprietário que mesmo sá em falar que existia câmeras escondias pelo deposito inibiria aos que tivessem á intenção de mexer em bens da empresa, pois já tinha acontecido de sumir alguns litros de bebidas, vamos continuar, e ele prontamente aceitou e autorizou em falar em reunião dos funcionários que já á algum tempo foi instalado câmeras internas no deposito, e pra minha surpresa muitos deles ficaram olhando um para o outro, como se através do olhar soubesse o que outro pensava, em se tratar de 40 funcionarios cada um deveria saber alguma coisa do outro mais tudo bem, continuemos, terminou a reunião e um dos rapazes me procura e pergunta a quanto tempo existia essas câmeras e lhe falei que mais ou menos 90 dias e ele como um dos chefes do deposito não estava sabendo de nada, e pra ficar ainda melhor o rapaz era o mesmo do tal flagrante que dei nos três outro dia, respondi porque quem decide o que fica sabendo ou não somos nás da equipe gerencial, e perguntei se ele andava fazendo algo que lhe comprometesse e me respondeu em silencio que todos os dias dormia em um lugar escondido do deposito além do horário que era permitido, e me pediu pra mim ver se podia lhe ajudar, claro como não existia câmera nenhuma lhe disse que sim, e pedi que ele fosse em minha sala depois, á tarde ele chega e vou direto ao assunto, é lhe vi na gravação e observei que você não apenas dorme como também faz outras coisas, e ele me pergunta que coisa, é essa e eu lhe falei que ele além de correr o risco de perder o emprego ainda teria que se explicar com marido traído. E ele em um impulso jogou a mão em seu rosto e se cala por alguns minutos e quase que susurrando me confessa, de quem o senhor está falando, e ao ver que ele se portara como mais de uma vitima lhe respondi de algumas e ele começou á dizer os nomes, fulana siclana e beltrana e paula, nossa foi onde eu queria que chegasse e ele ficou nervoso e quis até chorar, pois se tratava de um jovem de apenas 23 anos era o seu primeiro emprego e já estava na empresa á mais de 5 anos, entrou como empacotador e já era chefe de deposito, e lhe viu ameaçado seu trabalho, lhe aconselhei e sem esquecer da jovem paula e querendo chegar no que eu tinha visto e lhe pergunto, já vi varias cenas de sexo e outros casos mais aqui mais me chamou a atenção foi em ver você transando com a paula e outro funcionário de frente se masturbando, e ele me disse você também viu isso e respondi que sim, e ele me confessa bem, outro dia o fernando me chama e me pediu que eu emprestasse a chave da dispensa é onde fica os produtos mais caros, e lhe perguntei e ele falou que era pra sair com uma das meninas que trabalhava no mercado, e fui ver chegando lá encontro á paula sentada em cima dele e não pude aguentar em ficar apenas olhando e desci e pedi pra participar, é claro que ela olhou pra ele e disse seu safado eu sabia que tu estava aprontando algo mais nunca imaginei isso, cara isso não se faz, e começou á chinga-lo de todos os nomes e não me fiz de rogado ele fala mais rapaz por favor não faça isso e lhe respondi que ela iria gostar, e ele me ofereceu dinheiro e lhe respondi que queria era transar com ela sá isso, e ela fala e se eu não topar, e lhe respondi que simplesmente chegaria na gerencia e contaria o fato pro pessoal, e faria questão de espalhar pra todos os funcionários inclusive ligaria pra empresa que ela trabalhava, e ela me pediu um tempo e lhe dei 5 minutos, ela explica que era a primeira vez que fazia algo desse jeito, e respondi que não me interresa eu quero lhe fuder, ou de forma sexual ou moralmente que ela escolhesse, e ouvindo tudo isso tentei não estourar de tanto tesão e fico observando que ele vai ficando mais avontade e vai contando tudo, e confessou que aquela vez que eu tinha dito que os vi era já á terceira vez, e não me contive, e falei apártir de hoje nem você nem o fernando faz mais isso com ela ou com qualquer que seja, esta me entendendo, e lhe dei uma lição de moral, e pedi que ele pasasse o recado para o outro rapaz, e que mais um fato desses eu lhes daria justa causa, e ele concordou e ficou até amigo meu, ele saiu e fiquei com as historias pitorescas que ele tinha me falado, deixei passar alguns dias e procurei á jovem paula pra conversar, e lhe chamo em minha sala e chega ela com aquelas saias apertadas que elas costumam usar e com os seios quase pulando pra fora da blusa, pedi que sentasse e ela prontamente me atendeu, e não me fiz de rogado e fui perguntando sra. Paula quanto tempo você esta casada e ela me responde 3 anos, e continuei a senhora é