Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PRIMEIRA VIAGEM

Trabalho como balconista em um comercio e tenho um visinho que é caminhoneiro, e sempre me convida para fazer lhe companhia mas, devido ao meu serviço nunca dá, mas desta vez estou de ferias e topei.Ele vai para uma grande fazenda em Mato Grosso levar fertilizante e trazer cereais.Saimos de madrugada, rodamos ate a hora do almoço, conversamos todos os tipos de assunto mas o que mais pegou foi sobre sexo, pois eu sempre gostei de esfregar meu rabo, apesar de nunca ter dado mas admiro bem essas coisas.Ele por sua vez deixou transparecer que tambem gosta da coisa apesar de nunca ter experimentado, entaõ eramos dois querendo e com vergonha de começar. Almoçamos, demos um tempo no posto e depois continuamos a rodar, paramos por volta das 9 horas da noite em um posto onde oferece uma otima estadia para caminhoneiros e fomos tomar banho.Os boxes dos chuveiros não tem portas e estava completamente vasio, Juca o meu visinho pediu que eu entrasse primeiro e lá fui eu debaixo da ducha. Enquanto me lavava notei que ele não tirava os olhos do meu pau que é do tamanho medio normal, e eu estava com o cu piscando querendo que ele apreciasse o meu rabo, então virei me e comecei a lava-lo, notei que ele começou a tirar a roupa, adiantei o meu banho e ao sair, ele ja estava entrando com seu pau enorme e duro e fez questão de esbarrar em mim aquela bela ferramenta. Quase desmaiei de tesão ao senti-la em minha bunda, enxuguei me, vesti-me e fui para o caminhão onde tirei toda a roupa e fiz que estava procurando alguma coisa em minha mochila, quando Juca entrou, me viu pelado, tratou de tirar a roupa tambem, e começamos a nos acariciar mas a tesão era tanta que Juca estava como eu, indeciso, o que fazer primeiro dar o rabo ou comer. Eu já vinha destinado a experimentar uma vara e fui logo oferecendo meu rabo para o Juca, que logo começou a lambelo e chupar o meu anelzinho lambuzando-o de saliva, eu ia a loucura com tudo isso, aquela lingua marota me cutucava e eu sentia arrepios de frio, e pedia a ele que colocasse com cuidado pois ainda era virgem. Juca lubrificou sua verga e a encostou no meu buraco, eu de quatro não aguentando mais, fui dando ré naquele pau enorme e duro e sentindo entrar, quase desmaiando de prazer, percebi a cabeça pular para dentro, Juca ficou um tempo quieto e eu rebolava querendo que ele empurrasse tudo dentro de mim, foi ai que ele abraçou me pela cintura e começou a enfiar aquela tora no meu rabo. Doia mas uma dor gostosa e eu queria mais e ajudava empurrando meu traseiro de encontro aquela vara que deslizava tunel adentro.

Juca logo acabou e encheu me de leite, eu ao sentir aquele calor dentro meu cuzinho fiquei com o pau duro outra vez e ainda com leite escorrendo pela bunda fui apreciar e me deliciar na bunda do Juca. Chupei como louco aquele cu e dava mordidas nas nadegas, deixando-o mais louco ainda. Lambuzei seu cu e meu pau e espetei no Juca que se jogou na cama com as pernas abertas, deitei-me em cima e fui atolando minha pica em seu rabo, ele se contorcia igual a cobra mal matada, e reclamava por não ter feito isso a mais tempo. Tirei o pau do seu rabo e pedi que ele se virasse, ergui lhe as pernas deixando-o tipo frango assado, e fui enfiando novamente no seu rabo e deitei-me em cima dele, sentindo seu pau mole esfregar em mim. Bombei gostoso e quando estava para gozar comecei a massagear seu pau com minha barriga e percebi que estava crescendo e que eu iria novamente servir lhe o meu rabo. Gozei como nunca o tinha feito deitei me ao seu lado e comecei a brincar com seu cacete que ficou duro novamente. Abocanhei aquela verga e chupei matando assim minha vontade louca de ter um pau em minha boca, eu babava e chupava e cada vez descia naquele pau ate enfiar lhe todo em minha boca. Chupei lhe os grãos, o saco, passava a lingua em seu cu e voltava na pica, eu estava doido e não sabia qual era o mais gostoso, trocava de lugar e deixava o Juca extasiado. Ele ja com o pau dolorido de duro pediu que eu sentasse em cima, fiquei de costas para ele e fui descendo, descendo ate encostar meu cuzinho naquela cabeça vermela que me esperava e então encaixei-a e fui dezlizando enquanto o Juca apertava minhas nadegas. Cheguei ao fim e senti aquelas bolas enormes encostar em minha bunda, rebolei naquela vara e comecei a cavalgar, so pedia ao Juca que a estrada fosse longa para eu poder ficar bastante tempo cavalgando, mas ele tambem estava com a tesão a flor da pele e apás uma boas balançadas ele se derreteu todo e encheu meu rabo novamente. Como é gostoso sentir o pau ejaculando dentro do cu esquentando tudo por dentro e pulsando como louco. Fomos dormir por que no outro dia tinhamos que rodar e muito ainda, mas depois eu conto o resto

