Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

O SEGURANÇA

Meu pai foi vitima de um assalto, e os assaltantes ameaçaram que voltariam a assaltar nossa família se ele não desse uma certa quantia em dinheiro, então meu pai colocou um segurança em nossa casa que quando eu ou minha mãe precisávamos sair tínhamos que sair com ele, foi ai que conheci o claudio um negro de um metro e oitenta musculoso e careca, pois o mesmo raspava a cabeça.



Nos primeiros dias ele mim levava no colégio e trazia de volta ate ai tudo bem, mas com o tempo foi tendo sonhos eráticos com ele onde mim via trasando com o mesmo eu branquinha e baixinha com um homem daquele, mas um dia minha mãe falou íamos passar o fim de semana na praia mas falei que tinha prova no colégio no sábado e tinha jogo do time de vôlei no domingo, ela perguntou se podia ficar sá e eu falei que sim, então ela avisou que o claudio o segurança ia ficar na casa pra fazer a segurança e eu sá sairia com ele. Falei tudo bem.

Na sexta a tarde meu pai e minha mãe foram a praia, a noite jantei e chamei o claudio para jantar comigo, conversamos amenidades e as dez fui dormir, mas não conseguia pois sá pensava naquele homem ali e eu com o tensão nas alturas, a meia noite como não conseguia dormi fui tomar um banho de piscina e resolvi tomar banho pelada pois já estava acostumada a tomar banho assim quando estava sá. Um pouco depois que entrei na piscina e olho de lado estava o claudio em pé na borda da piscina olhando para mim com a cara bem seria, foi ai que notei que ele estava com tensão em mim pois tinha se formado um grande pacote na frente de sua calça de moleton, então perguntei - aconteceu alguma coisa claudio? E ele falou - não e que ouvi barulho aqui na piscina e vim ver o quer que estava acontecendo aqui.



Neste momento já não me controlando mais de tesão saí da piscina e fui em sua direção pelada do jeito que estava e falei - é que eu gosto de tomar banho de noite sozinha, mas já que está aqui poderia me acompanhar.

Chegando em sua frente coloquei as mãos em volta do seu pescoço, me pendurei com as pernas em volta de sua cintura e dei o maior beijo que já dei em um homem. Ele me segurou com as mãos por baixo da minha bunda e depois foi esfregando aquele volume que mais parecia um cacete dentro da calça, soltei seu pescoço e fiquei de joelho em sua frente e fui baixando sua calça, quando passou do joelho que olhei para cima foi que vi aquela madeira preta e cheia de veias, fiquei admirando por alguns segundos e depois peguei com as duas mãos e ainda sobrava, comecei a chupar aquilo que mais parecia uma barra de chocolate, sá que muito mais gostoso. Quanto mais eu chupava mais ele ficava descontrolado e vi que o pau dele começou a inchar, foi ai que veio uma chuva de esperma, tentei engolir mais os jatos eram tão fortes que eu engolia um pouco e sobrava dois tantos do que eu engolia. Ele vendo eu engasgando com tanta porra tirou o pau para fora de minha boca e começou a se masturbar na minha cara, gozando mais uns cinco jatos de porra na minha cara, o que mim deixou banhada de porra.



Ele me pegou nos braços e mim levou ate uma mesa que tinha em frente a piscina, colocou-me em cima da mesa, abriu minhas pernas e começou a chupar minha bucetinha eu segurava na cabeça dele que passava sua língua que mais parecia uma lixa na minha buceta eu gozava arqueando minhas ancas em direção a sua boca quando ele viu que eu tinha gozado umas duas ou três vezes, ele ficou de pé em minha frente e começou a esfregar o pau na portinha da minha buceta abrindo os lábios e forçando cada vez mais pra dentro. Eu nunca que iria aguentar um cacete daquele calibre mais como tava em um estado de gozo permanente nem senti quando ele de um única estocada meteu o cacete pra dentro até topa no meu útero ficando ainda uma boa parte daquele pau do lado de fora. Eu sá conseguia emitir alguns gemidos de gozo, então ele foi aumentando as metidas cada vez mais rápido e mais fortes até que senti como se tivessem ligado uma mangueira dentro da minha buceta e uma torrente de porra começou a sair junto com meu gozo que também já saia em grande quantidade fazendo um barulho diferente dentro de mim.



