Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CARIOCA COMENDO AS MINEIRINHAS...

Olá, meu nome aqui é Marvin, sou carioca, tenho 27 anos. Tenho a pele clara cabelos castanos e olhos azuis. O corpo é malhado, com peitoral e abdomen trincado. De altura tenho 1,85m. O que mais chama a atenção em mim é o fato de ser boa gente, fazer amigos com facilidade. Formado e coordenador de uma empresa que fornece sistemas, muitas das vezes tinha que viajar pelo país. Não gostava muito de ficar longe do RJ, isso me frustava. Até que meu relacionamento foi para "cucuia" e eu fiquei um puto na noite carioca. Queria aproveitar... e essas viagens vieram a calhar. A primeira foi para Belo Horizonte, fiquei lá três dias, trabalendo sem parar. Depois fui a Uberlândia... que maravilha de lugar... fica perto de Uberaba. O que mais me chamou atenção foi a beleza das mineiras Uhhhh A maioria de pele clara e olhos claros. Uma grande parte das mulheres não é mignon... tem aquele aspecto de "cavala". Tudo isso com aquela receptividade mineira... Tudo o que eu queria. Com apart-hotel alugado, carro alugado... sá faltava praia para eu manter meu bronze !!!! Conheci o pessoal da franquia de lá... e logo fui convidado a ir uma noite num barzinho, para relaxar. Ambiente agradável... pessoas bonitas. Fui ao longo dos dias fazendo amizades, até por lá no centro da cidade mesmo. O que me rendeu uns telefones, uns sorrisos... Numa dessas noites de boate, barzinhos, eu tentava sempre manter aquela linha descolado, bem arrumado, com perfume básico... conheci amigas de amigos, entre eles Amanda. Morena alta, cabelos castanhos calro até o meio das costas lisos, olhos levemente puxadinhos e lábios maravilhosos, usando aquele brilho então... que tesão...Amanda se destacava não sá pela sua beleza, mas pela sua elegência. Usava nesse dia um vestido verde claro, bem de verão... o que mostrava sua cintura fina e seu quadril largo. Simplesmente sensacional. Mas, como os caras de lá falaram... ela era osso duro de roer... também pudera né... conversamos um pouco ela é simpática mas corta qualquer tipo de brecha. Vulgo: Marrenta ! Afinal... esse adjetivo é nosso !!! como podia... juro que fiquei meio puto com isso. As amigas dela também eram lindas, um sorriso melhor que o outro. Quando dava mais atenção as outras duas amigas ela chegava mais perto, quando eu olhava para ela com maiores maldades, ela fugia. A FDP. me controlava, pois sabia que era muito mais bonita que suas amigas, que quando investiam em mim, ela se apresentava ao papo. "Não fode nem sai de cima". E as meninas querendo saber como eram as noites do RJ, nunca tinham vindo para cá... Perfeitas para o que pensei. Enfim... trocando de estratégia. Olhei bem pra cara da loirinha, chamada Lara, e convidei-a a ir para pista de dança. Fácil !!! Dançanda um eletrônico bem pertinho da Lara, não demorou 2 minutos a gostosa estava lá dançando com a gente, e claro atraindo todos os olhares. Achei aquilo um desafio. Dançava mais perto da Lara, de frente... muitas das vezes segurava seu quadril e olhava de frente para ela. Naquele lugar sá existia uma mulher para mim... Lara !!! Estratégia fatal para as mulheres. Amanda jamais pensou, como eu previa, que eu escolheria Lara sua melhor amiga, ao invés dela... a mais linda da noite. O joguinho dela foi por água abaixo quado colei meu corpo atrás de Lara que era uma loirinha do cabelinho curto, gostosinha, 22 anos, vestido de alcinha, bundinha arrebitada, com um rostinho angelical. Dançava coladinho, dava uma encoxada gostosa na loira... que não aguentou eu segurando a sua cinturinha e puxando para trás. Cochichou no meu ouvido e foi saindo me segurando pela mão. Fomos para outro canto. Lá eu dei um pega frenético nela. Virei do avesso o filezinho. Um pega bem carioca mesmo... minha mão escorria pelo vestidinho, nas suas costas até a bunda. Senti a alça da sua calcinha... fui deslizando a mão acompanhando aquela tirinha até o meio da bunda da mineirinha. Falei baixinho no ouvido dela. "Adorei... tiraria com a boca!" Ela olhou nos meus olhos e perguntou: "vcs cariocas são sempre safados assim ???" Respondi na lata: "Sá com as safadas". Tasquei-lhe um super beijo. e já fui saindo com ela. Fiz questão de passar com a Lara perto da Amanda e da Rachel, a outra amiga, mostrando que estávamos saindo fora. 5 minutos estava no meu Apto. Agora a parte importante do plano. Fuderia ela até a alma !!! Pois dia seguinte era capaz até de sair no noticiário local de fofocas das amigas. O trabalho tinha que ser bem feito. E não deixei por menos. Já no elevador depois de entrarmos eu beijava Lara loucamente... segurei-a pela nuca, nos seus cabelos curtos e virei-a de costas. O elevador chegou no meu andar abri a porta e empurrei ela para fora colando ela de frente