feliz no casamento ela responde que sim e me indaga mais porque você me chamou aqui pra saber de minha vida particular. Tentei amenizar com um me desculpe mais ela foi enfática, é impressão minha mas você esta me cantando, e respondi por enquanto estava ainda assoviando mais você já quer usar este termo tudo bem, e ela falou naquele em que nos falamos você não foi tão cara de pau e aqui se sente mais a vontade... sorriu e falou vocês homens sá mudam de endereço e eu que achei que você poderia ser diferente, e falei calma e descaradamente fui enfático a senhora é bem amada ou seja faz amor sexo transa com seu esposo regularmente e ela meio assustada sorrir e diz porque ele lhe reclamou de alguma coisa e lhe disse que não mais quero eu saber, e ela diz olha aqui não é porque você é gerente dessa merda e acha que sá por isso tem o direito de me tratar como uma cadela, fique sabendo que eu vou contar tudo pro meu marido, e chegou onde eu queria.... pois muito bem felizmente tenho ele aqui agora on line em meus contatos ou prefere que eu ligue, ela fitou o olhar pra tela do computador e conferiu que eu estava falando a verdade e parou e me olhou sentou novamente e disse você tem noção o que meu marido vai fazer com voce quando eu falar que você me cantou descaradamente, e respondi acho que fará menos comigo o que fará com você quando ver uma certa gravação que tenho em meu poder onde fala de uma safada galinha piranha como atriz principal sendo fodida por dois homens de uma sá vez nas dependências deste supermercado ela gaguegou me fitou o olhar e disse como assim, e falei de tudo o que eu já sabia e com os minimos detalhes pois o jovem havia me passado, e ela falou chorando você quer distruir meu casamento e lhe respondi não pelo contrario se eu quisese teria chamado aqui o marcos e não você, e ela disse olha eu tenho uma economias e o marcos não sabe eu posso lhe dar tudo e perguntei, você acha que dinheiro é meu problema e ela falou você se contentaria com uma transa e vi o quanto ela ficou atenta em minha resposta e lhe respondi, que tal 100, tá bom pra você, e ela sorriu e falou nossa vai me pedir em casamento pois tenho 3 anos de casada e acho que não fiz nem a metade disso, e sá ai pude perceber que se tratava de uma mulher gostosa carente e mal amada, e fiquei logo de pau duro e lhe disse a que horas você vai embora e ela falou que hoje que era na quinta feira teria mais dois supermercado para visitar por voltas das 19 00 horas e lhe disse se eu te pedir uma favor você me faz e ela logo disse que sim sem nem perguntar o que e pedi com muito carinho por favor dance pra mim, lembrei da quela cena da novela de alzira dançando na boite e ela sorriu e disse mais aqui e disse que sim ela sorriu e falou se alguem entrar e disse pra ela que esta era minha sala e nada nem ninguém viria sem que eu chamasse ou como hora marcada e já que eu não tinha compromisso para este dia queria ver ela dançar ali mesmo e ela olho para a porta e pediu que fechasse de chave e olhou a vitrine e falou e se alguém me ver de lá pra cá vai fazer o que você esta fazendo comigo e daqui a pouco vou ter que dar pra todo o mercado, eu sorri e lhe adiantei que os dois que antes tiveram um caso com ela já não teria mais e falei de tudo o que tin há conversado com um deles e que ela ficasse tranquila que eles não mais lhe iam chantagiar e ela sorriu e falou quer dizer que agora eu sá tenho 2 donos e lhe disse que sim, ela suspirou e respondeu, olha se você não se importar quero fazer isso um outro dia pois hoje estou com dor de cabeça depois desta conversa que tivemos e respondi que tudo bem mais apenas ela se aproximasse pra mim sentir seu cheiro e ela falou ta bom se aproximou baixou levemente a cabeça virou a nuca e perguntou ta bom assim, e eu aproveitei e dei um cheiro tão grande naquele pescoço que vi seus braços e pernas todos se arrupiarem de tesão e falei posso dar mais hum e ela virou o outro lado com os olhos fechados e lá vai eu de novo neste segundo cheiro passei a mão sobre suas pernas senti que estavam tremulas, não mais do que as minhas e continuei a tentação alem de lhe cheirar o pescoçinho lindo e cheiroso passei a língua nele ela não suportou e sentou em meu colo e olhei em seus olhos e lhe dei um beijo daqule que sá averia dado quando fazia a quinta serie do ensino primário, nossa mais que beijo ela me inundou de sua saliva doce e molhada, como foi gostoso, e rapidamente com minhas mãos bobas percorri vagarosamente seu corpo cheguei passando a mãos em seu tornozelos grosso e firmes que tinha uma tatuagem