Depois sá lembro de acordar com ele no meu quarto dando banho em mim e me colocando na cama e me cobrindo com um lençol, no outro dia acordei umas dez horas pois as catorze ia jogar e ele foi me deixar no ginásio onde fomos conversando sobre o acontecido e eu falei pra ele que queria muito mais quando voltasse pra casa, e aconteceu isto e muito mais.



VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


conto erotico menina senhor bigodao Contos eróticos família liberal.2,conto monte de calcinhas sem lavarcontos bi fui dormir com minha tia e meu tio me fudeuReparei maquina de lavar para minha tia conto erodicoo pai do meu amigo comeu elepm me comeu contomeu pai fazendeiro ele meteu seu pau na minha buceta conto eróticocontos dormi com minha irmãcontos eroticos comendo o rabinho da bebadafiz a vadia sentir dor contos eroticoscontos eroticos o ventonovia gotoda detilado abucetacontos de travestis comendo os patroesEscravo de minhas cruéis donas (conto )contos tia gostosa com sobrinho no beijo e amasso no carrocomi a prima do meu pai com mais de 50 anos contos eroticos publicadoscontos eroticos fudi minha irma enquanto ela dormiaMeu Rabo me fazver coroas no baile de Carnaval chupando pau passando a língua no sacocontos eroticos de sobrinhas impresionadas por tamanho da rolaemprestei minha esposa putariacontos eroticos orgia nudistacontos eróticos cadela e putona famíliasContos eróticos cumendo minha mãeConto porno marido repartindo a mulher com cachorro de rua zoonovinha andando de camisola dentro de casa so pra provocar pornocontos eroticos escondidocontos: safadezas de um velhoConto Erótico Primas putasConto podolatria gay o chulé do loirocontos gay 3 mendigoscontos siririca praiameus peitinhos doíam...contos-meu cuzinho quer teu paucontos com fotos o guarda roupa da casada liberada do mansoajudando a netinha com dever de casa ninfetagrelao era enorme lesbica contosmeu pai gozou no meu cu contos gayaminha filha piranha foi me visitar contoconto gay aloprado gostoso virei putaconto garoto esperimentei dar cucontos eroticos maridos nao ve esposa sendo abuzada no cinemacontos eroticos estupradacontos eróticos dominado pela sograconto erotico de casada eu meu cunhadocontoseroticos presidioenrabaram minha,esposa na piscina sem eu ver contos eroticosenrabada pelo negao contoscomi minha irma q nei peitos tem ainda contoscoroa negra contojoão cavalo quente contos eróticosEDNA safada de são paulo meu subrinho enfiou o dedo no meu cu contomeu marido viajou peguei o carro paguei travesti contosConto eu meu marido e nosso melhor amigocontos lesbica fui sedusida banheiro boatyconto erotico homem andando fay de cueca pela.casacontos eroticos jingridcontó erótico sendo estrupada por pau grande com dorcontos eroticos crossdressercontos ,chuparam tanto meu pau até ru gozar na bocacontos porno obrigada engolir porra com muito nojocontos eroticos guei meu colega de quarto me fes sua femeaa tão sonhada dupla penetração contocontos palmadas empregadadei com muito amor conto separacaomulher domadora de cavalos de pau durocontos eróticos de novinhas dando para garanhõesmeu pai comeu meu cuzinho dedo do carrocontos eroticos namorada brava e virgemcontos eróticos gays metroContos eróticos eu e minha mãe adoramos o Marcos o novo marido da minha tiacontos eroticos mae filho morando sozinhos na kit netcontos eróticos desde novinha fodendoconto erotico crente assanhadasogra morena dos peitinhos pequenosQuale melhor foda com a minha namorada?contos como dopar maridocontos de sexo com novinhas trepando com advogadoscontos de sexo safadinhocontos eróticos com faxineirahomem enrrabadocontos de incestoMinha mãe e eu no carro 2ex cunhada safada casada com presidiáriocontos eróticos CidinhaMeu corno cherador de cu.conto erótico