Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

CASADOS E SAFADOS... COMO TUDO COMEÇOU!

Casados e safados... Como tudo começou!



Tarde chuvosa, procurava um lugar para estacionar perto, pois a chuva estava forte naquele instante, meu coração estava saindo pela boca... Estava ansiosa e ao mesmo tempo não sabia o que pensar; aquele momento era o que mais esperava, parecia uma adolescente que sente as pernas tremer, o coração acelerar, não imaginava o que estava por vir. Estava vindo do serviço, horário de almoço, estava atrasada. Sá pensava naquele corpo perfeito, ele deve ter mais ou menos 1,80m, coxas duras, corpo escultural, nenhum pêlo no corpo, pelo menos que fosse visto, tinha jeito e cara de safado, se você desse uma brecha era cantada na certa, nunca soube ao certo, mesmo hoje conhecendo ele há muito tempo, o que é para ele a mulher perfeita, porque parecia que sá o fato de ter um corpo bonitinho, ele se derretia, mas pode acreditar que muitas também faziam o mesmo por ele e parecia que eu não era diferente, sou loira, linda, sexy, atraente, comerciante nata, estava caída por ele, tanto que havia marcado aquela “bendita” avaliação. Quando consegui chegar já havia passado do meu horário, 19 minutos, já nem sabia se seria atendida; fui avisada que já tinha chego e que podia ir à sala, como vinha do trabalho, estava toda de social, salto alto, cabelos esvoaçantes, bem, estava linda! Entrei na sala, ele se virou me cumprimentou secamente, sentia uma adrenalina, que se ele colocasse a mão no meu coração iria perceber, ele estava com um short grudado no corpo, uma baby Look que ainda o deixava ainda mais sexy, sá fez um comentário: - atrasada, hein? Senti-me péssima, mas mesmo assim, continuei firme, ele simplesmente pediu, por favor, tire toda a roupa, eu fiquei vermelha, como assim?!? Mas ficarei de quê? Logo pensei, aí comentei:- estou de calcinha e sutiã; ele sorriu e disse: - esqueci de avisar que é feito de biquíni; faltou-me chão, mas ele continuou:- mas pode ser de lingerie mesmo, vamos porque não poderei demorar; simplesmente tirei minha roupa, ainda bem que estava com uma lingerie super sexy, quando ele se virou para mim, com a prancheta na mão, senti que algo nele mudou, acho que consegui surpreendê-lo com “tudo” aquilo que seus olhos viam, pois não tirou os de mim; com a fita foi medindo cada parte do corpo, começou por baixo, panturrilha, coxas, que sensação mais deliciosa, aquela mão deslizava sobre minha pele, não sabia se ele estava aproveitando ou se estava somente fazendo seu serviço, mesmo estando chovendo, era nítido meus seios arrepiados! Começou por baixo, a panturrilha, as coxas e aí subiu, mediu o quadril, mas disse que teria que baixar um pouco a calcinha para poder pegar as medidas exatas, depois a cintura, sentia sua respiração perto de mim, ofegante, assim como a minha, meu corpo a cada toque dele se arrepiava, foi quando ele pediu para eu desabotoar o sutiã porque não tinha como tirar as metidas, porque ele segurava os meus seios, que por sinal são lindos, mesmo assim ri e perguntei se era brincadeira, nesse momento ele não se conteve, disse que não, me segurou com uma força imensa contra o corpo dele e me beijou, ele mesmo tirou o sutiã, beijou meus seios, desceu chupou minha barriga, me beijou entre as coxas, nessa hora já estava sentindo toda molhada de tesão, pegou meus pés e chupou meus dedos, não conseguia segurar os meus sussurros, abaixei e peguei seu rosto e começamos a nos beijar, incontrolavelmente, que delícia, senti seu pau crescer no meu corpo sem roupa, somente de calcinha, achei que iria transar ali mesmo com ele, mas de repente o celular dele toca, a secretária avisa que a outra cliente dele já o aguardava e que ele não podia atrasar; isto foi como se tivesse tomado toda aquela chuva, que caia lá fora, ele pediu muitas desculpas, disse que se pudesse não sairia daquela sala, mas como não podia segurá-lo, me troquei, ele guardou os pertences da sala, despedi com um beijo delicioso e sai daquela sala, sentindo tudo, tesão, raiva, vontade de ter metido com ele, pirada por fazer tudo aquilo, mas sorri, estava feliz!!