de estrelinha e continuei a lhe beijar e não parava com as mãos subi até seu joelho e ela foi abrindo as pernas onde pude com facilidade chegar em suas coxas e ela suspirou passa a mão na xaninha e devagarzinho fui chegando lá e quando cheguei tomei um susto aquilo não era pra ser chamada de xaninha e sim de super xanona, confesso que nem em revista pornô tinha eu visto tamanho colossal em minha frente e passei a mão por cima de sua calcinha e senti que era minúscula e já quase perdendo os meus sentidos perguntei, posso tirar a calcinha e antes que terminasse de falar a calcinha já estava no chão e ela levanto a saia abriu á blusa e disse pra mim botar toda minha pica nela e quase gritando falou tem que ser agora que já estou quase gozando, e rapidamente botei minha pomba pra fora e vi em fração de segundos aquela buceta engolir tudo de uma sá vez, nossa e me ensopou todo e fiquei meio assustado que ela foi logo tomando conta da situação e deu 2 ou 3 cavalgadas em cima de meu pau e gemeu alto e disse ai, papai, come tua filhinha fiquei sem entender mais fingir não ligar e não demorou muito senti seu gozo em minha pica descendo e molhou todo meu saco e nossa nunca havia visto nada igual, ela ainda em cima travou em minha boca e disse agora vem pra cima de mim, e fui ela ficou no sofá levantou uma perna e baixou-se pra me colocar á pomba nela e quando vi aquela sena quase gozei ali mesmo, e meti sem ao menos tocar na pica e quando encostei ela falou deixa que eu mexo... foi como se tivesse ligado uma maquina de moer sei lá o que, ela fazia uns giros nos quadris que em apenas 3 minutos vi que iria gozar e ela disse vai meu paizinho goza dentro demim vai vai vai ... não me contive e acho que gozei por umas 4 ou 5 vezes quanto mais ela mexia eu gozava e ela falou ainda aguenta um pouquinho e pra não fazer feio disse que sim, mais não sabia quanto eu poderia aguentar com o pau duro, já que agente não controla isso né e ela veio virou de posição e começou a chupar minhas bolas e minha pica que quase ela conseguia engolir tudo e perguntou se eu me importava de gozar em sua boca e levei um susto e disse que por mim tudo bem, e fiquei pensando será que ela quer pagar as 100 vezes tudo de uma sá vez, e ela continuou... e me pediu enquanto me chupava pra mim chingá-la e disse pra mim relatar minhas transas com as outras mulheres, e fui falando e xingando e ela não parava e eu nem perto estava pra gozar, ela levantou subindo com a língua pelo meu corpo chegando até minha boca e me beijou e disse se eu te disser que nunca dei a bunda você acredita, e pra não fazer feio disse que acreditava, e ela falou meu marido gosta de meter o dedo em minha bunda e uma vez que pedi que ele chupasse meu cu ele disse que não era porco, e desse dia pra cá fiquei com vergonha ela virou e falou eu quero que você limpe o pau deixe bem enxuto e meta no meu rabo de uma sá vez... me assutei e perguntei será que não vai doer e ela respondeu o cú é meu ou é seu e gritou meta... sem pena quero ser arrombada por você e bem lentamente fui tentando entrar no clima da violência, iria ser difícil já que minhas companheiras falam e me elogiam o quanto sou carinhoso, mais tinha que atender um pedido de uma mulher linda e gostosa, e vi aquele cuzinho rosado piscando pra mim e ela olhando pra trás e disse eu vou meter o dedo sá pra abrir caminho ela se ajeitou abriu um poço mais as pernas e falou eu vou fazer forca aqui e você mete a pica se não for de uma sá vez eu não deixo mais, e como sou um pouco experinte em cú passei um pouco de saliva sem ela notar em volta cabeça do meu pau encostei no seu reto e meti pra dentro de uma sá vez, hum.... imagine o grito que ela deu e eu pra não gritar fiquei mordendo meus lábios entrou tudo e infelismente á machuquei pois com a violência que a penetrei lhe rasgou um pouco e ela aguentou por segundo e falou vai mete continua metendo e eu fui obedecendo e confesso que eu não estava aguentando parecia que tinha algo me arranhando e ela foi dizendo fica mexendo em minha xaninha que eu quero gozar denovo e fiz como ela mandará e fui sentindo ela gemendo e mexendo e com a voz quase que inreconhecivél me disse mexe gostoso que vou gozar na tua pica e acelerei o passo da metida e tentei acompanha-la para gozarmos juntos de repente ela grita vai filha da puta mete com forca quanto mais eu metia ela gritava com forca caralho e com medo que alguém pudesse nos ouvir coloquei rapidamente minha cueca em sua boca e ela quase que engoli e mesmo assim eu ouvia seus gemidos, em fim gozamos juntos quando tirei o