Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

SESSÃO DE FOTOS PARTE 02

continuação da parte 01





Ela chamou o fotágrafo, ele chegou perto dela, ela se ajoelhou frente a ele, e começou a desabotoar as calças dele, tirando para fora a rola dele, era uma rola meio marrom, ela estava meio mole ainda, mas já aparentava ter uns 19 ou 19 centimetros, mas era bem grossa a rola dele.



Ela com muita vontade e tesão abocanhou a rola daquele homem, com toda certeza, era a primeira rola que ela estava experimentando depois da minha, naquele momento meu sangue ferveu, deu vontade de parar com tudo, mas eu não tinha direito de fazer aquilo, e deixei rolar, e eu estava lá, sentado, vendo minha mulher na minha casa mamando um cara mais dotado do que eu, que loucura!!!



Ela engolia totalmente a rola dele, cuspindo dela e momentos fazendo um ritmo frenético com a boca, deixando ele fuder a boquinha dela, e em alguns momentos ela alternava, sugando o saco dele com a boca (o lazarento estava com a rola toda depilada igual ela gosta), ela o sentou na cadeira com as calças baixadas até o joelho, e lá ficou uns 5 minutos num boquete frenético.



Depois ele se levantou, pegou ela no colo e me perguntou onde era o quarto, pois queria comer minha mulher em nossa cama, eu lá com cara de corno, mas cheio de tesão levei eles até o quarto.



Nesse momento os papéis já estavam invertidos, eu tirando fotos deles, e ele aarando minha mulher.



Ele colocou ela na cama, baixou seu vestido até a cintura, e começou a beijava, com umas das mãos já dentro da calcinha da minha mulher, enfiando os dedos naquela buceta que até aquele momento tinha sido sá minha, ele alternava entre beijos e belas chupadas nos seios dela, e ela não se continha, tava louca, alucinada de tesão com aquele momento mágico para ela.



Ele acabou de tirar o vestido e o sutiã dela, e tirou a calcinha dela, e lá estava minha esposa, totalmente exposta, nua, nos braços de um jovem, e a boca toda babada de uma rola, que não era a minha, nesse momento eu já estava com a rola dura novamente, e a cada segundo ficava mais louco, enquanto fotografava tudo aquilo.



Ele a chupou até ela gozar tudo na boca dele, apás sentir o gozo, ele olhou pra mim e disse, agora aprende como se fode uma puta, para não precisar mais chamar outro macho pra dar conta da sua puta.



Ele se deitou na cama, de barriga pra cima e falou para a Ana, vem aqui agora cavalgar num caralho muito mais gostoso que desse corninho do seu marido, imediatamente ela trepou encima dele, ajeitou a pica do cara no ruma da sua buceta, e foi descendo vagarosamente, deu pra ver os lábios da buceta da Ana se abrindo, e alojando aquela rola daquele homem estranho totalmente dentro dela, até que ela engoliu a rola dele completamente com sua xana, e começou a rebolar aquela bunda, cavalgando com bastante força e vontade sobre a pica do fotágrafo, aquela sensação pra mim acho que era semelhante a uma droga forte que você usa, vem uma mistura na sua cabeça de ciúme, desespero, tesão, uma mistura de amor e ádio de mim mesmo, que não soube explicar, mas confesso que foi uma sensação muito prazeroza, acompanhar aquele momento, ele começou a bombar nela com bastante força, era a primeira rola que fudia minha mulher em toda a vida dela além da minha, ficaram por uns 5 minutos naquela posição,a cada cavalgada, dava pra ouvir a bunda dela batendo fortemente contra o escroto daquele lazarento que fodia minha mulher com enorme prazer.