para a parede. Fiz a mesma coisa voltei a segurar firme seus cabelos, ela puxava meu quadril para frente para encoxá-la. Entrei no jogo dela... beijava sua orelha e dava-lhe uma sarrada. fui caminhando colado na bunda dela até minha porta. Lá chegando dei a chave para ela. Quando ela esticou a mão para colocar na fechadura eu segurei os dois pulsos dela e fiz ela apoiar as mãos no portal...com a bunda empinada. Beijava a orelha... dava uma rebolada com o pau colado na bunda dela, para sentir a dureza... mordia-lha a nuca levemente. Ela olhava para trás com aquele olhar de safada pedindo para sofrer... enquanto eu beijava ela, fui subindo seu vestidinho... ela suspirava de tensão...nervosa... com tesão...era uma mistura..."Cachorro... safado..." Alí eu perdi a compostura...que a essa altura era nenhuma... que bunda maravilhosaaaaaaa...... tinha uma leve penugem......uma tanguinha branca que formava um triangulo perfeito na sua bunda.... abaixei a boca lá e dei uma leve linguada de baixo para cima.... a caipira foi colando a cara na porta caindo pelo chão... até que abriu a porta..... aí foi um delírio... Fui entrando com ela beijando... joguei a porta para trás... levantei a caipira no meu colo e coloquei a em cima da mesa do hall... ela não areditava.... abria as pernas dela arrebentei a alça da calcinha dela e meti a lingua na sua buceta... Ela soltou um gemido que sá me fez atochar a língua mais fundo... eu arreganhava as pernas dela que estava sentada na mesa escorada na parede....alternava linguadas na bucetinha e no cuzinho... fui tirando blusão... e ela o vestido.... subia... mamava aqueles peitinhos claros....mas durinhos.... coloqueia no colo e fomos nos beijando até o quarto... ela laçada em mim...o meu dedo já procurava seu rabinho... apertadinho... no quarto eu antes de ir para cama usei todo meu repertário de safadeza... colei meu peito no dela fazendo pressão contra a parede e ela no alto ainda laçada em mim pelas pernas... colquei um dedo na boquinha dela... "sabe onde vou colocar esse dedo ???" ela nem respondia.... sá me olhava nos olhos... passei na sua bucetinha... ela gemia... me abraçou o pescoço e me deu um beijaço... eu enterrompi para passar o outro dedo nos seus lábios... "escolhe um dedo meu amor..." ela nem falou nada chupou gostosamente o maior... me olhando nos olhos... quando fui tirando, teve uma cena me dar um tesão... ela fechou os olhos e foi colocando a linguinha para fora passando levemente ao redor do meu dedo... "esse é especial...... coloca devagarzinho..." Passei a mão para baixo e fui alizando o seu anelzinho.... ela quase desfalecia... dois dedinhos nas suas entranhas enquanto eu a beijava...fui deixando ela escorrer pela parede segurando pelas pernas ...ela foi descendo... passando a língua no meu tárax...abdomen...por cima da minha cueca... até sentar no chão...ajoelhou e passava a boca por cima... no meu pau que estava estalando....ela olhava para cima tirando a cueca e primeiro passou a lingua molhando todo ele... e engoliu maravilhosamente.....um boquete fantástico...leve e tesudo. Punhetava ele na boca... tentava engolir ele todo...o que me fez movimentar o quadril... socando ele naquela boquinha...tentava enfiar tudo ela engasgava... puxei-a pelo cabelo fui levantando a putinha, sem que ela afastasse a boca do meu corpo...foi subindo lambendo tudo que encontrava...até chegar na minha boca. Quando ia me beijar, segurei seu rosto e empurrei-a na cama ela caiu de costas. Invadi a sua buceta com a minha língua. ela gemia...gritava segurava meus cabelos...Gozava loucamente... levantei uma perna dela e coloquei nos meu ombros... deixei toda arreganhada...Enfiei a pica naquela linda buceta......imprimi um ritmo alucinante...sá mexia o quadril....socava forte lá no fundo aquela xota molhadinha...fui virando ela com uma perna dobrada e a outra esticada... adoro essa posição...pois a pica vai lá no fundo...segurava pelo quadril, abria a bunda dela que era linda daquele ângulo.....com penugem...e a marquinha do biquini...deitei por cima das costas dela, abrindo-lhe as pernas, com o pau ainda dentro dela, e segurava seus pulso abraçando-a ao meu peito... para ela sentir-se indefesa... e sem pena...socava a pica na caipira...... "Tá gostando caipira ??? Quem já te comeu assim ??? eu tenho que vir de longe para vc libertar essa puta que tem dentro de vc...né ??? Ela nem abria os olhos...sá gemia...enquanto eu apertava o abraço... aumentava o ritmo... até ela acusar mais uma gozada....fui soltando os pulsos e ficando de joelhos...afim de gozar também...fui puxando o quadril dela para cima, fazendo ela empinar aquela bunda maravilhosa... do jeito que eu gosto... bunda empinada e a boca mordendo o lençol...sprint final..... socava alucinadamente naquela buceta... fui