penis de dentro dela veio jorrando esperma e muito sangue, rapidamente fui ao banheiro buscar uma toalha pra ela se limpar ela limpou e o sangue não parava e fui ficando nervoso e ela falou acho que passei da conta... era tanto sangue que eu pensei que ela iri morrer e eu seria preso, por estupro, passou tanta coisa na minha cabeça, e disse vamos para um hospital e ela concordou nos vestimos e pedi que me esperasse no estacionamento subterrâneo do supermercado e nos encontramos e a levei em hospital no qual tenho plano assistencial e tinha um amigo que era medico e por infelicidade ele não estava de plantão, e mesmo assim me indentifiquei e ela foi levada as pressas para ser examinada, e fiquei do seu lado o tempo todo e o medico pergunta foi estupro, e assustado lhe disse que não e ele fala meu amigo você não tem pena o que você fez com essa mulher, e respondi que era uma fantasia que tínhamos e hoje realizamos, e ele disse vou ter que dar 4 pontos em seu anus no mínimo e ela foi pra mesa cirúrgica e passou 40 minutos, ela saiu a deixei no mesmo estacionamento e estou aguardando que ela se recupere, incrível foi o que ela contou pro marido... tenho interesse ainda de relatar o que ouvi do meu novo amigo e que historias, mais quis falar primeiro aminha, meu telefone toca quando atendo ouço apenas um suspiro e sei que é ela se preparando pra a segunda vez, ou não sei lá rsrsrsrs

Espero ter a oportunidade pra falar se meu tempo permitir, valeu.



qualquer duvidas... [email protected]



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos chuva molhadaContos eroticos com lixeiro e mulher de calcinha fio dentalgordao tarado conto eroticonaturismo contosContos eróticos comendo uma travestir lindacontos eróticos de bebados e drogados gaysdeixei meu sobrinho me ver nua contosconto veridico realizadocontos erotico gay punheta no cuzinho do netinho pequenovirei puto do bar conto gaysex zoo com o cão fora do normal no doti minha cunhada abre as pernas e me mostra a calcinhacontos baixinha popozudamamado no papai contoscontos gays o novinho do futebolesposa e meu pai contoconto erotico comi a buceta da velha mudaContos filha fica de calcinha perto do paicomi minha tia conto realistacontos eroticos desvirginadaSo uso fio dental enfiado no cu.conto erotico femininocontos eroticos meu irmaozinnho me mostrou o seu pintinhoincesto real mãe gostosa da coxa grossa e quadril largopirulito do titio contos inocentegabriel o hetero proibido conto eroticos gaycontos eroticos q bocA e essa desse baianomete a rola na minha comcunhada assistir alanewww.contos eroticos maes e filhosver contos excitantes com fotos,na praia,no onibus e no mato.Contos eroticos, meu rabo tesudo e buceta cabeludacontos de rasgando o cuzinho apertado do novinho que chora de dorler conto pornô de i****** ajudando minha filhacontos eroticos empregadinhas cagando no pau do prataoconto de dei meu cu e não aguentei a pica grande delecontos eroticos vestido coladocontos eróticos incesto o homem da minha vidacolo do velho. contoeu confesso caso de incestosou casada madura mas na chacara bati uma punheta pro visinhoconto erótico dei pro meu genro na praiacontos coroas casadas sexox vidio comtos eroticos eu minha mulher e mamãeconto acordei com meu sobrinho me chupando a xotaconto escrito ese ano cavalono nuaContos coloquei ela chorouvidios pornô com sogra e esposade uma ves so tudo doidogotosinhaconto meu irmcontos eróticos de bebados e drogados gaysconto aposta amigocontos eroticos casei com um velhoamamentar o pedreiro contosminha namorada mimosa conto eroticoconto erotico na orgia com sogroaí mano chega pra praia e faz sexo com irmãoconto nudismo arombado mulherareganhando o cu e epois a boceta com a mao relaxandoprima perguntou se eu era virgemcontos porno de corno compartilha esposinha branquinha na viagem de onibus com negros hiper dotadosnão acredito que dei o cu contos eróticosainda havia dor mamilo grande e pontudo vídeo pornôconto erotico com freiraconto erotico minha esposa no jogo de baralhoporno com.negp mulher sobe eu sima delexvidio ta olha tia fudenocontos eroticos e tome gozada na carapunheta para sogra contoscontos verídicas de sexo em montes claroscontos eroticos viagem ônibusAngélica se depilando no banheiro pornô dela pornô de Angélicacontos eroticos cunhada crentedeixamos ela bebada e comemos gostosocontos cavalonas apaixonadascheirinho.gostoso da bucetinha contoshistorias pra gozar minha menina de 19 aninhos e delirarcomendo tieta contos eróticos Desvirginando a subrinha de 18 anoschupando o clitoris da minha cunhada