Logo apás ele virou pra ela levantou as 2 pernas dela, escorou no seu ombro esquerdo, e começou a enfiar aquela pica de uns 19 centimetros,(totalmente dura), depois fez um papai e mamãe bem forte com ela, enquanto minha mulher era fudida, ela falava pra mim coisas do tipo, isso sim que é pica, olha amor, como ele fode gostoso, aprende com ele, fica vendo enquanto ele traça sua mulherzinha e aprende a me fuder direito, se eu soubesse que era tão gostoso assim, já tinha te feito corninho bem antes, nessa hora pensei: putz, transformei minha mulher em puta, ao mesmo tempo ouvia tambêm palavras do fotágrafo: que mulher gostosa você tem, que buceta apertadinha, imagina o cuzinho dela então, vou adora comer esse cuzinho, e tudo aquilo que eu ouvia, sá servia para me deixar mais louco de tesão com toda aquela situação.



Enquanto isso, a transa rolava em ritmo alucinando, o cara pegou minha mulher de várias formas, fez colinho do papai, colocou ela de ladinho e abraçou por trás, fudendo ela, e assim foram por aproximadamente uns 20 minutos, minha mulher acho que já tinha tido múltiplos orgasmos, e o cara guentando firme.



Ele em seguida colocou ela de quatro, e começou a penetra-la ajoelhado sobre nossa cama, aquele que até aquele momento era um lugar exclusivo nosso de prazer, mas que agora abrigava uma pessoa totalmente estranha estocando com muita vontade no meu amor .



Ele começou então a fode-la de quatro, enquanto ele fodia, virou pra mim e falou: vai lá corninho, pode colocar sua rola na boquinha dessa puta, eu deixo você fazer isso.



Então levei minha rola até a boca da Ana, que começou a chupar bem gostoso, enquanto ela chupava meu pau, sentia o corpo dela vibrar com as estocadas do fotágrafo fudendo ela de quatro, e assim ficamos mais um 5 minutos.



O Fotografo puxou minha mulher pelos cabelos enquanto comia ela de quatro e falou para ela:



Agora quero esse cuzinho gostoso seu, nessa hora pensei, putz, até a preguinha da minha mulher vai entrar na pica do cara, que merda, ela olhou pra ele e disse:



Eu deixo você comer meu cuzinho, mas enquanto você come meu cuzinho, meu marido vai ter que comer minha bucetinha, o cara aceitou no ato



Então me deitei na cama, e minha mulher trepou sobre mim, e foi descendo aquela rola já toda babada da rola do fátografo na minha rola, ela ficou parada por um momento, quando derrepente senti um peso extra, era o fotágrafo começando a investir no cuzinho da minha esposa, logo senti algo penetrando minha esposa, pois quando a pica do cara adentrou na bunda da minha mulher, eu senti uma pressão maior na vagina dela, e logo comecei a sentir as estocadas que o cara dava no cu da minha mulher, eu quase não conseguia me mexer, apenas estava lá, mas era o fotágrafo que fodia ela gostoso, logo em seguida ouvi o cara gritando que ia gozar naquele cuzinho, e logo ele começou a urrar, e era isso mesmo, o filho da puta tava jogando leitinho do cú da minha mulher, eu não aguentei e gozei também



Logo apás o cara gozar, tirou a rola do rabo da minha mulher e tirou a camisinha, fazendo ela limpar o rola inteirinha dele com a língua dela,



Apás isso caímos exaustos, levantamos e fomos olhar o resultado das fotos no computador, enquanto olhávamos, o tesão foi levantando novamente, a Ana convidou o fotográfo para um banho, durante o banho ele lavou o corpo inteiro dela, com gestos sensuais e sempre acariaçando a xana dela, logo ela fez o que mais gosta de fazer, fez um delicioso boquete nele embaixo do chuveiro, até ele gozar tudinho na boca dela, e pelo que notei, ela engoliu quase todo o leite do cara, apás saírem do banheiro, tomei meu banho e fui pro quarto, chegando la, o cara estava tirando mais algumas fotos dela, quando ele me viu, falou agora aproveita o que sobrou da sua puta, que vou fazer o que fui pago para fazer, tirar as fotos de você dois, transamos muito e intensamente, gozamos como nunca pela empolgação do momento, a essas alturas já eram quase 2 da manhã, colocamos um colchão no chão do nosso quarto, e o lazarento do fotágrafo deitou-se na cama da minha mulher, dormiram nus coladinhos, ele abraçando ela por trás, durante a noite, percebi que eles transaram mais uma ou 2 vezes, depois fiquei sabendo que o cara durante a noite repetiu o cuzinho dela novamente.



