Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

COROA CHARMOSO

Vou começar a relatar o que aconteceu comigo, em uma epoca complicada para a maioria de nos, tinha la meus 19 anos, e sempre me achavam bonitinho, mas nunca lindo, rsrsr, mas sempre pratiquei varios tipos de sport, e com isso sempre tive um corpo bem legal, nessa epoca andava muito de bicicleta, pra ir a escola, quando nao ia a pé mesmo, ja que morava em brasília, onde tudo era muito perto.

Voltando ao meu relato, sempre tive curiosidade em ver um homem de verdade mais de perto, e pricipalmente a genitalia, o saco sempre me chamava a atenção, mas nunca tive coragem de chegar perto de nenhum de meus amigos, e como era um atleta praticante, e muito sociavel, sempre com umas namoradinhas, nao dava pra dar mole e entregar o ouro. Indo ao conjunto nacional so pra dar uma volta mesmo, resolvo passar pelo Conik(nunca soube como se escrevia isso,mas é um centro empresarial, acho, ao lado do conj, nacional), nisso com o tesao a milhao, porque como a maioria dos adolescentes, ficava de pau duro ate para uma arvore.(exagerando logico). Rodei por la e nao vi nada daquilo que o pessoal da quadra falava que era cheio de putas e travestis e tudo mais. Resolvo entao descer e pegar o onibus de volta pra casa em um centro comercial, aproveito e passo no banheiro pra dar uma mijada, ja que tinha bebido muito refrigerante, pra ficar olhando as coisas por la e nao achar nada, quando entro no banheiro, que tem a parte do mictário logo ao lado da entrada, dou de cara com um senhor bem distinto, de paleto, gravata, muito sério, e com o cacete mais lindo e grosso que ja tinha visto na vida. Infelizmente nao deu pra nao dar bandeira, e ele fechou a cara. Passei entao o mais rapido que pude para o lado dos vasos sanitarios, acho que ele so fechou a cara mesmo porque tinha um outro cara, que ja estava de saida. Pelo espelho do outro lado pude ver que tinha ficado so com aquele macho no banheiro, e fiz de conta que estava realmente fazendo alguma coisa, mas nao resisti é resolvi abrir a porta pra ver se aquele homem ainda estava por la, e o que foi melhor, estava, ainda mijando, acho, mas estava com o pau todo de fora, com os ovos pra fora tambem, ele me viu abrindo a porta, que fechei na mesma hora, ja tinha dada uma bandeira terrivel e nao queria ser xingado de nada, mesmo porque nao tinha feito nada ainda. me apresso em levantar as calças, para poder tentar dar mais uma olhada naquele cacete grosso, e saiu rapido do banheiro, quando vejo que o senhor estava fumando, e mesmo sem fumar, peço a ele um cigarro, que aproveito e olha para o cacete dele, que ja começada a ficar maior e mais grosso ainda, acendo o cigarro e volto para o vaso sanitario, ja feliz por ter visto aquele cacete enorme, nisso, quando vou fechar a porta, vejo que o senhor vem andando em minha direção, com aquela estaca do lado de fora da calça, entro rapidamente, mas a tensao e o tesao nao me deixam fechar a porta, fico ali so esperando ele chegar, ele nao me disse nada, ficou so mostrando aquele pau enorme pra mim, e sorriu, eu ja tinha abaixado a calça, e estava a ponto de gozar, sentado no vaso, ele faz sinal de que vai entrar, e eu sem saber o que dizer deixo, eu tambem queria, mas nao sabia o que fazer, ele so disse pra abrir bem a boca, e foi o que fiz, a cabeça era enorme, muito grossa, seguida de um tronco todo veiudo ainda mais grosso que chegava ao saco muito peludo, e como nunca tinha visto nada parecido de tao perto, gozei ali mesmo so com aquela cabeçona na minha boca, me tremia todo, nao sabia o que falar, estava gelado.!!!Fiquei meio sem graça depois que gozei, mas queria saber como era que um homem me trataria, e continuei com aquele cacete grossao na boca, ele, o senhor, começou a empurrar mais pra dentro, mas nao cabia na minha boca, o que acabou pegando nos meus dentes,e machucou um pouco aquela estaca, ele falou pra fazer uma boca cobrindo os dentes com os labios, e foi o que fiz, e comecou a bombar na minha boca, me engasgava direto, e parecia que ia rasgar minha boca. Ate um certo momento, ele pede pra que eu fique de quatro, em cima do vaso, mas eu disse a ele que nao, pois era muito grossa e grande e que nunca tinha feito nada daquilo. Ele me deu uma tapa de leve no rosto e dessa vez ordenou, "Fica de quatro", dessa vez fiquei na hora, me tremendo muito, pois sabia que ia doer,e nao tinha mais como sair daquela situação. eu ja tinha colocado um dedo uma vez e ardeu muito. Ele entao me da uma lambida rapida no cuzinho virgem, senti uma sensação espetacular, que fechava mais ainda meu cuzinho, quando sinto um cuspe no cu, melando ele todo, e depois, sinto as maos pesadas e grossas apertando minha bunda e abrindo bem ela, ele me diz um elogio : que cuzinho mais lindo