Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FINAL DE ANO!

Era final de ano, e minha esposa Ana e eu fomos para praia como de costume para passar a virada de ano. Chegamos um dia antes para evitar a confusão das estradas e dar uma geral no apartamento.

Depois de tudo arrumado e finalmente instalados resolvemos dar uma relaxada na praia. Eram mais ou menos 14:00hs e o sol estava com tudo. A Ana já querendo aproveitar o sol colocou seu menor biquini, shortinho e seus áculos escuros, a mim sobrou levar toda a “tralha” de praia (cadeiras, guarda sol, cooler etc).

Tão logo conseguimos uma vaguinha na praia, notei que estavamos bem na frente de uma roda de surfistas. A Ana já baixou o áculos no nariz pra poder ver melhor a situação. Eu não dei bola, afinal sempre “provocamos” um ao outro. Enquanto arrumava o acampamento de um lado, notei que os surfistas já armavam a barraco do outro. Minha esposa muito da exibida aproveitou da situação para se mostrar toda. Arrumou a toalha no chão deitou de bumbum virado pros marmanjos. Logo comecei a ouvir uns murmurinhos.

Depois de umas 2 hora mais ou menos debaixo do guarda-sol já não aguentava mais. E falei pra Ana que já estava cansado e que já estava na hora de irmos. Ela disse que queria ficar mais um pouco, que ainda queria “tostar” mais umas horinhas.

Percebi que enquanto falava comigo ficava olhando pra trás para ver os surfistas admirando seu corpo. Foi quando falei pra ela: “ Você quer ficar se mostrando para aqueles caras né?” e ela respondeu: “ Ué, o que é bonito é pra ser visto, não é? Fora que você adora fantasiar que eu saio e fico com outros caras.”. Bom, fantasiar é uma coisa, realizar é bem diferente. Mas mesmo assim disse que queria ir e estava indo. Ela me questionou: “Tem certeza que vai me deixar aqui sozinha? Eles estão me comendo toda com os olhos.” Assim que ela disse isso senti-me excitado e tentado a realmente deixá-la lá. Foi o que fiz. Queria ver até onde ia a safadeza dela.

Comecei a desfazer o acampamento e fiz isso bem as claras para que notassem que eu estva indo. Dei um beijo em Ana e fui. Antes de me virar olhei pra ela, depois pros surfistas e disse em seu ouvido: “Eles estão sá esperando eu ir pra te atacar. Olha lá o que você vais arrumar hein?”. Percebi que ela ficou excitada com a idéia e me respondeu: “ Vai logo, vai que eu também quero ver o que vou me arrumar.”.

Mau virei as costas percebi que já abordaram minha esposa. Fiquei tentado a virar e ver mas segui meu caminho.

Quando cheguei no apartamento, aproveitei a bela vista que tinha da praia e tratei de pegar meus bináculos e me coloquei a “caçar” minha Ana. Achei! Estava ela sentada na toalha e 3 caras fortes, cheios de tatuagem em volta dela. Pareciam estar conversando e bebendo.

Uns minutos depois a vi levantando e indo para o mar. Imaginei, vai se refrescar e esfriar a cabeça. Ledo engano, logo em seguida um dos caras levantou-se e foi atrás. Bom até aí nada de mais.

Ela, da água, me avistou na janela do apartamento. E bem safada, lambeu os labios e me mandou um beijo. Assim que fez isso o surfista chegou e começou a passar a mão em seus cabelos, depois no ombro, até que suas mãos sumiram por debaixo das águas e percebi que ele a puxava ao seu encontro. Ela, se fez de difícil, mas logo começaram a se beijar. Eu já estava louco de tesão, vendo minha esposa e um total desconhecido se beijando e se amassando dentro do mar. Pra me deixar mais excitado ainda, ela olhava de vez em quando para mim, sá pra ter certeza que estava lá.

Depois de uns minutos se atracando, notei que ela passára seus braços sobre seu pescoço e que parecia estar encaixada no surfista. Aquilo já estava fora do controle, qualquer pessoa com bom senso sabe disso. Mas ao ver seus olhos fecharem e sua boca, num movimento de prazer, suspirar, apenas continuei a observar.

