Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FODA DE UM CEGO

Era sábado, os pais de Joe haviam ido viajar e a irmã Bia ( 19 aninhos ) estava no quarto com a amiga Lili ( também 19 anos ), que foi passar o final de semana em sua casa, já passava das 22 hs quando Joe resolveu ir dormir. Cansou-se de ficar apenas ouvindo a TV, sentia um desejo ardente de tocar em seu membro, tinha necessidade de uma boa gozada.

Joe era cego, tinha 25 anos e nunca havia transado de verdade. Era um rapaz belíssimo, de porte escultural, porém muito tímido. Muitas mulheres já haviam tentado se aproximar, mas Joe logo saia de fininho, tinha medo de se apaixonar e não ser correspondido, por causa de sua deficiência. Desde menino Joe se masturbava pensando nas vozes femininas que o chamavam atenção, que para ele eram sexy.

Ah, mas a amiga de sua irmã ( a Lili ), despertava em Joe um desejo incontrolável, pois Lili exalava um perfume inebriante, adocicado, que fazia Joe ficar de pau duro sempre que o sentia, tendo que correr para o banheiro e se masturbar como louco. Imaginava fazendo loucuras com Lili como, ela abocanhando seu caralho, passando a linguinha na cabeça de seu pau, deixando escorregar até o fundo da garganta, ele não podia ver, mas podia imaginar direitinho como seria essa sensação.

Sabia como era o sexo somente pelas aulas de biologia que tivera na escola, mas nem de longe podia imaginar como seria uma vagina, que cheiro teria, qual seu formato, apenas sabia que havia um orifício por onde poderia enfiar seu pau e, então, imaginava que esse orifício era como o seu cuzinho... Ah, e que imaginação ! Joe ficava de quatro em seu quarto, se masturbava e ao mesmo tempo enfiava uma cenoura em seu rabinho, imaginando que seria assim uma foda gostosa. Sentia muito tesão quando esfolava o práprio cuzinho, imaginando fazer isso com Lili.

Então, naquela noite, quando ia pro seu quarto, ouviu um barulho diferente que vinha do quarto de sua irmã, começou a andar na pontinha dos pés para tentar ouvir o que estava acontendo, pois nunca havia ouvido nada igual... A porta estava um pouco aberta, Lili falava para Bia:

- quietinha, seu irmão pode ouvir ...

E Bia respondia:

- ele tá ouvindo TV, gostosa, desencana e chupa meu grelinho, aiii, assim,, não para....

- Ai Bia, que bucetinha deliciosa, que tesão, sua gostosa !

- Vem Lili, traz sua buceta pra mim chupar também, quero todo seu melzinho escorrendo na minha boca...

E as duas começaram um meia nove louco, enquanto Joe ouvia tudo em silêncio e segurava seu cacete que já estava explodindo de tesão... Que loucura, nunca tinha sentido nada assim !!! E as duas continuavam:

- assim Bia, vai, que delícia, e Bia dizia, quero passar a língua em seu cuzinho, sua vadia... sei que ta loca pra dar esse cuzinho pro meu irmão, não é Lili....Então dá ele pra mim, pensa que é meu irmão passando a linguinha nele...

Joe não acreditou no que ouviu e, acabou soltando um gemidinho... Foi quando elas o viram escondido atrás da porta e pararam por alguns instantes... Uma olhou para outra, quando Joe abriu a porta um pouco mais para ver se ouvia algo, e as duas se aproximaram dele abaixadas e bem devagarinho... Bia subiu práximo ao seu pescoço e deu uma lambida que o arrepiou todinho, e sussurrou em seu ouvido:

- Irmãozinho levado, agora você vai ter que pagar por ficar espionando a gente, e deu-lhe um beijo na boca delicioso, chupando sua língua com muita vontade, sem que Joe pudesse dizer nada, enquanto Lili ficava observando os dois irmãos se acariciando, ela apertava forte sua xana.

Bia foi descendo, chupando todo o corpo do irmão, que uivava como um lobo, com aquela vara dura como pedra, até que Bia chegou naquele pau gostoso, nossa como era grande e grosso, e começou a chupa-lo deliciosamente... Joe não podia acreditar, sua irmã estava ali, chupando ele todinho... Foi quando ele sentiu aquele perfume gostoso de Lili se aproximar, e de repente, sentia duas bocas em seu caralho: Bia e Lili o chupavam como gatas no cio. Deitaram ele no tapete, e Lili perguntou se ele já tinha sentido uma buceta antes, ele balanceou a cabeça negativamente, quando Lili sentou sua buceta esfregando em seu rosto... ele passava a boca, cheirava, lambia, até que seus instintos o levaram até o grelinho de Lili, que gemia como louca, enquanto Bia continuava chupando o pau do irmão. Nesse momento, Lili foi descendo até o pau de Joe e começou a esfregar a buceta naquela vara enorme, e Joe gemia como um louco ( aaaaahhhhhhh, aaaasssssiiiiimmmmm sua gostosa, quero gozar na sua bucetinha ) enquanto sua irmã fazia ele chupar sua buceta, estavam as duas em cima dele, ele não podia ver, mas era a sensação mais deliciosa que já sentira... As duas eram pervertidas, duas putinhas deliciosas, viraram Joe fazendo ele ficar de quatro:

- Lili começou a chupar o cuzinho de Joe, ele foi a loucura total, então, vendo que estava gostando,, pegou creme lubrificante, aquele vibrador que parecia um caralho de verdade, lambusou o rabinho de Joe e começou a meter bem devagar no seu cúzinho, fazendo ele gemer, uivar, dizendo me come, sua puta safada, depois e minha vez de fuder seu cuzinho... Bia que, olhando tudo, não aguentava mais de tesão, ficou de quatro embaixo do irmão e disse:

- Tá na hora de você comer uma buceta de verdade, e guiou aquela rola gigante até sua bucetinha, quente e melada...

