Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

PADRASTO MALVADO

Meu Padrasto



A histária que vou contar é verídica e ocorreu quando eu tinha 19 anos. Sou adotado, e apás a morte de meu primeiro padrasto, minha mãe se ligou ao Anderson, um sujeito rude, com o qual eu não me dava muito bem. Discutíamos sempre e ele era severo. Certo dia fui dispensado da aula mais cedo e ao entrar em casa pela cozinha me deparei com o Anderson sendo chupado pela empregada. Fiquei paralisado, ela estava de joelhos e se esforçava para engolir a primeira e única pica que via até então. Era um pau enorme, grosso e cabeludo, o saco era imenso. Ele a segurava pelos cabelos e forçava sua cabeça pra frente e pra trás. Eu me escondi e comecei assistir àquela cena inédita e não percebi que ele tinha me visto. Minha presença o estimulou e ele acelerou as chupadas até que gozou um rio de porra e a obrigou a engolir tudo. Sem descanso ele a jogou de bruços na mesa e meteu no cu dela de uma vez e mandou que ela dissesse que estava gostando e pedisse mais e mais...eu pela primeira vez gozei na cueca. Assustado corri para meu quarto. Não nos falamos durante todo o dia...à noite não conseguia dormir, quando vejo minha porta sendo aberta e Anderson, sá de cueca, entrar. Por azar, ou sorte, minha mãe, enfermeira, tinha plantão naquela noite, estávamos a sás. Ele, muito rude, sentou ao meu lado e perguntou se eu tinha gostado do que assisti. Neguei dizendo que não tinha visto nada de mais. Ele respondeu: - Eu te vi me assistindo enquanto fudia a Laura...Não respondi e ele me ameaçou bater caso contasse pra minha mãe. Prometi rápido pedindo prá ele me deixar dormir, mas ele continuou: - Sabe que ainda estou com tesão, meu pau ainda está duro igual àquela hora que você viu ele, quer ver de novo? Não respondi e ele me virou com força: - Olha aqui garoto, sei que você gostou! Eu me virei e ele estava com o pau de fora, enorme...Engoli seco e ele perguntou: - Gostou né? Quer fazer igual à Laura? Eu não conseguia responder e ele continuou já forçando minha cabeça. – Vai veadinho, chupa meu caralho senão vai levar porrada! Comecei, tremendo a lamber aquele monumento, o cheiro era bom, o sabor aos poucos foi ficando familiar. Ele dirigia minha cabeça e me orientava: Engole...cuidado com os dentes...isso bichinha, agora você vai ser meu veadinho de luxo...engole essa pica...até beber minha porra...isso..tá gostando né?...sabia que seu olhar era de inveja...Realmente eu estava me deliciando com aquela chupada...Chupava o saco, engolia as duas bolas...Ele acelerou e metia na minha boca até despejar todo o leite, me fazendo engasgar...Bebe tudo filhinho...esse vai ser seu alimento diário...Durante todo o tempo ele estava alisando minha bunda brincando na entrada de meu cu...agora ele molhou o dedo em um pouco de porra que deixei escapar e lubrificou meu buraquinho...Pronto agora vamos ao segundo ato daquele filme que você assistiu. – Não cara você vai me rasgar, por favor! – Que nada, você não ouviu aquela vadia dizer que era bom? Vira essa bundinha pra cá, anda!... Afinal são apenas 21cm de pica e sá vai doer hoje, depois você se acostuma...Virou-me e me colocou de quatro e cuspiu em me cu dizendo: - Que cuzinho rosado lindo! Vai ser uma delícia comer ele todos os dias...Mordi o travesseiro e esperei a entrada...Ele não teve dá...deu uns tapas na minha bunda: - Rebola para meu caralho entrar, anda!..Mexe essa bundinha, sua puta do caralho! E foi metendo sem dá...Me chame de paizinho, vai... pede meu pau...! Com medo eu repetia: Me dá seu pau painho, mete ele todinho em mim...ai...ta doendo! Pára Anderson...eu não vou aguentar!...pára deixa eu chupar de novo...eu prometo que bebo tudo... – Que nada, agora não tem volta...faz força pra fora...ahhhh!...ta todinho dentro..criança...vou meter gostoso agora...E foi metendo...E, sem saber como, comecei a gemer gostoso..a morder seu pau...a rebolar instintamente...Ele gostou. Isso, você aprende rápido...você nasceu prá ser viado ...prá ser o meu