Aviso: Voltamos Envie seu Conto estamos aguardando, recupere sua senha caso ja foi cadastrado antes !
Já está liberada a área de Cadastro de contos. Cadastre-se e evie-nos o seu conto

FUDENDO DENTISTA SAFADA E TESUDA



Antes de mais nada, deixe eu me apresentar, Sou moreno claro, olhos castanhos claros, 1,79 de altura, tenho o corpo sarado mas não aqueles monstros de academia, apenas por estar acostumado a nadar, eu sou um cara que chama a atenção, mas nada de parar o trânsito, sem exageros. vou ao dentista uma vez por mês apenas para manter tudo em ordem, porém, o dentista que eu estava acostumado a ir simplesmente faliu. Tive então que encontrar outro local para ir, depois de alguns dias pesquisando um melhor local, finalmente tomei a decisão de ir a um consultorio que ficava práximo a minha casa, indicação de um amigo. O consultorio era novo e quem trabalhava la tinha provavelmente acabado de se formar, porém, resolvi arriscar devido ao preço, minha situação não era das mais cômodas. Liguei para o consultário e uma voz doce atende, pensei ser a secretária mas descobri que era A dentista, como o local era novo, ela mesmo cuidava de marcar e agendar consultas pois a secretária chegaria em 1 dia. Expliquei meu caso a ela e marquei uma consulta para dois dias. Passei esses dois dias tranquilamente e na quarta-feira, às 17:30 eu estava me arrumando pois tinha a consulta marcada para as 18:20. Tomei um banho, escovei bem os dentes, coloquei um roupa apresentavel e me dirigi para o consultário. O local era pequeno, porém aconchegante, ao chegar fui recepcionado pela secretária (recepcionista, seja la o q for...) e me sentei na sala de espera. Quem vai ao dentista sabe o quanto é intediante ficar sentado esperando a hora que não passa passar. Fiquei quase o tempo inteiro olhando para o nada e pra secretária, que até q não era de se jogar fora. Devia ter seus 21 anos, ruiva, uns 1,70 de altura, peitos empinadinhos porém não muito grandes, a bunda nem deu pra ver direito, pois ela passou a maior parte do tempo sentada, mas pelas pernas delas, que eram bem grossas, imagino q a bundinha dela fosse bem gostosinha. Quando deu 18:35, mais ou menos, ouvi a dentista me chamando para a consulta, fui então para a sala dela e ao entrar fiquei literalmente chocado com o que vi. A dentista era linda, loira com os olhos cor de mel, uns 1,75 de altura, uma boquinha gostosa, ela tinha 26 anos (idade jovem para uma dentista) ela estava usando aqueles tradicionais "uniformes" de dentista porém sua blusa tinha um decote generoso que revelava seus peitos, medios e durinhos, sua bundinha era de enlouquecer qualquer um, vi enquanto ela se dirigia para se sentar a bundinha praticamente gritando pelo meu nome, empinadinha e me hipnotisava enquanto ela andava. Eu estava chocado com a gostosura dessa mulher. Ela disse alguma coisa pra mim, mas não lembro direito o que era, eu estava viajando pelo corpo dela, voltei a mim quando ela disse "Então... vc é o Ricardo certo?", "Sim, sou eu" disse meio nervoso. Ela começou a puxar papo comigo, para saber o que eu gostaria de fazer, esses papos de dentista. Depois de uns 19 minutos conversando e babando por ela, ela mandou eu deitar naquela cadeira de dentista, ela disse "Abre a boca que eu vou ver a situação", eu obedeci e ela chegou perto, olhando minha boca. Eu sentia o calor dela perto de mim e aquilo estava me deixando louco, eu olhava para os peitos dela por cima do decote e sá aumentava meu tesão. Eu ja estava de pau duro e tentando disfarçar com um guardanapo (olha a situação). Ela se afastou de mim e sorrindo disse que hoje não daria para começar nada ainda, que ela marcaria um retorno e veria quais seriam as melhores formas de pagamento. Eu estava ali completamente sem graça torcendo pra ela não olhar pro meu pinto. Por outro lado, eu tinha, no mais remoto dos pensamentos, uma sensação de que poderia rolar algo entre a gente. Ela virou a cabeça e depois retornou a olhar pra mim, deu uma risadinha, percebi que ela tinha visto minha situação, ela meio que sem graça (assim como eu) continuou conversando, de vez em quando eu percebia ela olhando pra direita e vendo o volume na minha calça. Uma hora, ela ficou muda e eu olhando pra ela, resolvi arriscar alguma coisa. Eu pensei "ela ja viu minha situação e ainda da risadinha, vou tentar", coloquei meu braço direito por trás dela e puxei seu rosto junto a mim, dei-lhe um tremendo beijo. Comecei a passar a mão sobre ela, e ela retribuia passando a mão na minha barriga, puxei ela pra cima de mim, de modo que ela