Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

ME FEZ GEMER NA VARA

Eu tinha 19 anos, quando um professor de educação física me ensinou a exercitar os musculos da boca e do cuzinho.



Não sabia como era a sensação e o que iria sentir ao levar uma rola daquele tamanho dentro do meu cuzinho. Ele depois de uma aula me pediu pra esperar que precisava falar comigo e quando todos foram embora ele disse que precisava que eu fizesse um trabalho pra ele.

Achei estranho pelo fato de nunca ter visto ele pedir trabalho pra ninguém, sá exercícios e combinar jogos. Mais fiquei curioso e como ele eram bonitão resolvi seguir o que ele dizia.

Perguntou-me se eu estava com pressa e eu disse que não, então ele falou se eu poderia passar na sua casa, pra pegar o livro para fazer o tal trabalho.

Respondi que tudo bem entrei no carro e fiquei meio encabulado pelo volume que estava no meio das pernas dele, ele tava de calça de agasalho, ele morava num prédio. O engraçado é que ele ficava puxando assunto, sempre sorrindo e dava umas apertadas na pica como quem não quer nada.

Chegando no ap dele, ele pediu pra eu ficar a vontade, perguntou se eu queria beber alguma coisa meio sem graça disse que não.

Então me deu para beber uma latinha de refri, logo em seguida me chamou pra entrar no quarto dele e disse se eu me importava de antes ele trocar de roupa e tomar uma ducha estava um pouco cansado e isso iria aliviar o cansaço, dei um sorriso maroto e disse tudo bem.

Fiquei olhando pra ele e o safado ficou me olhando também, tirou a camisa, eu fiquei sem graça, abaixei a cabeça, quando voltei a olhar como quem não quer nada ele tirou os tênis em seguida foi puxando as calças e ficou sá de cueca.

Cara achei aquilo estranho e a uma sensação diferente e gostosa, a cueca dele tava armada, um volume da porra, ele muito puto e safado olhou pra mim e perguntou se eu poderia tirar a cueca dele, como não tive reação ele chegou junto, pegou minhas mãos colocou na sua cintura e me impulsionou a puxar a cueca pra baixo. Quando menos espero pula na minha cara uma barra de nervos, cabeçuda, grande e grossa.

Ainda estava com as mãos na sua cueca quando ele direcionou minhas mãos pra sua pica, achei aquilo quente e macio pra porra e tava saindo uma baba da cabeçuda, ele foi direcionando aquela rola pros meus lábios e falou, chupa, mama como costuma fazer quando chupa um sorvete vai.

Abri a boca, comecei a passar a língua no seu cabeção e achei o gosto diferente, meio salgado e que lembrava leite, mais cai de boca isso sim, comecei a mamar como um bezerro desmamado, ele tirou algumas vezes pra fora e deu umas boas taladas no meu rosto dizendo que eu estava merecendo levar uma boa surra de Pica.

O safado começou a socar na minha boca, indo até a garganta, engasguei pra porra, começou a escorrer baba pelo seu saco e ele muito puto me mandou lamber as suas bolas, chupei uma depois outra e ele gemendo gostoso começou a me xingar e dizer chupa as minhas bolas sua bichinha safada, baba nos meus ovos vai seu boqueteiro do caralho.

Depois de mamar bastante ele disse que era pra eu virar de costa, obedeci como um cachorrinho, sentir o seu corpo sendo colado ao meu e a sua naba sendo pressionada na minha bundinha em seguida ele tirou minha camiseta, depois deu um jeito de puxar meu shorts pra baixo com cueca e tudo, sentir o seu caralho ser colocado bem no olho do meu cuzinho, deu uma sensação filha da puta de boa, ele começou a lamber minha orelha e beijar meu pescoço.

Logo em seguida senti a sua mão na minha nuca, me pressionando em sentido a cama forçando-me a ficar de 4. Me posicionei ali em cima daquela cama e não pensei mais em nada, sá queria curtir aquele prazer delicioso.