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


urso tiozao roludo conto gayconto minha esposa só da se o cara for pauzudocontos esposa bundacontos aprendendo o que e uma buçeta com a mamaeContos eroticos exibindo para o vizinhocontos chera calcinha de transgarota adolecente safadinha mostrando ospelinhos da bucetawww.cunhadaraspadinha.com.brmetendoo con vpontadi pornominha esposa me convenceu dedos no cu conto hormonal femininosconto erótico vizinha no baile funkContos com picas bonitasgozada de servente no cu do pedreiro com muita porratrai meu marido com um moto taxi contoo que é momeceicache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos coroA estupradacontos eróticos pastor taradocontos eroticos esposas na praiaRelatos de casada bunduda dando para os amigos do corno bebadocontos eroticos de rabo inocentecontos eroticos gozando dentro da novinhaguri gozando na lajecavalonas de casa disse apertadahome subimisso bebi xixi da rainha Puta da minha sogra a levar na conatias gostosas de calcinha contonamorada deixou cara de pau duro contoscontos eróticos de enteadacontos eroticos com a princesinha do bairroConto erótico calcinha fedidaconto erótico as duasme tarandoconto erotico nao resiste e peguei cunhadagrandona melada contoscomi uma menina em contagem contosContos incesto filha calcinhaconto chupando a coroacontos eroticos me mastubo brechando minha vizinhaameu amigo falou que quer comerminha esposacontos eroticos sou casada realizei os desejos do meninocontos porno eu amo caga na picaex cunhada putacontos forçada a virar cadelafudendo minha aluna contos eróticosputaria todos diss contocontos eróticos com senhor de idade com rapazconto gay fui feliz em salvadorf***** pelos peões da obra contos eróticos gayscontos eroticos cumendo o cuzao cabeludo da minha maeContos eróticos: boquete quando pequenamulher de chortinho aparesendo a beradia da bucetasandra trasano com amigo na casa deleconto filmaram minha esposatio vaqueiro conto gaybundinha cobiçado conto erótico gayela me contou que estava toda assada de fuder a noite todaPatrick carregada com a b***** arreganhadahumilhado travesti contoscontos eroticos Itapetiningacontos minha sogra safada chupando meu pau escondido do meu sogro e dando o cupassinho de várias lésbicas se chupando uma volta sem pararcontos gays inicio da puberdade.contos teem dei o cucontos eróticos orgasmo no ônibusFuderan meu cu e minha esposa ajudou os carastirei a virgindade das priminhas inocenti contos eroticosconto primeira peitinhoConto erotico cdzinha me deixou loucoestou sendo chantageada mas não posso contar meu marido quantos eróticoscontos eroticos. a1 vez da bichinhapaguei para fuder minha tia contosCONTOS EROTICOS DE.BUCETAS ARROMBADASinfância;contos eróticos;enrabadoContos eroticos peitudaconto erotico cunhadinha safadinhacontos sexuais de jessica no carrose um homem excita uma mulher e demora muito para penetra-la ela pode sentir uma dorzinhade tanto insistir em ver minha mulher em cima de outro pau ...contos mulher e marido duas vadias para um.machoconto erótico com foto titio me rasgoufiquei olhando o travesti encoxando meu marido no onibuscontos eróticos vi meu vizinho transandocarlão socando ate as bolas no cu da vadiaconto agarrada no onibuscontos eróticos minha esposa recatada chorouconto erotico nao resiste e peguei cunhadaSo uso fio dental enfiado no cu.conto erotico femininocontos eroticos comendo o rabinho da bebadacomo supa a boceta ligada tonadoconto fiquei pelado na frente da médicadepiladora.casada.depilano.um.cara.di.jeba.gande.e.grossacontos exitantes estava muito triste e carente meu cunhado chegou na minha casacontos minha tia viuva sua amiguinhaestrupei minha tia-contoseroticosela gritou dizendo q seu cu tava doendo contosAgostozas trazano Contos na pescaria com tios e amigos me fazen d bixinha deleschantagem com casal. que pediu carona contos eroticoTenho 60 anos e minha bunda ta se mais contos