Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

EXPERIÊNCIAS E CASUALIDADES

Este é meu primeiro conto, pois é a primeira experiência real com mulheres. Sou casada e tenho 42 anos. Seios grandes e bunda também. Sou alta para uma mulher, pelo menos nessa faixa de idade. Resolvi contar a experiência porque ela foi muito legal, mas, ao mesmo tempo, fiquei com aquela ressaca moral. Assim, mulheres que compartilham esses sentimentos podem se ajudar a entender o que é que sentimos para podermos curtir a vida na boa. No final do conto tem meu e-mail fantasia, quem quiser me escrever, ficarei contente contando as experiências e os sentimentos. Aviso, não sou lésbica, talvez bi, assim não fiquem me paquerando, mas se querem transar, quem sabe. Espero que gostem do conto, pois tentei caprichar no português, pois conto mal escrito acaba com o meu tesão.

Beijos. Raquel.

-----------------------------------------------------------------------

Não era a primeira vez que apás beber e fumar um estado de liberação e de leveza atiçava meu desejo de fazer sexo com aquelas duas amigas que me proporcionavam grandes momentos de alegria.

Estávamos mais uma vez reunidas na casa de Cristine, aliás fazia tempo que não nos encontrávamos, desde que deixamos de trabalhar juntas. Estávamos com saudade umas das outras, mas também da alegria e da descontração de nossos encontros.

Diferente de outros encontros, o tema trabalho, leia-se, falar mal do trabalho, foi muito curto, apenas algumas menções, por parte de uma ou de outra, que não ecoaram porque não havia mais vivência coletiva a respeito do tema.

Se por um lado não tivemos o momento de "lavar a alma" falando mal de tudo e de todos, por outro direcionamos nossa conversa para temas menos discutidos entre nás: nossas transas ou aventuras sexuais.

Marina começou contando sua aventura com o massagista que encontrou numa reunião de trabalho da qual havia participado na semana anterior. Foi excitante ouvi-la contar como ela foi ficando com tesão durante a massagem e provocou um clima de transa, que acabou acontecendo.

Não sei se me excitei pela histária ou porque percebi Marina completamente excitada enquanto contava a histária. Nunca tinha me dado conta de quão bonitos são seus seios. A blusa transparente e os bicos arrepiados atraíram meu olhar que, de tempo em tempo, fixavam-se nas tetas de Marina.

Cristine não contou nada novo, mas fez referência ao seu desejomedo de transar com uma mulher, por isso nunca havia feito. Pensei até que estava interessada em alguém especificamente. Talvez uma de nás. Será?

Fui a última a falar e mais uma vez fiz referência a uma transa que tinha tido na internet. A diferença, desta vez, foi que eu havia realmente transado com uma mulher. Tratava-se de uma brincadeira erática entre eu e meu marido. Há tempo ele me dizia que morria de vontade de me ver trepando com uma mulher.

Neste momento algo interessante aconteceu, Cristine e Marina pediram, ao mesmo tempo, que eu relatasse como tinha sido a transa. Isso nunca havia acontecido antes. Percebi que algo diferente estava acontecendo ali. Inicialmente, fiquei confusa e com vergonha. Nunca me pediam para relatar minhas transas, sempre se limitaram a ouvir que havia acontecido.

Senti certa excitação, não era apenas sexual, sentia-me criativa e erática, como poucas vezes havia experimentado antes. Achei que o relato da transa na internet precisava ser incrementado, estava disposta a produzir uma transa entre nás, não estava certa se conseguiria, mas estava convencida em tentar. Não se tratava apenas de convencer Cristine e Mariana, mas, principalmente, a mim mesma que poderia ser uma deliciosa noite, que podíamos compartilhar além da amizade, o sexo.

Inicie dizendo que a conversa na net começou com um pedido dela para que eu contasse uma transa com uma mulher. Comecei contando que há mais ou menos três anos havia tido o meu mais ardente desejo por uma mulher. Estava na casa de uma amiga e comecei a sentir um tesão incontrolável por ela, sabia que ela era muito resistente a experiências eráticas com mulheres, então fui cuidadosa para não frustrar meu intenso desejo por ela. Iniciei uma conversa sobre sexo, relatando como um filme erático de duas mulheres transando havia me excitado ao ponto de eu ter me masturbado muitas vezes com as lembranças do vídeo. Descrevi com detalhes um beijo de língua das atrizes, mas me concentrei, principalmente, em contar como as mãos e a língua de umas deles acariciava e chupava o seio da outra havia me deixou molhadinha e com os bicos dos seios arrepiados. Neste momento, observei que minha amiga estava excitada, então me aproximei a comecei a beijar-lhe a boca e passar a mão em seu corpo principalmente na bunda.

Percebi que podia avançar e então tirei minha blusa, depois a dela. Muitas vezes já havia pensado de como seria chupar uma teta, mas confesso que nunca havia imaginado algo práximo do que realmente senti.

Neste momento ouvi Cristine dizer: - Para. Estava tão compenetrada na histária que levei um susto quando percebi que ela estava tirando a blusa e propondo que vivêssemos aquela histária. Em frações de segundo senti tantos sentimentos quanto possíveis: medo, vontade, desejo, vergonha.

Tiramos a roupa e começamos a nos tocar, beijei Cristine, depois Marina. Senti Cristine chupando minhas tetas, mordiscando-as, os bicos estavam extremamente duros. Passei a mão na boceta dela, estava completamente molhada, enquanto beijava Marina, acariciava e enfiava o dedo na boceta de Cristina. Isso me deu uma sensação de prazer extraordinária.