Estava claro que estavam transando lá, no meio do mar, na frente de um monte de gente. Mas não estavam nem aí.

Resolvi sair da janela e pegar uma cerveja. Dei um tempo como se não estivésse acontecendo nada de mais, mas não aguentei, voltei aos binácolos.

Mas onde estavam agora? Não estavam mais lá. Sumiram. Foi quando vi os dois saindo na beira do mar indo em direção aos outros dois “novos colegas”.

Percebi que ela arrumou suas coisas e que se despediu dos caras e veio embora.

Enquanto ela voltava ficava imaginando o que diria, se brigaria, se a jogaria na cama, enfim, ela chegou.

Ela olhou pra mim e disse: “Demorei?”. Super excitado respondi: “ Não muito, porque? A praia estava boa?” e ela bem atrevida: “Muito boa, ma spode ficar melhor.”

Não entendi na hora, achei que estava sá me sacaneando, mas ela notou que fiquei com o maior tesão e naquela noite transamos até não aguentarmos mais.

No dia seguinte, 31 de dezembro, estou terminando de tomar banho quando ouço a campainha tocar. Ana dispara em direção a porta para atender. È quando ouço vozes masculinas vindo da sala. Me apresso em me arrumar e vou ainda meio que descabelado ver o que se sucede.

Para minha surpresa, os 3 rapazes da praia estão sentados no meu sofá. E pra melhorar a situação com a Ana no meio deles. Olhei espantado e um dos caras veio me desejar Feliz Ano Novo e me deu uma garrafa de espumante barato. Nisso os outros dois já estavam bem práximos da minha Ana, rindo e fazendo brincadeirinhas com geêlo em seus joelhos. Estranhamente, fiquei super excitado novamente e era possível ver minha animação forçando a calça.

“Estes são meus amigos da praia. Conheci eles ontem.” Claro que sabia, havia visto tudo, mas me fiz entrei no jogo dela.

Ofereci um comes para eles mas estavam mais interessados na minha esposa. Sentei-me numa cadeira e ela muito da safadinha derramou bebida num dos caras. Mais rapido do que nunca ela disse para ele tirar a camisa pois poderia manchar etc. Os demais vendo isso por conta prápria tiraam suas camisas e ficaram se exibindo para Ana.

Foi quando um deles olhou pra mim e disse: “Que bela esposa você tem. Um mulherão!”. Fiquei sem graça e agradeci. Notando que mesmo sem graça estava excitado o cara me chamou de lado e falou: “Sei que está excitado de ver sua mulher com outros caras, isso é normal. Se quiser podemos deixá-la no ponto pra você.”. Não conseguia dizer nada, mas pela minha cara estava claro que aprovava.

Então ele puxou a Ana para perto dele e deu um beijo de língua, igual os de cinema. Os outros dois vendo minha passividade também reinvindicaram suas partes. Eles se alternavam entre beijos e amaços e ela ficava cada vez mais excitada. Eu então...

Depois de se esfregar nos 3 ela se ajoelhou e começou a desabotoar as calças dos surfistas. Eles também estavam excitados e seus paus estouraram para fora das calças. Ela então os abocanhava com gosto, salivando e chupando com força e vontade. Era bonito de se ver. Eu estava petrificado de tesão.

Depois eles a despiram e um dos caras a fez sentar de costas em seu membro enorme e duro. Enquanto ele bombava na sua bunda os outros eram chupados.

Ela me olhava como quem diz, “Não é minha culpa” e ao mesmo tempo, “Olha como me fodem gostoso!”.

Os caras se revesavam até que tiveram a brilhante idéia de comê-la os três juntos. Foi a coisa mais incrivel que já presenciei. Enquanto dava o cú para um o outro veio e enfiou na sua bocetinha molhada. O terceiro a fazia engolir aquele pinto que devia ter quase uns 19 cm. Era um verdadeiro estupro. Estavam estuprando minha mulher na minha frente, e eu estava adorando.

Ficaram nessa brincadeira um bom tempo até que pararam todos e a colocaram de joelhos para receber em sua boca os jatos quentes de porra. Lavaram a cara da minha Ana.

Apás tudo isso, um dos caras olhou pra mim e disse: “Pronto, agora ela é toda sua.”, se vestiram e foram embora rindo e cansados.