voce tem, e que rabao!!!!, Nao sabia se agradecia ou se corria, porque nessa altura, ja estava com muito medo, mas fiquei calado, deu apenas um sorriso amarelo. Ele entao enfia um dedo, que mais parecia um cacete, mao de homem mesmo, sinto um ardor horrivel, e peço para ele parar, mas ele da mais uma cuspida no meu cu e enfia outroo dedo. o que me fez gritar de dor, ai ele me fala baixinho, "nao grita, senao todos vao saber que voce esta dando o cu pra mim" "voce nao quer que todos saibam quer?". Gelei mais ainda com essa, e agora nao tinha mais jeito, ia ser comido ali mesmo, era o que eu queria, mas nunca achei que seria em um banheiro público!!! Podendo a qualquer um me ver naquela situação!!! Fiquei muito frio mesmo, ele nao quis saber muito nao, e encostou aquela cabeçona na entrada do meu cuzinho que ja esta meio ardido por conta dos dedos, e agora entao seria a cartada final, forçou a entrada, mas nao deu, eu segurando o choro e a vontade de gritar, porque estava sendo estuprado. ele da outra cusparada, e dessa vez a cabeçona entra, me fazendo tremer de dor!!! nunca tinha feito nada, e aquilo estava grande demais, alem de muito grosso!!! E ele foi metendo, e me disse, bem baixinho, "porra de cuzinho apertado", "vou esfolar voce todo". "Voce esta dando seu cu para um homem de verdade". Eu so pedia pra ele parar, mas nao me ouvia, e foi metendo e me rasgando, estava sentiando as pregas, o cu se dilatando, chorava bem baixinho, pra ninguem ouvir nada, e segurava pra nao gritar, quando ja estava pela metade, ja estava tudo mais que ardido, ele retira tudo e me da outra cusparada no cu, dessa vez sinto um vento passanso junto ao meu cu, parecia aliviado com a saida, mas ele enterrada ate onde tinha parado, e mete mais um pouco, eu ja implorando para que ele gozasse logo para poder ir embora dali, estava todo rasgado, mas com o passar dos minutos começei a sentir tesao, e meu pau estava durao de novo, nao estava entendendo mais nada, ate que ele finalmente encosta os ovos na minha bunda, sinto meu cu sendo completamente preenchido com aquele cacete grosso e grande, e gozo pela segunda vez, sem nem encostar no meu pau!!! Peço pra ele que ja estava bom, porque ja tinha entrado tudo, e eu achava que era so isso que se resumia sexo, quando ele começa um vai e vem bem silencioso, deixando meu cu em brasa!!! Mas a sensação voltava novamente, e estava gostando, ja nao reclamava mais para ele parar, e estava quase pedindo pra enterrar com mais força, mas nao queria dar o braço a torçer, e fiquei la calado, levando meu pimeiro homem de verdade no cu, ate que depois de um tempo ele goza, sinto algo mais quente ainda dentro das minhas entranhas, e sinto tambem o senhor, dar umas respiradas bem fortes, e segurando minhas ancas com mais força ainda, o que me deu mais tesao ainda. Ele entao tira aquele cacetao do meu cu( agora bem largo, e vazio) abre bem minha bunda, e fala que agora sim, estava ali um cu que tinha sido bem comido. Sem nem se dar o trabalho de guardar o cacete, ele sai da cabine e vai lavar o cacete, por sorte minha so tinha um outro cara, que me viu la sentado com uma cara de alegria e tristesa ao mesmo tempo. O senhor lavou o cacete ali mesmo na pia, e me esperou sair, eu me limpei com praticamente todo o rolo de papel higienico(ainda bem que na capital os banheiros publicos tem isso!!!).Quando saio da cabine dos vasos sanitarios, vou em direção ao espelho, e vejo se estou diferente, mas so sinto um ardor enorme no cu. E quando saio, o senhor me chama, ate um quiosque, e me paga um refrigerante e me da o endereço dele, mas disse logo que era casado, e que o melhor dia para nos encontrar seria aos domingos, logo depois do futebol. Me disse ainda que tinha um irmao mais novo, com um cacete ainda mais grosso que o dele, e que ele me apresentaria a ele, se ficasse sempre dando pra ele por uns tempos. Peguei o endereço meio que sem jeito e guardei, tomei meu refrigerante, e senti que algo estava por sair pelo anus, me despedi, e corri para o banheiro de novo, saiu uma mistura de porra com sangue, muito porra mesmo, eu achei que realmente ja tinha me limpado. mas ainda tinha ficado porra dentro do cu, uma quantidade enorme; quando ia saindo, aquele cara que estava no banheiro assim que o senhor me descabaçou, me chamou no canto pra conversar, so que ai, ja foi outro fato que aconteceu. Conto esse relato em outra ocasiao, passei a frequentar o futebol aos domingos, e era sempre muito bem "recebido" pelo Sr. Joao e seu irmao. Esse fato foi verídico. nos encontramos em varios domingos, ate minha familia se mudar para Recife. Foi bom demais, nunca meus amigos ficaram sabendo nem a esposa dele, nem os filhos, ficou so entre nos, foi tudo muito legal. E eu continuei com minhas namoradinhas do mesmo jeito