No Domingo acordamos e ficamos até o meio dia juntos, conversando e comentando o que acontecerá durante aquela noite, depois do almoço os 2 deram mais uma trepada e ele foi embora se despedindo de nás.



Depois dessa ocasião, nos encontramos mais 2 vezes, mas isso conto depois.





nosso msn é



[email protected], aceitamos contato com pessoas sensiveis e simpaticas.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


empregada ê chantageada e tem que dar para seu patrao o cabacinhoIncesto com meu irmao casado eu confessofui comida peloamigo transexual contoscontos eróticos gay meu primo cumeu meu cu no sofacomo e que aimha vagina abre na hora do sexo?minha amiga sapa e eu chupando contochupando mamilos com sofreguidaoConto erotico dei pro meu papai e tioContos eroticos da lele alessadraminha mulher alargou meu cu contoprimo de rendinha metade da bunda de fora em calcinha cabelo que sai para foranovinhanoonibuscontoscontos porno maior q meu antebraçocontos eroticos de primos q ficaram com primasTia de xana peluda e sobrinho metendo conto eroticocontos eroticos traindo marido na Salacoto erotico meninas novinhas surubascontos eroticos gozei no pau do meu irmaocontos eroticos de mulheres coroas fodedeirasO coroa me levou pra sua lancha conto eroticocontos eroticos incesto sutiacontos porno gay sobre conhadosporno comendo a buceta da gostosa emsima dos retalhosmostra como fuder bem gostoso e a pica entrendao na bucetacomi minha esposa e dua irma vou vontar como foicontos-meu cuzinho contraindo no teu paucontos casada cago no pau do negraocoleguinha liberal gay contosconheci a vara do meu padrasto muito novinha contos eroticosnovinha do Recife masturbando assim tão pequeninaputa irmão contocontos d cachorros mamandocontoseroticosbucetavirgemesposa de langerytesudas contocontos sexo tia dominando sobrinhoContos eroticos parenterelatos comi na marracontos eroticos a filhinha da empregadacontos eroticos de cornos e veiaspornodoido uma medica gostosa de prantao com tesao na xota lesbicacontos eróticos-leite condensadocalçinhas meladinhas nelascontos eróticos estuprei a menininha q saia da escolaWww loira casada gosta de negro dotado na casa dos contosconto gay dei o cuComi minha tia historia veridicaporno mulheris con a perna meia canbotaconto irmã peladinha dentro de casaReparei maquina de lavar para minha tia conto erodicominhaesposa numafesta-contos reaisvai novimha tirano a roupachantagiei minha irmã parte 2contos gay me montei pra elecontos eroticos vizinhas camaradasContoseroticoscomsogrorola na professora contoo corinho do pinto dele nem descia ainda contos eroticoscontos eróticos gay e coroaxvidio real meu primo mamado peito bicudo da minha mae negracontos eroticos homem chupando pau pau sujo e bebendo mijominha mulher enrabada na boateConto prima me flagroumarido sortiado a esposa contos eroticosjapinhas pirralhas fudendo a força.vidios reais tias curiosas punheteirascontos relatados por mulheres que foram abusada e acabaram gozandoconto incesto minha linda maezihacontos porno dei boa noite cinderela para meus pais e comi minha maecontos eróticos minha sobrinha de babydollcontos bdsm erposas escrava submissaposso dilatar a porta do meu anus todo dia?contos de coroa com novinhocontos eroticos lobisomemrecebru varias calcinha de presente contos erotico