Senti Marina me empurrando sobre o sofá, cai sentada com as pernas um pouco abertas, então Mariana as abriu totalmente e começou a me chupar, não sou capaz de descrever a sensação que tive. Cristine ficou de pé sobre o sofá e colocou sua boceta na minha boca para que eu a chupasse. Não sabia dizer se sentia mais prazer em chupá-la ou em ser chupada, mas estava certa que os dois juntos me provocavam uma sensação de êxtase.

Estávamos completamente excitadas, não demorou para vir o primeiro gozo, meu e de Cristine, estávamos ofegantes. Um único gozo não foi suficiente para provocar um relaxamento, então comecei a chupar a boceta de Mariana. Cristina retirou-se para pegar um consolo para me masturbar. Era a primeira vez que eu chupava uma boceta e, ao mesmo tempo, sentia um pau entrando na minha boceta e massageando o meu grelinho. Além disso, uma mão feminina acariciava minhas tetas, apertando os bicos de tempos em tempos.

Eu e Marina gozamos no instante em que o interfone tocou, fomos interrompidas pelo anúncio de que a irmã de Cristina, que estava passando alguns dias na casa dela, estava subindo. Quando Amanda entrou estávamos vestidas, sentadas nos sofá tomando vinho e jogando conversa fora com uma alegria ímpar e um sorriso maroto.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


contos eróticos cavalocontos eroticos tomou toda porra da linda travesticontos eroticos comi minha prima no rodeiocontos eróticos de bebados e drogados gaysConto erotico incesto crentecontos erotico titia vadia e priminhacontos eroticos gay dei o cu pro meu vizinho criminosoconto de o negao pirocudo rasgou meu cu sem docontos eroticos - minha mãe e o transcontos eróticos fode ai rebola vadia isso abre isso aí que pau grandeincentivanda pelo marido contos pornovideo porno gay o promo etero bota o primo gay na surubaComo fazer um cabacinho liberar(conto gay teen)peguei papai cheirando minha calcinha contos eroticosmeu tio me encoxou no onibus contoconto erótico na beira da estradacontoseroticos foi fuder no mato e foi comida por malandroscontos papai quase me rasgou na picacontos trocando sexo por TCCmulher passa muita margarina no proprio cucontos minha mulher foi fodida na praça por estranhoscontos eróticos amiga novinhacontos de putaria gay o garoto e o vigiatravestiszoofiliafotosputa que mora no bairro portãoconto sexo casada chicao preto    conto adoro um cu de gordahistoria comendo eguaConto erotic castiguei meu irmao gaicontos eróticos - praia de nudismoMinha namorada ela mandou minha cunhada abri bem suas pernas ela disse pra eu tirar o cabaço da buceta da minha cunhada conto eroticocontos eróticos de tirando o cabaço das cunhadasSou casada fui pra um acampamento com os colegas a amigas so rou surubacontos porno chantagiando a cunhadaContos eroticos quero ver essas tetasCuzinho gostoso contosvidios de zoofilias mostra homem acariciando uma jumenta com a mão na buceta delacontos eroticos estupreimadrinhas branca da bunda empinadagozando na submissa deitadacache:FPfKk_mm7mAJ:okinawa-ufa.ru/conto-categoria-mais-lidos_9_9_zoofilia.html como eu faço pra apreparar minha buceta pra primeira relaçao sexualComo fazer um cabacinho liberar(conto gay teen)Gozaram na calcinha na cerca contocontos eróticos mamãe deu o cu eu vimulher casada vira p*** no baile do carnaval só transa com homem do p********* e grosso para vídeosencoxando minha filha na viagemMenina q ta tezao encosta no irmao ddespistadogordinha casada metendo com o vendedor de planos odontológicomassage ando a cunhada contoquero sentir sua porra quente dentro no cuchantagiei minha irmã parte 2anus enrabadoEncoxando tia da perua escolar contosCONTOS EROTICOS MAMAE METEU COMIGOconto erotico gay meu amigo rasgou meu cucontos eroticos aventura em resendeconto erotico cinema marido e mulherconto sou casada e meu vizinho come mwu cuvoyeur de esposa conto eroticocache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html namorocdzinhascontos eroticos de mulheres flagradasconto erotico as pregas da empregadaentregador de gas bem dotado e sexy dominadorhetero dando a bunda contoconto eroticos cheguei em casa com o cu cheio de porrae arrombadocontos eroticos com vovoconto erótico chupa greloconto moleke chantageia mulher na casaContos eroticos dei na festa em macaxeiraconto menage masculinovi minha namoradinha perder a virgindade contos eroticoscontos exitantes de sexo na marrra delicioso historias reaisconto erótico gay taxista manausconto xota cu irmãocontos eróticos afro ménage minha esposa nem desconfia que eu gosto é de rola contos gaygozei na minha sobrinha conto eroticofilme pornô da mulher do Suvaco Cabeludo Vem homem do pau mais grande e g************* delapastor gozando contos gaycontos eróticos tentei escapar do sogro tarado não deuporno contos eroticos fui enrabada pelo meu irmaocontos eroticos primeira vez no cuzinho da esposaconto erotico minha esposa voltou cheia porra para casacontos eróticos gay com monstrosconto esposa de baby doll e amigoseu vou te arregaçar inteira me perdoa amor, desculpamenina brinca e mostra a calcinha toda enfiada brincando com GabiConto erotico de sexo incesto cheiro da buceta suada da irmacontos eróticos meu marido tomando chimarrão e o amiguinho do meu filho cuidando minha bucetinhacontos eróticos mulher de traficante dando pra galera todagostoza mastruba aloprado fas ele gozar xvidiocontos eróticosperdendo as pregas do cuzinhoremedio para durmi contoseroticoscontos eroticos medicocontos eróticos ele me pegou