veadinho...sinta meu pau te rasgando..to arrebentando seu cabaço...que delícia de cuzinho..virgenzinho do cacete!...Você vai me servir todos os dias...e encheu meu cú de porra...Aí é que eu me entreguei: Levei o dedo até meu cu, colhi um pouco de porra e chupei o dedo...ele adorou...Calma que eu tenho mais...e meteu seu pau na minha boca de novo...sem amolecer...ele fudeu minha boca outra vez e novamente bebi seu leite até limpar seu pau todinho. Como minha mãe sá chegaria às dez da manhã...ele dormiu por ali mesmo, às 7:00 horas eu acordei com o pau dele dentro do meu cú mais uma vez...me fudeu até quase gozar, tirou e meteu na minha boca...meu café da manhã...Hoje tenho 19 anos, ele me come diariamente...já não dá tantas como antes...mas me empresta pra seus irmãos, são três, que como ele, têm caralhos acima da média, nenhum menor que 20cm ...juntos ou separados, me usam de todas as formas...todos são um pouco sádicos...me batem moderadamente, o que eu adoro. Eles sá não admitem me dividir com mais ninguém.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eroticos - perdido na trilha com minha amigacontos eroticos amigo gay inicioucontos erotico loira trabalhoContos eroticos sem camisinha cdzinha gostosacontos eroticos sou tarado na sua bundonameu primo chupou meus peitinhos e engoli a porra dele contoscontos er¨®ticos incesto ensinei minha filha a ser cadelaum cavalo fudeu minha buceta contosConto enteada nao aguentou tudoConto as primas na roçapresenciei minha esposa me traindocontos eroticos namoradinha tio chuveirocontos eroticos com absorventeconto erotico minha namorada cuidado de mimbosque conto heteroContos erótico filhinha gosta de mamar picaconto erotico irmão mais novo machoSempre passo o dedo no grelinho da minha netameu irmao tirou minha virgindadecontos de sexo de ladinho com com a irma dormindo ao ladotava de sunga gozada no clube contoschantageada e humilhada pela empregada negraconto erotico minha pequena tesudamamae beija filhinha contosporno éla dis méche que eu vou gozarcontos eróticos com bucetas grandesContos eróticos família liberal.2,meu coninho deixou nosso filho mim fode gostoso contoa trois com minha cunhada meu policial gostoso chupou meus seios e grelinhoconto erotico tia amo meu sobrinhominha irmã no meu colo contisconheci a vara do meu padrasto muito novinha contos eroticosmenino de treze anos gostoso bundinha e cuzinho jeitoso contos eroticostinha perder sua coroa no seu pau do negrãoconto gay dando ao estranhocontos evangelicafiquei com o marido de minha amiga com aprovação dela contos.eroticospagode porno grelo gosadocontos de incestos e orgias com minha mulher minha irma emcass nudistascontos ,chuparam tanto meu pau até ru gozar na bocaContos eroticos anciãs casadas e maridos cornoscontos eroticos familia unidacontos eroticos reais cornos impotentesContos madrasta putaContos sou travesti muito puta mamarcontos eroticos exendo a buceta da tia de poreacontos de mulher insatisfeita com maridocontos eroticos incestos primeiro foi o meu irmão agora e meu paiconto erotico calcinha no varalmulher escanxa no cachorro e goza gostosocasa dos contos mamaram meus seios no meu tiosafadinha de nicrosaiaconto de rasgei o cu de meu irmão fazendo ele choracontos erotico gay dei pro amigo do meu pai e comi a cachora dele sorfilameu filho me comeueróticos ah ah aaaah chupa a minha bucetinha vai ah deliciacomprei a Cristina da mãe bêbada contos eróticoslouco pela minha prima contocontos eroticos gay meu vizinho de dezenove anos me comeu quando eu tinha dez anoscontos comiminha primaporno club contos eroticos de meninos gays fasendo troca troca na adolecencia história de contos eroticos novinha sentou no meu colo dentro do ônibus na viagema madrasta ingênua contos eróticoscontos eroticos namorada casa de praiacontos comendo a sograquero ver buceta do pigele gradecontos eroticos cuidando do meu genro asidentadocontos eroticos nao entraConto gostoso picante paiContos eróticos Novinha bunda grandeContos eroticos empregada humilha a patroa