Olhei pra Ana e ela ainda de joelhos toda coberta de porra disse: “Vem, tô doida pra dar pra você”. Não precisou falar duas vezes. Transamos ali na sala mesmo, ouvindo os fogos que estouravam anunciando o novo ano que chegára.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


vistorias eroticas de zoofiliafragrância zoofilia caseiro eu minha namorada e uma amiga carioca conto eróticocontos eroticos de madrinhasContos quanto o cu quentaconto de casada fudendo com outrominha mae transando contosconto gay primos no sitiovou gozar na frente não contoengravidei minha irmã contoscotos camioneiro da pica grandecontos eróticos adotiva novinhacontopaugrandecontos eroticos. buceta virgem, só liberava cuzinhoporno de marido bebedo em casa obricando a esposa a fazer sexo com elecasadas que postam fotos de itanhaemfui roubada e comeram meu cuContos gay perdi o cabaço com coroacontos eróticos sobre siriricade:todos tipos com lugares loucos etccontos eroticoso titia chupa sobrinhaprimeira vez em fraldas tesãomeninas piranhas de calcinha fio dentaldeserto conto heterocottos. curmir minha enteada novinhacumendo a prima vingwmcontos eróticos trai meu marido numa rapidinhaContos eróticos de travesti comendo casadosgarotinha contoscontos comendo o cuzinho da fazendeirasequestrada e arrombada a força contoconto erotico transei com meu filhoDividi namorado comeu buceta contosvídeos porno negras barriguda caidarelatos intimos crentes casadas mais lidascontos eróticos de mãe e filho, mãe com shortinho atolado no seu bundaocontos eróticos n********* d********* para o cachorroconto minha esposa com seu primoa buceta de Qierçianovinha transando pela primeira vez e goza muito de queixomorena cor janbro deixan goza dentromae pede pro filho ajudar escolher a lingerie incestohistorias excitantes esposa adora chupar buceta da outra pro marido vercontos me arrombaramContos eróticos de noramuitus contus estupro na favelaconto erotico arrombei o travesti do baile funkcontos xupo pau desde novinhocomtos de fodas com travetis e mai e pai e filhoscontos minha tara no bundao da mamaecontos eroticos comi a bunda da minha tiaconto moreno heteroenfiando na bucetavarias coisascontos eróticos praia de nudismo dois idosos gays fudendo contosCONTOS EROTICOS REAIS EM VITORIA EScontos eroticos ela foi banha e laou meu pintinhoContos porno a biscati da minha esposa tevi corajecontos eroticos trave x hesposa safada de biquini na farraContos eroticos eu e minha familiaContos eroticos voyeurContos bdsm sequestradaFui enrabada bem gostoso na festacontos eroticos de vovopoi ve a folha fundedo com o primo dentro de casacontos eróticos infânciabanho com a tia velha contorelatos nossa que cdzinhalindacontos de incestoMinha mãe e eu no carro 2dando bobeira de baby doll em dentro de casacontos eriticos pique esconde sofaContos eróticos bdsm Ele m dava choque na buceta e enfiava agulhas nos meus seioscontos eroticos sonho americano 2raparam minha buceta a força contos.contos gay bdsm minha castracao realcontos eroticos apanhandocontos eroticos meu amigo veio fazer trabalho e acabo me comemdoquero uma buceta envolvendo meu paucontos gays sendo o viadinhos dos adultos que me humilhavamconto erotico empregada negra escraviza patricinhalésbica meu cu foi arrombado contoadoro usar as calcinhas da minha esposacontos eroticos mae desnaturada 2Conto erotico novinha.pediu pra passar bromseadorcontos eróticos de pequenininhos dando para grandõesporno 1.30de bundacontos eróticos de brigas e submissão novinha sendo chantagiada. pra chupar rolainjecao na bunds porno contotrans bunduda deixou marido rebolando contoconto erotico hotel com meu padrastinhoChantageei minha tia escrava lesbica contoporrnodoido com anagostosinhacontoeroticogays chupando cu de macho caretacontos erotico maes cavalas d bikini n piscina .corninho manso contoscontos eroticos perdendo avirgindade encesto compadredando o cuzinho pro pintinho contos