Cara o filha da puta do meu professor abriu o meu rabo e começou a passar a língua em meu anel, comecei a gemer ele perguntou se eu estava gostando e eu disse que sim, depois de me dar um banho de língua ele mandou eu continuar daquele jeito que já voltava. Foi até o banheiro e quando olho pra trás vejo ele de pica tesa, apontando pra frente e com um pote na mão chegou atrás de mim, ainda deu mais umas línguadas e começou a passar os dedos cheios de creme no meu cu, senti que ele foi enfiando um dedão e quando menos esperei ele estava com o dedo todo atolado.

Sem querer eu comecei a rebolar, ele falou que eu iria levar rola no cu bem gostoso e ficou a dizer rebola putinha no meu dedão, vai safadinho pisca esse cu bem gostoso, eu tava com o cu pegando fogo, em seguida senti ele forçando mais um dedo, eu senti umas fisgadas de dor e pedi pra ele tirar que tava doendo, ele muito safado sem tirar os dedos do meu cu, se direcionou na minha frente, beijou meu rosto e começou a beijar a minha boca enfiando a língua dentro da minha boca, foi chupando minha língua e falando pra eu fazer o mesmo com a língua dele. E nisso ele se aproveitou e atolou os dois dedões em meu rabo, meu cu parecia de elástico estava agasalhando aqueles dedões todos melecados de creme. Ele mais uma vez começou a falar, gostoso, rebola essa bundinha pro seu macho vai, empina gostoso. Ergueu-se, voltou pra trás de mim e ainda fez um comentário, que já estava se esquecendo de encapar o seu garotão, muito sacana se ajoelhou na minha frente limpou a rola de creme com uma toalha e falou pra eu dar mais uma mamada, vai meu aluno querido, ele tinha passado um creme de morango e acabei sentindo aquele gosto na minha boca, mais eu não quis nem saber chupei aquela benga até a bicha ficar lustrosa.

Ainda de joelhos na minha frente pegou a camisinha que eu nem conhecia naquela época e encapou o caralhão, pegou uma bisnaga de creme que hoje eu penso que tenha sido KY e começou a untar a bichona que chega vibrava de tão dura. Levantou-se, foi pra trás de mim me disse pra deitar-se e empinar bem a bunda que hoje eu iria saber como é que se toma no cu. Pegou uma almofada e colocou em baixo de minha barriga, logo em seguida sentir as suas pernas entre as minhas, algo duro e pontudo sendo direcionado pro olho do meu cu, um braço vir por baixo do meu braço e uma mão segurou no meu ombro, novamente sua língua começou a lamber minha orelha e senti sua Jeba sendo atolada em meu pobre cuzinho.

Caracas que dor filha da puta, meu cu começou a gemer, sentir as pregas sendo arregaçadas, eu ali com aquele puta machão em cima de mim, eu tentando sem sucesso sair debaixo dele, comecei a chorar e a pedir pra ele tirar que tava doendo muito, e ele sem se importar com a minha dor foi enfiando a sua Naba e dizendo, relaxa meu putinho safado, hoje você vai tomar nesse cuzinho bem gostoso, solta as preguinhas do cuzinho que passa a dor e entra mais gostoso, eu tentava me debater debaixo daquele taradão mais era inevitável, meu cu foi perdendo as resistências e acomodando aquele trabuco, quando menos esperei senti os seus pentelhos na minha bunda e ele me falou agora esse cu é meu, já era o teu cabaço e você agora será a minha aluninha.

Cara eu não sei porque, mais depois que a rolona dele entrou toda em meu cuzinho comecei a sentir um prazer imenso e passei a gemer, ele percebendo começou a enfiar e tirar aos poucos e quando eu menos esperava estava a rebolar e ele a socar sem dor no meu rabo. O puto socou no meu cuzinho pra porra, me puxou-me pela cintura, fazendo-me ficar de 4 e ai é que mandou rola mesmo, gemi gostoso e quando menos esperei comecei a gozar, já tinha batido algumas punhetas mais ainda não havia gozado tão gostoso como estava gozando naquele momento, ele passou a mão na minha rola e disso é safadinho te fiz gozar com o cu heim? Deu mais algumas bombadas tirou a pica do meu cu que estava em frangalhos e esporrou gostoso nos meus peitos. Depois dessa vez ele sempre dava um jeito de me passar à pica, até que ele teve de se mudar pra outra cidade e acabamos perdendo o contato, mais valeu pelos momentos, levei rola até as horas, e aprendi que tomar no cu é bom demais, principalmente se o cara for Roludo e safado.