ficasse com as duas pernas sobre mim e meu pau cutucando a buceta dela, ela se esfregava enquanto a gente se beijava loucamente. Coloquei a uma das mãos por de baixo de sua camisa e comecei a acariciar o peito dela, depois tirei sua camisa e o sutian, deixando os peitos dela a mostra, comecei a chupa-los e fui deslizando minha mão direita até a bucetinha dela, por de baixo da calça. Comecei a acaricia-la e ela soltava uns gemidinhos baixos, com medo da secretária ouvir, ela saiu de cima de mim e eu tirei minha camiseta e minha calça, ficando sá de cueca e com meu pau praticamente pulando pra fora. Ela se deitou na cadeira, eu me aproximei e fui tirando a calça dela, comecei a passar a mão sobre a calcinha que estava toda olhadinha, abaixei tambem a calcinha dela e vi, ali, todinha pra mim, uma bucetinha com poucos pelos, apenas alguns depilados em forma de "V", a bucetinha carnudinha e apertada, daquelas perfeitas pra se comer. Cai de boca naquela buceta, passava a lingua, dedava, chupava e ela estava dando um gemidinhos meio q disfarçados, dizia algumas bobagens como "Vaiii... me chupa Ricardo, lambe minha bucetinha, ela é toda sua!", eu nem estava prestando muita atenção no que ela falava, sá estava delirando naquela bucetinha, em pouco tempo ela gozou soltando um urro mais parecido com um alívio "Ahhhhhhhhhhhhhh", essa hora acho q a secretária ouviu. Ela levantou e eu deitei na cadeira, ela abaixou minha cueca e começou a passar a lingua envolta da cabeça do meu pau, estava delirando, ela massageava minhas bolas enquanto passava a lingua de cima a baixo no meu pinto, ela começou a colocar o pinto quase inteiro dentro da boca (20cm), ela lambia e chupava com muita vontade, como alguem no deserto que encontra água. Eu tava quase gozando e falei pra ela parar q eu ainda queira brincar muito mais. Eu sai da cadeira e ela deitou de frente para mim, eu me aproximei, beijei ela e comecei a colocar meu pau na bucetinha apertada dela, ela soltava uns "Ahhhh Uihhhhh" eu enterrei meu pau todinho nela e comecei a puxar as pernas dela e bombava, ela gemia e falava coisas como "Me comeeeeeee, ahhh, vai Ricardo, me enterra, minha bucetinha é suaaaaaaa" eu estava completamente fascinado comendo essa mulher. Eu bombava com força e a cadeira chegava a ir para trás, de modo que encostou em um balcão e ali ficou, apenaas fazendo barulho. Eu bombava enquanto falava "vai sua putinha, e agora hein? to te comendo gostoso... vai vai!" ela soltou um urro "Aaaaaaaaahhh" e percebi que ela tinha gozado, logo em seguida eu acelerei o rítmo e gozei tambem, ficamos mais um tempinho ali, naquela posição e tirei meu pau de dentro dela. Ela começou a me chupar de novo com o intúito de deixar o bixu duro de novo, com o oral dela, que era maravilhoso, logo fiquei em ponto de bala novamente, dessa vez ela não deitou na cadeira, mas ficou apoiada nela com a bundinha virada pra mim, eu fui colocando na buceta dela por trás e pra minha surpresa ela disse "não, aí não...". Não precisava falar mais nada, comecei a lamber o cuzinhu dela, depois coloquei um dedo, dois dedos enquando chupava a buceta dela, ela tava super ecitada. Coloquei minha rola na portinha do cuzinho dela, todo rosadinhu e apertado, fui enfiando e ela ia dando uns gemidinhos de dor "aiiii, uuuuui, ahhhh" soquei tudo e reparei um sorriso na cara dela, essa puta gostava de dar o cú! Comecei a fazer movimentos devagar, e ela começou a rebolar, comecei então a bombar mais forte, a gente já não se controlava e ambos estávamos gemendo alto. "Vai sua vadia, rebola pra mim que seu cuzinho agora é meu!", ela dizia "Então me come, me enraba que eu sou sua", olhei pra esquerda e vi a secretária espiando pela porta com a mão na buceta, nem dei bola, pois no meio daquela foda, nada iria me fazer parar. Gozei, e gozei muito, nás gozamos soltando urros de prazer. A dentista viu a secretária e tambem não deu bola, continuou rebolando e toda suada e satisfeita, se levantou, colocou sua roupa e disse para a secretária voltar para a sala e cancelar as consultas. Sentei-me na cadeira e a secretária voltou dizendo que já tinha cancelado as consultas, ambas agiam como se nada houvesse acontecido. A dentista disse pra secretária ir pra casa, ela se retirou, a dentista se aproximou de mim, disse seu nome... Helena. Me deu um puta beijão e me convenceu a por as ropas e ir embora. Eu já não sabia se voltaria aqui, ou se isso iria acontecer de novo, sá percebi que era melhor eu ir embora. Fui embora do consultário com as lembranças de uma das maiores fodas que ja tive.