levantando para socar mais fundo...queria maltratar aquela delícia d mineira... a caipira sofria... e isso aumentava meu tesão...puxava aquela bunda para mim como que fosse me engolir inteiro... até que anunciei que ia gozar... ahhhhhhhhhh e gozei muito naquela bucetinha que já estava inchada de tanto levar pica... ela não deixou eu tirar...me puxava para deitar sobre ela... "deita aqui amor...me abraça..." falava meia grogue ainda da surra... adormecemos alí mesmo... achoq eu por uns 30 min. até que toca o celular dela... Acordamos assim e fomos ver onde estava tocando... era na sala...Lara foi atender e advinha quem era ??? !!!! Amanda...preocupada com a amiga, se tinha chegado bem em casa... ela falava...enquanto eu observava aquele tesãozinho sentado no meu sofá... Rapidamente... fui a cozinha e voltei com uma Smirnoff para Lara e com um gelinho na boca - de propásito... sentei no chão de frente para ela que estava encolhida no sofá...nua... ela ria...fazendo careta dizendo que era a Amanda...eu fiz sinal dizendo para ela ir conversando...prolongando o papo...Lara nem se deu conta da minha maldade. Fui alisando seus pés...massageando... beijei...ela sentiu um arrepio...fui beijando suas coxas..subindo e ela me empurrando...segurei seu quadril...e ela era minha... a primeira linguada com gelo naquela xota foi sensacional... ela teve que afastar o celular da boca para gemer... e eu me deliciava com aquele desespero....puxei ela para a beira do sofá... onde via o que eu queria... aquele cuzinho...passei a lingua alí... Lara se contorcia... já sem forças para me empurrar... a minha putinha caipira já estava entregue mais uma vez... passei a lamber o grelinho e enfiava o dedo naquele cuzinho apertadinho... aquela cena dela de olhos fechados... mordendo os lábios... sá me fazia mais tesão... e do outro lado Amanda não desligava ...eu adorava aquilo... fui levantando passando o gelo na barriguinha dela..que gemia baixinho... e atolava o dedo naquele rabinho...imprenssei ela no sofá deitada com as pernas para cima.. beijava seus pés e fui colocando o pau na bucetinha, para lubrificar... ela já estava mole...ainda ao celular... sá sentiu que a coisa ia ficar séria na hora que eu apontei a pica duríssima para aquele cuzinho devidamente tratado....ela tentou em vão sair...mas já estava exposta, com a bunda arreganhada....fui invadindo e ela louca para gritar.......quando a cabecinha passou ela deu um gemido seco... o suficiente para se assustar e fechar o celular... que foi jogado ao lado... aproveitei e enfiei o resto numa cadência sá...ela sá faltou rasgar o sofá... pronto.....aquele cuzinho era meu....estava todo preenchido.... e o celular dela voltou a tocar... várias vezes... e eu metendo de leve naquele rabo sacanamente disse: "quer atender amor ???" ... ela me puxou para cima dela... e disse "agora eu estou ocupada!!!" forcei o corpo encima dela que se contorcia toda... e comecei a socar mais rápido... comer um cú é sempre bom...mas de uma ninfetinha gostosa é maravilhoso... aliviei a pressão do corpo... abria as pernas dela, apoiava meu joelho na beira do sofá e sá mexia o quadril... um ritmo que levava a caipira ao delírio... socava gostoso aquele rabo... ia no fundo e voltava tirando do cuzinho dela...anunciando o arrombamento... quando tirava dava para ver o estrago... sentei no sofá e disse para ela ir rebolando e sentando....ela sentava lentamente no meu colo rebolava gostoso... fui virando ela até ficar de quatro no sofá... alí eu fiz outra sessão de ator pornô e agilizei os trabalhos... ela gemia muito...parecia choro... chegando já ao climax...puxei ela para o chão e coloquei o pau na direção da sua boca... segurava pelo cabelo para não fugir...e punhetava na sua boquinha até que gozei......enfiei logo guela abaixo pois queria que ela engolisse depois o resto foi para o rosto... passava a pica toda melada pelo rosto daquela princesa...espalhando minha porra pela sua boca, bochecha...fazia ela chupar mais um pouco... eu estava acabado......mas tentava resistir bravamente...ela caiu pelo chão...dizendo: "vc acabou comigo"... levei-a para o box... e tomamos um banho quente...maravilhoso... serviço tinha que ser completo...ensaboava a mineirinha... passava sabonte líquido pela sua pele... passava na sua xaninha... "ela disse... eu não te aguento mais !!!... vc acabou comigo, não estou acostumada a essa pressão..." dei-lhe um beijo... e disse: "vc é maravilhosa" levei-a para cama para descansarmos um pouco...e ela perguntou... "posso ficar abraçadinha em vc ?? " - eu disse: "não... eu vou abraçar vc !!!" nossa... parecia tudo que ela queria ouvir... me deu um beijinho... "nunca conheci ninguém como vc." abracei ela por trás, com minha perna entre as dela e dormimos de conchinha, abraçadinhos".