msn [email protected]

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Zoofilia com mais drenacontos eroticos lesbica chineladasvendo a cunhada depilando a buceta contospai do meu amiguinho, conto gaycomo chupar o pau do meu marido e fazer ele gozar lejeiro e gemer mais que tudolarguei esposa e sai com.com amigo contosgayscontos meu primo me estrupo quando tinha oito anoscontos eroticos insesto na praiacontos/como mamei meu primeiro caralhoAcordei com o cuzinho cheio de porra contoscontosdesexopicantesgostosa e muito branca maz mete muitoContos eróticos dando de mama pra minhas irmãzinhasmulher louca de tesão gozando no peito na boca o dedo na bocaconto gay ciumes exageradodeixamos ela bebada e comemos gostosocontos de coroa com novinhocontos eróticos minha esposa trouxe sua sobrinha para morar com a gentecontos mae crente babando no pau do filhocasa dos contos eroticos meu marido trabalha eu meu filho rodulo me fodedona redonda arreganhado o cuzaocontos lu casadaconto peluda raparamcontos eroticos Itapetiningacontos adoro um pau gostoso e tesudo de travesticontos eróticos relatados por mulhereso pastor passou a noite com a lingua ná minha buceta e eu na mulher dele contoconto tia gostosa de microcalcinhaenrabada na frente do meu marido/contosconto comi tia do meu amigoContos Eróticos vi minha amiga sendo emrabada pelo maridão bem dotado fiquei com muito tesãocontos eróticos de professoras gostosas transando gostosolembranças contos eroticosmulher fica no ralarala com homen e fica com aa cacinha molhadagozo na bucetinha dá cunhadinha com jeitinhomiudinha de calcinha xvidio.comcontos transando com a minha cunhada fernandawww XVídeo pornô o tio f****** a sobrinha foi bonita e de MenorContos deliciosos tomar no cumulheres peladas encostada no pe de cocoContos estrupei gay na infanciaporno tio roludo viaja dd onibus com sobrinhamae coroa mechama pra viaga com ela e durmo com ela insexto gostosa pornotranso com meu primo de primeiro graucontos erotico encesto femino eu cgupo minha filha desde os 2 aninhiscontos eróticos meu vizinho me viu no puteirocontos eroticos amigos heteroscontos eróticos no elevadordelirei com a pica entrando no meu cuzinhocontos eroticos com pescadortanguinhas molhadas contos eroticos reaisContos eroticos gays cuecascontos comi minha filha caçula dormindoMinha namorada ela mandou minha cunhada abri bem suas pernas ela disse pra eu tirar o cabaço da buceta da minha cunhada conto eroticoconto erotico meu bezerro boqueteirocontos eroticos me encostou na paredebumbum arribitado na rolaminha mae é a mulher do meus amigos contosgosando no cu do meu filho bundudo inocenteeu vou te arregaçar inteira me perdoa amor, desculpaela desmaio contos eroticosmenina sapeca danada enganou todos contos eroticoscontos eroticos de homens com taras chupar bucetas caninas zoofiliaele me encoxando e eu rebolandoconto erotico neide safadinhaContos,erotico de mulher casada da na,zona,ruralcontos eroticos meu sogro me pegou a forçaeu e minha mulher somos moreno meu filho loiro sou corno ?historia erotica meu enteado novinho e bem dotado me arregaçou todaconto erotico cornocontos erotikos comendo o cu da minha madrinhavideo de sexo c langerriconto travesti me enganouconto erotico traveco e casalcontos eroticos novinha coroa ricoGay passiva com dois negoes contoscontos eroticos barney comendo bethycontos caseiros reais eu seduzir meu irmão no baile funkmeu cliitores fica marcando a calcinhaxvidio gay coroa 82Contos sogra medindo o tamanho do pau