Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

"MARIDO" ESCRAVO PERFEITO IV

Em pouco tempo Carlos chega da locadora com o DVD que escolhera com a esperança de passar mais algumas horas acariciando e beijando ofegantemente os pés de sua linda, amada e dominadora esposa.

Quando entra em casa escuta um barulho vindo do banheiro, provavelmente sua esposa resolveu tomar um banhou pensou ele; Carlos acertou, Kely estava realmente tomando banho, mas a finalidade não era simplesmente porquê ela estava com calor ou mesmo porquê queria ficar mais confortável para assistir o filme e sim pra sair e fazer coisas que seu maridinho talvez pensasse mas que nunca tivera a conclusão. Carlos ainda pensando como seria agradável passar aquele dia aos pés de sua linda mulher é surpreendido com o chamado de Kely, quando ele se aproxima do banheiro ela sem qualquer serimônia ainda sem abrir a porta do banheiro ordena a ele que passe ferro em seu vestido vermelho, que limpe suas sandálias de salto transparente com tirinhas e que esquente o carro pois ela iria sair em pouco tempo, Carlos fica um tanto que perplexo com as palavras de sua esposa, ele já desconfiava que ela o traia, mas aos poucos aquela desocnfiança ia se tornando uma certeza, aquilo que sua mente estava pensando a tanto tempo ia tomando forma e se concretizando, ele não sabia o que fazer em relação aos entimentos que o perturbavam naquele momento; acabando a perplexidade de Carlos ele se vê em frente ao guarda-roupas de sua esposa pegando o vestido que ela tinha ordenado que ele passasse a ferro, sua mente está a mil, um monte de coisas acampam em sua cabeça; apás alguns minutos sua esposa termina seu banho e vai em direção ao quarto do casal, lá ela vê seu maridinho empenhado em deixar seu vestido impecável, ela encosta na parede e fica olhando seu devotado marido cuidando com a maior delicadeza do vestido que seu amante dali a poucas horas não terá cuidado algum em tirar, em cada ruga do vestido que seu marido consegue tirar ela vê um pouco da submissão de um ser-humano que ha algum tempo reclamava apenas em saber que ela iria sair com suas amigas, ela dá um sorriso sarcástico e fica satisfeita por ter adestrado corretamente seu maridinho; Carlos percebe o sorriso de sua amada esposa e levanta a cabeça tendo assim uma visão perfeita do lindo corpo desnudo de sua esposa que deixara coscientemente a toalha que encolvia o seu lindo corpo cair, sá moravam os dois naquela casa por isso ela podia se dar o luxo de ficar com a roupa que quisesse em casa ou mesmo ficar sem roupa se assim desejasse, Carlos fica estático tendo em sua frente a visão de um corpo tão belo, com bumbum tão bonito, seios lindos com biquinhos apontando pra cima, rosto de uma verdadeira princesa, sua vagina era um objeto de desejo a parte com aqules poucos pêlos tão bem aparados, o transe de Carlos acaba bruscamente com uma repreenção autoritária de sua esposa:



Kely: a minha roupa não vai se passar sozinha sabia seu imbecil?

Carlos: perdoe-me Kely já estou quase terminando.

Kely: já limpou minhas sandálias?

Carlos: não meu amor logo que terminar o vestido irei limpá-las é rapidinho.

Kely: mas você é mesmo um idiota incompetente, que demora é essa!!

---Kely se aproxima de seu marido e percebe uma ereção....

Kely: está gostando de ser humilhado por mim não é mesmo meu capacho?

Carlos de cabeça baixa fica em silêncio.

---um forte tapa é desferido por Kely ao rosto submisso de seu marido.

Kely: quando eu lhe perguntar alguma coisa me responda seu idiota, me entendeu?

Carlos acena com a cabeça de forma positiva.

---Kely dá mais um sorriso sarcático e com sua mão direita pega por cima da cauça nas genitais de seu marido.

---a reação é imediata, se bem que ele já estava ereto desde que começou a passar a roupa de sua esposa.

Kely: você já está aceso capacho? Vejo que fiz um bom trabalho em adestrá-lo!

---Carlos de cabeça baixa não ousa falar nada.



Kely se afasta de seu "marido" e se direciona a penteadeira para cuidar de sua maquiagem enquanto Carlos termina de cumprir suas ordens.

Apás uns 25 minutos Carlos de cabeça baixa se aproxima de Kely e diz que já está tudo pronto.

Kely: já era hora mesmo, pensei que fosse passar o dia inteiro.



---pegue minha calcinha branca e meu sutiâ, ornda Kely que até aquele momento esta completamente nua.

Carlos obedece imediatamente a ordem de sua esposa e como um submisso fiel e obediente leva pra Kely a calcinha e o sutiâ.

---ela veste e se olha no espelho vendo suas lindas formas, ela sabe o quanto é bonita e desejada.