Lara mostrou ser uma átima pessoa, além de tudo uma gostosinha que eu tinha certeza que conquistei... minha intenção era outra... curtir e fazer com que a Amanda sentisse desprezada..... até aí o plano foi perfeito. Mas agora tinha Lara, que eu não podia descartar de uma hora para outra, pois era uma pessoa átima...

Acordei...não era tão tarde assim... pedi o serviço de café do apart-hotel... Lara acordou, vestia um roupaozinho meu, preto... já trazia um lindo sorriso no rosto... levantei e dei-lhe um beijo, leve... coloquei-a no meu colo... "dormiu bem???" Ela riu... "tive um sonho átimo... sonhei que fui amada como nunca antes..." Porra....... fiquei feliz pra cacete com o que ela disse, todo homem ficaria também...com o elogio daquela mulher linda... mas ao mesmo tempo vi que estava aumentando a responsabilidade....

O plano estava se encaminhando muito bem... Lara foi embora e claro.... contou para as amigas... eram as Três inseparáveis (Amanda, ela e Rachel). tudo como previsto... algumas vezes naquela semana Lara me visitou. Saía mais cedo da faculdade e ia lá me ver... e eu claro, satisfazia sua pretensões... tacava-lhe a pica... passava mensagens... Teve uma noite que eu disse que estava louco sá para comer a bundinha dela... "quer que eu já vá sem calcinha???" foi o que eu ouvi... esse dia como os outros foi, átimo... esperei de roupão apenas... ela entrou pela porta, fechou, me deu um beijo... eu abri o roupão, a pica apontou para cima, duríssima... eu conduzi a cabeça dela para baixo, onde ela ajoelhou e mamou como sempre bem demais... levantei a gostosa... posicionei ela no sofá empinadinha... a puta veio de vestido e como prometeu...... sem calcinha... passei um pouquinho de KY e meti-lhe a pica.... gozei muito.... a caipirinha chegava a andar de lado devido as socadas...mas fazia maior esforço para aguentar a pressão...



Depois do trabalho de base... andando pelo centro encontrei Amanda algumas vezes... tomávamos refrigerante... um dia almoçamos juntos...já que ela passou a me encontrar sempre "casualmente". Percebi que estava mais simpática, pelo ao menos se esforçava para agradar... mas ao mesmo tempo triste... isso eu vi e Lara me contou algumas vezes, que ela estava triste, um dia estava estressada... e na última semana nem procurou Rachel e Lara. Eu dizia sempre: "que chato...né ??!!!". No fundo eu imaginava... o lance estava dando certo, pois passei sempre a encontrar Amanda, e ela tinha um sorrizão para falar comigo...