VISITE NOSSOS PARCEIROS

SELEÇÃO DE CONTOS


Online porn video at mobile phone


xvidio chupando abucetinha da nifetinh virgecontos casada fode com amigo do mundocache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html casada meu patrão me comprou e arrambou meu cú virgemcontos swinger fudendo sogra e sogro biContos gays estrupados na obraContos eroticos dois macho chupando minhas tetascontos reais punheta gozadasporno anal mae filho em viagemconto viadinho dadeirovoyeur de esposa conto eroticoCONTO EROTICO GAY FUDIDO NO EXERCITO PELO DOTADOcontos eróticos bem depravado de bem picanteminha mulher para transar logo Ricardo que eu quero vercontos mulher madura safada na farmáciaminha mulher alargou meu cu contoflagrei minha enteada de babydollconto.erotico.tia.sogra.cunhadaOferecia dinheiro em troca de sexo com a cunhada (contos eróticos )filho tadoendo tira docu contos eroticosporno com primas branca de olhos verdes de cabelos ruivos bunda redonda e peito pequeno redondinho / anal/trasano com entregado coroacontos da minha mulher tomando banhodepois de mais de 20 anos casados minha esposa topoufudendo a empregada rabuda negra com fotos contoasContos eroticos bebezinha leite tetas puta incestocontos eroticos caguei no pau do meu padrinhox vidio comtos eroticos mães inocentewww.eu aronbei minha sobrinha de doze anos de idadecontos porno de corno compartilha esposinha branquinha na viagem de onibus com negros hiper dotadosContos bdsm sequestradaconto gay "nao puta"Conto erotico dei pro meu papai e tioele fodeu na minha frenteContos casada fui estuprada 6 e inda meu marido mim comeucontos eroticos de faxineiras coroas safadascontos transei com minha mae gostosa peituda no banhocontos porno maior q meu antebraçocontos eroticos bia e as amigascontos eróticos gay sendo putinha na minha casaContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorcontos eroticos embriaguei meu marido e dei o cuzinho do lado delecontos eroticos comendo a funcionaria novata casada da lojaComi minha amiga bebada contosenche esse cu de leite contoscontos erótico filha pai e o maridocontos linguada homemo garoto tava de pau duro contos eróticoscoroas enfieins pornocontos de inxesto como o meu marido não me notava então eu fiquei dando mole para o meu irmão para ver o que ia acontecerSempre que entrava no banheiro viabo chuveirinho e lembrava de mimcontos armei uu estupro pra minha sogra e pra minha esposaconto minha esposa fez a minha cunhada virar nossa escrava de sexoconto eróticos lábios românticosContos quero goza muito na minha filha quando ela nascecache:GAEDmAeFVBUJ:okinawa-ufa.ru/m/conto_18319_fodendo-gostoso-minha-paciente.html contos erótico acabei indo pela primeira vez num sítio de naturistaMinha namorada pediu um sanduíche contos eroticosMe comeu e comeu meu maridochantagem zofilia e insesto conto eroticover entiado forçou a madrasta a tranza com eleContos erotico ferias quentes cinco o retorno do titio pegadorConto ui ui mete paizinhotravesti Juliana de primo metendoporno contos picantes de corno submissomulheres com a bunda grabnde e a buceta grandegostosas de caixote apertadinhachupei a pica do colega de escola eu gostei sou gayquando eu peguei a minha priminhacontos eroticos peguei minha traindo meu no depósitocontos eroticos na viagem comi sogra e mulher no carrovidiomuher com camizocontos eroticos deliciapor causa da zoofilia virei escrava 3 Casa dos Contos EróticosMetendo na perereca da maninhacontos seduzi minha mãe com o tamanho do meu paucontos de coroa com novinhocontos eroticos que corpasso ,bunda coxas grossascomi meu primo novinho contosmeu genro comedor de cuconto: conheci um caralhocontos eróticos metendo na velhinhaconto erotico minha vizinha fode com o marido e pra me procarMulher trepano so com caralhudoscontos comi a internadaconto minha estagiáriamulher chupando o pau do Felipe e as outras olhandocontos feminino vacilei e me entregueicontos eroticos de casdas taradas traindo