Veste o vestido que seu marido delicadamente acabara de passar, senta na cama e ordena que carlos lhe calce as sandálias que por ele foram limpas, ele imediatamente se agaixa em frente a Kely que está de pernas cruzadas e com carinho começa a calçar aqueles lindos e delicados pés, ela percebe o quanto ele olha para seus pés, ela sabe o quanto ele a deseja, ela sabe que basta apenas um estalo de dedo para que seu marido se jogue em sua frente para servir de tapete, mas ainda falta alguma coisa, e ela sabe o que é... falta ele ter conhecimento total dos belos enfeites que ela tem posto na cabeça dele ha muito tempo, falta ele aceitar sua nova condição de corno-sumisso, mas ela tem planos e estes planos não incluem apenas ela e seu marido, mais um sorriso sarcástico acende no rosto daquela linda mulher.

Agradeço aos que tem me enviado e-mails parabenizando os contos que estou disponibilizando aqui.

Apás 3.000(três mil) acessos a continuação será postada ou a cada 400(quatrocentos) e-mails que me forem enviados, vale o que acontecer primeiro. Desde já agradeço.

[email protected]



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos deu o cuzinho por um celularviadinho levando pirocada no cuzinho contos eroticoseu i a neguingo do pornoconto minha estagiáriaContos eroticos- meu pai me xingando no sexoGay passiva com dois negoes contoseu quero a mulher da b******* grande de fio dental na regata do c* da bundonaContos erotico dei pro meu amigo ra comer a namorada delecontos meu comedor de cuconto erótico pepinoPapai e titio comeram minha bundinha contos eróticosconyor ele domou minha bucetaContos eroticos minha esposa e a estagiariacontos eroticos mamem fudendo com filho na fazendacontos eroticos zt i: blackmailcontos eroticos orgia nudistafamily sex 2 - contos eroticoscontos gozando nas calcinhas dekarolconto eroticos a buceta da minha esposa so cheirava porramulher traindo marito con um aloprado conto erroticocontos cu apertado da obesachupei mas nao dei que pena contosconto erótico piroquinha da mamãeContos comi o garotinhoestou comendo a mulher do amigo caminhoneiro na viajem contosexperimentando a bundinha da garotinha conto gratisPai filha mijando na praia contos eróticoscontos eróticos cada vez que encontro com meu cunhado eu chupo o pau delecontos novinha dando pra doiscontos eroticos cegaporno babalu pede pra não gozar antes do tempoContos eroticos meteu o cu no pau do irmao que tava dormindocontos eroticos nordesteBabando no pau do papai contoseroticoscontos veridicos de japa com negao de pau gigantecontos eróticos gay depilação entre machoscontos foi a melhor foda que tivedando a buceta na maquina e quase morrendocontos eróticos com mulher q usa vestido coladocontos dei pro mulequinho de ruaconto xota cu irmãzinhaContos eroticos novinha virgem estuprada na favelaa menina testemunha de jeova se fudeu contosconto erótico duas rolar na velhavizinha teen contoconto erotico sentado no colo baicha saiacontos eroticos com menina de 07anos na praiaarrombado; contos gayContos eroticos de netas novinhas teendesde pequena pratico zoofiliaconto erotico travesti passeano na pracaamigao raspando a os pelos da buceta da minha mulher conto e videox video.com madrasta me mandou eu lamber o seu cuzinhocontos eróticos filhinha novinhacontos eroticos de professorasmamei meu cunhado na frente da minha irmã cinto biengravidei conto eroticoGay com mulher contoconto erotico empregoconto erótico pepinodezenho de negro fudendo cu do gayContos eroticos casal vendo pintudo urinarcontos eroticos de avôviadinho japones dei pro negao do caminhão contos eróticosContos eróticos minha tia me chupoueu conto sou casado meu cunhado fica passando um pau em mimContos erotico mulhrr casada dona de supermecadocontos eroticos carnaval sai de cuzao e shortinhocontos o cheiro da rola do papaicontos eu e meu marido adoramos ir no cinema ver pornocontos eroticos putinha pagando a conta do paienrabador de afeminadofundura da buceta midindo pornoconto ajudou cornocontos eroticos adoro ver uma travesti jemendo na miha picavoyeur de esposa conto eroticocontos eroticos eu minha namorada e cunhadinha num hotelconto erotico com amiguinho do meu irmaosexo com amigo contosContos eroticos minha buceta mela muito minha calcinha quando me esitopm me comeu contocontos eroticos (homens que pagam as dividas com a mulher)contos comer cu sogra e filhamenina sega do trabalho e vai tranza com a amiganovos contos eróticos entre namorados dpcontos eroticos minha maefez um boquete em mimpintinho na bunda contoscontos eroticos de incesto de pai pasto e filhaafilhada chorando com a pica do padrinho no cu - contos eróticoscontos eróticos apanhado chorei muito e fiqueicom a buceta toda vermelhanovinha sendo emcochada nafilaconto erotico gay papai e titioconto erotico minha prima dedando meu pruquito a noitevideos porno sobrinha precisando de dinheiro da para o tioMulheres flagradas transando com seu cao pirocudo em contos