abraço a todos

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


eu e minha cunhada lesbica fizemos um bacanal com sua irma e mae incestovelhas gordas de 90kg nuasconto meu marido choro quando o negao me estrupocontos comi minha alunaContos eroticos gaucha casadacontos eroticos pego gostoso o meu filho gueibotei pra minha tia gozar contos eroticos guri faz buraco para ver vizinhaconto enterrando a ate o talo no cu da mamaeConto o dei o cu por curiosidadeContos peguei uma velhagorda meti a varadei para meu genroMamaes boqueteiras contoseroticosbucetao arombada de adivogada conto eroticocontos eróticos faZer o que se comer titia é gostosorelatos eróticos dando a b***** na lua de melContos gay pinto pequenominha sogra pediu pra ver meu pintocontos minha esposa me ensinou a ser cornocontos eróticos de brigas e submissão xanimhacontos eróticos de negras no metrôchuupadavou contar como realizei minha voltade de trepar com dois e der duas rolas na bucetaxoxo-tas carnudas pedindo pica no rabo gordobrincando de pique contos eróticoscache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos eróticos de gay e titio e amigover contos de lesbicasconto esposa tioContos eroticos menininhacontos eróticos incesto dormir chantagemcontos eroticos entregadorcontos minha garotinhaConto puta de buceta cavalo magalarga roludohomem comeno a espoza de pois asogracontos no cu é mais gostosocontos eróticos-meu pai me fez gozarcontos eroticos negro e patricinhavideo pono cunhada vai a te o do cuinhado e pega cuinhada dolado mulhecontos com injeçãoprometeu dar o cuzinho virgem contos eroticosmeu namo puchou meus cabelos e deu vários beijos em mim o que significa isso?contoseroticosviolentadawww.contos meu pai mim aregasou dormindocontos eroticos putinha video gamecontos eroticos esposa exibicionista ficou curiosaconto comi o cu do sogroTravest litoral contosconto incesto cunhadacontos minha mulher transava e me beijavabobadinho condo o priminho gayContos punheta na massagem no penis do meninoPorno conto filha mama pai desde pequenaconto erótico irmã e esposa nudistacontos coroas barrigudoscunhada deu para o cunhado gordinhocontos eroticos eu e minha filha somos as putas do bairro e meu marido sabecontos eroticos meu padrinho na cachoeiraconto erotico meu filho me chapouconto erótico comi a mulher do meu cunhadocontos saia sem calcinha escada engoli porracontos fragei meu amigo dotado e minha esposadando o cu contosminha tia e a minha puta casa do contodei para o comedor do bairro filhos contoempregada ê chantageada e tem que dar para seu patrao o cabacinhocontos eroticos meu amiguinho me encoxoucomtosgay comi o cuzinho do meu irmaoEmrabado por travestis na frente da mulher contosconto erótico vesti cinta liga pro meu filho