Este foi mais uma das minhas estárias com ele. Mas ainda têm muitas outras!!

Bjo.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos dois mlks fetiches contoseroticoscagandocontos eróticos de gay comi o amigo do meu padrinhocontos eróticos de Zoófila - empregada foi amarrada e castigada:karolzinha baixinha ruiva gostoza fodenoSexu.com.busetas.de.7anusputa de todos da familia contoconto esposa chantagemtiradp o cabaso da novimhaSafadinho aaa uuuconto erotico cherando calsinha das bucetaoTravest comedo tra estcontos dei para meu neto pauzudorelato eróticos violênciacontos erotico na prisãocontos eróticos sai de casa de vestido sem calcinhao pai da minha amoginha me comeu contoscontos eroticos estou chifrando meu marido tomando porra do cunhadofreira peituda contos eroticos contos eroticos fodir ater perde a vondeAmigos de meu filho eu provoquei e eles vieram conto eroticofui arrumar o chuveiro do meu inguilino ele mim fez gay contocontos eroticos nos clubes de caldas novas casadas traindodando mama para o vaqueiro no pasto contosconssegui um cabacinho pro meu cunha do tira contoPorno conto filha mama pai desde pequenafodi a noite todinha filha virgem desenho hentaicontos eróticos - dando carona pra duaschantageada e humilhada pela empregada negraConto incesto minha mae me ensinou a fudercontos eroticos teens eu baixinha i peituda com meu tio no carromulher sentada e retando calcinha para homen ver sua bucetacontos eroticos mulher do pedagioarrombei o cu da minha esposaContos eroticos poraoContos fui trai tomei so no cucintos eróticos ! pra todos... meu nome é Carlos. vou contar como foi a minha priimeiracomigo véi da irmã da minha mulher contos eróticoscontos eroticos padreContos erocticos aaaai papaitravesti imgole pora de cavalocontos minha sobrinha sentou pelada no meu coloquero assistir você para minha mulher rapadinha pau entrandoincesto contos filho se separa e volta a morar com mae coroacontos eroticos porno medinga deu cucontos.erot amigo de papaichupando a bunda da daniele enquanto ela dormia 2contos eroticos a prima da esposa organiza uma surubacontos: sentei no colo do velhocontos eroticos traindo na Lua de Melcalcinha usada da vizinha safada contosgey dando pro cavalo enchendo o cu do gey de porraxvideo negra casada afastou o bebydou de lado pro marido mete pornocontos de inxesto como o meu marido não me notava então eu fiquei dando mole para o meu irmão para ver o que ia acontecerContos eróticos de noracontos eróticos de viados que foram fudidos ouvindo palavrõesCONTO ERROTICO EU ERRA FUDIDA PELOS MEUS AMIGOS NA ADOLECESIAcontos marido deu sonifero para esposaComtos eroticos dei pro tio jorge com pau minusculoContos gay encontro com o estranho da rola grossacontos irma gozandocontos corno arregaçadas no cinema pornôna quarta feira de cinzas contos de sexorelato erotico gozei na calcinha depois que vi o pausao do meu sogrocontos eroticos filha so.de calcimConto erotico o farmeceutico de 60 anoscontos gay meu filho gostosoconto da safada deu o cuzinho na caronacontos erotico tia de calça suplex econto mandei fazer fila pra mim chuparConto de homem de deu para Fabiola voguelcontos eroticos no cuzinho ninguem vecontos eróticos n********* d********* para o cachorroFui arrombadamulher de viajante contos eróticos gang bangcontos eróticos namorada perder a virgindade com outroLingua na buceta contoscoroa.muito.gostosa.43.ano.cimasturbandocontos eroticos incesto pai e filha fistingcomi o cuzinho do vizinho novinho contos heroicosconto erotico rabuda cintura fina peituda casada visitacontos de mãe fudendo a filha ninfetaMeu sogro cheirou minha calcinhagosando no cu do meu filho bundudo inocente