- Foi penetrando devagar, já que não podia ver, sentia cada milímetro entrar suavemente e ser envolvido pelo buraquinho apertado da irmã, e Joe dizia: Oh, que é isso, que delícia, quente, assim não aguento, sua vadiazinha... Tô fudendo sua buceta e levando no cú ao mesmo tempo... E começou a bombar mais forte ... Fuder de verdade uma buceta é bom demais, não to nem acreditando !

- Vai irmãozinho, então me fode com força... não perde tempo... assim... ai que pica gostosa, tá toda enterrada na minha buceta... não pára... enfia até as bolas... vou gozar no seu caralho !!! - Eu também, vou encher sua buceta de porra, irmãzinha cadela... agoraaaaaaarrrrrrrrrraaaaaaaa..... Ah, Tô gozando, to gozando... Eu também, to explodindo !!!

Joe encheu a buceta da irmã de porra, foi uma gozada e tanto, mas aquele caralho continuava latejando, insasiável, duro, ainda cheio de tesão, quando Lili disse: agora é você e eu...



Continua no práximo conto.... até lá !

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


Conto cafetao de madame casadawww contos eroticos doce recordacoesapalpadinha na bunda.contoconto erotico velho taradinho e eu d geans socadaultimos contos eroticos dando o cu pela primeira vez gaysgozei com mamae conto incestocontos encostando devagar calcinha enfiadacuzinho doido por pica cdzinha contoContos eróticos picantes pecadoscontos eróticos dormindo na casa do namorado depois de uma festachantageada e humilhada pela empregada negracontos eróticos com mulher vizinhaconto erotico eu fui no ensaio da escola de samba e dei o cu laso grelu esticadomulher dano a bucetanãoaguentamais mais o homem não prcontos eroticos tomou toda porra da linda travesticonto porno meu pai me come e minha mãe no falar nadaconto do negao velho e pirocudoSentir tezao por tênis feminino e normalconto erotico sogra chata levou rolaproposta indecente de colega porno de trabalho a casadaamo cheirar a boceta da minha esposa pela calçaconto nao aguentei e fudi minha sobrinha de oito anoscontos eroticos de estupros entre primosmeus primos me estruparao quando eu era novinha eu gostei na fasendacontos eróticos gay sendo putinha na minha casacontos eroticos seduzi uma mulher e roubei elacontos de Huum Pauzao papai ..ai mete vaicontos pornos pesados de arrombamento anal de novinhos a forcaporno contos eroticos fui enrabada pelo meu irmaocontoerotico virgem pai 2filhascontos de cus arrebentadostriscando o pau na mão dela contos eróticosver as fotos de Dani cabritinha dando entrada de pinhavídeo do Seu Madruga metendo a pica no c* da Dona Florindaconto porno enfiaram um ovo no meu cuponogafico morena25 gotojafrutaporno adoro bater punheta na calcinha da mamaecontos eróticos a doida tia de vestido vi a calcinha delaconto erótico comi minha mãe peituda gostosacontos eróticos mete um milho na bucetaconto erotico meu amigo gay chupou meu grelinhomamae fudeu muito com amigo.relatos eroticossou rabuda contos eroticoscontos eróticos chupei a b***** da éguasexe conto minha fia mideo o cu por 1.00 reaucontos vizinha novinha mas ja bem.desenvolvidabucetas e bundas gigantes da capital sao paulo em cima do sofainiciando a filhacontos eroticos eu feia e gordaamigo do meu marido dano de bom frenre dele e mim chatagiado contos eroticovídeo porno de mulata gozando e tendo convulsõesconto porno meu irmao me comeu eu dormindocontos eroticos estrupei minha namorada virgem autor caiquerola na professora contoConto erotico esposa santinhacontos eroticos mamei no pintinho do nmeu filhinho pequinininhoContos eróticos chupei muito e fiquei louco pela bucetinha da sobrinha novinha novinha da minha esposapenis torture alargando a uretraContos.eroticos.me.dava.banhoconto de filho fudendo cu da maemasturbacao ajuda acabar o resecamento vaginalContos eroticos chantagem cuconto sem calcinha a troco de docerelato erotico marido traicontos centadas no colo do titio no incestoconto real casada gravida na surubacontos eróticos fórum incesto irmao com irmaocontos eroticos sou crente casada mas tenho fogo no cuNo meu caso sou uma mulher madura, me chamo Paula, 43 anos, branca, alta com cabelos pretos, corpo violao,Contos erotico de garotinha estupradas.videos porno sobrinha branquinha fugindo dos tios negoesConto erotico ninfetas mijonascontos eroticos chupadacontos eroticos rola grossa