Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

MENAGE MASCULINO - INICIO

Esses Relatos foram escrito com base nos momentos vividos na realização dessa fantasia e todos tiveram a autorização das pessoas envolvidas para serem publicados, umas das intenções e desmistificar um pouco a coisa da primeira vez e de outros encontros, mostrando que sempre ha o que viver e aprender e que não ha uma regra geral, e sim comportamentos como os que temos nas relações dentro da sociedade: Respeito, Afinidade e Consideração, coisas que deseja a você(s) mesmo.

Acredito tambem que pode-se conhecer uma pessoa atraves da forma que ela escreve e se expressa, assim como no perfil escrito busco sempre ser o maximo transparente possivel, pois assim as chances de uma boa afinidade são bem maiores.





PRIMEIRA VEZ



Uma data em particular será inesquecível, o primeiro de maio, mas antes disso talvez seja interessante saber como cheguei nesse dia e a esse acontecimento. Já há algum tempo o assunto me chamava à atenção, não da forma como me chama hoje, mas como a possibilidade de ir alem do que a sociedade estabelece como certo ou errado, queria viver algo que superasse o pensamento da maioria e ao mesmo tempo não me ofendesse particularmente. O assunto sobre sexo me despertava interesse, como a todo jovem. Comecei a me interessar pelo assunto de forma precoce vendo aquelas revistas com anúncios e historias acho que da "ele e ela”. A idéia ficou guardada por anos ate o dia que visitando salas de bate papo achei o assunto, de certa forma me chamou atenção e comecei a frequentar, conversar, é da minha natureza não ficar inventando historias e ter os pés no chão por isso nunca gostei de viver no mundo da imaginação, decido buscava algo real, confesso que demorou um pouco, mas finalmente, depois de um bom dialogo ou “trialogo” a oportunidade apareceu. No dia primeiro de maio estava marcada a primeira vez de um possível inicio, pois foi marcado em um local publico e sá apás comprovada a afinidade que iríamos dar o práximo passo. Busquei ser o mais transparente possível, pois via que era uma forma de ficar mais calmo, e nesse momento mais uma vez pude ver como o tempo foi sábio, demorou um pouco, mas aconteceu com as pessoas certas e na hora certa. Fomos pra um local mais discreto e la conversamos por mais tempo, ate que a esposa foi ao quarto e voltou mais a vontade, e ficamos eu e o marido conversando na sala. Explicaram me sobre, entre outras coisas, o respeito ao gosto de cada casal, a discrição, a educação, fantasia, a forma de se admirar a cumplicidade existente e saber respeitar e compartilhar naquele momento intimo a três, que o solteiro não fica perturbando o casal, ligando para o casal, pois quem decide sair ou não é o casal, que a esposa é o centro das atenções e quem decide ao final de tudo, mas nada impede que seja educado com o marido, na verdade isso eu aprendi por observação e instinto. Quando retorna a esposa, num vestido curto ate as coxas, ainda com os cabelos molhados, charmosa e sorridente, na hora aquilo me chamou a atenção e despertou a vontade de senti-la, saber como era aquela sensação de causar a uma mulher o desejo de ter dois homens ao mesmo tempo, mas pela inexperiência não sabia como dar o primeiro passo, e quem deu foi o marido mostrando como sua mulher era charmosa e deliciosa ao levantar seu vestido elogiando e pedindo minha opinião, foi o passo que precisava para ter a segurança necessária para ir à frente. Eles já possuíam certa experiência, eu que era novato e deixe-os consciente disso. Ali na sala mesmo já começaram as caricias e toques, o sexo de forma plena, leve, intenso e entregue aos momentos, claro que eu fiquei nervoso no começo abalado com a mistura de excitação, vontade e receio de proporcionar ao casal uma boa experiência, risos, acabou que demorei um pouco mais a entrar na brincadeira, mas foi fundamental para entender que o prazer é direito de todos nessa brincadeira, não precisa se preocupar basta viver, deixar as coisas acontecer naturalmente e dali pra frente fluiu de forma deliciosa. A cena que me fez continuar ficou marcada em minha memária, quando fomos para o quarto ela se deitou com os belos seios amostra e com a cabeça apoiada nas pernas do marido, sendo acariciada nos cabelos por ele, enquanto eu a penetrava e sentia seus pés percorrendo o meu peito de forma ritmada, como se ditasse como ela gostava das entradas e saídas do meu membro, e assim obedeci, os gemidos ficavam mais intensos, e as chupadas que ela dava ao marido também, ela sendo incentivada pelo marido e por mim e pedia mais, os corpos começavam a fazer barulho em cada encontro, nos encaixes que um corpo fazia ao outro. E os gemidos se tornaram gritos, e o incentivo era cada vez mais, ate o ponto que ela perdeu a noção ao morder a coxa do marido que teve que segura-la pelos cabelos para que ela não o machucasse. Senti ao mexer o membro, levemente, como ela estava mais quente e sua fonte de prazer mais molhada. Diante de tamanho prazer o marido gozou sobre seu rostou e logo em seguida, eu me aproximei e também de a ela a prova do prazer que havia sentido pelos momentos vividos. Aquela cena ate hoje tenho gravada na mente e foi dali que decidi ir à frente nessa fantasia. Tirei dessa primeira experiência como é importante receber o “boas vindas” a esse mundo de forma respeitosa e compreensiva, gradual, alegre. A partir dali tive em mente que pode ser uma corrente, se um dia tivesse a oportunidade faria o mesmo ou da forma que fosse melhor ao casal, dentro dos meus limites. Felicidades a todos, fico na torcida que de alguma forma esse texto possa ajudar a tornar um relacionamento, de poucos anos ou muito, ainda mais cúmplice, alegre e temperado. A ponto de sorrisos apenas nas trocas de olhares. Saúde e Paz! SannH Tranquilo





VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


tava um tedio danado,resolvi dar a buceta pra ele,incesto contosminha tia greluda de biquíniconto erotico meu amante e mega dotadocontoseroticosviolentadacontos gays ordenhando papaiela pegou no pinto dele na marra mais ele gozoutia bate uma pro sobrinho contospapai traindo mamae comigo contos eroticosconto de rasgei o cu de meu irmão fazendo ele choraRelatos eroticos de professoras casadas brancas que foram usadas por alunos negrosconto eróticos putinha da famíliacontos de casadas rabudas que adoram uma piroca preta enterrada no rabocontos esposa bundafiz meu marido de meu corno e meu cumplicecontos cunhada crentecorno na minha propria casa contos eroticogordao tarado conto eroticoConto erotico aos 60 anoa dei a buceta para o garotomenina sega do trabalho e vai tranza com a amigapassando a mao no grelhoMinha bucetinha não aguentaria aquela grossura todaconto. tirandobo cabaço da minha namorada na frente da familia delaSem a minha permissao contos eroticosporno fodi minha meninhacomendo cunhada asm que minha mulher saiContos eróticos - já ficava agarradinho na minha bunda - desde novinhocontos sexo meu marido rebolou na pistolacomi minha comadre drogada contobucetas carnudas grandes beicos casadas cornosContos eróticos chupei muito e fiquei louco pela bucetinha da sobrinha novinha novinha da minha esposaprimeira vez que comi meu amigoSeios grandes e buceta Luisinhadandoprocaipiraconto porno puta suja de estradacontoseroticos primo hetero comeu o primo gaycontos eroticos comendo mulhers deficientrmeu buraquinho guloso no teu paucontos casal cinema pornoconto gay filho ve o pai com o pau duro e perguta o que a quinlocontos eroticos traindosou apaixonado pela minha mãe sexo incesto contos novosconto erptico na mesahomem sendo estrupado en oficinabrincando de pique contos eróticosmulher depravadacache:BEpQkv0OPJUJ:idlestates.ru/conto_4507_eu-o-namorado-corno-e-sua-namorada.html porno filadaputa faz devagar o teu pau é muito grande Incesto com meu irmao casado eu confessoadorei ser encoxada pelo meu filhocontos ninfeta lesbica fodde casada hererominha sogra gostosa se chama ana maria como fuder a buceta dela.Conto de putinha para os tarados da cidadecontos chineladas da empregadaconto vendo minha tia se depilandocontos eróticos fui pra casa da tia e meus primos me arrombaramcontos eróticos teen apostaconto de botei a novinha pra chora com a pica grande no cupapai encheu minha boca de porracontos eroticos a travesti segurou em minhas bolas e empurrou 23cm no meu cucontos eroticos gay enrustidoconto erotico estuprada de mini saiaflaguei minha esposa varias veses se masturbanocontos eróticos gays cu de bebado nao tem donoRelato picante sexo no estacionamento do shoppingporno.pai.padado.jeu.nabuseta.dafilihaa menina contos eroticoarependidas de ter dado o cuConto erotico papai alopradoConto erotico dei no elevador e meu marido nem percebeuContos eroticos... Cunhada usando um vestidinho curtocontos armei estrupo para minha esposachupando rola ate goza e dando a bucetacontos eroticosfilho fudendo sua mãe na freeti de seu paiOsdesenho fam fudendo com tudocontos de incestos eu estava dançando funk De vestidinho curto e meu pai viu e não aguentou e comeu meu cuzinhoContos eroticos minha primeira vez foi quase um estupro e eu gosteiCasa de conto a cadela priscilacontos novinhasconti erotico a massagista enfiou o dedo no meu cu e chupacontos de gay que perdeu o cabaço na adolescênciacontos de esposa gordinha tambabaxvidio preza na ilhacontos-teu pau entrando com força no meu cuzinhohumberto de pau durominha mulher grávida chupou minha pica cm leite condensado contos eróticos