Arrisquei um tiro.....Perguntei porque da aparente tristeza... e ela não economizou palavras para dizer que alí não tinha ninguém que ela gostava, todo mundo era sem graça... que achavam ela metida... uma conversinha já esperada... "Minha amiga é que gostou mesmo de vc heinnn carioca...queria encontrar alguém assim...sá que ela diz que tem medo quando vc for embora" Porra... alí tive que me controlar para não jogar tudo a perder... "as vezes vc pode ter mais não sabe... ou gosta de brincar e depois se arrepende..." ela olhou nos meus olhos... e disse "vc tem razão"...... e continuou..."ela é seu estilo???? sempre gostou de loiras ???" --- "Amanda, eu gosto de mulher... loira, morena, negra, ruiva....cada uma tem seu charme...sua beleza....mas tem que saber usar... e isso é para poucas..." "Agora, Amanda, eu tenho que ir....está na minha hora...." paguei a conta, levantei... ela perguntou: "EI !!! e o meu beijo carioca mal educado !!!" abaixei e ia dar um beijo na sua bochecha...ela deu uma viradinha que peguei a metade de sua boquinha... ainda me saiu com essa; "safadinho vc heinnn!!! " --- "como se vc não gostasse né...Amanda..." ela deu uma risadinha... "estou sabendo que vc é bem carioca mesmo...bem safadinho"... eu: "mais tarde vc me liga e me diz...o que sabe..."........Amanda: "vou ligar então!!"



Continua parte II

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


mulher gozando a um metro de distansia e mijandocontos pornô de incesto meu pai curou o trauma que eu tinha do meu corpinho sem graça, baixinha magrela e sem peitosfudi as dua sobrinhas de nove e onze anos contoconto erótico Eu e minha filha damos o c* para o meu maridoo corinho do pinto dele nem descia ainda contos eroticosContos de viadinho de shortinho socado querendo dar o cuconto erotico defia um diero comi ela pornoconos eróticos verdadeiro convenceu a mulher a a bundacontos sado marido violentosConto Meu Amor é um Traficante parte 3- Contos Do Prazermete a rola na minha comcunhada assistir alaneconto de incesto gay :sogromenino malcriado contos eroticomalandrao dando o cuzinho pra boy malhado contocontos gay cdzinhaporno contos lesbicas tia e sobrinha comendo melanciacontos de coroa com novinhopotranca de mini saia fodendoContos zoofila comi mia professoracontos eróticos para ler a sogramulher chupa o peito da outra ate ela gemerContos eroticos selvagem com meu amigocomo me tornei viado parte 3 contpscontoerotico quase corri negrinho caralhudofui criado para ser gay Contoscontos ela punhetava todoscontos eróticos só no cu das coroas crentesmulher dando pra piazada contos erpticodconto erotico chantagiei a esposa do meu funcionáriocontos abusadoContos eroticos dando para o vovocontoerotico virgem pai 2filhasFilinha chupa pau do papaiarelato erotico meu cachorro comia meu cuzinho quando meninagritando e pedindo pra nao botar pois doi pra nao perde o cabacogrelo xoxotudaconto erótico assim nasce uma travestisobrinho mandando ve no cu da tia contosContos.encesto.na.cadeiaconto conto erótico e história comendo a mulher do meu amigo analporno contos lesbicas tia e sobrinha comendo melanciacasada recebe proposta indecente contosficar excitada.em onibus lotadocontos eroticos outro pou de presente para minha mulhercontos erotecos dei mel rabao pro mel felho toludocontos cu docegostosa da propaganda da Tininhacamiseta sem calcinha. contos de casada.curiosidade da minha filha no meu pau contosmeu policial chupou meus seiosfobtos trasado com as duastias gostosconto erotivo com bi masculinoprimos q pegaram primas pela cinturatirei a virgindade das priminhas inocenti contos eroticosTo ferrada fiquei.arrombada contos eroticosmim mastrudo dia sou mulhe contosconto erotico arrombei o travesti do baile funkcontos erótico de coroas casados trancando com novinho BA baladasmenage com primo contocontos dois gemeos chupandoconto erotico deidinheiro a minha maeContos de sogras velhas crentes rabudas dando o cucorno sentando na rola contosMamando piroca do filhinho contoseroticossobrinho punheta contona hora do horgazmo gozandocontos de cúcontos eróticos a primeira vez nem doeuContos erotico me exibi pro taxistamilitares gays pauzudos de são josé dos campos